Category Archives: UFC

Derrick Lewis tem problema grave não revelado
   13 de fevereiro de 2020   │     0:02  │  0

O Peso-pesado do UFC revela batalha contra condição médica de “vida ou morte”.

Derrick Lewis não deu detalhes sobre a condição médica que o atormenta, mas afirmou que sintomas surgiram durante luta no sábado.

Derrick Lewis derrotou Ilir Latifi na decisão unânime dos juízes após três rounds parelhos na primeira luta do card principal do UFC 247, realizado em Houston (EUA).

Porém, esta pode não ter sido a única batalha que o lutador teve que superar. Em entrevista à emissora americana ESPN, o peso-pesado revelou que tem lidado com um sério problema de saúde há um ano, e que o mesmo afeta seus treinamentos.

Apesar de não entrar em muitos detalhes sobre a condição médica que o atormenta, Lewis ressaltou que não se trata de uma simples lesão, mas de um problema de saúde que pode levá-lo à morte.

De acordo com o peso-pesado, seu médico pessoal havia sugerido que ele não entrasse no octógono no último sábado, mas, após consultar-se com os especialistas do UFC, ele acabou liberado para lutar normalmente.

Blog com UOL Esporte  Continue reading

Jon Jones admite revanche com Reyes
   12 de fevereiro de 2020   │     15:00  │  0

O resultado da luta principal do UFC 247 gerou polêmica. No entanto, assim como Jon Jones, seu técnico também está convicto de que o campeão fez o necessário para defender seu reinado nos meio-pesados (93 kg) e sair com o braço erguido da arena em Houston (EUA), no último sábado. Apesar de reconhecer as credenciais de Dominick Reyes e também que o confronto foi parelho, Mike Winkeljohn pontuou três rounds favoráveis a ‘Bones’.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o responsável por afiar as habilidades de Jones admitiu que em certo momento do confronto – quando o campeão foi ao chão após sofrer um golpe – temeu pelo cinturão do americano. No entanto, na visão de Mike, a durabilidade e o preparo físico de Jones foram cruciais para sacramentar o triunfo diante do habilidoso desafiante.

“Perdemos o primeiro round. Acho que no segundo round nos recuperamos. O terceiro, podemos não ter ganho este também. Honestamente, marquei (os rounds) 2,4 e 5 a nosso favor. Mas acho que o segundo e o terceiro foram bem parelhos. Nunca se sabe com esses juízes. Dizia para o Jon manter a pressão, porque estava funcionando. Continuar trabalhando o corpo, atacado as pernas para ‘quebrar’ aquele cara. Claro que queria algumas quedas também, mas o Dominick é um atleta incrível, ele é muito bom no que faz. Queria que Jon acabasse com o gás dele porque ele (Jones) é conhecido por sua durabilidade, e acredito que isso funcionou bem”, analisou Winkeljohn, antes de admitir.

“Não vou mentir, quando ele acertou o Jon com o soco que o derrubou, eu fiquei tipo: ‘Que m***’. Realmente achei que ele tinha acertado o queixo, porque minha visão estava coberta. Claro que depois vi que não tinha sido o caso, mas ele (Reyes) veio com tudo. Ele jovem tem um futuro brilhante pela frente”, completou o técnico.

Continue reading

Jon Jones passa sufoco, mas mantém cinturão
   10 de fevereiro de 2020   │     0:01  │  0

Dominick Reyes Jon Jones UFC 247 — Foto: Getty Images

Dominick Reyes Jon Jones fizeram uma grande luta no UFC 247  (Foto: Getty Images)

Não foi fácil, não foi bonito e não foi dominante. Mas foi histórico. Jon Jones fez o que foi preciso para se manter campeão dos pesos-meio-pesados no UFC 247 diante de Dominick Reyes ao vencer a luta principal do evento por decisão unânime (48-47, 48-47 e 49-46), atingindo a 11ª defesa de cinturão do UFC, Anderson Silva e igualando o recordista, Demetrious Johnson, além de 17 vitórias seguidas e 14 vitórias em lutas valendo cinturão – todos recordes do UFC. Já Dominick Reyes sofreu a primeira derrota da carreira em 13 lutas como profissional na madrugada do último domingo.

