Teixeira responde sugestão de Lula sobre mudança de poder na CBF
   9 de julho de 2010   │     0:03  │  0

Ricardo Teixeira disse ontem que respeita a opinião de Lula, mas…

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, comentou a declaração do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, de que a entidade máxima do futebol brasileiro poderia adotar a mudança de dirigente a cada oito anos. Ricardo Teixeira é o mandatário da CBF desde 1989.

De forma sucinta e se mostrando incomodado com a indagação, Teixeira foi curto e seco em sua resposta. “Esta é a opinião do presidente. Eu respeito, mas não concordo com ela”, disse o dirigente. Na declaração que fez na última terça-feira, Lula comparou o modo de funcionamento da CBF com o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, do qual foi presidente nas décadas de 70 e 80.

“Eu não posso falar da CBF porque é uma entidade particular e eu não posso votar, não posso dar palpite. Eu acho que, se a CBF adotasse o que eu adotei quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, a cada oito anos a gente trocava a direção da CBF. No sindicato a gente trocava”, disse Lula.

Em meio a esta pequena polêmica, o presidente da República se encontrou ontem com Teixeira  durante o lançamento do logotipo oficial da Copa do Mundo de 2014, em Johannesburgo. Lula, que faz visita a alguns países africanos, deverá passar mais uns dias na África do Sul, e já confirmou que não ficará para a decisão do Mundial de 2010, entre Holanda e Espanha, no próximo domingo.

Tags: