Flamengo vê Marcos Braz como vítima, e dirigente não corre risco de demissão
   22 de setembro de 2023   │     21:00  │  0

Flamengo Logo

O vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, não corre risco de deixar o clube carioca após ter se envolvido em uma briga com o entregador Leandro Campos da Silveira Gonçalves Junior na última terça-feira, em um shopping da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O entendimento da maioria da diretoria do Rubro-Negro foi de que o dirigente foi a vítima na situação. As informações são do “GE”.
“O Marcos Braz foi envolvido numa perseguição, coisa premeditada. (…) O Marcos Braz estava com a filha dele, uma situação totalmente constrangedora, foi ameaçada a vida dele na frente da filha, e ele tomou uma reação. Ele é a vítima nessa história, ele vai correr atrás dessas pessoas, a polícia vai correr atrás dessas pessoas. Para mim, esse tipo de coisa, ameaça, perseguição, não pode acontecer, isso é crime”, afirmou Rodrigo Dunshee de Abranches, vice-presidente jurídico e geral do clube, na saída da 16ª Delegacia de Polícia.
Arivaldo Maia com o DIA