Complicado: Santos perde do lanterna América-MG e se mantém na zona de rebaixamento
   5 de setembro de 2023   │     1:00  │  0

Santos perde do lanterna América-MG e se mantém na zona de rebaixamento

O América-MG conseguiu sua segunda vitória seguida em todo Brasileirão, desta vez por 2 a 0, na Arena Independência, em Belo Horizonte – (Foto: Raul Baretta / Santos FC)

O Santos anda tão mal das pernas perdeu no domingo para o lanterna em Minas Gerais sem ver a cor da bola. O América-MG conseguiu sua segunda vitória seguida em todo Brasileirão, desta vez por 2 a 0, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Era um time entregue à sina de cair para a Série B, mas agora parece acreditar em uma salvação. Bateu o time da Vila sem grandes problemas no duelo da 22ª rodada que colocou frente a frente dois clubes apavorados da zona de rebaixamento.

O Santos vai ficando para trás e se afunda cada vez mais no caminho da queda, o que seria a primeira de sua história. O técnico Diego Aguirre chegou para tentar colocar ordem na casa, mas ainda não conseguiu nada. O time da Vila Belmiro estacionou nos 21 pontos, no 17º lugar da tabela.

Os gols do América, atuando em casa, foram de Rodrigo Varanda e Juninho, um em cada tempo. O time de Belo Horizonte somou seu 16º ponto em 21 partidas e ainda deixou a lanterna da competição para o Coritiba, com 14 – era para o time do Paraná jogar contra o São Paulo no Morumbi, mas a partida foi adiada para o dia 27 em função do clássico na cidade entre Corinthians e Palmeiras.

O jogo em Minas foi corrido e muito disputado, com a entrega dos jogadores nos dois tempos. O gramado pesado atrapalhou a parte técnica, apesar de algumas boas tramas pelo meio-campo, com chapéus e arrancadas. Em nenhum momento o Santos desistiu de sua luta. Muito menos o América. Eles jogaram com a tabela na cabeça. Sabiam desde a preleção que a derrota deixaria o perdedor em situação ainda mais complicada.

Em alguns momentos do primeiro tempo, a impressão era de que o Santos pudesse se dar bem no Independência, com jogadas em velocidade e mais bem armado. Houve chances de gol. A bola frequentou a área de ambos os goleiros, até com boas defesas deles. Aos 28, quando o time da Vila estava melhor, um contra-ataque mudou tudo, com gol de Rodrigo Varanda após ele mesmo brigar pela bola, e ganhar, no meio-campo e passar para Azevedo, que devolveu com carinho.

O problema do Santos, um deles ao menos, foi não ter conseguido fazer a bola chegar para seu melhor jogador, Marcos Leonardo. O segundo tempo foi bem parecido ao primeiro, com o América aumentando a contagem logo aos 10 minutos, de cabeça, com Juninho. A partir daí, o Santos ficou com a bola e o time da casa com os contragolpes.

Soteldo entrou e deixou o time da Baixada mais arisco. Jean Lucas foi o melhor do time. Vai poder ajudar bastante. Os dois goleiros voltaram a trabalhar. Isso quando a trave não ajudou o time visitante. Foram duas bolas na trave. O Santos poderia ter perdido de mais.

Nos minutos finais da partida, o atacante venezuelano exagerou nas reclamações com a arbitragem. Levou cartão amarelo e, em seguida, o vermelho. Tornou-se, portanto, desfalque certo para a próxima rodada do Brasileirão, após a disputa da Data Fifa.

Arivaldo Maia com Redação do ESTADÃO CONTEÚDO