Category Archives: Futebol Internacional

Novo dono do Manchester United planeja barca com 12 jogadores; veja lista
   23 de fevereiro de 2024   │     10:00  │  0

Sir Jim Ratcliffe Manchester United — Foto: Getty Images

Sir Jim Ratcliffe é o novo dono do Manchester United — (Foto: Getty Images)

Após completar aquisição de 27,7% do clube, Jim Ratcliffe quer reformular elenco para a próxima temporada.

O Manchester United vai passar por uma reformulação na próxima temporada. De acordo com jornal “Daily Mail” e o canal “ESPN”, o novo dono do clube, Jim Ratcliffe, planeja a saída de pelo menos 12 jogadores, incluindo o brasileiro Casemiro.

Ratcliffe completou recentemente a aquisição de 27,7% das ações do Manchester United e terá o controle do futebol. A prioridade é reconstruir o elenco, considerado “desgastado”.

Segundo as publicações, jogadores como Casemiro e o zagueiro Varane têm futuro incerto e não estão garantidos, devido ao alto salário. Outros, como Maguire, Lindelöf e Wan-Bissaka devem ser colocados na lista de transferências.

Quem pode sair do United no ‘Desfile de Maletas’ na próxima janela:

  • Anthony Martial (atacante)
  • Harry Maguire (zagueiro)
  • Raphael Varane (zagueiro)
  • Casemiro (volante)
  • Aaron Wan-Bissaka (lateral)
  • Scott McTominay (volante)
  • Victor Lindelöf (zagueiro)
  • Christian Eriksen (meia)
  • Donny van de Beek (meia)
  • Facundo Pellistri (atacante)
  • Jadon Sancho (meia)
  • Brandon Williams (lateral)

Rashford e Greenwood também podem sair

Outros dois nomes que podem entrar na lista são os dos atacantes Marcus Rashford e Mason Greenwood. Este último está emprestado ao Getafe, da Espanha. Ambos revelados pelo United, eles são vistos como uma boa oportunidade para o clube lucrar e melhorar sua situação em relação às regras de fair play financeiro.

 

Arivaldo Maia com  Redação do ge — Manchester, Inglaterra

Sem John Kennedy, Fluminense viaja a Quito para disputa da Recopa
   21 de fevereiro de 2024   │     15:00  │  0

Prestes a protagonizar sua primeira Recopa Sul-Americana, Fluminense pode não disputar o duelo contra a LDU no Estádio Casablanca. Entenda o motivo

Sem o promissor atacante John Kennedy, mas com reforços como Renato Augusto e Douglas Costa, o Fluminense embarcou por volta das 15h da última  segunda-feira (19) rumo a Quito para disputar o jogo de ida da decisão da Recopa Sul-Americana, contra a LDU.

Campeão da Copa Libertadores em 2023, o Tricolor vai enfrentar a equipe equatoriana, bicampeã da Sul-Americana (2009 e 2023), no estádio Casa Blanca, a 2.850 metros de altitude, nesta quinta-feira.

O Fluminense viajou sem o lateral-direito Samuel Xavier, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo, além de John Kennedy, suspenso.

O atacante de 21 anos foi expulso depois de marcar o gol da vitória sobre o Boca Juniors na final da Libertadores, no Maracanã, ao comemorar com os torcedores na arquibancada.

Ele estará à disposição no jogo de volta, no dia 29 de fevereiro, no Rio.

Diniz, por outro lado, poderá contar com o atacante Keno e zagueiro Marlon, recuperados de problemas físicos, além de Manoel, afastado desde junho do ano passado e que volta depois de cumprir suspensão por doping.

A delegação do carioca partiu com 26 jogadores, entre eles os novos reforços para a temporada: os meias Renato Augusto e David Terans e os pontas Douglas Costa e Marquinhos.

“A LDU é uma grande equipe, jogar lá é um grande desafio. Estamos indo um pouco antes do que era esperado para tentar se adaptar o mais rápido possível para que não soframos tanto na altitude”, disse o lateral Guga, provável substituto de Samuel Xavier.

Arivaldo Maia com Agência AFP

 

‘Não sei se Vini Jr. ganha a Bola de Ouro, mas é top mundial’, diz ex-Real Madrid
     │     3:00  │  0

Vini Júnior é brasileiro formado na base do Mengão – (Foto: Lance!)

 

Jogador rasgou elogios ao brasileiro.

Em uma entrevista para um podcast, onde entrou em videochamada, Eden Hazard, que continua a residir em Madri, foi questionado sobre o duelo presente no topo do futebol, e não se escondeu das perguntas.

– Mbappé e Haaland são diferentes. Se falarmos de Haaland, é ele quem marca 50 gols toda temporada, jogando bem ou mal. Eu nunca vi nada parecido. Marca sempre três gols em cada jogo. Na Área ele é imparável – disparou o belga.

Hazard também falou sobre os brasileiros Rodrigo e Vini Jr. e sobre o francês Mbappé. O ex-meio-campo rasgou elogios a dupla do Real Madrid e fez comparações entre Vinicius Júnior e Kylian Mbappé.

