Category Archives: UFC

McGregor destrói Cerrone com nocaute em 40s
   20 de janeiro de 2020   │     15:00  │  1

Chute alto abriu o caminho para a vitória de McGregor — Foto: Getty Images

Chute alto abriu o caminho para a vitória de McGregor  (Foto: Getty Images)

A versão “paz e amor” de Conor McGregor durante a semana do UFC 246 não se refletiu dentro do octógono. Nocauteador voraz, ele foi impiedoso na madrugada do último sábado para domingo diante de Donald Cerrone, na luta principal do evento, válida pelo peso-meio-médio (até 77kg). Com uma atuação perfeita, o irlandês precisou de apenas 40 segundos para liquidar a fatura e fazer seus fãs ficarem extasiados na arena em Las Vegas (EUA).

– Eu fiz história esta noite, construí um novo recorde. Sou o primeiro lutador da história do UFC a nocautear nos penas, nos leves e agora no peso-meio-médio. Estou muito orgulhoso disso. Qualquer um desses idiotas podem vir aqui se quiserem – disparou “Notorious” em direção ao público, formado, também, por atletas do UFC, como Kamaru Usman e Jorge Masvidal.

Esta foi a primeira vitória de McGregor desde novembro de 2016, quando bateu Eddie Alvarez. Depois disso, ele perdeu no boxe para Floyd Mayweather e foi superado no Ultimate por Khabib Nurmagomedov. Já Cerrone sofreu o terceiro revés consecutivo.

As estratégias ficaram claras nos segundos iniciais. McGregor arremessou uma esquerda potente que quase tocou Cerrone. O Cowboy, por sua vez, tentou agarrar, mas parou na defesa do irlandês, que utilizou o ombro para golpear, se afastou e, daí para a frente, protagonizou seu show. Com a precisão habitual, aplicou golpes duros no americano. Um chute na cabeça abriu o caminho para uma sequência devastadora que só terminou com a interrupção do árbitro Herb Dean.

Blog com COMBATE

McGregor x Cerrone: amanhã tem ‘lutaço’ no MMA
   17 de janeiro de 2020   │     0:04  │  0

Conor McGregor e Donald Cerrone mantiveram o respeito na conferência — Foto: Getty Images

Conor McGregor e Donald Cerrone mantiveram o respeito na conferência  (Foto: Getty Images)

Conor McGregor adotou uma postura completamente diferente na coletiva de imprensa do UFC 246, realizada em Las Vegas, nos Estados Unidos. O ex-campeão do Ultimate, famoso por provocar adversários, encará-los com veemência e incendiar a torcida, demonstrou um estilo “paz e amor” ao promover o evento deste sábado, no qual fará a luta principal contra Donald Cerrone, também participante da conferência.

Questionado sobre o porquê de estar apresentando uma conduta diferente da habitual, Conor McGregor, que chegou pontualmente à coletiva, bateu na tecla do respeito. E viria a provar que não estava blefando, pois fez uma encarada amena com o “Cowboy” – cumprimentado com três apertos de mão.

– Eu o respeito, ele me respeita também. Não vai ter rivalidade, não terá problema entre a gente, são só negócios. Estou focado nas minhas habilidades, no que posso fazer. Vai ser uma batalha interessante aos fãs e estou focado na vitória. (…) Eu reajo às situações como elas se apresentam. Esse cenário é um pouco diferente, não há nada de falso, não há fingimento. Sou o que sou. Eu posso ler o jogo do Cerrone, eu o leio como um livro, sei o plano dele. Estamos bem preparados, será uma grande noite.

Serviço do UFC 246

Combate transmite neste sábado o UFC 246 ao vivo, na íntegra e com exclusividade a partir de 20h (horário de Brasília), com o “Aquecimento Combate”. O Combate.com e o SporTV 3 também transmitem o “Aquecimento Combate”, e as duas primeiras lutas do card preliminar. O site acompanha todo o evento em Tempo Real.

UFC 246
18 de janeiro de 2020, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Conor McGregor x Donald Cerrone
Peso-galo: Holly Holm x Raquel Pennington
Peso-pesado: Alexey Oleinik x Maurice Greene
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Alexa Grasso
Peso-leve: Anthony Pettis x Carlos Diego Ferreira

CARD PRELIMINAR (20h30, horário de Brasília):
Peso-mosca: Roxanne Modafferi x Maycee Barber
Peso-pena: Andre Fili x Sodiq Yusuff
Peso-leve: Drew Dober x Nasrat Haqparast
Peso-meio-pesado: Aleksa Camur x Justin Ledet
Peso-mosca: Tim Elliott x Askar Askarov
Peso-galo: Brian Kelleher x Ode Osbourne
Peso-mosca: Sabina Mazo x JJ Aldrich

