No estadual, CSA chega ao último jogo da 1ª fase em cenário parecido com o de 2023; compare
   26 de fevereiro de 2024   │     5:00  │  0

CSE x CSA será no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios — Foto: Augusto Oliveira/FAF

CSE x CSA será no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios — (Foto: Augusto Oliveira/FAF)

Azulão define a classificação contra o CSE no próximo sábado, fora de casa.

O CSA entra na última rodada da fase de classificação correndo sério risco de não chegar às semifinais do Alagoano. Esse cenário é parecido com o do ano passado. Até agora, o time venceu apenas os dois últimos colocados do campeonato, Coruripe e Cruzeiro-AL, nas primeiras rodadas, e sofre grande pressão da torcida.

O CSA entra na última rodada da fase de classificação correndo sério risco de não chegar às semifinais do Alagoano. Esse cenário é parecido com o do ano passado. Até agora, o time venceu apenas os dois últimos colocados do campeonato, Coruripe e Cruzeiro-AL, nas primeiras rodadas, e sofre grande pressão da torcida.

Sábado, às 16h, o Azulão define sua sorte em Palmeira dos Índios e só se classifica com uma vitória. Ontem, o CSE venceu o Cruzeiro-AL por 2 a 1, em Arapiraca, di virada, e assumiu a terceira posição no estadual, com nove pontos, complicando a missão azulina, já que vai jogar motivado, em casa, e será clasasificado com um empate.

O técnico Marcelo Cabo disse que a torcida tem razão de protestar e prometeu trabalho para tentar mudar a situação.

– A gente tem que focar no campeonato estadual e tem uma ‘final’ em Palmeira dos Indíos. Eu não posso nem pensar na Copa Alagoas, tenho que canalizar toda a energia nesse jogo (com o CSE). Marcelo Cabo não pode pensar nele, fulano não pode pensar nele. A gente tem que pensar como instituição, pensar só no clube. Se eu tiver que chegar no CT segunda-feira e sair só depois do jogo do final de semana, para mim, não vai ser nenhum problema – comentou Cabo.

É verdade que o CSA tem história de clube vencedor, principalmente em Alagoas, e pode até superar o momento complicado, mas, que ficou muito mais difícil, não é possível negar. Até porque o adversário tem um time ajustado com jogadores de boa qualidade, e vai jogar em casa com apoio total da torcida ‘Tricolorida’.

Triste semelhança

Ano passado, o CSA chegou à sétima rodada do estadual em quinto lugar, com sete pontos, um a menos que nesta temporada, e também precisava vencer o Coruripe fora de casa para avançar. Empatou por 1 a 1 e foi eliminado na primeira fase, dia 26 de fevereiro.

Dois treinadores

Como aconteceu neste ano, o CSA teve dois técnicos até o fim da fase de classificação do estadual de 2023: Roberto Fonseca e Vinícius Bergantin.

Em 2024, Rogério Corrêa iniciou o trabalho em dezembro, montando toda a pré-temporada, e foi substituído por Marcelo Cabo em janeiro.

Texto: Arivaldo Maia e Redação do ge – Alagoas

Comentários 0

Morre mãe de John Textor, CEO da SAF do Botafogo
     │     3:00  │  0

Homenagem póstuma do Botafogo a Dale LovettHomenagem póstuma do Botafogo a Dale Lovett — (Foto: Reprodução)

Ainda não há informações sobre a causa da morte de Dale Lovett.

A mãe do empresário John Textor, CEO da Saf do botafogo, morreu no último sábado. A informação foi veiculada no pré-jogo da transmissão da partida entre Botafogo x Audax-RJ, feita pela Botafogo TV.

O empresário, muito ativo nas redes, não publica nada há uma semana. Até o momento, não há informações sobre a causa da morte de Dale Lovett.

O clube postou uma homenagem póstuma à mãe do gestor.

