Category Archives: Torcida

Medo toma conta do Corinthians após ameaças
   16 de setembro de 2020   │     20:00  │  0

Surpresa, tensão, tristeza, medo… São algumas das palavras que definem o sentimento dos jogadores do Corinthians com o protesto em tom muito agressivo e cheio de ameaças feito pela torcida no último domingo, no aeroporto de Guarulhos, após a derrota para o Fluminense.
O ge ouviu pessoas ligadas a vários jogadores e membros da comissão técnica que presenciaram o ato e tenta dar um panorama de como o elenco se sentiu. O medo de algo pior envolve até mesmo quem não estava no aeroporto, mas se preocupou com o que viu.

Os próximos passos

A direção do Corinthians conversou com o elenco e deixou os jogadores à vontade para registrarem Boletim de Ocorrência caso quisessem. A Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (a Drade) foi o órgão sugerido aos atletas.

Até a noite da última segunda-feira, nenhum dos atletas havia prestado queixa. A Polícia Civil, aliás, pediu imagens à administradora do aeroporto para avaliar o ocorrido.

No fim da tarde da última segunda-feira, a diretoria do Sindicato dos Atletas se reuniu para discutir o que pode ser feito como represália à ação dos torcedores. O protesto no aeroporto aconteceu dias depois da invasão de torcedores organizados do Figueirense ao estádio Orlando Scarpelli.

O presidente do sindicato também procurou a Polícia para apurar o que poderia ser feito.

“Só para quando morrer”

Dentre as várias pessoas ouvidas pela reportagem, a frase de uma delas, em anonimato, define a sensação dos envolvidos diante de tamanha agressividade: “só vai parar quando morrer alguém”.

Houve também questionamentos sobre a necessidade de fortalecer o esquema de segurança da delegação para as próximas viagens. O Corinthians está viajando no Brasileirão apenas em voos fretados e deve passar a adotar um procedimento diferente nos próximos compromissos fora de casa.

É fato que o tom agressivo das cobranças, com direito a empurrões e correria, pegou todos do clube de surpresa. Da diretoria ao elenco. Depois da derrota para o Palmeiras, também houve protesto, mas em tom muito mais pacífico e ponderado do que no aeroporto. Não há margem de comparação.

Blog com ge.globo

Polícia e CBF arrancam bandeiras provocativas dos estádios
     │     16:10  │  0

Faixa da Gaviões que a PM retirou por entender como provocação ao Palmeiras

Faixa da Gaviões que a PM retirou por entender como provocação ao Palmeiras (Foto: Reprodução/ Twitter Gaviões da Fiel / Estadão)

 

Mesmo sem público nos estádios, a Polícia Militar e a CBF andam tendo trabalho nas arquibancadas durante os jogos do Campeonato Brasileiro. Recentemente as duas instituições agiram em nome da segurança dos torcedores que nem estavam lá.

No clássico entre Corinthians e Palmeiras, na última quarta-feira, na Neo Química Arena, duas bandeiras da Gaviões da Fiel foram retiradas antes do início da partida. Uma fazia alusão ao fato de o arquirrival não ter título mundial e a outra era uma brincadeira pela conquista do Campeonato Paulista de 2018, em cima do adversário.

“Bandeiras e faixas com mensagens provocativas, que podem trazer comprometimento para segurança pública, acirrando a rivalidade, pedimos para ser recolhida. Foi o primeiro jogo que tivemos de tomar essa atitude”, declarou Ricardo Xavier, tenente-coronel da Polícia Militar de São Paulo, responsável pela segurança nos estádios.

A Gaviões da Fiel se manifestou por meio de nota oficial e entendeu que houve censura por parte da PM. Torcedores ouvidos pelo Estadão alegam que a Polícia Militar permite que a torcida do Palmeiras e do São Paulo coloquem faixas provocativas em seus estádios.

Blog com Terra Esportes

Torcedores do Botafogo protestam: ‘Time de frouxos’
   15 de setembro de 2020   │     23:25  │  0

A tarde não foi de paz para o Botafogo. Pouco mais de 60 torcedores do clube de General Severiano foram ao Estádio Nilton Santos na tarde desta terça-feira para levar faixas em protesto contra os resultados recentes da equipe comandada por Paulo Autuori.

Os torcedores escolheram o estacionamento do Setor Norte, local onde jogadores e membros da comissão técnica entram no estádio para se apresentarem ao treinamento, como local do protesto.

Entre as faixas, a maior delas dizia “Time de frouxos”, além de outra afirmando que o título da Copa do Brasil é obrigação. Pedro Raul e Federico Barrandeguy também foram alvos das reclamações dos torcedores.

