Marcelo de Jesus fala sobre o retorno ao CSA: “Volto mais experiente”
   27 de outubro de 2023   │     22:00  │  0

Marcelo de Jesus será responsável pela logística do CSA — Foto: Divulgação / Ascom CSA

Marcelo de Jesus será responsável pela logística do CSA — (Foto: Divulgação / Ascom CSA)

Ele será responsável pela gerência de futebol do Azulão.

Marcelo de Jesus faz parte da história recente do CSA. Ele trabalhou no clube entre 2016 a 2022 e viu de perto a ascensão da Série D até a Série A. Com o retorno acertado, Marcelo explicou ao ge sobre sua função e revelou ainda como foi o encontro com os antigos colegas.

– O reencontro com os antigos funcionários foi minha maior alegria. Eu não tinha problema com ninguém, todos me receberam de braços abertos. Isso é bom, por onde você vai, você deixar as portas abertas. Eu sempre tenho uma convicção na minha vida: por onde eu for, sempre saio pela porta da frente… Estou muito empolgado, muito feliz, eu volto mais experiente e mais comedido em alguma coisa que errei. Vamos trabalhar com muita vontade.

Marcelo será responsável pela gerência e logistica azulina na próxima temporada.

– A minha função vai ser o desenvolvimento e apoio ao futebol, com o Marlon e o Alarcon. Vamos executar todo o processo para que o treinador, comissão técnica, jogadores, estejam bem e com a cabeça boa, tendo tranquilidade para trabalhar. Vamos atuar na gerência de futebol, fazendo a gestão dos atletas, da comissão, do clube, dos departamentos, marcação de exames e a logística do clube… Todo planejamento, com antecedência, vai ser feito para viagens, jogos internos e externos, para que possamos recuperar a marca CSA e fazer um ano de 2024, não atingindo a perfeição, mas perto dela, com os objetivos traçados dentro do departamento de futebol.

Marcelo de Jesus não escondeu a alegria de voltar ao CSA. Ele deixou o clube em março do ano passado e lembrou como foi sua saída.

– É uma grande felicidade e prazer voltar ao CSA, um clube que ajudei a crescer novamente quando eu aqui cheguei em 2016, passando por aqueles processos de acesso chegando à Série A. Depois de 2019, que retornamos à Série B, chegamos em quinto lugar nas edições de 2020 e 2021. Eu saí em 2022, deixando o clube líder do Alagoano, classificado na Copa do Brasil e líder na Copa do Nordeste. Respeitei a opinião e a posição de quem estava no comando.

Arivaldo Maia com Redação do ge – Alagoas