Category Archives: UFC

Confiante, Demian Maia espera lutar pelo cinturão em outubro
   8 de junho de 2017   │     0:04  │  0

Demian vai disputar o cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução/Youtube)

O brasileiro Demian Maia vai disputar o cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução/Youtube)

Número 1 no ranking dos meio-médios e com sete vitórias consecutivas na categoria, Demian Maia deve receber, em breve, a oportunidade de enfrentar o campeão até 77kg Tyron Woodley. E se depender do brasileiro, o confronto já tem até data para acontecer: para ele, o mês de outubro seria ideal.

“Quero lutar, se pudesse escolher, em outubro. Pelo que o UFC falou, vai ser a luta pelo cinturão com o Tyron Woodley, agora depende de eles marcarem a data (…). Estou com um bom pressentimento para essa luta. Nesse nível de top 5, top 10, qualquer um pode ganhar. Ainda mais no meu peso, considero que tem uns cinco ou seis ali que podem ser campeões. Mas o campeão é o Tyron e sei que vai ser uma luta difícil, mas acho que tenho uma boa chance de ganhar”, declarou Demian, em entrevista ao site ‘Combate.com’

Questionado se considera o retorno de Georges St. Pierre uma ameaça ao seu ponto de desafiante, Demian se mostrou tranquilo em relação ao canadense. Para ele, o ex-campeão dos meio-médios está com outros objetivos na carreira.

“Acho que o GSP quer voltar, mas não quer voltar na categoria, quer voltar fazendo grandes lutas. Ele já conquistou tudo o que queria, e quer voltar com o Bisping, quer fazer superlutas, então acho que não é a vontade dele (lutar entre os meio-médios). Pode ser até que o UFC queira que ele faça uma luta pelo título, mas não acredito que ele tenha essa vontade”, concluiu.

Aos 39 anos, Demian Maia vem em uma incrível série de sete vitórias consecutivas, três delas por finalização. Invicto desde fevereiro de 2014, ele derrotou, em sequência, Alexander Yakovlev, Ryan LaFlare, Neil Magny, Gunnar Nelson, Matt Brown, Carlos Condit e Jorge Masvidal.

Blog com Super Lutas

Aldo quebra o silêncio após derrota e avisa: “vou voltar”
   7 de junho de 2017   │     0:02  │  0

Resultado de imagem para José Aldo, nocauteado no Rio de JaneiroJosé Aldo é duramente golpeado por Max Holloway na luta principal do UFC Rio 8 (Foto: UOL Esporte)

O lutador brasileiro José Aldo, ex-campeão mundial, decepcionou seus admiradores ao ser nocauteado pela 2ª vez, agora no Brasil.

Ausente da entrevista coletiva após o UFC 212, no sábado (3), em que perdeu o cinturão dos penas do UFC para o americano Max Holloway, o brasileiro José Aldo quebrou o silêncio por meio de sua conta no Instagram.

O lutador agradeceu nominalmente ao treinador Dedé Pederneiras, aos companheiros de treino da academia Nova União e aos fãs. “Fico até sem palavras para falar de todo o carinho que recebi e recebo até hoje, a cada palavra de carinho que me mandam. Obrigado”, escreveu o manauara.

Por fim, Aldo garantiu que, ao contrário do que muitos chegaram a sugerir nas redes sociais, ele não irá se aposentar. “O resto f***-se, porque vou voltar, porque caímos para nos levantarmos!! Então é isso!! Vamos voltar!!”, avisou.

Blog com Esportes Google

Apesar da derrota, Glover Teixeira leva segundo melhor salário do UFC Suécia
   31 de maio de 2017   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Fotos do nocaute de Glover na Suécia
Glover decepcionou os brasileiros que estão em baixa no mundo UFC (Foto: Graciemag)

 

Nocauteado por Alexander Gustafsson no UFC Suécia, no último domingo, em Estocolmo, Glover Teixeira não conseguiu alcançar o resultado esperado dentro do octógono. No entanto, fora dele, as coisas não ficaram tão ruins para o brasileiro.

Apesar do revés, o meio-pesado foi recebeu o segundo melhor salário do evento com os US$ 130 mil recebidos, atrás apenas do algoz da noite, que faturou US$ 162 mil. Curiosamente, o sueco recebeu um valor inferior ao de Glover para entrar no octógono – US$ 70 mil para o mineiro, enquanto “The Mauler” levou US$ 51 mil -, mas o bônus pela vitória garantiu cifras mais altas a Gus no final das contas.

Os outros brasileiros que marcaram presença no evento receberam salários mais modestos, mas conseguiram “turbinar” os números com o bônus pela vitória. Após vencer Damian Stasiak por decisão unânime, Pedro Munhoz faturou, ao todo, US$ 47 mil, enquanto Netto BJJ, que superou Reza Madadi por decisão dividida, recebeu US$ 30,5 mil.

Blog com Combate

 

Cigano lamenta derrota, mas elogia Miocic: ‘Representa bem o MMA’
   16 de maio de 2017   │     0:03  │  0

J. Cigano (foto) foi cortês com S. Miocic Foto: Reprodução/Youtube

J. Cigano decepcionou os brasileiros mas foi cortês com S. Miocic (Foto: Reprodução/Youtube)

 A decepção da derrota no primeiro round não fez com que Cigano esquecesse do respeito com o adversário. Após ser nocauteado no assalto inicial da luta principal do UFC 211, evento ocorrido no último sábado, em Dallas, o brasileiro fez questão de elogiar Stipe Miocic, que manteve o cinturão com o triunfo, apesar de lamentar ter perdido a oportunidade de se tornar novamente campeão peso pesado do Ultimate.

“É um sentimento muito ruim perder assim, no primeiro round. Eu já fiz isso com muitos caras. Ele é incrível, um grande campeão. Eu queria ser campeão, mas se for para perder que seja para um cara como ele. Stipe Miocic representa bem o esporte. Ele está a caminho de virar um dos maiores lutadores de todos os tempos”, comentou Cigano na entrevista coletiva pós-UFC 211.

O brasileiro acredita que a chegada da USADA ao UFC fez com que muitos atletas do peso pesado perdessem força, mas elogiou Miocic novamente ao falar como ele seguiu o caminho contrário e só tem melhorado.

“Vai ser muito difícil vencer o Miocic agora. Ele é o cara. Eu o vejo continuando a crescer e se tornando um dos maiores. É engraçado que depois da USADA ele só continuou a melhorar, ao contrário de muita gente da divisão”, alfinetou o brasileiro.

Blog com Super Lutas

Lutador de MMA amador, policial americano aplica nocautaço em 4s
     │     0:02  │  0

Veja o momento do impressionante nocaute desta incrível luta no vídeo acima

Enquanto a cidade de Dallas recebia no último sábado o UFC 211, na pequena cidade de Sercy, no estado americano de Arkansas, uma luta amadora de MMA pelo evento Pyramid Fights 2 na mesma noite teve, talvez, a melhor performance do fim de semana.

O policial Jordan Fowler, cujo cartel é de quatro vitórias e sete derrotas, enfrentou Dylan Goforth, que possuía duas vitórias e uma derrota. Um chute alto em apenas 4s de luta encerrou o combate em favor de Fowler, estabelecendo o novo recorde de nocaute mais rápido do estado. Dylan Goforth recuperou-se após a luta.

Blog com Globoesporte