Category Archives: UFC

Junior Cigano deve lutar pelo cinturão dos pesados do UFC
   30 de janeiro de 2017   │     0:01  │  0

 

Resultado de imagem para Júnior Cigano do MMA

Em caso de confirmação do combate, Cigano voltará a disputar o título após três anos (Foto: Divulgação/MMA)

O lutador catarinense radicado na Bahia, Junior Cigano dos Santos, deve ser o próximo desafiante pelo cinturão dos pesos-pesados do UFC, título que pertence hoje ao campeão Stipe Miocic.

Segundo informações do site Combate.com., a luta aconteceria em 13 de maio, em Dallas (EUA), no UFC 211.

Cigano voltaria a disputar o cinturão após três anos. Na última vez, foi nocauteado por Cain Velásquez, em outubro de 2013.

O brasileiro tem 18 vitórias e quatro derrotas na carreira e vem de triunfo sobre Ben Rothwell, em abril do ano passado.

Blog com A TARDE

Combate abre 2017 recheado de eventos ao vivo e com exclusividade
   10 de janeiro de 2017   │     0:04  │  0

393839393939combateO Combate inicia o ano de 2017 com uma programação especial. Em janeiro, os assinantes terão à disposição oito eventos ao vivo, e exclusivos, em territórios nacionais e internacionais. Entre os destaques estão o UFC: BJ Penn x Yair Rodriguez, o Abu Dhabi Grand Slam, o Glory e o ADCC.

A ação começa nos dias 13 e 14, direto dos Emirados Árabes, com o Abu Dhabi Grand Slam de Jiu-Jitsu, realizado na IPIC Arena, em Abu Dhabi. Grandes nomes do Jiu-Jitsu mundial estarão presentes para lutar pelo ouro e pontos importantes no ranking da temporada 2016-2017 na terra dos sheiks.

Ainda no sábado (14), teremos o Invicta 21, realizado em Kansas,nos EUA. Na luta principal, a australiana Megan Anderson encara a canadense Charmaine Tweet, em duelo que pode definir a próxima postulante ao título dos pesos-penas da organização. Ainda no card, a invicta campeã de boxe Heather Hardy fará sua estreia no MMA, ao encarar a compatriota americana Brieta Carpenter em duelo nos pesos-moscas.

No domingo (15), é a vez de abrir o calendário do UFC em 2017. Em aguardado retorno, BJ Penn volta ao octógono para encarar Yair Rodriguez na divisão de pesos-penas do Ultimate. Já na sexta-feira (20), é a vez do Glory agitar os fãs de trocação. Uma das novas atrações confirmadas no Combate para 2017, o evento, que chega à sua 37 edição, conta com a disputa de cinturão peso-pena entre Robin van Roosmalen e Matt Embree, além da presença dos brasileiros Guto Inocente, ex-UFC e destaque no card entre os meio-pesados, e Jhonata Diniz.

No dia 28, teremos dose tripla de ação na tela do Combate. Primeiro, o grappling toma conta da programação com as finais da Seletiva do ADCC 2017, realizada em São Paulo. Além dos duelos que definem os escalados para lutar no Mundial do ADCC, na Finlândia, teremos a superluta entre os atletas do UFC Viscardi Andrade e Erick Silva, em duelo sem kimono nas regras oficiais do ADCC.

Ainda no sábado (28), o Victory MMA abre caminho e aquece as turbinas do fã de lutas para mais uma edição do UFC, que traz na luta principal o duelo peso-galo entre Valentina Schevchenko e Julianna Peña, além das presenças de grandes craques da organização, como Donald Cerrone, Andrei Arlovski, Hector Lombard e do brasileiro Marcos Pezão.

E para fechar o mês, o domingo (29) é dia de Shooto Brasil. O evento, parceiro de longa data do Combate que chega à sua 69ª edição, encerra o movimentado mês de janeiro com card recheado de grandes lutas e nomes que prometem agitar o cenário nacional de MMA.

Blog com EXTRA

Hunt diz que aceitou luta no UFC para que família não ‘morra de fome’
   9 de janeiro de 2017   │     0:01  │  0

Mark Hunt é um dos pesos pesados mais respeitados no mundo das lutas (FOTO: Reprodução)

Mark Hunt é um dos pesos pesados mais respeitados no mundo das lutas (FOTO: Reprodução)

Irritado com o Ultimate desde o caso de doping de Brock Lesnar dias depois da derrota sofrida no UFC 200, em julho, Mark Hunt declarou que “teve de aceitar” o confronto com Alistair Overeem pelo UFC 209 por um motivo preocupante: alimentar sua “faminta” família.

