Category Archives: UFC

Jon Jones afirma que sua estreia no peso-pesado só depende de ‘pendências’ do UFC; entenda
   29 de outubro de 2022   │     15:00  │  0

Jon Jones em preparação –  (Foto: Reprodução)

A estreia de Jon Jones no peso-pesado no dia 10 de dezembro, quando será realizado o UFC 282, só depende de Stipe Miocic, seu adversário. Pelo menos foi isso que o ex-campeão meio-pesado do Ultimate deixou nas entrelinhas ao responder um fã em sua conta pessoal no Twitter..

Sem lutar desde fevereiro de 2020, “Bones” deixou claro que está pronto para seu primeiro combate na nova categoria. O ex-campeão meio-pesado, no entanto, deixa no ar que está rolando um impasse para Miocic assinar contrato com o UFC.

– Estou me preparando para lutar contra Stipe (Miocic) no dia 10 de dezembro, em Las Vegas. Não tenho certeza do que está acontecendo entre Stipe e o UFC, mas estou pronto para competir! Vou controlar o que posso e ficar em forma – publicou Jon Jones.

Caso seja confirmado, o confronto provavelmente será o segundo mais importante do UFC 282, última edição numerada deste ano, que acontecerá em Las Vegas. A luta principal, conforme anúncio oficial, reunirá Jiri Prochazka e Glover Teixeira e apontará o campeão meio-pesado. Será o segundo duelo entre os dois neste ano.

Com apenas uma derrota em seu cartel, Jon Jones contabiliza 26 vitórias no MMA profissional. Em sua última exibição, o americano, de 34 anos, superou Dominick Reyes. Depois do triunfo, ele anunciou que migraria para os pesos-pesados. A proximidade de sua estreia na nova categoria deixa seus fãs em polvorosa.

Arivaldo Maia com PARCERIA LANCE & ISTOÉ

 

Jon Jones afirma que está pronto para voltar ao UFC ainda em 2022
   28 de outubro de 2022   │     17:00  │  0

Jon Jones está sem lutar desde 2020, pois vem em transição física para o peso-pesado – (Foto: Reprodução)

Ex-campeão meio-pesado do UFC, Jon Jones afirma que está pronto para retornar à organização para possível duelo contra Stipe Miocic no UFC 282, em dezembro.

Ex-campeão meio-pesado do UFC, Jon Jones não luta pela organização desde fevereiro de 2020, mas seu retorno pode estar mais próximo do que muitos imaginam. Na última terça-feira (25), por meio das suas redes sociais, o americano surpreendeu ao anunciar que estar pronto para fazer sua estreia como peso-pesado no card do UFC 282, que será realizado no dia 10 de dezembro e será o último evento numerado da companhia em 2022.

Através da sua conta oficial no Twitter, “Bones” respondeu um fã e revelou que vem se preparando para enfrentar Stipe Miocic, ex-campeão peso-pesado do Ultimate, justamente para o dia 10 de dezembro. Por meio da postagem, Jon Jones deu a entender que Miocic está em um “impasse” com a franquia para assinar o contrato visando o confronto no UFC 282.

“Estou me preparando para lutar contra Stipe (Miocic) no dia 10 de dezembro, em Las Vegas. Não tenho certeza do que está acontecendo entre Stipe e o UFC, mas estou pronto para competir! Vou controlar o que posso e ficar em forma”, escreveu o ex-campeão meio-pesado do Ultimate.

Vale ressaltar que, caso seja confirmado, o duelo entre Jon Jones e Stipe Miocic deve ser o segundo mais importante do card do UFC 282, em Las Vegas (EUA). Isso porque a organização já anunciou que a principal atração do show será a disputa de cinturão meio-pesado entre Jiri Prochazka e Glover Teixeira, que vão se enfrentar pela segunda vez este ano.

Atualmente com 34 anos, Jon Jones possui um cartel de 26 vitórias e apenas uma derrota no MMA profissional. O ex-campeão meio-pesado do UFC não luta desde fevereiro de 2020, quando derrotou Dominick Reyes. Desde então, “Bones” anunciou que faria transição para lutar na categoria peso-pesado, mas até agora não há uma confirmação de uma data para sua estreia na divisão, o que aumenta a expectativa dos fãs do lutador.

