Brasil x Bolívia: onde assistir hoje ao vivo, horário e escalações do jogo das Eliminatórias
   8 de setembro de 2023   │     12:00  │  0

Confira Brasil x Bolívia

Veja também arbitragem e outras informações da partida que acontece hoje no Mangueirão, em Belém, no Pará, e marca a estreia de Fernando Diniz como técnico da Seleção.

Começa uma nova era para a Seleção. Hoje, o Brasil larga nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026 diante da Bolívia, em jogo que marca a estreia do técnico interino Fernando Diniz. O duelo acontece às 21h45 (de Brasília), no Estádio Mangueirão, em Belém, no Pará.

O jogo terá transmissão da TV Globo, com narração de Luis Roberto e comentários de Júnior e Caio Ribeiro. Já o sportv transmite com narração de Milton Leite e comentários de Lédio Carmona e Pedrinho. O ge transmite ao vivo e também acompanha a partida em tempo real, com vídeos dos principais lances.

Com ampliação de vagas diretas para a Copa – agora serão seis para os sul-americanos, mais uma possível via repescagem – o Brasil não deve correr riscos de classificação. O objetivo de Diniz e da CBF é desde já formar um time competitivo com vistas ao Mundial de 2026 e reaproximar o torcedor da Seleção, como foi dito por diferentes jogadores em entrevistas ao longo dos últimos dias.

O Brasil não vem bem neste ano. Venceu apenas um dos três jogos disputados sob o comando de Ramon Menezes – diante de Guiné – e vem de derrota por 4 a 2 para Senegal, em junho.

Já a Bolívia perdeu para Equador e Panamá e empatou com o Chile na última data Fifa.

A partida em Belém também marca a volta de Neymar à Seleção. Machucado, ele não vestia a amarelinha desde a eliminação na Copa do Catar para a Croácia, em dezembro de 2022.

No último confronto entre as seleções, o Brasil goleou a Bolívia em La Paz, por 4 a 0, em março do ano passado. Na história, foram 32 confrontos, com 23 vitórias brasileiras, quatro empates e cinco derrotas.

Transmissão: a TV Globo e o ge exibem o jogo para todo o Brasil com narração de Luis Roberto e comentários de Júnior e Caio Ribeiro. Já o sportv transmite com narração de Milton Leite e comentários de Lédio Carmona e Pedrinho.

Tempo real com transmissão: o ge transmite o jogo completo e acompanha em tempo real, com vídeo dos principais lances, a partir das 20h30.

Escalações prováveis

Brasil – técnico: Fernando Diniz

Com apenas três treinos com o grupo, Diniz apostou no diálogo e na exibição de vídeos para transmitir seus conceitos aos jogadores. Ele também aproveitou a base que já vinha na Seleção, tanto que irá levar a campo uma escalação com nove remanescentes da Copa do Mundo.

As duas novidades ficam por conta do lateral-esquerdo Renan Lodi, que volta a ter chance com a amarelinha, e o zagueiro Gabriel Magalhães, que fará a sua estreia pelo Brasil.

Provável escalação: Ederson, Danilo, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Renan Lodi; Casemiro, Bruno Guimarães e Neymar; Raphinha, Rodrygo e Richarlison.

Desfalques: Bento e Vini Jr (machucados) e Antony, (cortado por denúncias de agressão).

Bolívia – técnico: Gustavo Costas

Os bolivianos tentam acabar com um tabu de 14 anos contra o Brasil, adversário que nunca conseguiu vencer fora de casa.

Velho conhecido do público brasileiro, o atacante Marcelo Moreno segue como esperança dos bolivianos. Aos 36 anos, ele se tornará nessa sexta-feira o jogador com mais partidas disputadas pela seleção.

A Bolívia conta com alguns jovens jogadores que atuam no Brasil, casos de Miguelito, do Santos, e Enzo Monteiro, do time sub-20 do Peixe, além de Fernando Nava, do Athletico.

Penúltima colocada nas últimas Eliminatórias, a Bolívia busca disputar a sua quarta Copa do Mundo – a última foi em 1994.

Provável escalação: Carlos Lampe; Jairo Quinteros, Adrián Jusino, Marcelo Suárez; Diego Medina, Gabriel Villamil, Luciano Ursino, Víctor Ábrego, Miguel Terceros; Jaime Arrascaita, Marcelo Moreno.

Arbitragem

Árbitro: Juan G. Benítez (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milcíades Saldivar (ambos do Paraguai)
Quarto árbitro: José Mendez (Paraguai)
VAR: Carlos P. Benítez (Paraguai)

Arivaldo Maia com Redação do ge — Belém, Pará