Category Archives: Treinadores

Fernandes pode mudar o time do CSA para enfrentar o Grêmio
   3 de outubro de 2022   │     9:30  │  0

O técnico Roberto Fernandes não tem muito tempo para arrumar o time do CSA que enfrenta o Grêmio, amanhã, às 19h, em Porto Alegre. A equipe jogou na sexta-feira e viajou ontem para o Rio Grande do Sul.

Fernandes sinalizou na coletiva que, diante do tempo curto e da longa viagem, pode poupar alguns titulares. O atacante Lucas Barcelos, por exemplo, sentiu a coxa direita no último jogo e dificilmente vai atuar.

O técnico também tratou a partida contra o Sampaio Corrêa, na próxima sexta-feira, pela 34ª rodada da Série B, como uma decisão.

– A viagem para Porto Alegre é extremamente complicada. A gente já viaja no domingo, uma viagem que a gente não vai ainda ter a certeza de quem realmente vai tá em condições pra jogar. E a nossa volta pra Maceió, nós chegamos aqui 1h30 da manhã da véspera do jogo (contra o Sampaio). Então, precisamos avaliar com frieza as possibilidades que nós temos diante do Grêmio, e a final de Copa do Mundo, que é na sexta-feira aqui diante do Sampaio Corrêa.

Roberto Fernandes não descarta poupar alguns titulares — Foto: Reprodução/CSA

Roberto Fernandes não descarta poupar alguns titulares — (Foto: Reprodução/CSA)

O CSA segue em 17º lugar, com 35 pontos, e tem, de acordo com o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, 60% de risco de ser rebaixado.

Além de Grêmio e Sampaio Corrêa (casa), o CSA ainda vai enfrentar o Londrina (casa), Ponte Preta (fora), Vila Nova (casa) e Cruzeiro (fora).

Arivaldo Maia com Redação do ge – Alagoas

Ceni não garante que fica no São Paulo após vice da Sul-Americana: “Vamos analisar com calma”
   2 de outubro de 2022   │     1:00  │  0

Rogério Ceni; Copa Sul-Americana - Final - Independiente del Valle x Sao Paulo — Foto: REUTERS/Agustin Marcarian

Rogério Ceni; Copa Sul-Americana – Final – Independiente del Valle x Sao Paulo — (Foto: REUTERS/Agustin Marcarian)

Treinador do São Paulo falou sobre a derrota para o Independiente del Valle, em Córdoba, por 2 x 0.

Rogério Ceni não cravou que permanecerá no São Paulo para 2023. Após a derrota para o Independiente del Valle na final da Copa Sul-Americana, o treinador falou que vai tratar do assunto “com calma”.

– Era um dia muito importante na história do clube, onde a gente podia ter mudado essa década de luta, mas de sofrimento. Lamentamos o torcedor que veio com muitas dificuldades, compareceu em um número muito legal, cantou, incentivou, e não sai aqui com título. Vão voltar sem o título, isso que mais dói. Gastaram, sofreram e não assistiram o São Paulo ser campeão. São coisas que vou pensar nos próximos dias. Tem dois jogos, mas vamos analisar com calma – respondeu.

– Temos 10 jogos de Campeonato Brasileiro, apesar de não ter possibilidade de título, temos de fazer o máximo de pontos possíveis para tentar uma vaga numa pré-Libertadores para o próximo ano. Caso contrário, começa um 2023 exatamente da mesma maneira que 2022, praticamente um ano que ficou, por mais que tenha chegado a duas finais, fica um ano talvez financeiramente relativamente bom para o clube, mas fica mais um ano em que não conseguimos progredir – completou.

Ao analisar o confronto, o treinador afirmou que o São Paulo não aproveitou as oportunidades que teve.

– Criamos boa chances de gols e não fizemos. O Del Valle controla bem a partida. Tivemos uma chance em chute fora da área. Sentimos o primeiro gol, tivemos nossas oportunidades. Podíamos ter empatado o jogo. O tempo foi passando, eles foram tendo mais ímpeto, tiveram mais posse e nossa chance diminuiu, foram rareando as oportunidades de gol. Saímos daqui sem nosso objetivo que era ser campeão – acrescentou.

Pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo volta a campo na quinta-feira, às 20h, contra o América-MG, no Independência, em Belo Horizonte.

Arivaldo Maia com Eduardo Rodrigues – Redação do ge – Córdoba, Argentina

Vítor Pereira decide rodar elenco do Corinthians mirando final da Copa do Brasil
   30 de setembro de 2022   │     17:00  │  0

Vítor Pereira comandou o Timão contra o Atlético-GO debaixo de muita chuva (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Vítor Pereira comandou o Timão contra o Atlético-GO debaixo de muita chuva (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Foto: Lance!

Comandante alvinegro espera ter o elenco fisicamente preparado para duelos com o Flamengo.

Bastou um jogo para Vítor Pereira abrir mão da ideia de usar os titulares do Corinthians o máximo possível antes da decisão da Copa do Brasil diante do Flamengo, dias 12 e 19 de outubro. Para não perder peças por lesão e de olho na questão física, o treinador admitiu que será obrigado a rodar o elenco para o time “não chegar morto” na decisão.

Sábado, contra o Cuiabá, na Neo Química Arena, algumas peças já devem ganhar descanso. Com a volta de Balbuena da seleção paraguaia, é possível que Gil ganhe uma folga, assim como os outros jogadores mais experientes do grupo: os laterais Fagner e Fábio Santos e o meia Renato Augusto. Os dois últimos até foram substituídos na última quarta-feira diante do Atlético-GO.

