Palmeiras atrasa pagamento por Piquerez, e Peñarol busca a Fifa para receber o dinheiro
   17 de setembro de 2023   │     13:30  │  0

Palmeiras atrasa pagamento por Piquerez, e Peñarol busca a Fifa para receber o dinheiro
Verdão ainda não depositou o valor da última parcela da compra do lateral uruguaio.

O Palmeiras mais uma vez será alvo de uma cobrança da Fifa por conta de atraso no pagamento da compra de Piquerez. Desta vez o Penãrol procurou a entidade máxima do futebol para ter acesso ao valor da última parcela da transferência do lateral para o clube brasileiro, que venceu em julho. A informação é do Nosso Palestra e foi confirmada pelo Lance!.

Piquerez foi contratado em meados de 2021 junto ao clube uruguaio por 3,8 milhões de dólares (R$ 19,77 milhões na cotação da época). O acerto foi feito por meio de parcelamento. Todas os outros vencimentos já foram pagos pelo Verdão, restando esse último no valor de 900 mil dólares (R$ 4,42 milhões).

Segundo apurou a reportagem, houve uma tentativa de acordo do Alviverde para evitar a ida para a Fifa, mas o Peñarol preferiu buscar a entidade, o que acarretará em uma multa e juros, fazendo com que a dívida chegue a cerca de 1 milhão de dólares (R$ 4,92 milhões).

Com a burocracia e o tempo de julgamento do caso, a tendência é que o veredicto da Fifa saia apenas em 2024, quando efetivamente o Palmeiras terá um prazo para quitar o valor. Se não pagar, pode sofrer punições como a proibição de contratar jogadores em uma janela de transferências.

A parcela que venceu em 2022 também teve atraso até chegar nos cofres do Peñarol. Tanto é que houve até notificação da Fifa para a quitação de 1 milhão de dólares (R$ 4,84 milhões na cotação da época), mais 100 mil dólares de multa (R$ 484 mil). Assim, o Alviverde se livrou de uma sanção da entidade. Apesar de parecer uma quantia relativamente baixa para um clube da magnitude do Verdão, a alegação foi de problema com fluxo de caixa.

O lateral-esquerdo está há quase dois anos no Palmeiras, período no qual disputou 110 jogos e marcou cinco gols. Além disso, conquistou seis títulos pelo clube: uma Libertadores (2021), um Brasileirão (2022), dois Paulistas (2022 e 2023), uma Recopa (2022) e uma Supercopa (2023).

Arivaldo Maia e Reedação do LANCE