– Mbappé e Vinicius são diferentes. Vinicius vai chegar nesse nível. Não sei se ele vai ganhar a Bola de Ouro, mas ele é o melhor e está nesse nível. E Rodrygo, ah! Eu sou muito fã de Rodrygo – declarou o ex-jogador madrilenho.

Hazard, que duelou com Messi e Cristiano Ronaldo, ainda coloca os dois veteranos no topo do futebol mundial e fez comparações entre o argentino e o português. O craque belga também deixou Zidane em uma prateleira especial.

– Para mim Messi é melhor, se falarmos de futebol. Cristiano Ronaldo é melhor em fazer gols e ganhar títulos. O cara é uma máquina. Olha, ele tem 39 anos e ainda marca gols. Pela forma como joga e se dedica, mas, para mim, é o Messi. Na verdade, para mim, o melhor é o Zidane, depois Obi Mikel e aí vem o Messi (risos) – reconheceu entre piadas sobre o duelo entre Messi e CR7.

Hazard falou também sobre a premiação da Bola de Ouro, fez críticas a forma em que o prêmio consolida o melhor jogador e disse que não é dessa forma que ele vê o futebol.

– A Bola de Ouro agora vai para quem marcar mais gols e vencer a Liga dos Campeões. É opinião. Se você falar do melhor jogador agora? Não sei, Haaland é ótimo, ganhou a Champions League e merece vencer o prêmio. Para mim, como jogador de futebol, não é assim que gosto de assistir futebol. Adoro fazer gols, claro que o respeito, mas não vejo futebol Haaland ser o ganhador. Vejo futebol em Bernardo Silva, De Bruyne, Bellingham, Grealish – finalizou Hazard sobre o mais prestigiado prêmio individual do futebol.

Arivaldo Maia e Redação do LANCE

 

 

Bayern de Munique repudia ataques racistas a Upamecano após derrota na Liga dos Campeões
   19 de fevereiro de 2024   │     17:00  │  0

Upamecano (esq), recebe cartão vermelho do árbitro francês François LetexierUpamecano reage após receber cartão vermelho do árbitro francês François Letexier (dir)  – (Foto Alberto Pizzoli/AFP)

Comentários ofensivos surgiram após revés do time alemão por 1 a 0 para a Lazio, no primeiro jogo das oitavas de final.

O Bayern de Munique expressou sua indignação diante dos ataques racistas direcionados ao zagueiro Dayot Upamecano nas redes sociais. Os comentários ofensivos surgiram após a derrota do time alemão por 1 a 0 para a Lazio, no primeiro jogo das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Durante a partida, Upamecano cometeu um pênalti que resultou no único gol do confronto. Em uma postagem nas redes sociais, o Bayern condenou veementemente as atitudes racistas dos torcedores, afirmando que aqueles que propagam ódio não são verdadeiros fãs do clube.

O presidente executivo do Bayern, Jan-Christian Dreesen, também expressou sua insatisfação com a repercussão do caso. Ele destacou que os comentários repugnantes nas redes sociais não serão tolerados pelo clube. Ressaltou ainda que a “multidão racista” não faz parte do “mundo do Bayern”nem condiz com os valores da equipe.

Infelizmente, essa não é a primeira vez que Upamecano é alvo de preconceito racial. No ano passado, após a derrota do Bayern para o Manchester City nas quartas de final da Liga dos Campeões, o zagueiro também foi vítima de comentários racistas nas redes sociais.

Arivaldo Maia com Redação da Jovem Pan – São Paulo

 

 

De virada, Costa do Marfim bate a Nigéria e é campeã da Copa Africana de Nações
   13 de fevereiro de 2024   │     15:00  │  0

Sébastien Haller fez o gol da virada da Costa do MarfimSébastien Haller fez o gol da virada da Costa do Marfim — (Foto: FRANCK FIFE/AFP)

Sebastién Haller marcou o gol da virada no fim da partida e foi o herói do título, no último domingo.

A Costa do Marfim fez valer o fator casa, bateu a Nigéria de virada e se sagrou campeã da Copa Africana de Nações. Em uma final emocionante, os visitantes abriram o placar no Estádio Olímpico de Ebimpé, com um gol do zagueiro William Troost-Ekong, mas viram os donos da casa virarem com gols de Kessié e Haller, na segunda etapa.

A Nigéria entrou em campo com uma proposta de jogo bem definida: se fechar na defesa e sair no contra-ataque. No primeiro tempo, a estratégia deu certo e o time nigeriano abriu o placar aos 37 minutos, após cobrança de escanteio pela esquerda. A defesa da Costa do Marfim tentou rebater no primeiro pau, mas Troost-Ekong pegou a sobra e balançou as redes.

No segundo tempo, a pressão da Costa do Marfim continuou, mas desta vez surtiu efeito. O volante Kessié, aos 16 minutos, também em cobrança de escanteio, empatou a decisão e 20 minutos depois, o atacante Sebastién Haller, que superou câncer, se antecipou a marcação, fez o segundo gol e se tornou o herói do título.

No fim do confronto, a Costa do Marfim, que está com técnico interino e em crise, aguentou a pressão final da Nigéria e se tornou tricampeã da competição.

Arivaldo Maia com Redação do Extra