Fifa amplia punições a jogadores brasileiros condenados por manipulação
   13 de setembro de 2023   │     17:00  │  0

Três deles foram banidos pelo STJD e não poderão jogar futebol profissionalmente.

A Fifa já confirmou que as punições impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aos jogadores condenados por manipulação de jogos serão válidas para todo o mundo. Com isso, Ygor Catatau, Matheus Gomes e Gabriel Tota estão banidos do futebol profissional.

Além dos três jogadores, outros oito terão que cumprir suspensões não apenas no Brasil como em qualquer outro lugar que é filiado à entidade máxima do futebol.

A decisão acontece após um pedido da CBF para que as punições fossem estendidas a nível mundial. Antes disso, a decisão do STJD valia apenas para o Brasil, o que fez com que alguns jogadores acertassem com clubes do exterior, como Eduardo Bauermann, que foi para o Alanyaspor, da Turquia.

A Fifa ainda informou que “continuará seus esforços contínuos para combater a manipulação de partidas por meio de uma variedade de iniciativas, que incluem o monitoramento dos mercados internacionais de apostas, o portal confidencial de relatórios da Fifa, o aplicativo Fifa Integrity, bem como várias atividades educacionais e de conscientização em todo o mundo”.

Os 11 jogadores ainda podem recorrer da decisão na Corte Arbitral do Esporte (CAS), mas a chance de terem sucesso na ação é considerada pequena, diantes das provas utilizadas no STJD.

Eles foram julgados e punidos após terem seus nomes envolvidos nas investigações da Operação Penalidade Máxima, conduzida pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO). Foi descoberto um esquema de manipulação de jogos, especialmente com cartõea amarelos, para favorecer um grupo de apostadores.

Os jogadores também respondem na Justiça pelo crime e podem ser condenados até mesmo a prisão pelos crimes.

Arivaldo Maia com [email protected]