Justiça arquiva ação contra Paulo Roberto Falcão, denunciado por importunação sexual
   22 de outubro de 2023   │     23:00  │  0

Paulo Roberto Falcão defendeu a seleção brasileira nas décadas de 1970 e 1980 – (Foto: Divulgação/Santos FC)

Decisão foi tomada pelo juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da 2ª Vara Criminal de Santos.

Justiça de São Paulo arquivou o inquérito que investigava o suposto crime de importunação sexual ligado a Paulo Roberto Falcão, ex-coordenador do Santos e que defendeu a seleção brasileira como jogador entre 1978 e 1986, e treinador entre 1990 e 1991.

A decisão foi tomada pelo juiz Leonardo de Mello Gonçalves, da 2ª Vara Criminal de Santos.
“Não sendo possível concluir que o investigado tenha praticado em face da vítima ato libidinoso, com o objetivo de satisfazer a própria lascívia”, escreveu o juiz.

O juiz do caso esclareceu que não se fez necessário aguardar por um laudo pericial dos investigadores particulares para dar prosseguimento ao arquivamento da ação, já que os materiais se mostravam insuficientes. As informações são do “G1”.

Relembre o caso

Paulo Roberto Falcão foi denunciado por importunação sexual na manhã do dia 4/8, por uma funcionária de um apart hotel, em Santos, onde o ex-jogador mora. O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher.

De acordo com o relato da recepcionista, de 26 anos, Falcão foi deixar roupas na lavanderia do local e, antes de entregá-las, se aproximou da mulher comentando sobre funcionamento das câmeras de segurança. Momentos depois, ela relatou o caso de importunação.

Arrivaldo Maia com [email protected]