Category Archives: UFC

Ultimate oficializa Ferguson x Khabib como luta principal do UFC 223, mas mantém mistério sobre cinturão
   24 de janeiro de 2018   │     0:03  │  0

Após muita especulação, duelo entre Ferguson e Khabib finalmente foi oficializado pelo Ultimate (Foto UFC)

Através do seu site oficial, o Ultimate oficializou o esperado confronto entre Tony Ferguson, campeão interino do peso-leve, e Khabib Nurmagomedov, segundo colocado no ranking da categoria. Conforme divulgado pelo presidente Dana White anteriormente, a dupla se enfrenta no dia 7 de abril, pelo main event do UFC 223, no retorno da organização ao Barclays Center, no Brooklyn (EUA).

Apesar da confirmação do duelo, ainda não se sabe se ele valerá o cinturão interino ou, conforme já noticiado por outros veículos anteriormente, o cinturão linear, com o atual campeão Conor McGregor sendo destituído do posto de rei da divisão dos leves.

Rivais há anos, Ferguson e Nurmagomedov finalmente poderão resolver suas diferenças no octógono, após diversas tentativas fracassadas de realizar a luta. Aos 29 anos, o russo segue invicto no MMA, com 25 triunfos. Tony, por sua vez, soma 23 vitórias e três reveses, e aos 33 anos, conquistou o título interino ao derrotar Kevin Lee, em outubro passado.

Blog com TATAME

 

Ngannou vê medo em Stipe Miocic e garante: “Estou em um nível diferente”
   18 de janeiro de 2018   │     0:03  │  0

   Lutadores entram em rota de colisão no dia 20, em Boston, nos Estados Unidos (Foto: Marcelo Barone)

 

A luta entre Francis Ngannou e Stipe Miocic, (foto acima), colocará frente a frente dois pesos-pesados que possuem, somados, 20 vitórias por nocaute. O camaronês, que desafia o cinturão do campeão da categoria, no UFC 220, sábado, em Boston (EUA), garante que irá desbancar o oponente.

– Ele tem um estilo legal, um bom boxe, um bom wrestling. É um ótimo lutador e, por isso, tem vencido. Mas eu sou diferente. Estou em um nível diferente e vou mudar isso, vou mostrar isso dia 20 de janeiro. Sou o homem mais temido do mundo.

Embalado por seis vitórias seguidas no Ultimate – cinco por nocaute e uma por finalização – Ngannou afirma que a imagem do nocaute brutal contra Alistair Overeem deixou Miocic assustado.

– Claro que ele está com medo. Qualquer um que viu minha luta com Overeem sabe o que eu sou capaz, sabe o que vai acontecer, sabe o perigo que eu coloco meus adversários. Eu sei que ele está com medo. Overeem estava com medo, Arlovski… todos ficam com medo de mim. E agora está piorando porque eles estão vendo o que eu sou capaz de fazer. Eles ficam com medo.

Francis Ngannou não esconde estar diante do maior desafio de sua carreira. Ele estreia em um confronto válido pelo cinturão do Ultimate – uma trajetória bem sucedida para quem debutou na organização em dezembro de 2015.

– Essa luta para mim é muito importante, qualquer um nessa situação vê essa luta como a mais importante da carreira. Vai ser minha primeira luta por título, quero me tornar o campeão mundial do peso-pesado. Stipe Miocic é muito duro, está achando que é o homem mais temido do mundo, mas no dia 20 eu vou mudar isso.

UFC 220
20 de janeiro de 2018, em Boston (EUA)
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-pesado: Stipe Miocic x Francis Ngannou
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Volkan Oezdemir
Peso-pena: Calvin Kattar x Shane Burgos
Peso-meio-pesado: Gian Villante x Francimar Bodão
Peso-galo: Thomas Almeida x Rob Font
Peso-pena: Kyle Bochniak x Brandon Davis
Peso-meio-médio: Abdul Razak Al-Hassan x Sabah Homasi
Peso-mosca: Dustin Ortiz x Alexandre Pantoja
Peso-pena: Dan Ige x Julio Arce
Peso-palha: Maryna Moroz x Jamie Moyle
Peso-leve: Islam Makhachev x Gleison Tibau
Peso-pena: Arnold Allen x Enrique Barzola

Blog com Combate

Daniel Cormier decreta aposentadoria em 2018: “Não me verão lutando aos 40 anos”
   1 de janeiro de 2018   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Daniel Cormier, hoje

A carreira de um dos maiores lutadores de MMA do mundo, apesar de contestado por alguns concorrentes. pode estar a um ano de se encerrar. O campeão dos meio-pesados do UFC, Daniel Cormier, (foto acima), anunciou que 2018 será o seu último como atleta profissional. Em entrevista à ESPN americana, Cormier disse que não se vê lutando aos 40 anos – está com 39 anos de idade – e que pretende dedicar sua vida ao filho.