Blog com COMBATE

Conor McGregor promete “colocar Cerrone para dormir”
   15 de janeiro de 2020   │     20:21  │  0

Conor McGregor enfrenta Donald Cerrone na luta principal do UFC 246 — Foto: Evelyn Rodrigues

Conor McGregor enfrenta Donald Cerrone na luta principal do UFC 246  (Foto: Evelyn Rodrigues)

Aquele Conor McGregor provocador, que muitas vezes passa dos limites, não parece que irá dar as caras no UFC 246. Com discurso mais respeitoso do que o normal em semana de luta, o irlandês tem pego leve nas declarações sobre Donald Cerrone, seu adversário neste sábado, em Las Vegas (EUA). Porém, é claro, ele sabe dar um jeito de apimentar o confronto. Em conversa com jornalistas, “The Notorious” prometeu “colocar Cerrone para dormir” com facilidade.

– Eu não estou muito preocupado com o que ele diz. Gosto do Donald, não tenho nada de ruim para falar dele, mas vou colocá-lo para dormir e vou fazer isso facilmente. É a mesma coisa, luta é luta. Vou entrar lá e não importa se é com ou sem rivalidade, é uma luta. Então estou empolgado por estar de volta e ansioso para lutar no sábado – afirmou.

Sem lutar desde outubro de 2018, quando perdeu por finalização para Khabib Nurmagomedov, McGregor fez coro ao discurso de seu treinador, John Kavanagh, que tem falado que o pupilo está na melhor forma de sua carreira e garantiu que voltará ao nível de sua última vitória, em 2016, contra Eddie Alvarez, quando conquistou o título peso-leve (até 70kg).

– Absolutamente. As pessoas ficam dizendo que querem o antigo Conor McGregor de volta. Aquele Conor de 2015, 2016. E, não me leve a mal, foi uma performance incrível contra o Eddie Alvarez, provavelmente a melhor performance de um campeão na história do UFC. Minha estreia em Nova York, tantas equipes excelentes, mas ele (Kavanagh) está certo. Eu serei sempre quem derrotou Eddie Alvarez. Estou em uma excelente posição e estou me movimentando muito bem.

Planos para 2020

– Claro, eu estou me preparando para bater mais um recorde no sábado à noite. E aí vou poder ir atrás de mais títulos. Acho que posso ser campeão nos meio-médios, conquistar o cinturão de “maior casca-grossa do UFC”, vencer esses títulos e vou entrar em mais uma luta de boxe, vou conquistar um cinturão de boxe. Tenho muitos objetivos que continuam a me motivar.

Blog com COMBATE

McGregor receberá US$ 80 milhões em luta contra Donald Cerrone
     │     0:02  │  0

Khabib Nurmagomedov finalizou Conor McGregor no UFC 229 — Foto: Getty Images

Khabib Nurmagomedov finalizou Conor McGregor no UFC 229  (Foto: Getty Images)

Quando Conor McGregor se envolve em um evento, as cifras imediatamente se tornam gigantescas. Após ter recebido (não-oficialmente) US$ 50 milhões para enfrentar Khabib Nurmagomedov no UFC 229 – sua última apresentação no octógono, em 2017 – o irlandês acredita que embolsará muito mais para enfrentar Donald Cerrone no UFC 246, que acontece no próximo sábado em Las Vegas (EUA), somando-se merchandising, participação em vendas de pay-per-view, patrocínios e a bolsa da luta. Em entrevista à “ESPN”, McGregor aproveitou para agradecer o americano pelo respeito demonstrado durante todo o tempo a partir do momento em que a luta foi anunciada.

– Fizemos um ótimo contrato. Estou muito feliz e muito empolgado em ver quanto ele irá me render. Foi um novo acordo, e estou confiante que será muito lucrativo. Estimo que eu ganhe US$ 80 milhões (cerca de R$ 331 milhões) nessa luta. Eu disse que lutaria com ele. Eu e Donald temos história. É uma luta empolgante, que agrada em cheio os fãs e a mim também. Agradeço a Donald por lutar comigo. Ele já lutou muitas vezes, é um pai de família, com uma avó sensacional. Eu gosto e respeito isso. Também respeito a forma como ele conseguiu fazer parte dessa luta. Há muita coisa envolvida em eventos como esse, e me agrada ver respeito vindo da parte dele. Estou ansioso por fazer uma boa luta. Será uma grande noite. Vou brilhar no sábado.

O ex-campeão peso-pena e peso-leve do UFC também revelou ter bebido durante toda a semana da luta contra Khabib Nurmagomedov no UFC 229, que aconteceu em 2017, também em Las Vegas.

