Botafogo pode perder a liderança pela primeira vez desde maio
   8 de novembro de 2023   │     1:00  │  1

Lúcio Flávio, Vasco x Botafogo — Foto: André Durão / ge

Lúcio Flávio, Vasco 1 x 0 Botafogo — (Foto: André Durão / ge)

Pico da distância foi com Bruno Lage; equipe não ficava sem vantagem de pontos desde o começo do primeiro turno.

O Botafogo vive o pior momento dentro do Campeonato Brasileiro. As seis derrotas e dois empates nos últimos 10 jogos dizimaram a larga vantagem de 13 pontos no topo. Empatado com o Palmeiras e apenas um ponto na frente do Bragantino, a equipe pode entrar em campo na próxima rodada fora da liderança pela primeira vez desde o dia 10 de maio.

Líder desde a vitória sobre o Flamengo na terceira rodada, o Glorioso não teve o posto ameaçado, nem momentaneamente, desde a quinta, quando o Palmeiras, que tinha dois pontos a menos, venceu o Grêmio por 4 a 1 no sábado. No dia seguinte, vitória por 3 a 0 sobre o Corinthians e ponta retomada.

Como joga amanhã, contra o Tricolor Gaúcho pela 33ª rodada, o Botafogo verá os rivais direto entrarem em campo antes. O Palmeiras duela com o Flamengo no Marcanã enquanto Bragantino encara o São Paulo no Morumbi, ambos na quarta às 21h30 e às 20h, respectivamente.

O ge reuniu as diferenças entre o primeiro e o segundo colocado desde que o time alvinegro assumiu a liderança, na terceira rodada. O pico foi de 13 pontos, quando empatou sem gols com o Cruzeiro, fora de casa, na 18ª rodada do Brasileirão. A diferença se repetiu na rodada seguinte, quando venceu de virada o Internacional por 3 a 1 no Nilton Santos.

Quando o técnico Luís Castro, quando decidiu deixar o Botafogo rumo ao Al-Nassr a diferença era de sete pontos. A vantagem aumentou para 12 com Cláudio Caçapa e passou para 10 com Bruno Lage, no empate com o Santos, que marcou a estreia do técnico na competição e depois subiu a 13.

* O Botafogo teve o jogo pela 29ª rodada, contra o Fortaleza, adiado.

A equipe de Lúcio Flávio entra em uma semana crucial antes da última parada para a Data Fifa de 2023. Amanjã (09), 20h, encara o quarto colocado Grêmio em São Januário (Nilton Santos está fechado para o show da banda RBD). Depois viaja para Bragança Paulista para jogar contra o terceiro colocado Bragantino no domingo (12), às 16h.

Arivaldo Maia com  Redação do ge — Rio de Janeiro

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Interiorano

    Arivaldo, o que aconteceu com o Botafogo é o tipo de caso que só vai acontecer com qualquer time, daqui uns 100 anos e olhe lá! É incrível como um time liderou o campeonato praticamente desde o início, chegou a colocar temporariamente quase 15 pontos na frente do segundo colocado e perder o campeonato! Pra mim, o Botafogo perdeu o campeonato, devido a alguns fatores :
    1º) Perdeu o técnico (Luís Castro);
    2º) Deveria ter mantido o auxiliar Caçapa que estava se saindo bem;
    3º) Dispensou o Caçapa e colocou outro técnico (Bruno Lage) que foi uma negação, ao ponto de dentro de casa, ser desclassificado da Sul Americana;
    4º) Ao invés de tentar colocar imediatamente outro técnico, colocou um auxiliar (Lúcio Flávio) que não se saiu bem (empatou em casa com o Atlético Paranaense e Goiás e perdeu para o Cuiabá);
    5º) E aí, o emocional começou a pesar e perdeu para o Palmeiras! Alguns dirão : Foi mérito do Palmeiras! Pra mim, não foi! Foi um jogo fora da curva! O Botafogo fez 3 a 0 e, ainda perdeu pênalti! No máximo, o Palmeiras empataria e seria 4 a 4;
    6º) Após o jogo com o Palmeiras e com o emocional totalmente abalado, perdeu para o Vasco!
    Conclusão : Dificilmente será campeão! Imaginem como deve estar, a cabeça dos jogadores! É lamentável e triste, pois, todos já davam o Botafogo como campeão brasileiro!

Comments are closed.