Jorge Jesus chama Filipe Luis, ex-Flamengo, para ser auxiliar técnico no Al-Hilal
   15 de dezembro de 2023   │     15:00  │  0

Filipe Luis ganhou a Libertadores de 2019 com Jorge JesusFilipe Luis ganhou a Libertadores de 2019 com Jorge Jesus — (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Treinador e ex-lateral trabalharam juntos no time rubro-negro em 2019 e início de 2020.

Recém-aposentado dos gramados, Filipe Luis recebeu um convite de um velho conhecido para iniciar sua carreira na beira de campo. De acordo com o site UOL, o ex-lateral do Flamengo foi chamado por Jorge Jesus para ser auxiliar técnico no Al-Hilal, da Arábia Saudita.

O técnico português, que trabalhou com Filipe Luis no Flamengo em 2019 e no início de 2020, já pensava em ter o ex-lateral-esquerdo na sua comissão técnica ainda quando treinava o Fenerbahçe, da Turquia, na temporada passada, mas a ideia foi adiada, uma vez que o defensor não decidiu se aposentar antes.

Ainda segundo o site, Filipe Luís e Jorge Jesus mantém uma estreita relação desde 2019. Desta forma, o ex-jogador deve analisar a proposta com carinho, visto que seria uma grande oportunidade de aprender ainda mais sobre futebol.

Após a partida contra o Cuiabá, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, que marcou a despedida de Filipe Luís da torcida do Flamengo, o ex-defensor disse, em entrevista à TV Globo, que seu sonho era ser técnico de futebol.

— É o meu próximo objetivo, tenho esse sonho. Estou estudando para isso, preciso me preparar, mas não me vejo trabalhando em outro lugar que não seja no campo — disse o lateral após a despedida com a torcida.

Antes mesmo de sua despedida, Filipe Luis já havia começado as conversas com o Flamengo sobre a possibilidade de assumir um cargo no clube. Contudo, ele deixou claro que não queria uma função em que faça “figuração”, mas sim algo que seja efetivo. Ou seja, Filipe tem pretensão clara de integrar a comissão técnica do clube.

Aos 38 anos, Filipe Luis já iniciou a nova fase dos estudos na CBF para a formação como treinador para poder comandar equipes profissionais no Brasil. Atualmente, ele só possui a licença B para técnico, o que lhe dá chance de assumir alguma categoria de base.

Arivaldo Maia com Redação do EXTRA