Arivaldo Maia com Redação do EXTRA – Rio de Janeiro

Comentários 0

Conheça os possíveis adversários do CRB na 2° fase da Copa do Brasil
     │     1:00  │  0

Atacante Jonathas e lateral Wellington Silva, respectivamente de Athletic e Volta Redonda –

(Foto Reprodução)

 

Galo praiano irá enfrentar o vencedor do duelo entre Athletic e Volta Redonda.

Galo praiano irá enfrentar o vencedor do duelo entre Athletic e Volta Redonda.

A equipe mandante, o Athletic, está bem no Campeonato Mineiro ocupando o segundo lugar do Grupo C com 6 jogos, 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, somando 10 pontos e ficando atrás do líder América-MG por quatro pontos de diferença.

O elenco do clube conta com alguns nomes conhecidos no mundo da bola. O de maior destaque é o atacante Jonathas, que construiu grande parte de sua carreira fora do país em times como Torino (ITA), Real Sociedad (ESP), Rubin Kazan (RUS) e Hannover (ALE). No Brasil, o atleta passou por Cruzeiro, Corinthians e Náutico.

Além do camisa 9, o elenco conta com Wallisson, jovem volante que se destacou na Ponte Preta e foi comprado pelo Cruzeiro, porém, após problemas de comportamento, foi emprestado para o futebol português e para o Athletic, mas o mais conhecido pela torcida do CRB é Daniel Amorim, que passou no clube em 2020.

Do outro lado, o Volta Redonda não vive grande fase. O clube da cidade do aço é o 9° colocado no Campeonato Carioca e, nesse momento, não está se classificando para as semifinais e nem para a Taça Rio, que vale vaga para Copa do Brasil de 2025.

O time começou o ano sendo comandado por Felipe Maestro, ex-lateral esquerdo e meia de Vasco, Flamengo, Fluminense e Galatasaray, porém, foi demitido após início ruim e foi substituído por Rogério Corrêa, que começou o ano comandando a equipe do CSA e retornou para o clube no qual ele comandou em 2023 levando o Voltaço para as semis do Carioca e segunda fase da Série C.

O elenco do time carioca é formado por vários atletas com rodagem no cenário nacional, como Wellington Silva, lateral-direito e campeão brasileiro pelo Fluminense, com passagens no Flamengo; no futebol alagoano, defendendo as cores do CSA, Bruno Barra, que passou quase toda a carreira no Voltaço, chegando ao seu 16° ano e vestindo a camisa do clube e o 8° seguido; e Thiago Alagoano, que apesar do nome, jogou pouquíssimo tempo no futebol local com as camisas de ASA e Coruripe. O meia ficou mais conhecido por sua passagem no Brusque onde se tornou o maior artilheiro da história do clube e posteriormente atuando pelo Criciúma.

O Volta Redonda conta com dois ex-atletas do CRB, Léo Silva, volante que teve uma passagem extremamente discreta pelo Galo em 2023, atuando apenas em três partidas, e o atacante Erik, que atuou no clube entre 2020 e 2021 atuando 49 vezes, marcando 4 gols e anotando 5 assistências.

Os jogos da segunda fase serão realizado em 6 ou 13 de março, com a confirmação das datas e horários ainda sob definição da CBF.

Arivaldo Maia e Matheus Guimarães –  Redação da Gazetaweb.com

 

Comentários 0

Zagueiro Titi, do Fortaleza, faz cirurgia e diz que não tem data para retornar
   25 de fevereiro de 2024   │     22:30  │  0

O zagueiro Titi, do Fortaleza, fez uma publicação em suas redes sociais após passar por um processo de retirada de estilhaços de vidro e resquícios de bombas caseiras da região da panturrilha, em decorrência do atentado sofrido ao ônibus da equipe cearense por um grupo de torcedores do Sport, na última quinta-feira. O ataque deixou seis jogadores feridos.

“Estou em casa, resguardado pela família, com as pessoas que amo, pedindo a Deus e Nossa Senhora para que não tenhamos mais situações como essas. E a pergunta que não quer calar: será que tudo isso passará impune?”, perguntou o jogador, através da rede social X (antigo Twitter). “Este procedimento me impossibilitará de praticar aquilo que eu amo por um longo período”, escreveu.

