Category Archives: UFC

Ultimate negocia José Aldo x Renato Moicano para o UFC Fortaleza
   13 de dezembro de 2018   │     0:04  │  0

Resultado de imagem para José Aldo e Moicano

 

Com um card ainda carente de nomes conhecidos do grande público, o UFC Fortaleza recebeu um reforço de peso. A organização está perto de oficializar o confronto entre José Aldo e Renato Moicano, (foto acima/MMA Junkie), pelo peso-pena (até 66kg) no evento do dia 2 de fevereiro, o primeiro no Brasil em 2019. A informação foi publicada primeiramente pelo “MMA Junkie” e confirmada pelo Combate.com com fontes ligadas ao Ultimate. Este será o co-evento principal da edição liderada por Raphael Assunção x Marlon Moraes.

O duelo entre Aldo e Moicano chegou a ser cogitado pela companhia para o dia 8 de dezembro, no UFC 231, que aconteceu em Toronto, mas o ex-campeão não aceitou. Renato acabou sendo escalado contra Mirsad Bektic, mas o bósnio se machucou e foi retirado do card, deixando o brasileiro como substituto para a luta principal, que foi Max Holloway x Brian Ortega. O atleta da Nova União, por sua vez, tinha como plano voltar ao octógono contra Cub Swanson, 26 de janeiro, porém, o americano declarou que só poderia lutar no dia 17 de fevereiro, em Phoenix (EUA).

A data, quase um mês depois do esperado, não agradou José Aldo, que expôs sua preferência por lutar no máximo no dia 2 de fevereiro, em Fortaleza. Com Renato Moicano disponível para a data, a organização trabalhou para, enfim, marcar o combate, restando apenas a assinatura dos contratos.

Número 2 da divisão até 66kg, Aldo nocauteou Jeremy Stephens em seu último compromisso no primeiro assalto, recuperando-se dos reveses contra Max Holloway, quando perdeu o cinturão da categoria na primeira luta ao ser nocauteado no terceiro assalto e, na revanche, também foi superado da mesma forma. Aos 32 anos, o manauara possui cartel de 27 triunfos e quatro derrotas.

UFC Fortaleza
2 de fevereiro de 2019, no Ceará
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-galo: Raphael Assunção x Marlon Moraes
Peso-pena: José Aldo x Renato Moicano
Peso-meio-médio: Demian Maia x Lyman Good
Peso-palha: Alexa Grasso x Marina Rodriguez
Peso-meio-médio: Thiago Pitbull x Max Griffin
Peso-pesado: Júnior “Baby” Albini x Dmitry Sosnovskiy
Peso-mosca: Mara Romero Borella x Taila Santos
Peso-mosca: Rogério Bontorin x Magomed Bibulatov
Peso-meio-médio: Bryan Barberena x Vicente Luque
Peso-meio-pesado: Johnny Walker x Justin Ledet
Peso-galo: Ricardo Carcacinha x Said Nurmagomedov

Blog com COMBATE

Junior Cigano nocauteia Tai Tuivasa no segundo round e pede revanche contra Overeem
   3 de dezembro de 2018   │     0:02  │  0

   Junior Cigano nocauteou Tai Tuivasa no segundo round no UFC Adelaide — Foto: Getty Images

Junior Cigano nocauteou Tai Tuivasa no segundo round no UFC Adelaide — (Foto: Getty Images)

No MMA, não se deve jamais perder a atenção ao se enfrentar um campeão. A lição foi aprendida pelo australiano Tai Tuivasa, que começou bem a luta principal do UFC na madrugada de domingo em Adelaide, contra o brasileiro Junior Cigano, mas foi derrubado em um segundo de desatenção. Com uma atuação consciente e cerebral, o brasileiro aproveitou o erro do jovem australiano para conseguir o nocaute técnico aos 2m30s do segundo round, chegando à 20ª vitória em 25 lutas na carreira e chegando à primeira sequência de dois triunfos desde 2012. Já Tuivasa perdeu a invencibilidade de dez lutas e sofreu a primeira derrota da carreira.

– Eu sabia que esse cara era duro, mas ele é muito mais duro que eu imaginava. Ele me acertou um chute muito forte na perna, que me deixou com dificuldades de caminhar. Meu plano é sempre buscar o nocaute, e felizmente hoje eu consegui o meu objetivo. Agora, o que eu quero é uma revanche contra Alistair Overeem – disse Cigano após a luta.

Confira os resultados das demais lutas do evento:

CARD PRINCIPAL
Junior Cigano venceu Tai Tuivasa por nocaute técnico aos 2m30s do R2
Mauricio Shogun venceu Tyson Pedro por nocaute técnico aos 43s do R3
Justin Willis venceu Mark Hunt por decisão unânime (triplo 29-28)
Tony Martin venceu Jake Matthews por finalização a 1m19s do R3
Sodiq Yusuff venceu Suman Mokhtarian por nocaute técnico aos 2m14s do R1
Jim Crute venceu Paul Craig por finalização aos 4m51s do R3

CARD PRELIMINAR
Alexey Kunchenko venceu Yushin Okami por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)
Wilson Reis venceu Ben Nguyen por decisão unânime (triplo 30-27)
Keita Nakamura venceu Salim Touahri por decisão dividida (30-27, 28-29 e 29-28)
Kai Kara-France venceu Elias Garcia por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-26)
Christos Giagos venceu Mizuto Hirota por decisão unânime (29-28, 29-27 e 30-28)
Damir Ismagulov venceu Alex Gorgees por decisão unânime (30-25, 30-26 e 30-26).

