Sobrevivente na tragédia do Ninho, goleiro celebra título do Brasileirão Sub-20 pelo Flamengo: ‘Inexplicável’
   9 de setembro de 2023   │     15:00  │  0

Defesa de Dyogo Alves, do Flamengo, na final do Brasileirão Sub-20 – (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Dyogo Alves herdou a titularidade após venda do titular Kauã Santos, e defendeu com o pé direito uma cobrança do Palmeiras na decisão disputada no Raulino de Oliveira.

O Flamengo conquistou o título do Campeonato Brasileiro Sub-20 com vitória nos pênaltis sobre o Palmeiras após o empate em 0 a 0.

Um dos destaques da conquista no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, foi o goleiro Dyogo Alves, sobrevivente da tragédia do Ninho do Urubu, em 2019, que matou 10 jovens jogadores do rubro-negro.

Ele, que defendeu uma cobrança com o pé direito, lembrou dos antigos companheiros em entrevista após o jogo.

“Me faz pensar por eles, porque todos eles queriam estar aqui e ter uma oportunidade dessa. Sei que eles estão num lugar melhor que a gente, não tenho dúvida disso. Deus não quis me levar naquela hora, queria me deixar para eu fazer história ou com a camisa do Mengão ou por outro clube”, disse Dyogo.

O goleiro do Flamengo também comentou sobre a transferência de Kauã Santos para o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, que era titular da equipe comandada por Mario Jorge.

“Estou sentindo algo inexplicável. Aconteceram várias coisas, e ninguém tira o propósito de Deus. Trabalhei muito, sabia que a oportunidade ia chegar. Kauã ia jogar a final e foi vendido. Dedico esse título a ele e à minha família em Fortaleza. Abraço para minhas irmãs e meus pais. Muito bom ganhar. Querendo ou não, acabei ajudando nos pênaltis”, destacou.

Arivaldo Maia com [email protected]