O que CSA precisa para passar de fase no Brasileiro da Série C
   11 de maio de 2023   │     17:00  │  0

Bandeira do CSA Azulão de Alagoas. 1,40m x 1m - Microfibra

 

CSA disputou duas partidas até agora e tem apenas um ponto.

O CSA não começou bem a Série C. Na estreia, o time perdeu para o Confiança, em casa, por 1 a 0. Depois, empatou com o Ypiranga-RS por 1 a 1, em Erechim-RS. Com apenas um ponto, a equipe azulina ocupa o 14º lugar, mas, como na primeira fase são confrontos apenas de ida, os cálculos já começam ser feitos.

Com base da disputa de 2022, o Aparecidense, oitavo colocado, avançou para a segunda fase, com 29 pontos. O Mirassol, terminou em primeiro lugar, com 33.

Na parte de baixo da tabela, o Altos-PI escapou do rebaixamento com 21 pontos e ficou em 16º lugar.

O CSA tem até agora 16% de aproveitamento e vai disputar 51 pontos. Serão nove partidas em casa e oito fora.

– A gente tem que entender muito bem o campeonato, competir bem fora de casa, busca sempre a classificação, o acesso. Fora dois jogos, que a gente deixou escapar na estreia, pontuar, vencer em casa, mas tem que ter sabedoria para ver jogo a jogo. Óbvio que a gente quer vencer logo, ter uma sequência positiva no campeonato… A gente tem que trabalhar forte para conseguir essa primeira vitória, – disse Bergantin, técnico do CSA.

Segundo o regulamento, os oito melhores colocados da primeira fase seguem na competição. Depois, as oito equipes serão divididas em dois grupos. Uma chave formada pelos 1º, 4º, 5º e 8º colocados; a outra terá o 2º, 3º, 6º e 7º.

Nos confrontos da segunda fase, os times jogam dentro de seus grupos em partidas de ida e volta. As duas melhores equipes de cada grupo sobem para a Série B de 2024. Depois, os dois primeiros colocados de cada chave decidem o campeonato.

Arivaldo Maia e  Redação do ge – Alagoas