Vai alcançar? Compare as tabelas de Palmeiras e Botafogo na corrida pelo título do Brasileirão
   20 de setembro de 2023   │     21:00  │  0

Vantagem botafoguense caiu para sete pontos a 15 rodadas do final.

O Palmeiras tem se aproximado do Botafogo na disputa pelo título do Brasileirão. O líder perdeu dois jogos seguidos pela primeira vez, e a distância ao final da 23ª rodada é de sete pontos. É a menor vantagem do líder nas últimas 12 rodadas.

Restam 15 rodadas no Brasileirão. O Botafogo tem sete jogos em casa, um a menos do que o Palmeiras. Um desses jogos é justamente o confronto direto entre líder e vice-líder, na 31ª rodada, provavelmente nos primeiros dias de novembro.

Por outro lado, o Palmeiras pode virar itinerante na reta final do campeonato. Há shows marcados no Allianz Parque em datas próximas às rodadas 26, 32, 34 e 36, e o Verdão pode ser obrigado a levar o mando de campo para outros estádios.

A maior diferença entre os dois candidatos é que as atenções do Palmeiras estão divididas com a Conmebol Libertadores, já que há semifinais contra o Boca Juniors nas próximas semanas. O jogo entre as decisões é a visita ao Red Bull Bragantino, em 1º de outubro, pela 25ª rodada.

No entanto, o histórico prova que uma arrancada alviverde não é impossível. Em 2020, por exemplo, o São Paulo chegou a abrir sete pontos na liderança do Brasileirão na 27ª rodada, mas o campeão foi o Flamengo.

Neste returno, a vantagem botafoguense caiu seis pontos em quatro jogos. Em 30 dias, o Glorioso empatou contra o São Paulo, venceu o Bahia e perdeu para Flamengo e Atlético-MG. Já o Palmeiras venceu Cuiabá, Vasco e Goiás, com único tropeço no clássico contra o Corinthians.

NOTA DO BLOG

Na minha opinião não será fácil tirar do Botafogo o título desta temporada. Pode até acontecer, porém, não acredito.

Por vários motivos: ainda tem uma considerável vantagem, armou um time sem estrelas, mas, com competência, é o melhor da Série A e merece ser o campeão.

O Palmeiras vai ter que ralar muito para superar um adversário do mesmo tamanho, com  história expressiva do nosso maravilhoso futebol.

Nenhum time brasileiro merece mais. O Fogão também é um ‘Gigante’ do Brasil.

Arivaldo Maia

Arivaldo Maia com Redação do ge — São Paulo