Category Archives: UFC

Rampage volta a nocautear Wanderlei Silva e empata confronto
   1 de outubro de 2018   │     0:02  │  0

   Rampage Jackson nocauteou Wanderlei Silva no co-evento principal do Bellator 206 — Foto: Reprodução

Rampage Jackson nocauteou Wanderlei Silva no co-evento principal do Bellator 206  (Foto: Reprodução)

No quarto confronto entre Wanderlei Silva e Rampage Jackson, o americano levou a melhor e deixou tudo igual entre eles. Com um direto de direita que derrubou o Cachorro Louco, ele venceu por nocaute técnico aos 4m32s do segundo round para empatar o confronto direto em 2 a 2.

Apesar de ambos estarem em forma física longe da que tinham no auge de suas carreiras, o co-evento principal do Bellator 206, realizado na madrugada de sábado para domingo, em San Jose (EUA), foi animado, com momentos de muita trocação, como já era esperado.

– Eu respeito o Wanderlei acima de tudo. Eu o vi lutar no UFC em 1998, antes de eu me tornar um lutador. Quando ele me acertou, tive um flashback do que aconteceu no Japão. Todo mundo me conhece como wrestler, mas venho treinado boxe há muito tempo. Meu treinamento foi um dos melhores que eu já tive – afirmou Rampage.

Aos 42 anos, Wanderlei Silva agora tem 35 vitórias, 14 derrotas, um empate e um “No Contest” (luta sem resultado) na carreira. Ele venceu os dois primeiros duelos contra Rampage, em 2003 e 2004, ambos pelo Pride, com nocautes emblemáticos. Em 2008, já no UFC, o americano nocauteou o Cachorro Louco.

Blog com Combate

Dana White planeja revanche entre Jones e Gustafsson no UFC 232
   30 de setembro de 2018   │     0:02  │  0

J. Jones (esq.) e A. Gustafsson (dir.) se enfrentaram em 2013 em luta histórica do UFC (Foto: Reprodução/Facebook ufc)

Jon Jones e Alexander Gustafsson se encontraram pela primeira vez no UFC 165 em setembro de 2013, em Toronto (CAN). Os lutadores travaram uma grande luta que foi considerada uma das melhores da história. A disputa pelo cinturão dos meio-pesados foi definida com a ajuda dos juízes, o norte-americano saiu vencedor e manteve o cinturão da categoria.

Com o retorno de ‘Bones’ após liberação da USADA, o presidente da organização projeta uma revanche entre os arquirrivais no UFC 232, dia 29 de dezembro em Las Vegas (EUA).

“É uma das maiores lutas pelo título dos meio-pesados ​​da história e espero que a revanche seja assim também!”, disse White em entrevista ao site norte-americano do canal ESPN.

Dana White não confirmou se o confronto terá uma disputa de título. Entretanto, uma possibilidade seria colocar o cinturão interino dos meio-pesados em jogo. Visto que detentor da cinta, Daniel Cormier pretende enfrentar Brock Lesnar no início de 2019. O campeão também demonstrou interesse de se aposentar após seu aniversário de 40 anos em março do ano que vem.

Até o momento, o card do UFC 232 é encabeçado pela superluta entre as brasileiras Cris Cyborg e Amanda Nunes.

Blog com Super Lutas

 

Às vésperas do UFC São Paulo, Minotouro recebe reforço de Anderson Silva no treino
   20 de setembro de 2018   │     0:03  │  0

Anderson e Minotouro: Spider esteve presente no último dia de camp do companheiro (Foto: Divulgação)

Rogério Minotouro ganhou um reforço de peso na reta final de preparação para a luta contra Sam Alvey, que acontece neste sábado, no UFC São Paulo. O ex-campeão peso-médio do UFC Anderson Silva, que está de passagem pelo Brasil, esteve presente no treino da última segunda-feira para ajudar o companheiro.

– Para quem pensa que o trabalho está terminado, a menos de sete dias da minha luta, não sabe que este é o momento de lapidar ainda mais todos estes meses de preparação. Exatamente por este motivo que meu amigo Anderson Silva veio para o Rio de Janeiro me ajudar com o camp. Ele veio passar um tempo aqui na Team Nogueira para me ajudar. Este é um momento de bastante estratégia e temos que ser bem assertivos. Como Anderson é canhoto, assim como meu adversário, ele veio me dar esta força.

Minotouro tem 22 vitórias e oito derrotas na carreira, mas passa por fase complicada na companhia. São três derrotas nas últimas quatro lutas. Em seu compromisso mais recente, foi nocauteado por Ryan Bader no terceiro assalto. Seu último resultado positivo foi em maio de 2016, quando nocauteou Patrick Cummins no primeiro assalto.

Alvey também tem cartel vasto, com 33 vitórias, 10 derrotas e um “No Contest” (luta sem resultado). Ao contrário de Minotouro, ele vive bom momento, com duas vitórias seguidas, sobre Marcin Prachnio e Gian Villante.

