Presidente deixa Vélez Sarsfield após crise e ameaças de torcedores a jogadores
   2 de agosto de 2023   │     21:00  │  0

 

Um dos times tradicionais da Argentina, o Vélez Sarsfield vive grave crise com seus torcedores. Ontem, a imprensa local informou que o presidente do clube, Sergio Rapisarda, pediu licença do cargo após reunião com a diretoria. A decisão foi tomada menos de 24 horas depois das agressões e ameaças de morte a jogadores do time.

Rapisarda será substituído provisoriamente pelo primeiro vice, Diego González. Se este não for confirmado no cargo, o segundo vice, Adrián Peláez, poderá assumir a função. O clube prevê novas eleições para daqui a três meses. Rapisarda não se manifestou publicamente sobre sua saída.

Ele deixa o clube em situação complicada no Campeonato Argentino. O campeão da Copa Libertadores de 1994, em triunfo na final sobre o São Paulo, terminou a primeira fase da competição nacional na 25ª posição, entre 28 times, correndo risco de rebaixamento. No atual formato do Argentino, caem os dois últimos colocados da tabela.

Em razão do fraco rendimento ao longo deste ano, o Velez tem sofrido pressão constante da sua torcida. Mas a situação chegou ao limite na noite de domingo, após o revés para o Huracán por 1 a 0, pela última fase da primeira fase da competição nacional.

Depois do jogo, ao menos quatro jogadores do Velez foram agredidos por torcedores, com direito a ameaças de morte. O ataque aconteceu quando a delegação retornava para o seu CT, ao fim da partida. O atacante Gianluca Prestianni, de apenas 17 anos, revelou ter sofrido agressões no rosto e também ameaça de morte.

O mesmo teria acontecido também com Santiago Castro, Valentín Gómez e Leo Jara também foram agredidos. O jornal argentino La Nacion informou que os torcedores invadiram o CT em “cinco ou seis carros”, causando danos na sede e também nos veículos dos próprios jogadores.

Em comunicado, a direção do clube lamentou o episódio e disse já estar em contato com a polícia. “A segurança e o bem-estar das pessoas envolvidas com o clube são de suma importância para nós. A instituição se encontra à disposição da Justiça. Reiteramos nosso apoio aos jogadores do time profissional e nossa comissão técnica liderada por Sebastián Méndez.”

Arivaldo Maia e Redação do ESTADÃO CONTEÚDO