– Eu tinha veneno dentro de mim durante toda a preparação para enfrentar Khabib. Não bebo há três ou quatro meses. Eu bebi durante toda a semana da luta contra Khabib. Não sabia o que estava fazendo, não vivia a vida que deveria estar vivendo. Não repetirei esse erro. Estou em uma posição excelente hoje em dia. Cometi muitos erros, e fui homem o suficiente para admitir e corrigir todos eles. Não sou perfeito, mas dormindo bem e me alimentando corretamente, eu estou quase lá. Eu soube que LeBron James gasta cerca de US$ 1,5 milhão por ano com a sua saúde e preparação física. Eu nunca gastei nada, nem um dólar, a não ser no campo de treinamentos. Eu vim fazendo as coisas da forma errada, e agora eu vou consertar isso.

Perguntado sobre se o dinheiro ainda seria a sua motivação para continuar lutando, McGregor garantiu estar rico para o resto da vida, e deixou claro que sobe ao octógono apenas por amor ao que mais sabe e mais gosta de fazer: lutar.

– Para mim, não se trata de lutar por dinheiro. Estou em uma posição na qual tenho muito dinheiro para o resto da vida. Dinheiro nenhum vai matar a minha fome de competir e entreter, e de viver a minha vida da formo como quero, como gosto de viver. Muito dinheiro sem a consciência necessária pode ser perigoso. Não há limites, não há barreiras. Você pode fazer tudo, ir aonde quiser. Hoje eu sei o que quero fazer e o que eu gosto de fazer: lutar. E é isso que vou continuar a fazer. Estou totalmente motivado e nas melhores formas física e mental da minha vida.

UFC 246
18 de janeiro de 2020, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Conor McGregor x Donald Cerrone
Peso-galo: Holly Holm x Raquel Pennington
Peso-pesado: Alexey Oleinik x Maurice Greene
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Alexa Grasso
Peso-leve: Anthony Pettis x Carlos Diego Ferreira
CARD PRELIMINAR (20h15, horário de Brasília):
Peso-mosca: Roxanne Modafferi x Maycee Barber
Peso-pena: Andre Fili x Sodiq Yusuff
Peso-leve: Drew Dober x Nasrat Haqparast
Peso-pena: Chas Skelly x Grant Dawson
Peso-meio-pesado: Aleksa Camur x Justin Ledet
Peso-mosca: Tim Elliott x Askar Askarov
Peso-galo: Brian Kelleher x Ode Osbourne
Peso-mosca: Sabina Mazo x JJ Aldrich

Blog com COMBATE

Dana White lamenta luta que não conseguiu realizar
   5 de janeiro de 2020   │     0:03  │  0

Dana White diz que próximo adversário de Khabib deve ser Tony Ferguson, e não Floyd Mayweather — Foto: Evelyn Rodrigues

Dana White (Foto: Evelyn Rodrigues)

No comando do UFC desde 2001, quando, ao lado dos irmãos Fertitta, adquiriu a empresa, Dana White já realizou diversos combates dos sonhos de qualquer promotor de eventos ou fã de MMA.

Mas o próprio dirigente admitiu, em entrevista ao site oficial do UFC, que lamenta não ter conseguido promover um combate em seu show.

– A única luta que eu queria fazer e que nunca consegui foi Brock Lesnar contra Fedor Emelianenko. Nós iríamos fazer no Texas Stadium. Mas eu não consegui fechar um negócio com Fedor, então isto nunca aconteceu.

Astro da WWE, Brock Lesnar se aventurou no MMA e conquistou o cinturão peso-pesado do UFC em 2008, quando venceu Randy Couture. O americano defendeu o título com sucesso em duas oportunidades, até ser destronado por Cain Velásquez em 2010.

Considerado por muitos como o melhor peso-pesado da história do MMA, Fedor Emelianenko nunca pisou no octógono do UFC. Sua passagem mais marcante foi pelo Pride, onde manteve-se invicto e venceu nomes como Rodrigo Minotauro, Mirko Cro Cop e Mark Coleman.

O Texas Stadium, citado por Dana White, era o palco do time de futebol americano Dallas Cowboys, e sua capacidade era para 65.675 espectadores. Em 2009, a equipe passou a mandar seus jogos em outro estádio, e no ano seguinte o Texas Stadium acabou demolido. O recorde de público do UFC, vale destacar, foi em 2019, quando 57.127 pessoas estiveram no Marvel Stadium, em Melbourne, para acompanhar o UFC 243, que contou com Israel Adesanya vencendo Robert Whittaker na luta principal do show, no dia 06 de outubro.

Blog com COMBATE