UFC São Paulo
22 de setembro de 2018
CARD PRINCIPAL (23h30, de Brasília):
Peso-meio-pesado: Thiago Marreta x Eryk Anders
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Carlo Pedersoli
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Sam Alvey
Peso-galo: Renan Barão x Andre Ewell
Peso-palha: Randa Markos x Marina Rodriguez
CARD PRELIMINAR (19h45, de Brasília):
Peso-leve: Charles do Bronx x Christos Giagos
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Evan Dunham
Peso-meio-pesado: Luis Henrique KLB x Ryan Spann
Peso-pesado: Augusto Sakai x Chase Sherman
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Ben Saunders
Peso-mosca: Mayra Sheetara x Gillian Robertson
Peso-médio: Thales Leites x Hector Lombard
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Belal Muhammad
Peso-palha: Lívia Renata Souza x Alex Chambers

Blog com Combate

Anderson Silva coloca mansão à venda por R$ 20 milhões nos Estados Unidos
   16 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Anderson Silva colocou a sua mansão à venda nos EUA

Anderson Silva colocou a sua mansão à venda nos EUA (Foto: Divulgação)

 

O ex-campeão do UFC Anderson Silva colocou à venda a sua mansão em Palos Verdes, cidade próxima a Los Angeles, na Califórnia, nos Estados Unidos. De acordo com o jornal “LA Times”, o lutador brasileiro adquiriu a residência em 2011, quando a comprou por US$ 1,76 milhão. Segundo o site de venda de imóveis “Realtor.com”, a casa está avaliada em US$ 4,9 milhões de (cerca de R$ 20 milhões), ou seja, o triplo do que o atleta desembolsou.

Em fotos divulgadas pela corretora, é possível ver o cartaz do UFC 200, evento na qual Anderson Silva enfrentou Daniel Cormier. A mansão, que passou a estar à venda há uma semana, tem 660 metros quadrados, a residência tem dois andares com seis quartos e oito banheiros.

O local ainda conta com uma academia ao ar livre, piscina, sauna, duas cozinhas, sala de cinema, livraria e garagem para três carros, além de uma quadra esportiva, que na parte de trás da propriedade, com mais de meio hectare. A casa foi reformada em 2015.

Blog com EXTRA

 

Rodrigo Minotauro reforça a importância do Brasil para o UFC
   26 de agosto de 2018   │     0:02  │  0

Resultado de imagem para Rodrigo Minotauro

O UFC se prepara para realizar o seu último evento no Brasil em 2018. Depois de passar por Belém e Rio de Janeiro, o próximo palco do Ultimate será no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 22 de setembro. A cidade se tornou nos últimos anos o centro do UFC na América Latina, com um escritório que trabalha para viabilizar eventos em diversos países.

“Desde 2013 o UFC vem todos os anos fazendo evento na cidade de São Paulo. Tudo porque nós mantemos a cidade todos os anos em nossa lista de evento. Faça sol ou chuva, tem UFC em São Paulo”, diz o grande campeão Rodrigo Minotauro, (foto acima/You Tube), atual embaixador do UFC no Brasil.

Com três eventos no Brasil em 2018, a organização se prepara para novas etapas em 2019. “Teremos o mesmo número de eventos no ano que vem, provavelmente três no Brasil, só que mais eventos na América Latina. O UFC sempre procura novas praças para receber os eventos e o público brasileiro conseguir assistir. Já estamos buscando novas cidades e a intenção é continuar expandindo”, conta.

O primeiro passo do Ultimate fora do Brasil na América do Sul foi sua estreia no Chile, em maio. Toda a organização ficou a cargo do escritório do UFC em São Paulo. “O UFC Brasil fez o evento no Chile e ano que vem vamos expandir para outro país latino-americano. Com uma estrutura que organiza e administra, o escritório do Ultimate aqui no Brasil é o segundo maior, perdendo apenas para a própria sede em Las Vegas.”

Com o sucesso na realização de eventos, o Brasil segue com prestígio dentro da organização, que vê o País com um mercado forte, o segundo no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. “Temos uma estrutura que onde vamos conseguimos fazer um bom evento. Além da administração e a parte das arenas, ainda levamos os brasileiros para lutar”, diz Minotauro.

Os novos nomes do Brasil no UFC são motivo de esperança para Minotauro, que relembra seu tempo de octógono e afirma que o País vai recuperar os bons resultados – atualmente o País detém apenas dois cinturões entre as mulheres.

“Tenho empolgação em falar sobre as mulheres no momento. O MMA feminino brasileiro está no ápice. A Ketlen Vieira, que também está no card o UFC São Paulo, é a segunda no ranking mundial. O Brasil está no topo da categoria feminina e tem os cinturões da Cris Cyborg e da Amanda Nunes, além de outras lutadoras se posicionando no ranking”, conta Minotauro.

Blog com Terra Esportes