Sampaoli explica opção e não teme demissão: ‘Tenho claro quem sou e o que busco’
   4 de setembro de 2023   │     23:00  │  0

Nem mesmo a vitória do Flamengo por 2 a 1 no clássico contra o Botafogo no sábado (2), fora de casa, parece dar tranquilidade a Jorge Sampaoli. Em meio à pressão que sofre interna e externamente, o técnico argentino foi objetivo e deu o seu recado na entrevista coletiva após o jogo.

“Tenho muito tempo de carreira. Assim, trabalho a cada jogo para melhorar o time que estava totalmente prejudicado quando chegamos e estamos tentando recuperar. Mais do que a vitória, portanto, tenho claro quem sou e o que busco. Posso conseguir ou não”, iniciou.

O duelo no Estádio Nilton Santos contou com grande atuação de Bruno Henrique, que fez bela jogada e anotou o gol do triunfo. De quebra, o Rubro-Negro quebrou a invencibilidade do líder do Campeonato Brasileiro em seus domínios.

Sampaoli avalia dupla de ataque
O comandante comentou sobre a parceria de ataque entre Bruno Henrique e Pedro na partida deste sábado.

“Tivemos boas conexões. O primeiro tempo, afinal, foi muito bom da equipe. Lamentavelmente em uma jogada esporádica o Botafogo fez um gol. Mas o primeiro tempo do Flamengo foi o que melhor vi no torneio. São dois jogadores muito bons, e as descidas do Pedro e as subidas do Bruno, portanto, renderam incômodo na defesa do Botafogo”, disse, antes de explicar a ausência de Gabigol, que ficou no banco de reservas neste jogo:

“Ele está bem, agora tem que lutar por um lugar. Ele é ídolo, sempre é determinante nas finais. Essa preparação é boa pela concorrência interna. Que a concorrência nos diga quem escolher contra o Athletico e depois contra o São Paulo”.

Sampaoli respondeu, ainda, se o Flamengo tem chances de brigar pelo título do Brasileirão.

“A distância é longa, mas vamos tentar dar sempre a mesma importância para cada jogo. Toda derrota do Flamengo causa muitas coisas. Para evitar movimentos e operações contra o time, temos que ganhar”, concluiu.

Arivaldo Maia com Redação Jogada10