“Se eu mantiver a equipe teoricamente titular até lá (decisão), eles vão chegar mortos no jogo, sem capacidade de responder contra o Flamengo”, enfatizou o treinador logo após os 2 a 1 sobre os goianos. “Vou ter que fazer uma gestão que nos permita não ser radical e sermos competitivos. Precisamos ser cuidadosos, caso contrário vamos chegar sem capacidade de jogar em um ritmo alto. E isso não podemos deixar, não há milagres.”

Trabalhos sob chuva e um jogo disputado com gramado extremamente pesado obrigaram o elenco a um desgaste grande. Vítor Pereira teme que as contusões também possam surgir em preparação para a grande missão desta reta final de temporada.

“Choveu ontem (terça-feira, no treino), choveu hoje (quarta, no jogo), o campo está pesado e preciso ter cuidado com lesões e para que os jogadores não tenham sobrecarga. As pessoas têm que perceber que a gestão é obrigatória”, pediu.

Sobre a possibilidade de Adson e Lucas Piton ganharem mais tempo já mirando a final, Vítor Pereira desconversou. “Quando chegar essa altura, os jogadores que eu sentir que estão melhor são os que vão jogar”, disse. “Não posso fazer uma previsão se vou jogar com A ou B. Tenho de perceber quem está forte e quem vai nos dar o que precisamos para cada jogo. São coisas que ficam na minha cabeça, mas posso mudar um ou outro jogador.”

Arivaldo Maia com Estadão

Felipão diz que Athletico não está pronto para encarar o Flamengo
   29 de setembro de 2022   │     17:00  │  0

Khellven, Angêlo, Santos x Athletico, Brasileirão, 28092022Furacão caiu de produção na opinião de Felipão – (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Após derrota para o Santos, técnico do Furacão volta a cobrar o grupo
“Nós temos que estar prontos e não estamos prontos.” Essa foi uma das falas de Luiz Felipe Scolari após a derrota para o Santos por 2 a 0 na Vila Belmiro. Para o treinador, o time perdeu o foco após a classificação diante do Palmeiras, na Libertadores.

“Não vem dando certo na parte ofensiva, na parte defensiva, porque desde quando a gente se classificou contra o Palmeiras mudaram algumas situações dentro da nossa equipe. Ou mudamos, ou vamos continuar nesse marasmo total”, disse o treinador já projetando a final da Libertadores diante do Flamengo.

A cada pergunta feita na entrevista coletiva na Vila Belmiro, Felipão alinhava o discurso focando a decisão mais importante da temporada. “Depois daquela espetacular classificação, nós tivemos uma demora para que a gente se antene de novo. Algumas coisas nós relaxamos”, disse.

Não é a primeira vez que o técnico faz cobranças nas entrevistas. Após o empate contra o Cuiabá, o treinador atleticano chegou a comentar um certo deslumbramento de todos pela conquista da vaga à final da Libertadores, e isso tem espalhado para o elenco. A um mês da decisão, Scolari coloca dúvidas entre os jogadores para uma possível antecipação do onze titular.

Após o empate em 2 a 2 com o Palmeiras, que garantiu o Athletico na final da Libertadores, o Furacão vem de três jogos sem vencer. Empate diante do Avaí, em Florianópolis, empate com o Cuiabá, na Arena, e a derrota diante do Santos, na Vila Belmiro.

Com a derrota, o Athletico segue na sexta posição com 44 pontos. Na próxima rodada, o Furacão recebe o Juventude, às 19 horas, na Arena da Baixada.

Arivaldo Maia com GOAL

Dorival analisa derrota do Flamengo contra o Fortaleza e manda mensagem para a torcida
     │     1:00  │  0

Dorival Júnior – (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

O treinador também ressaltou que o Flamengo continuará ‘buscando todos os resultados possíveis’ no Brasileirão.

O técnico Dorival Júnior avaliou a derrota de virada do Flamengo para o Fortaleza por 3 a 2, em partida válida pela 28ª rodada do Brasileirão. Durante a coletiva, o treinador rechaçou a possibilidade de colocar o resultado “na conta” dos dez desfalques e disse que o time teve bons e maus momentos dentro de campo.

Ele também manteve os pés no chão e destacou a necessidade de trabalhar para buscar as correções necessárias e não cometer os mesmos erros.
“Acho que, independente de não ter alguns atletas, isso não pode ser considerado. Natural que do meio para frente nós tivemos praticamente os garotos da base, a exceção do Gabriel, e os dois volante. No mais, era um time ainda com três atletas que estão iniciando uma nova trajetória no profissional. Num todo, nós tivemos bons e maus momentos na partida”, disse Dorival.

“Inicialmente tivemos uma partida com algumas dificuldades no trabalho de infiltração, conseguimos corrigir isso. Chegamos aos dois gols merecidamente, tivemos outras oportunidades.

No segundo tempo, tínhamos a posse e, com isso, o jogo estava administrado até aquele momento. Tentamos uma jogada por dentro, saímos erradamente e sofremos o empate. No final da partida, algumas bolas levantadas na nossa área trouxeram dificuldade.

Nós temos que ter calma, paciência e trabalharmos para buscamos as correções necessárias para que não se repitam erros”, completou.

NOTA DO BLOG: 

O técnico Dorival esqueceu de citar que David Luis, experiente profissional e com salário astronômico, permitiu, chutando ou orientando, na última bola, o gol da vitória do Fortaleza, quando o Flamengo tinha a posse de bola na área.

Uma falha inadmissível para um time com a excelente qualidade técnica do seu milionário plantel. Vídeo Cassetada pura!

Arivaldo Maia com