Sem Everton Ribeiro, veja as opções para a posição no elenco do Flamengo
   6 de janeiro de 2024   │     20:00  │  0

De La Cruz, Luiz Araújo e Gerson estão entre os possíveis substitutos para Everton Ribeiro no FlamengoDe La Cruz, Luiz Araújo e Gerson estão entre os possíveis substitutos para Everton Ribeiro no Flamengo — (Foto: Divulgação/Flamengo; Guito Moreto; Reprodução)

De La Cruz é reforço confirmado, enquanto Luiz Araújo, Gerson e alguns garotos da base acumulam experiência pelo lado onde o camisa 7 melhor atua.

A saída de Everton Ribeiro do Flamengo para o Bahia, após seis anos e meio defendendo o clube, não permite horizontes para uma reposição fácil. O camisa 7 é um jogador de características únicas, um meia que conduz a bola como poucos no futebol brasileiro, exercendo sua melhor função quando arma as jogadas da direita para o centro.

Aos 34 anos, sua última temporada não foi das mais intensas, o que levou o clube a não ceder nas negociações por um novo contrato. Enquanto outras contratações não são feitas, as opções no atual elenco rubro-negro levarão Tite a experimentar uma reconfiguração no setor.

Confirmado como reforço no final de dezembro, Nicolás De La Cruz é o primeiro nome que vem à cabeça do torcedor, apesar de ser um meia de comportamento ligeiramente diferente. Também há as opções de Luiz Araújo e Gerson, jogadores de perfis distintos, mas com boas amostragens pela direita. Jogadores formados na base rubro-negra podem ser tratados para o futuro.

Só não vale tanto olhar para nomes como Everton Cebolinha, que tem rendimento muito melhor atuando pela esquerda, assim como Bruno Henrique. Nem mesmo o craque Giorgian de Arrascaeta, agora a principal referência técnica do meio de campo, carrega as expectativas de suprir um companheiro com quem fez uma parceria complementar por cinco temporadas.

De La Cruz

De La Cruz, meia do River Plate - Metrópoles

O uruguaio de 26 anos, (foto acima/Marcelo Endelli/Getty Images), foi a primeira contratação do Fla para 2024, levado do River Plate por 16 milhões de dólares (cerca de R$ 79 milhões). A necessidade de um meia cerebral a mais vinha de anos, pois, desde 2019, Everton Ribeiro e Arrascaeta se desdobravam sozinhos na função. Curiosamente, quando esta peça chegou, uma das outras saiu.

De La Cruz não exerce a mesma função de Everton. Ele é um meia que pode preencher, sim, o lado direito, mas tem uma atuação que abrange todo o meio de campo. Deverá ser escalado inicialmente por ali, mas apresentará comportamentos diferentes e outra interação com o compatriota.

Além disso, ele e Arrascaeta devem desfalcar o clube por várias rodadas, se forem convocados pela seleção uruguaia para a Copa América, no meio do ano, o que exigirá ainda mais do elenco.

Luiz Araújo

Luiz Araújo voltou bem ao time — Foto: FlamengoLuiz Araújo voltou bem ao time — (Foto: Flamengo)

O ponta direita surge como outra das opções pelo lado de Everton, e já acumula seis meses de clube. Porém, Luiz Araújo é um ponta ofensivo tradicional, sendo muito mais um jogador de velocidade do que de condução de bola. Quando ele está em campo, o Flamengo costuma atua no 4-3-3 e não tem a possibilidade de contar com alguém de criação naquele lado.

Com três gols e uma assistência em 26 jogos, desde que foi contratado do Atlanta United (Estados Unidos), Araújo já até despontava como primeira opção no setor, no final de 2023, deixando o camisa 7 no banco. Agora que De La Cruz é uma novidade, seus minutos em campo dependerão do perfil que Tite pensar para o setor ofensivo.

Gerson

Arrascaeta e Gérson tramam jogada ofensiva na vitória sobre o Bragantino — Foto: Gilvan de Souza / FlamengoArrascaeta e Gérson tramam jogada ofensiva na vitória sobre o Bragantino — (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O segundo volante é, conhecidamente, passou a atuar com mais força pela esquerda do meio de campo, mas Gerson teve alguns bons momentos jogador pelo lado que Everton deixa uma lacuna a partir de agora. Em algumas partidas já sob o comando de Tite, ele foi invertido para a direita, ajudando a aumentar a produção da equipe.

Arrascaeta e De La Cruz pelo Uruguai — Foto: DivulgaçãoArrascaeta e De La Cruz pelo Uruguai — (Foto: Divulgação)

Com opções mais apropriadas por este setor, não dá para saber se Gerson despontará como o favorito, para manter um meio mais robusto, mantendo o 4-4-2 dos melhores momentos rubro-negros, mas ele é uma das opções. A possibilidade de abrir jogadas para seu pé canhoto também são atrativos.

Victor Hugo

O garoto de 19 anos busca evolução no Flamengo e vem de seu ano com mais partidas disputadas (46). Diferente de volantes como Pulgar, Thiago Maia e Allan (que voltará de lesão), ele tem mais características ofensivas. Porém, para ser apontado como um substituto para Everton Ribeiro, ainda precisará de muito mais amostragem em campo.

Garotos do Ninho: Matheus Gonçalves e Lorran

Gonçalves voltará de empréstimo do Bragantino, talvez tendo com Tite a chance de deslanchar no profissional. Após ter caído nas graças da torcida por alguns jogos no último Carioca, não encontrou espaço com Jorge Sampaoli e foi cedido ao time paulista.

Meia bastante incisivo na área e com características de condução de bola, o jogador de 18 anos pode encontrar por ali seu espaço no Flamengo. O mesmo pode valer para Lorran, que carrega bastante expectativa na base, mas tem apenas 17 anos e seria opção apenas para médio e longo prazo.

Arivaldo Maia com Redação do EXTRA – Rio de Janeiro