No quinto e último round, com a luta em aberto, Reyes começou golpeando e pontuando, mesmo sem muita potência. Jon Jones buscou a derrubada, mas o desafiante ergueu-se rapidamente. Jones usava os longos braços para se defender dos ataques de Reyes, fazendo com que eles, quando encontravam o alvo, não tivessem muita força. Jones apostava nos chutes baixos e rodados, e também pontuava. De surpresa, o campeão tentou um chute alto que passou raspando à cabeça de Reyes. Nos trinta segundos finais, já com ambos muito cansados, a luta ficou tensa, mas sem nenhum perigo de nocaute até o fim.

Blog com COMBATE

Curtis Blaydes vence Junior Cigano por nocaute
   27 de janeiro de 2020   │     0:04  │  0

Curtis Blaydes Junior Cigano UFC Raleigh — Foto: Getty Images

Decepção: Curtis Blaydes venceu fácil o brasileiro Junior Cigano no UFC Raleigh  (Foto: Getty Images)

Não foi a noite de Junior Cigano. O peso-pesado brasileiro foi surpreendido na trocação pelo wrestler americano Curtis Blaydes e acabou nocauteado com uma série de golpes junto à grade a 1m06s do segundo round. Ex-campeão da categoria, Cigano sofreu a segunda derrota consecutiva, enquanto Blaydes chegou à terceira vitória consecutiva. Mais rápido e ágil durante todo o combate, Blaydes levou vantagem na trocação diante de um Cigano menos ágil do que nas suas últimas apresentações.

O duelo começou com Cigano mantendo a distância curta para Blaydes e tentando desferir golpes rápidos. O americano buscou as pernas do brasileiro por duas vezes, sem sucesso. Cigano controlava a disputa mesmo no clinche junto à grade, e mostrou boa velocidade de esquiva quando Blaydes tentou se aproximar jogando golpes. O americano conseguiu acertar dois bons golpes no brasileiro nos segundos finais, e Cigano lançou um uppercut fortíssimo, que passou raspando à cabeça do rival.

Na volta para o segundo round, na primeira aproximação de Cigano, Curtis Blaydes conectou uma boa combinação de jab de esquerda e direto de direita que acertou em cheio o rosto do brasileiro. Na sequência, o americano aproveitou uma aproximação de Cigano, que preparava um uppercut, para conectar um direto devastador de direita que explodiu na cabeça do brasileiro. Abalado, Cigano se afastou e Blaydes aproveitou para desferir três joelhadas seguidas de uma sequência de socos que obrigaram o árbitro a encerrar a luta, declarando o nocaute técnico.

Blog com COMBATE

McGregor destrói Cerrone com nocaute em 40s
   20 de janeiro de 2020   │     15:00  │  1

Chute alto abriu o caminho para a vitória de McGregor — Foto: Getty Images

Chute alto abriu o caminho para a vitória de McGregor  (Foto: Getty Images)

A versão “paz e amor” de Conor McGregor durante a semana do UFC 246 não se refletiu dentro do octógono. Nocauteador voraz, ele foi impiedoso na madrugada do último sábado para domingo diante de Donald Cerrone, na luta principal do evento, válida pelo peso-meio-médio (até 77kg). Com uma atuação perfeita, o irlandês precisou de apenas 40 segundos para liquidar a fatura e fazer seus fãs ficarem extasiados na arena em Las Vegas (EUA).

– Eu fiz história esta noite, construí um novo recorde. Sou o primeiro lutador da história do UFC a nocautear nos penas, nos leves e agora no peso-meio-médio. Estou muito orgulhoso disso. Qualquer um desses idiotas podem vir aqui se quiserem – disparou “Notorious” em direção ao público, formado, também, por atletas do UFC, como Kamaru Usman e Jorge Masvidal.

Esta foi a primeira vitória de McGregor desde novembro de 2016, quando bateu Eddie Alvarez. Depois disso, ele perdeu no boxe para Floyd Mayweather e foi superado no Ultimate por Khabib Nurmagomedov. Já Cerrone sofreu o terceiro revés consecutivo.

As estratégias ficaram claras nos segundos iniciais. McGregor arremessou uma esquerda potente que quase tocou Cerrone. O Cowboy, por sua vez, tentou agarrar, mas parou na defesa do irlandês, que utilizou o ombro para golpear, se afastou e, daí para a frente, protagonizou seu show. Com a precisão habitual, aplicou golpes duros no americano. Um chute na cabeça abriu o caminho para uma sequência devastadora que só terminou com a interrupção do árbitro Herb Dean.

Blog com COMBATE