O Botafogo não vence uma partida desde o dia 26 de agosto. Na próxima quinta-feira, a equipe inicia a luta por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil diante do Vasco, no próprio Estádio Nilton Santos.

Blog com LANCE

Torcida quer doação de R$ 1,5 milhão para aliviar o Vasco
   31 de julho de 2020   │     19:00  │  0

A ideia de um torcedor, o apoio da direção e a certeza da força dos vascaínos. É baseado nesta trinca que um projeto pretende ajudar a aliviar a grave crise financeira vivida pelo Vasco. Batizada de “Sou Gestor Gigante”, a iniciativa visa arrecadar recursos entre simpatizantes, torcedores e sócios do clube para o pagamento, especialmente, de salários de jogadores e funcionários.

Em fase final de elaboração, a plataforma online deve ser lançada em setembro. Pelo menos é a expectativa de Diogo Santos, analista de sistemas, sócio vascaíno e idealizador da ação. Com doações a partir de R$ 5, a meta inicial é ousada: somar R$ 1,5 milhão logo no primeiro mês.

– Não se pode duvidar da torcida do Vasco. Ela é muito solidária, é de muito respeito. Temos visto, desde o ano passado, exemplos de ajuda ao clube: associação em massa, compra de ingressos virtuais… No Sou Gestor Gigante, conseguiremos contemplar ainda o vascaíno que não tem condições de pagar uma mensalidade para ser sócio, mas que deseja ajudar o clube neste momento difícil – explica Diogo.

Grosso modo, o “Sou Gestor Gigante” seria um fundo de investimentos dos torcedores. A partir da criação de uma empresa independente do clube, definiria por meio de votação interna a administração dos recursos captados. E, desta forma, evitaria a repetição de uma frustração de Diogo e muitos vascaínos.

– Na associação em massa do ano passado, o torcedor atendeu ao chamado do clube. Ali eu vi a vontade de ajudar, mas a frustração de ver o dinheiro ser usado para pagar dívidas e cumprir penhoras judiciais. Aquela ideia de usar os recursos no futebol não aconteceu, então passei a pensar uma forma de criar um mecanismo para o dinheiro doado não correr risco de ser bloqueado pela Justiça. Assim, nasceu o projeto – lembra Diogo.

Um intenso debate entre torcedores, conduzido por Diogo, desenvolveu a ideia. Em diversas reuniões, a direção do Vasco a aprovou. Tanto que Carlos Leão, vice de finanças, deu aval público ao prosseguimento da iniciativa em entrevista recente ao canal “Atenção, Vascaínos”.

– A direção apoiou e, por isso, a plataforma andou. Agora, é importante destacar que o projeto é apolítico. Eu sou sócio, mas não tenho direito a voto. A iniciativa é totalmente independente – completa Diogo.

Blog com Globo Esporte

Pesquisa: 86% dos brasileiros são contra jogos com torcida
   25 de julho de 2020   │     22:30  │  0

Maracanã — Foto: DivulgaçãoMaracanã vazio — Foto: Divulgação

 

Com o retorno dos campeonatos estaduais e regionais, entre eles o Baianão e a Copa do Nordeste, o futebol brasileiro volta a se movimentar após três meses paralisado. Entretanto, uma pesquisa aponta que a maioria dos torcedores é contra o retorno de jogos nos estádios.

O levantamento, realizado pela empresa Toluna, entrevistou 634 pessoas de todas as regiões do país, entre os dias 7 e 10 de julho. Os resultados mostram que 86% dos entrevistados são contra a realização de jogos nos estádios, com a presença de público. Entre os torcedores que têm o hábito de frequentar estádios, 58% responderam que não irão ao campo este ano; já 18% desse universo afirma que voltará a comprar seu ingresso assim que a medida for autorizada.

Outra preocupação é o calendário de jogos, já que alguns estaduais ainda estarão ocorrendo quando o Brasileirão e a Copa do Brasil voltarem. Na opinião de 51% dos entrevistados, os torneios estaduais deveriam ser cancelados para priorizar competições nacionais.

Entre as medidas de prevenção contra a transmissão do novo coronavírus, o maior apoio vai para jogos sem torcidas nos estádios (79%). Na sequência, aparecem os testes e isolamento de atletas (52%); testes em todos os profissionais envolvidos nos eventos (46%); e proibição de contato físico na comemoração dos gols (44%).

O estudo foi feito com pessoas acima de 18 anos, de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de margem de confiança.

Blog e A TARDE