Hora de recomeço no Flamengo
   15 de outubro de 2023   │     19:00  │  0

Tite cumprimenta Bruno Henrique em treino do Flamengo –

Tite cumprimenta Bruno Henrique em treino do Flamengo –

(Foto: Marcelo Cortes /CRF / Jogada10)

A temporada no futebol nacional vai se aproximando do fim, mas, no Flamengo, é hora de recomeço. A chegada do técnico Tite para comandar a equipe nas últimas 12 rodadas do Campeonato Brasileiro traz a esperança de dias de paz no clube da Gávea.

O ano de 2023 até aqui foi para esquecer: um fracasso, sem títulos e com eliminações e derrotas vexatórias, como a da Libertadores para o Olimpia e a goleada de 4 a 1 para o Fluminense na decisão do Carioca.

Depois de assegurar que não trabalharia no Brasil em 2023, Tite foi seduzido pelo convite do Flamengo e mudou radicalmente de ideia, assumindo o comando do time quase no fim do calendário.

Após duas Copas do Mundo com a Seleção Brasileira, ele retoma as atividades em clubes, algo que não fazia desde 2016, quando estava no Corinthians.

Libertadores e avaliação do elenco do Flamengo

Tite terá como tarefa prioritária garantir a classificação do Rubro-Negro para a próxima edição da Libertadores. No momento em quarto lugar na tabela, o objetivo não parece ser tão difícil. O treinador fala até em brigar pelo título brasileiro, mas, nesse caso, a diferença de 11 pontos para o líder Botafogo torna a missão bem difícil.

Outra das grandes incumbências de Tite será fazer uma avaliação do elenco. Jogadores importantes estão em fim de contrato e a palavra do treinador terá peso fundamental para a renovação. Entre eles, estão Bruno Henrique e Everton Ribeiro, que chegaram a trabalhar com Tite na Seleção.

Aliás, o técnico também convocou outros nove atletas, o que, teoricamente, deixa mais fácil a comunicação com o elenco rubro-negro. Depois das desastrosas passagens de Vítor Pereira e Jorge Sampaoli, a contratação de Tite parece um movimento correto da diretoria, algo raríssimo na temporada. Se vai dar mesmo liga com torcida e elenco, só o campo dirá. No entanto, Tite parece o nome certo na hora certa.

Arivaldo Maia com Redação Jogada10