Em entrevista ao site Stuff, o neozelandês declarou que não teve escolha depois de recusar diversos combates no fim do ano passado.

– Se coloque no meu lugar. Não tenho outra opção. Não posso trabalhar em nenhum ouro lugar, então o que devo fazer? Deixar minha família morrer de fome? – afirmou o atleta, antes de criticar novamente o doping de Pesnar, que o venceu em julho.

– Não acho nem que a pena aplicada pela comissão seja dura o bastante. Ele perdeu US$ 250 mil, mas lucro cerca de US$ 2 milhões. Então como exatamente isso o afeta? – ponderou.

Brock Lesnar foi flagrado no doping dias após vencer Mark Hunt na decisão dos juízes pelo UFC 200. O caso revoltou o neozelandês que entrou em guerra contra o UFC e chegou até a cogitar entrar com um processo. Lesnar acabou punido em US$ 250 mil e suspenso por um ano do esporte.

Agora Mark Hunt encara Alistair Overeem no UFC 209, dia 4 de março, em Las Vegas (EUA). Ambos vão em busca de recuperação no octógono.

Blog com LANCEPRESS!

UFC anuncia nova parceria com gigante do entretenimento para eventos no Brasil
   3 de janeiro de 2017   │     0:04  │  0

UFC 198, realizado em Curitiba: o primeiro da organização a ser realizado em um estádio de futebolUFC 198, realizado em Curitiba: o primeiro da organização a ser realizado em um estádio de futebol (Foto: Divulgação)

O UFC anunciou uma parceria com a IMM, a empresa brasileira mais respeitada na indústria de eventos de esporte e entretenimento, para gerenciar todos os eventos do Ultimate realizados no Brasil a partir de 2017, assim como patrocínio e venda de ingressos.

O diretor de eventos do UFC no Brasil, Philippe Menezes, passará a trabalhar na IMM e seguirá supervisionando os eventos brasileiros do Ultimate, proporcionando aos fãs as mesmas experiências de nível mundial que eles esperam. O acordo também marca o retorno de Alan Adler, CEO da IMM, ao mercado do UFC.

Joe Carr, vice-presidente internacional do UFC, está animado com a parceria.

“O UFC está muito animado em voltar a trabalhar com o Alan e vai continuar a entregar eventos de nível internacional para os nossos fãs no Brasil”, declarou. “A parceria vai aumentar as nossas capacidades de patrocínio e venda de ingressos nesse mercado, enquanto permite que o time do UFC em São Paulo mantenha seus esforços no crescimento da marca, na produção de conteúdo e no desenvolvimento de atletas locais”.

O desafio não é novidade para Alan, que trabalhou por três anos com a organização, entre 2010 e 2013.

“Estamos muito motivados em trabalhar novamente com o UFC. Para nós, é uma combinação perfeita de esporte e entretenimento e tem total sintonia com o nosso objetivo que é oferecer experiências únicas para os fãs. Além disso, trabalharemos para aproximar marcas e produtos para apoiarem o esporte que atrai muitos adeptos em nosso país através de uma plataforma de ativação completa”, disse.

Blog com EXTRA

 

Sobre licença de McGregor para lutar boxe, Dana White avisa: ‘Não vai acontecer’
   30 de dezembro de 2016   │     0:01  │  0

Presidente do UFC, Dana White

Presidente do UFC, Dana White (Foto: Gary A. Vasquez)

O mundo dos esportes balançou com a notícia recente de que Conor McGregor conseguiu uma licença de boxe no estado da Califórnia (EUA) e teria adquirido uma liberação do UFC para realizar lutas no esporte. Porém, Dana White, presidente da organização, já avisou os fãs para tirar o cavalinho da chuva.

Em entrevista ao Yahoo Sports, Dana deixou bem claro que isso não se tornará uma realidade: “Não está acontecendo e não vai acontecer”, disse o todo poderoso do Ultimate.

Rumores indicavam que McGregor faria algumas lutas de boxe fora do UFC e o principal confronto seria contra Floyd Mayweather, que se aposentou em setembro do ano passado. Após trocas de ferpas nas imprensa, o campeão dos pesos-penas e dos pesos-leves conversou com o site norte-americano “TMZ” e avisou que exige US$ 100 milhões (cerca de R$ 340 milhões) para aceitar encarar o ex-campeão dos ringues.

Blog com EXTRA