Espanha supera Brasil no “mundo” inglês das apostas
   2 de março de 2010   │     0:10  │  0

 A SELEÇÃO DE DUNGA NÃO É A FAVORITAS DOS INGLÊSES
A SELEÇÃO DE DUNGA NÃO É A FAVORITAS DOS INGLESES

O inglês é fanático por uma aposta. Futebol, críquete, rugby, dardos e até corrida de cachorro. É possível apostar em tudo. Diferentemente de outros países do mundo, na Inglaterra o negócio é legal e move milhões de libras.

E a Copa do Mundo vai movimentar ainda mais dinheiro. Há meses, as casas londrinas faturam com os palpites sobre a competição que vai acontecer na África do Sul. Fora de campo, o Brasil vem perdendo a condição de favorito para a Espanha.

Atual campeão europeu, o time de Fernando Torres e Iker Casillas paga 4/1 pelo título, ou seja, quatro libras para cada uma apostada na Ladbrokes, uma das principais casas de Londres. A equipe de Dunga aparece como a segunda favorita ao lado da Inglaterra, com 5/1. Na sequência estão Argentina e Alemanha (9/1), Itália (10/1) e Holanda (11/1).

Entre os adversários do Brasil na primeira fase, Portugal tem a nona melhor cotação, com 20/1, e está uma posição na frente da Costa do Marfim, que paga 25/1. A Coreia do Norte, que encara a Seleção na estreia, faz papel de azarão ao lado de Nova Zelândia e Honduras, com 1000/1.

Se o Brasil está atrás da Espanha na “disputa” pelo título, entre os artilheiros a Seleção tem o principal candidato. Luís Fabiano é o nome mais apostado (9/1), superando David Villa, Fernando Torres e Wayne Rooney, todos com 10/1.

O amistoso de hoje entre Brasil e Irlanda na capital inglesa também reúne um grande número de apostas. Além do vencedor, o torcedor pode arriscar, por exemplo, quem fará o primeiro gol da partida (Robinho e Nilmar são os mais cotados, com 9/2), quem ganhará o cara ou coroa antes de a bola rolar ou quantos pênaltis serão marcados durante o jogo.

Tags:,