Cinco anos mais velho em relação a Jon Jones e com um cartel de 20 triunfos e quatro reveses no MMA, Stipe Miocic fez sua última luta em março do ano passado, quando foi derrotado por Francis Ngannou por nocaute no segundo round e perdeu o cinturão peso-pesado do UFC.

Arivaldo Maia com 

 

Dana White se empolga com jovem contratado de 17 anos: “Está pronto”
   25 de setembro de 2022   │     19:00  │  0

Raul Rosas Jr. — Foto: Chris Unger/Getty Images

Raul Rosas Jr. — (Foto: Chris Unger/Getty Images)

Raul Rosas Jr. foi contratado pelo UFC após vitória no Contender Series, e é o mais jovem lutador a assinar com o evento.

Raul Rosas Jr. venceu Mando Gutierrez por decisão unânime no Contender Series, em Las Vegas, e ganhou um contrato com o UFC. Com apenas 17 anos, o lutador se destacou como o mais jovem contratado na história da organização.

Em entrevista coletiva após o evento, Dana White não escondeu sua empolgação com o que viu.

– Que guerra! Foi uma luta muito técnica. Os dois se esforçaram ao máximo que puderam. E para um jovem de 17 anos se comportar da maneira que ele fez nessa luta, fiquei impressionado com isso. Impressionante!

Questionado se Rosas Jr. seria jovem demais para lutar no maior evento de MMA do mundo, o dirigente discordou.

– Não pelo que acabei de ver. Depois do que vi, esse garoto está pronto para lutar no UFC. Estou muito, muito impressionado com esse garoto. Ele é absolutamente especial. Muitos lutadores estavam empolgados dizendo “Meu Deus, esse garoto é pra valer. Ele é legítimo. Impressionante”.

Arivaldo Maia com Redação do Combate.com – Rio de Janeiro

Em noite com show dos lutadores brasileiros, Nate Diaz vence na luta principal do UFC 279
   12 de setembro de 2022   │     19:00  │  0

Ultimate Fighting Championship (UFC) Logo

O UFC 279, realizado no último sábado (10), em Las Vegas (EUA), teve uma sucessão de polêmica na semana do evento, mas o card de lutas não decepcionou e empolgou os fãs de MMA do início ao fim. Fazendo a luta principal da noite, em sua provável luta de despedida na organização, Nate Diaz teve bom desempenho e finalizou o veterano Tony Ferguson com uma guilhotina no quarto round. No co-main event, com um desempenho espetacular, Khamzat Chimaev superou Kevin Holland por finalização ainda no primeiro assalto e segue invicto no MMA.

Além disso, três brasileiros entraram em ação no card do UFC 279, e o aproveitamento foi de 100%, com todos eles vencendo. No card principal, Johnny Walker teve boa atuação e finalizou Ion Cutelaba com um mata-leão ainda no primeiro round. No card preliminar, também no primeiro assalto e com um mata-leão, Jailton Malhadinho superou Anton Turkalj, enquanto a mineira Norma Dumont derrotou a americana Danyelle Wolf na decisão unânime dos jurados.

Nate Diaz finaliza Tony Ferguson em possível luta de despedida no UFC

A luta principal do UFC 279 começou com Tony Ferguson tomando a iniciativa sobre Nate Diaz, com alguns golpes na média distância. Na sequência, Nate equilibrou as ações, embora Ferguson ainda tenha conectado alguns bons golpes, respondeu com seus já conhecidos socos abertos, com alguns deles pegando limpos no rosto de “El Cucuy”. No segundo round, o duelo seguiu agitado na trocação. Apesar dos atletas estarem longe do auge físico, proporcionaram bons momentos na luta em pé, com uma ligeira superioridade por parte de Ferguson.

No terceiro assalto, Nate Diaz passou a provocar mais, a baixar a guarda, a chamar Tony Ferguson para a grade, empolgando o público presente. Na trocação, Diaz aumentou seu volume de golpes, conectou bons socos e direita e terminou a parcial melhor em relação ao oponente. Na quarta parcial, visivelmente cansados, os lutadores diminuíram um pouco o ritmo. Quando se aproximava da média para a curta distância, Nate Diaz mostrava superioridade e conectava bons golpes. Na sequência, já bem cansado, Tony Ferguson aplicou uma queda sobre o americano, mas a decisão foi um “tiro no pé”. Diaz já caiu envolvendo o pescoço de Ferguson e, com rapidez, encaixou uma justa guilhotina, forçando os três tapinhas de “El Cucuy”.

Com o resultado na luta principal do UFC 279, Nate Diaz conquista a 21ª vitória da sua carreira e volta a vencer uma luta, o que não acontecia desde agosto de 2019, quando superou Anthony Pettis. Por outro lado, Tony Ferguson segue em “queda livre” em sua carreira no MMA e amargou sua quinta derrota consecutiva no UFC.

Chimaev impressiona e finaliza Holland no UFC 279

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 279
Las Vegas, nos Estados Unidos
Sábado, 10 de setembro de 2022

Card principal
Nate Diaz finalizou Tony Ferguson com uma guilhotina no 4R
Khamzat Chimaev finalizou Kevin Holland com um triângulo de mão invertido no 1R
Daniel Rodriguez derrotou Li Jingliang por decisão dividida dos jurados
Irene Aldana derrotou Macy Chiasson por nocaute técnico no 3R
Johnny Walker finalizou Ion Cutelaba com um mata-leão no 1R

Card preliminar
Julian Erosa derrotou Hakeem Dawodu por decisão unânime dos jurados
Jaílton Malhadinho finalizou Anton Turkalj com um mata-leão no 1R
Denis Tiuliulin derrotou Jamie Pickett por nocaute técnico no 1R
Chris Barnett derrotou Jake Collier por nocaute técnico no 2R
Norma Dumont derrotou Danyelle Wolf por decisão unânime dos jurados
Heili Alateng derrotou Chad Anheliger por decisão unânime dos jurados
Elise Reed derrotou Melissa Martinez por decisão unânime dos jurados
Yohann Lainesse derrotou Darian Weeks por decisão dividida dos jurados

Arivaldo Maia, LANCE & ISTOÉ

 

Dana White revela sua lista dos cinco melhores lutadores de todos os tempos do UFC; veja
   18 de agosto de 2022   │     19:00  │  0

Jon Jones é o maior lutador da história do UFC – (Foto: Reprodução/Instagram)

Curiosamente, os eleitos pelo presidente do UFC andam afastados do MMA profissional por motivos diversos.

Em todos os esportes existe sempre a discussão de quem foi o melhor de todos os tempos. No MMA profissional, o presidente do UFC, Dana White, volta e meia é questionado sobre o assunto e periodicamente tem de atualizar a sua lista. Desta vez a pergunta apareceu em entrevista ao “GQ Sports”, canal de YouTube.

O dirigente – conhecido por não se esquivar de nenhum assunto –, deu um F5 e escalou o seu top five: – Jon Jones, Anderson Silva, Ronda Rousey, Conor McGregor e GSP (Georges St-Pierre). Há muitas outras pessoas que deveriam estar na lista. (Kamaru) Usman, por exemplo, deveria estar ali. De qualquer forma, quando se pensa em Jon Jones, é difícil não afirmar que ele é o melhor de todos os tempos -.

Curiosamente, dos cinco eleitos por Dana, apenas dois estão na ativa. Mesmo assim, com ressalvas. Cabeça da lista, Jon Jones não vai ao octógono há dois anos e meio e está se preparando para voltar a lutar como peso-pesado. Já Conor McGregor se recupera de uma grave lesão na perna esquerda, sofrida em seu último confronto, contra Dustin Poirier, há mais de um ano.

Os três nomes que completam os cinco melhores de todos os tempos na opinião de Dana White não estão mais em ação no MMA. Ex-campeão peso-médio do UFC, Anderson Silva atualmente se dedica a seguir carreira no Boxe profissional. Ronda Rousey, que já foi dona do cinturão peso-galo feminino, atua no WWE. E para encerrar, Georges St-Pierre, ex-campeão duplo do Ultimate (categorias peso-meio-médio e peso-médio), não tem previsão de novos confrontos.

Arivaldo Maia, LANCE & ISTOÉ