Técnico Jorge Almirón entrega o cargo no Boca Juniors após derrota para o Fluminense na final da Libertadores
   7 de novembro de 2023   │     3:00  │  0

O técnico Jorge Almirón, no comando do Boca Juniors durante a final da Libertadores contra o Fluminense, no MaracanãO técnico Jorge Almirón, no comando do Boca Juniors durante a final da Libertadores contra o Fluminense, no Maracanã — (Foto: Carl de Souza/AFP)

Treinador já vinha sendo questionado pela temporada ruim do time, apesar da presença na decisão continental.

A derrota para o Fluminense impactou o Boca Juniors. No domingo, apenas uma dia após a perda da final da Libertadores, o técnico Jorge Almirón pediu demissão. Ele entregou o cargo pouco depois de aterrissar em Buenos Aires.

De acordo com o jornal argentino Olé, Almirón comunicou a decisão para Juan Roman Riquelme, ex-jogador do Boca e hoje vice-presidente do clube. O comunicado foi rápido e pegou o ídolo de surpresa.

Riquelme ainda tentou demovê-lo e chegou a pedir para que refletisse sobre a escolha. Mas Almirón já estava decidido. O treinador já havia deixado sua permanência em aberto durante a coletiva de imprensa após a derrota para o Fluminense.

– Sobre o futuro, não posso responder agora. Há dor, muita dor. Veremos como as coisas vão seguir. Este é um clube muito grande, estamos tristes. Mas o clube sempre tem que se levantar.
O Boca Juniors não faz boa temporada. Venceu apenas três das últimas 20 partidas e chegou à decisão da Libertadores sem nenhuma vitória na fase de mata-mata. O time ainda não está garantido na Libertadores 2024, e tem na Copa Argentina, em que está nas semifinais, sua maior esperança neste momento.

Almirón era bastante questionado pela forma de atuar da equipe e pela falta de resultados. Sua permanência para janeiro era considerada pouco provável.

Arivaldo Maia com Redação do EXTRA — Rio de Janeiro