Category Archives: UFC

Rodrigo Minotauro reforça a importância do Brasil para o UFC
   26 de agosto de 2018   │     0:02  │  0

Resultado de imagem para Rodrigo Minotauro

O UFC se prepara para realizar o seu último evento no Brasil em 2018. Depois de passar por Belém e Rio de Janeiro, o próximo palco do Ultimate será no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 22 de setembro. A cidade se tornou nos últimos anos o centro do UFC na América Latina, com um escritório que trabalha para viabilizar eventos em diversos países.

“Desde 2013 o UFC vem todos os anos fazendo evento na cidade de São Paulo. Tudo porque nós mantemos a cidade todos os anos em nossa lista de evento. Faça sol ou chuva, tem UFC em São Paulo”, diz o grande campeão Rodrigo Minotauro, (foto acima/You Tube), atual embaixador do UFC no Brasil.

Com três eventos no Brasil em 2018, a organização se prepara para novas etapas em 2019. “Teremos o mesmo número de eventos no ano que vem, provavelmente três no Brasil, só que mais eventos na América Latina. O UFC sempre procura novas praças para receber os eventos e o público brasileiro conseguir assistir. Já estamos buscando novas cidades e a intenção é continuar expandindo”, conta.

O primeiro passo do Ultimate fora do Brasil na América do Sul foi sua estreia no Chile, em maio. Toda a organização ficou a cargo do escritório do UFC em São Paulo. “O UFC Brasil fez o evento no Chile e ano que vem vamos expandir para outro país latino-americano. Com uma estrutura que organiza e administra, o escritório do Ultimate aqui no Brasil é o segundo maior, perdendo apenas para a própria sede em Las Vegas.”

Com o sucesso na realização de eventos, o Brasil segue com prestígio dentro da organização, que vê o País com um mercado forte, o segundo no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. “Temos uma estrutura que onde vamos conseguimos fazer um bom evento. Além da administração e a parte das arenas, ainda levamos os brasileiros para lutar”, diz Minotauro.

Os novos nomes do Brasil no UFC são motivo de esperança para Minotauro, que relembra seu tempo de octógono e afirma que o País vai recuperar os bons resultados – atualmente o País detém apenas dois cinturões entre as mulheres.

“Tenho empolgação em falar sobre as mulheres no momento. O MMA feminino brasileiro está no ápice. A Ketlen Vieira, que também está no card o UFC São Paulo, é a segunda no ranking mundial. O Brasil está no topo da categoria feminina e tem os cinturões da Cris Cyborg e da Amanda Nunes, além de outras lutadoras se posicionando no ranking”, conta Minotauro.

Blog com Terra Esportes

Dana White afirma que próxima temporada do TUF poderá ser a última
   30 de maio de 2018   │     0:02  │  0

   Mandatário colocou em dúvida o futuro da atração, que revelou inúmeros talentos (Foto: Jason Silva)
Mandatário colocou em dúvida o futuro da atração, que revelou inúmeros talentos (Foto: Jason Silva)

 

A primeira temporada do The Ultimate Fighter, marcada pela luta histórica entre Forrest Griffin e Stephan Bonnar, alavancou a audiência do UFC e fez os holofotes da mídia se voltarem novamente para a organização, em 2005. Treze anos depois, porém, o reality show pode estar com os dias contados, segundo Dana White, presidente da companhia.

– Não sabemos ainda, estamos indo para a temporada mais recente do The Ultimate Fighter. Poderá ser a última, não sabemos. Lá se vão 13 anos. É incrível – declarou ao site “MMA Junkie”.

A próxima temporada do TUF – a 27ª realizada pelo Ultimate – vai reunir apenas lutadores das categorias leve e pena que estejam invictos em seus cartéis no MMA profissional. Os campeões do reality show serão conhecidos nas lutas decisivas pelo título do programa, no TUF 27 Finale, dia 6 de julho, em Las Vegas.

No dia seguinte, no UFC 226, os treinadores desta temporada estão escalados para se enfrentarem no combate principal. Campeão do peso-pesado, Stipe Miocic defenderá o cinturão contra Daniel Cormier, dono do título dos meio-pesados, que subiu de divisão para desafiar o americano de origem croata.