Blog com Globoesporte

Lutadora do UFC é internada em estado grave após violência doméstica
   24 de novembro de 2018   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Rachael Ostovich

 

A lutadora do UFC Rachael Ostovich, (foto acima/MMA Fighting), foi internada em estado grave num hospital no Havaí, nos Estados Unidos, após ser vítima de suposta violência doméstica. De acordo com o portal americano ‘TMZ’, ela tem múltiplas fraturas espalhadas pelo corpo, sobretudo na face.

Ela tem tem 27 anos e é casada desde 2017 com Arnold Berdon, que também é lutador. O Departamento de Polícia do Havaí não confirma se o Berdon a agrediu, mas abriu investigação como violência doméstica.

O UFC ainda não se pronunciou oficialmente, mas Rachel Ostovich tem uma luta marcada para o dia 19 de janeiro de 2019 contra Paige VanZant, nos EUA. Os ingressos inclusive já começaram a ser vendidos.

Blog e O DIA

MMA terá reunião em Maceió no dia 26 de outubro
   18 de outubro de 2018   │     23:14  │  0

Uma roda de conversa sobre MMA está marcada para o próximo dia 26 de outubro em Maceió. O evento vai contar com a presença do treinador de Muaythai Luiz Tigrão, do nutricionista Rinaldo Caporal e do fisioterapeuta esportivo Kildare Cardoso. O encontro será realizado no Miniauditório da Faculdade Estácio, a partir das 18h30.

Três lutadores também foram convidados para conversar sobre o MMA. Wilson Santos, Bábara Acioly e Ed Carlos “Peixe” estarão presentes.

O evento é voltado para acadêmicos da área da saúde, mas qualquer pessoa que gosta, ou tem interesse em saber um pouco mais sobre tudo que envolve o esporte, poderá participar.

O treinador Luiz Tigrão, um dos palestrantes do evento, falou um pouco do que vai rolar na mesa redonda.

– Vai ser uma conversa legal. Vou falar sobre o planejamento tático dos atletas antes das lutas. Vou falar também sobre a preparação de cada atleta. Ver, quais são as potencialidades de cada um, dependendo das regras que eles forem lutar, para poder traçar uma melhor forma possível para eles alcançarem os seus objetivos. Vencer as lutas.

Em conversa com o GloboEsporte.com, um dos lutadores convidados, Ed Carlos “Peixe”, destacou a importância do encontro.

– Esse evento é algo que vai agregar valor. Nele, temas como preparação física para atletas de alto rendimento, trabalho de prevenção e cuidados na área de fisioterapia serão abordados. Tudo isso é muito importante para nós, atletas. A luta é algo muito importante na minha vida, sou atleta desde 2006 e profissional de MMA desde 2012. Acredito que todo jovem deveria praticar algum esporte, o esporte pode mudar vidas, e foi assim comigo.

Blog com Globoesporte/AL

 

Rampage volta a nocautear Wanderlei Silva e empata confronto
   1 de outubro de 2018   │     0:02  │  0

   Rampage Jackson nocauteou Wanderlei Silva no co-evento principal do Bellator 206 — Foto: Reprodução

Rampage Jackson nocauteou Wanderlei Silva no co-evento principal do Bellator 206  (Foto: Reprodução)

No quarto confronto entre Wanderlei Silva e Rampage Jackson, o americano levou a melhor e deixou tudo igual entre eles. Com um direto de direita que derrubou o Cachorro Louco, ele venceu por nocaute técnico aos 4m32s do segundo round para empatar o confronto direto em 2 a 2.

Apesar de ambos estarem em forma física longe da que tinham no auge de suas carreiras, o co-evento principal do Bellator 206, realizado na madrugada de sábado para domingo, em San Jose (EUA), foi animado, com momentos de muita trocação, como já era esperado.

– Eu respeito o Wanderlei acima de tudo. Eu o vi lutar no UFC em 1998, antes de eu me tornar um lutador. Quando ele me acertou, tive um flashback do que aconteceu no Japão. Todo mundo me conhece como wrestler, mas venho treinado boxe há muito tempo. Meu treinamento foi um dos melhores que eu já tive – afirmou Rampage.

Aos 42 anos, Wanderlei Silva agora tem 35 vitórias, 14 derrotas, um empate e um “No Contest” (luta sem resultado) na carreira. Ele venceu os dois primeiros duelos contra Rampage, em 2003 e 2004, ambos pelo Pride, com nocautes emblemáticos. Em 2008, já no UFC, o americano nocauteou o Cachorro Louco.

Blog com Combate