Alagoanos Marlon e Alarcon assumem o comando do futebol do CSA, e Tenório traça planos para a próxima temporada
   28 de setembro de 2023   │     9:00  │  1

CSA apresenta Marlon Araújo e Alarcon Pacheco, para o departamento de futebol, e Oscar de Melo, para a comunicação — Foto: Denison Roma / ge

CSA apresentou Marlon Araújo e Alarcon Pacheco, para o departamento de futebol, e Oscar de Melo, para a comunicação — (Foto: Denison Roma / ge)

Ontem, o CSA convocou a imprensa para anunciar os novos integrantes do departamento de futebol. Marlon Araújo, cronista esportivo e Alarcon Pacheco, ex-CRB e Corinthians-AL, assumiram o comando da pasta oficialmente. O jornalista Oscar de Mello será o responsável pela comunicação do clube.

Presidente do clube, Rafael Tenório avisou na entrevista que Marlon terá total autonomia para ser o diretor de futebol e acrescentou que ele vai trabalhar da base ao profissional. Alarcon, nessa nova formação, será o executivo de futebol.

– Era um desejo meu, desde que assumi a presidência do clube pela primeira vez, de 2015 a 2021, trazer Marlon Araújo para participar de um projeto dentro do CSA. E as coisas nunca acontecem por acaso – destacou o presidente.

Tenório disse ainda que gosta da disciplina dos militares e esse foi um fator importante para colocar um coronel à frente do departamento mais importante do clube.

O alagoano Marlon, de 47 anos, disse que a cobrança começa na casa dele, com os filhos e a esposa, todos azulinos.

– É a missão da minha vida. Vou liderar a maior torcida do estado, e isso é uma responsabilidade grande. Há uma cobrança por acertar. Pelo Centro Sportivo Alagoano, vou dar toda minha energia, toda a minha juventude e todo o meu conhecimento para acertar.

Na coletiva, o alagoano Alarcon, de 43 anos, agradeceu pela confiança da diretoria e falou sobre a satisfação de voltar ao futebol do estado. Até agosto, ele estava na Chapecoense.

– Sabemos que é um trabalho duro, mas estamos preparados para o desafio. Faz tempo que estávamos conversando para chegar a esse dia. É um momento especial para mim, defender um clube da grandeza do CSA, o maior do estado, como disse o Marlon, e espero fazer um grande trabalho.

O executivo também falou sobre planos para montar o elenco.

– Nossa ideia é ter um grupo de 28 atletas, um grupo jovem, que saiba o peso da camisa do CSA. A gente sabe da cobrança que existe e vai passar para eles (jogadores) o que vão ter de responsabilidade. Vamos montar ainda um departamento de inteligência, com um profissional, inclusive, alagoano, e estaremos apresentando em breve um analista de desempenho. Isso é importante. E vamos trazer coisas novas, para que o CSA possa voltar ao seu devido lugar, as séries maiores do Campeonato Brasileiro.

Assessoria de imprensa

O jornalista alagoano Oscar de Melo também foi anunciado oficialmente como novo coordenador de comunicação do CSA. Ontem, com sua habitual categoria, não perdeu tempo e comandou todo o cerimonial da coletiva.

Temas delicados

Rafael Tenório também falou na coletiva sobre a mudança de ideia em relação à renúncia. Segunda-feira, ele, após duas semanas de mistério, avisou que vai cumprir seu mandato até o final.

– O que me mais motivava (a deixar) o CSA eram as críticas infundadas, essas redes sociais, e não tenho paciência para ouvir isso. Mas, diante do clamor da maioria dos azulinos, (decidi ficar) – explicou Rafael, que voltou a defender a SAF como saída para o clube.

O dirigente também deu a entender que vai colocar recursos próprios no clube.

– O CSA não tem recursos porque precisamos até entrar em recuperação judicial para evitar bloqueios dos bens. Agora, quem trabalhar no CSA, terá todos seus direitos. O CSA não tem recursos, mas o presidente vai se comportar da mesma forma de 2015 a 2021 (pagando em dia).

Arivaldo Maia e Redação do ge – Alagoas

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    Temo pela sorte do azulino Marlon Araújo nessa sua passagem pelo glorioso Centro Sportivo Alagoano. Rafael Tenório não é uma pessoa de fácil convivência e já deu provas disso nesses anos como presidente do CSA. Por mim, Rafael Tenório já estaria longe do CSA, mas ainda existem torcedores que acreditam no sucesso dessa diretoria, que certamente afundará de vez o CSA.

Comments are closed.