Blog com Combate

 

Bisping comemora derrota de Belfort: “Deus abençoe Machida”
   21 de maio de 2018   │     0:01  │  0

   Curtinhas: Bisping comemora derrota de Belfort:
Bisping na sua luta com o brasileiro Belfort, quando foi derrotado sem contestação (Foto: Divulgação)

 

Michael Bisping até hoje não engoliu o nocaute sofrido contra Vitor Belfort em 2013. Na ocasião, o brasileiro fazia terapia de reposição de testosterona (TRT), que hoje é proibido pela USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos), e o inglês atribui a isso o revés. Em seu podcast, chamado “Believe You Me”, o Conde detonou o Fenômeno ao comentar a derrota do lutador contra Lyoto Machida, no último sábado, no UFC Rio 9.

– É muito gratificante vê-lo perder. Ele construiu sua carreira sendo trapaceiro. A quantidade enorme de esteroides que ele tomou durante sua carreira é evidente. Você olha para ele no início e era muito bombado. Quando lutamos, ele estava insanamente bombado. Hoje, você olha para ele e ele parece um velho acabado. Está sendo nocauteado como um velho acabado e lutando como um velho acabado. Ele é hipócrita ao ponto de ir lá e falar sobre ser uma boa pessoa. O cara é um trapaceiro, não tem honra. Gostaria de ter sido a pessoa que o nocauteou, mas ainda assim é divertido vê-lo receber o que merece, porque ele fez isso a muita gente e causou lesões. Ele f**** meu olho. É a ele que devo culpar por aquilo. Deus abençoe Machida. Grande trabalho – disparou.

Blog com COMBATE

 

Jon Jones homenageia Belfort: ‘Nada além de respeito”
   19 de maio de 2018   │     0:03  │  0

Jon Jones (à esq.) e o brasileiro Vitor Belfort na pesagem para o UFC 152

 

Jon Jones foi mais uma importante figura do MMA a reverenciar Vítor Belfort por sua aposentadoria. Por meio de uma de suas redes sociais, o ex-campeão dos meio-pesados do UFC fez uma publicação em homenagem ao ex-lutador brasileiro.

“Aproveite sua aposentadoria, irmão, você merece. Obrigado pela luta magnífica, aprendi muito sobre eu mesmo naquela noite. Nada além de respeito por você, Vitor Belfort. PS: Eu sei que meu braço seria um trofeuzinho legal para você, talvez nós possamos fazer de novo alguma hora no futuro. Uma luta de jiu-jítsu pra caridade ou algo assim”, escreveu Jones.

A luta entre Jon Jones e Vítor Belfort foi a principal do UFC 152, no dia 22 de setembro de 2012. O americano finalizou o brasileiro no quarto round e manteve o título dos meio-pesados. O brasileiro, de 41 anos, anunciou aposentadoria no último final de semana, quando foi nocauteado por Lyoto Machida, no UFC 224.

Blog com VEJA

Dana rechaça superluta entre os campeões Johnson e Dillashaw
   29 de março de 2018   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para Dana White,

 

Presidente do Ultimate, Dana White, (foto acima), afirmou que “Mighty Mousey” está machucado e que o confronto não vai acontecer, como os lutadores estavam planejando.

Demetrious Johnson, campeão peso-mosca, e TJ Dillashaw, dono do cinturão dos galos, estão há alguns meses negociando para uma superluta. Contudo, Dana White, presidente do Ultimate, rechaçou o confronto em entrevista ao jornal LA Times.

– A luta nunca foi concretizada. Além disso, Demetrious Johnson está machucado e fora por um tempo – disse o “Big Boss”.

Recordista em defesas de cinturão consecutivas no UFC (11), Johnson não luta desde outubro de 2017, quando finalizou Ray Borg, no UFC 215. Já Dillashaw recuperou o posto de campeão dos galos ao vencer Cody Garbrandt por nocaute técnico no histórico UFC 217, em novembro passado.

De acordo com a imprensa nos Estados Unidos, Johnson se recupera de uma lesão no ombro e planeja retornar ao octógono na International Fight Week, em julho. O Ultimate procura um desafiante para Dillashaw, mas ainda não tem nenhum nome definido.

Blog com LANCE