O zagueiro foi um dos seis jogadores atingidos pelas bombas e estilhados de vidro da janela do ônibus. Além dele, foram feridos o goleiro João Ricardo, o lateral-esquerdo Gonzalo Escobar, o lateral-direito Dudu, o zagueiro Brítez e o volante Lucas Sasha.

O ataque aconteceu após o empate por 1 a 1 com o Sport, em partida válida pela 4ª rodada da Copa do Nordeste. Para Marcelo Paz, o ataque feito por torcedores do Sport na saída da Arena Pernambuco, na região metropolitana do Recife, foi uma “tentativa de homicídio”. “Aquilo ali foi um crime, uma tentativa de homicídio. Se uma pessoa jogasse uma bomba em um ônibus normal, de linha, ela seria presa. Por que um bandido faz isso com um time de futebol e não é preso? Isso acontece no Brasil inteiro. Chegou a hora de dar um basta nisso.”

O ataque ao ônibus, na madrugada de quinta-feira, contou com pedras e até bombas, que destruíram janelas, espalharam estilhaços por todo o veículo, ferindo seis jogadores. Imagens mostravam marcas de sangue em diversos bancos do ônibus. Os jogadores feridos foram o goleiro João Ricardo, o lateral-esquerdo Gonzalo Escobar, o lateral-direito Dudu, os zagueiros Titi e Brítez e o volante Lucas Sasha.

Todos foram encaminhados ao Real Hospital Português, no Recife. E receberam alta no início da manhã da última sexta-feira. Eles embarcaram com os demais integrantes da delegação para a capital cearense, onde desembarcaram com curativos na cabeça, braços e pernas.

JOGADORES DO SPORT VESTEM CAMISA DO FORTALEZA

No último sábado, para a partida contra o Náutico, pelo Campeonato Pernambucano, os jogadores do Sport entraram em campo com a camisa do Fortaleza para demonstrar apoio aos jogadores que ficaram feridos no ataque sofrido pelo ônibus dos cearenses.

Além de subirem para o gramado dos Aflitos com as camisas do Fortaleza, os jogadores carregaram uma faixa com os dizeres: “Nosso maior rival é o crime. Quem ataca o futebol, ataca todos nós”.

Arivaldo Maia com Redação do ESTADÃO CONTEÚDO

Comentários 0

CRB vence o Coruripe e segue invicto no Estadual; CSE rebaixa o Cruzeiro e tira o CSA do G4
     │     18:20  │  1

Com um time reserva, inclusive formado por vários garotos da base, o CRB se deu bem, pois venceu o Coruripe, por 1 a 0, em jogo neste domingo (25) à tarde, jogando fora de casa, no Estádio Gérson Amaral, pela 6ª rodada do Campeonato Alagoano.

O resultado foi muito bom para o Galo, que segue invicto na competição (5 vitórias e 1 empate). E agora tem 16 pontos, permanecendo na liderança isolada (1ª posição); enquanto o Hulk, com apenas 7 pontos, ocupa o 7º lugar. O gol único da partida, no caso, do CRB, foi assinalado por Gustavo Henrique, aos 45 minutos da etapa final.

CSE no G-4

O CSE entrou no G-4 do estadual na penúltima rodada. Neste domingo, venceu o Cruzeiro-AL de virada por 2 a 1, em Arapiraca, ultrapasosu o CSA e chegou à quarta colocação. Luiz Fernando marcpu os dois gols do Tricolor na etapa final, e André Lessa balançou a rede para o Urso no primeiro tempo.

Com essa derrota, o Cruzeiro-AL foi rebaixado para a Segunda Divisão do Alagoano. Perdeu as seis partidas que disputou na primeira fase.

Aguarde mais detalhes.

Arivaldo Maia, Gazetaweb e Redação do ge – Alagoas

Comentários 1