– Tenho sempre sido muito claro sobre isso. Vocês não me verão lutando aos 40 anos. Podemos estar entrando no meu último ano como lutador em 2018, e eu estou totalmente em paz com essa decisão. Está na hora de eu me dedicar ao meu filho, Daniel Jr., porque venho lutando em alto nível desde os meus 15 anos. Não vou lutar para sempre. Estou pronto para me comprometer e direcionar o meu foco totalmente para o meu filho. Faltam apenas algumas poucas lutas. Ainda há algumas que eu preciso fazer.

Perguntado sobre qual ele acredita ter sido seu maior erro na carreira, Daniel Cormier não teve dúvidas em dizer que foi ter se prendido demais à figura de Jon Jones como seu principal antagonista. Na sua opinião, suas conquistas e vitórias na carreira tornam injusto que Jones seja o principal ponto de referência quando se fala de toda a sua trajetória como atleta.

– Acho que meu maior erro foi ter me prendido a apenas um adversário. Não é justo basear e resumir a minha carreira toda a ele. Mas, sim, sinto que ele é uma espinha entalada na minha garganta.

Cormier também falou de como lida – ou como não lida – com as derrotas. Para ele, elas são um fardo do qual jamais conseguirá se livrar.

Nada se compara a uma derrota. Algumas pessoas que deixa o tempo passar e segue em frente. Eu nunca vou conseguir. Todas as derrotas de peso que eu sofri – nas finais do wrestling universitário, na semifinal olímpica, na disputa da medalha de bronze olímpica e nas lutas contra Jon Jones – martelam a minha cabeça. Acho que isso é o que me faz ser quem eu sou.

A próxima luta de Cormier acontece no UFC 220, contra o suíço Volkan Oezdemir, no dia 20 de janeiro, em Boston (EUA).

Blog com Combate

Rafael dos Anjos dá aula contra Lawler e cobra promessa de disputa de cinturão
   18 de dezembro de 2017   │     0:04  │  0

Robbie Lawler faz cara de dor ao receber golpe de Rafael dos Anjos na linha de cintura (Foto: Josh Hedges/Getty Images)

Robbie Lawler faz cara de dor ao receber golpe de Rafael dos Anjos na linha de cintura (Foto: Josh Hedges/Getty Images)

Ex-campeão dos pesos-leves (até 70,3kg), o brasileiro Rafael dos Anjos comprovou mais uma vez na madrugada de ontem que tomou a decisão correta ao subir para os pesos-meio-médios (até 77,1kg).

Contra um ex-campeão da categoria e segundo colocado do ranking, o americano Robbie Lawler, o lutador niteroiense teve uma atuação perfeita, que lembrou a que lhe garantiu o cinturão do Ultimate em 2015 contra Anthony Pettis, e conquistou a vitória por decisão unânime (triplo 50-45), sem perder nenhum round, no evento principal do “UFC: Lawler x Dos Anjos”, em Winnipeg, Canadá.

É a terceira vitória consecutiva de Rafael, todas sobre adversários bem ranqueados, e ele cobrou de Dana White, presidente do UFC, sua promessa de ser o próximo desafiante ao campeão Tyron Woodley.

– Estou muito feliz. Estou neste jogo há tanto tempo, e para mim foi um prazer enfrentar este guerreiro. Minhas mãos estão doendo porque a cabeça dele é muito dura. Eu senti que ele estava aguentando meus golpes, mas sou abençoado por ter caras como meus treinadores na minha equipe. Eu acabei de ganhar do cara mais duro da divisão. Acho que pela minha história na organização e pelo que fiz hoje, mereço a chance pelo cinturão – afirmou Rafael dos Anjos.

Blog com Combate

 

UFC confirma disputa de cinturão entre Miocic e Ngannou para janeiro
   12 de dezembro de 2017   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para Francis Ngannou

Não demorou muito para que o UFC confirmasse a próxima disputa de cinturão da categoria dos pesados. Depois do UFC 218, onde o peso-pesado Francis Ngannou, (foto acima), brilhou com um nocaute arrasador diante de Alistair Overeem, a organização escalou o camaronês para encarar o campeão Stipe Miocic, no dia 20 de janeiro, pelo UFC 220, em Boston (EUA).

A informação foi confirmada pelo evento em suas redes sociais. Miocic soma uma sequência incrível de cinco vitórias. Todas por nocaute. Se vencer, ele quebra o recorde de defesas de título na categoria dos pesados. Em sua última apresentação, em maio, ele nocauteou Junior Cigano.

Depois de nocautear Alistair Overeem no primeiro round, o camaronês chegou à primeira posição na lista dos pesos-pesados, ficando atrás apenas do atual campeão, Stipe Miocic.

Ngannou ultrapassou Fabricio Werdum, Cain Velásquez e o próprio Alistair Overeem. Antes, ele era o quatro colocado na classificação. Francis emplacou a sexta vitória consecutiva no octógono UFC, sendo quatro delas por nocaute e duas por finalização.

Blog com LANCE