Category Archives: Série C

CSE x Santa Cruz: confira as escalações, os desfalques e a arbitragem
   11 de junho de 2022   │     11:12  │  0

 CSE e Santa se reencontram na Série D — Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

CSE e Santa se reencontram na Série D — (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Equipes se enfrentam neste sábado, pela 9ª rodada da Série D, em Palmeira dos Índios.

CSE e Santa Cruz fazem um confronto direto por uma vaga no G-4 da Série D neste sábado. A partir das 19h, a bola rola no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios.
+ Veja a tabela e a classificação da Série D

O jogo é válido pela nona rodada do Grupo 4 da competição nacional e coloca frente a frente o terceiro (Santa Cruz) e o quinto (CSE) colocados na classificação. A diferença entre os dois é de apenas um ponto. Entre eles, na quarta colocação, aparece o Jacuipense.
No primeiro encontro entre as duas equipes, pela sexta rodada, a partida ficou marcada pelo apagão repentino nos refletores do Estádio do Arruda durante um contra-ataque promissor do CSE que estva vencendo por 1 x 0, na parte final do jogo. O time alagoano chegou a solicitar uma apuração sobre o incidente nunca visto no Brasil. Uma vídeo cassetada que vale ouro. Precisa ser enviada para o Faustão!

O CSE vem de derrota para o Atlético-BA, fora de casa, e tenta a reabilitação diante do seu torcedor. Vencer um concorrente direto, além de garantir o retorno ao G-4, dá mais confiança para a sequência do Brasileiro.

Santa Cruz vai em busca da liderança do seu grupo diante do CSE. Isso porque, em caso de novo triunfo, o segundo consecutivo – e até então inédito – nesta Série D, o time, hoje na terceira posição com 11 pontos, vai a 14 e depende de tropeços dos rivais ASA e Lagarto, ambos com os mesmos 14 pontos, para figurar no topo da chave.

CSE- Técnico: Betinho

O técnico Betinho deve manter a base que entrou em campo no último jogo, contra o Atlético-BA. A única baixa para a partida diante do Santa Cruz é o lateral Lima, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Na comissão técnica, o desfalque será do preparador físico Victor Albuquerque, expulso em Alagoinhas.

Provável escalação: Jerfersson; Renato, Hugo, Salazar e Jeanderson; Amaral, Vargas, Luizinho e Júnior Timbó; Matheus Régis e Rômulo.

Pendurados: Erivelton, Tiago Souza, Hugo Teixeira, Wanderson, Jerfersson, Jeanderson e Marcos Antônio
Quem está fora: Lima (suspenso) e Victor Albuquerque (preparador físico, suspenso).

Santa Cruz – Técnico: Marcelo Martelotte

Em relação ao time titular, Martelotte deve manter a base da equipe que venceu o Sergipe por 1 a 0 na última rodada. Com Wescley suspenso por terceiro cartão amarelo, o técnico tricolor, nas atividades da semana em preparação para o duelo, acionou Elyeser para compor a trinca do meio de campo ao lado de Gilberto e Daniel Pereira. Esta deve ser a única mudança na formação.

Provável escalação: Jefferson, Edson Ratinho, Luan Bueno, Alemão e Dudu Mandai; Gilberto, Daniel Pereira e Elyser; Matheuzinho, Hugo Cabral e Rafael Furtado.

Pendurados: Matheuzinho, Rafael Alemão, Rafael Furtado e Rodrigo Yuri
Quem está fora: Wescley (suspenso)

Arivaldo Maia e Redação do ge – Alagoas

 

Situação inesperada: Vitória empata sem gols com a Aparecidense-GO e segue na zona de rebaixamento da Série C
   11 de maio de 2022   │     23:00  │  0

O Vitória segue com dificuldades na Série C do Campeonato Brasileiro. Na última segunda-feira, o time enfrentou a Aparecidense-GO fora de casa, pela quinta rodada da competição e não saiu do 0 a 0, em um jogo de poucas oportunidades de gols.

Com o resultado, o Leão fica na 17ª posição, com apenas quatro pontos somados. O time tem uma vitória, um empate e três derrotas neste início de competição. Do outro lado, a Aparecidense ocupa a 15ª colocação, com cinco pontos conquistados.

Nesta quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), o Vitória recebe o Fortaleza pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O time baiano, por sua vez, volta a campo apenas no domingo, às 11 horas, contra o Figueirense, em duelo válido pela terceira divisão.

Arivaldo Maia com Terra Esportes

Torcedores do Paysandu invadem gramado durante partida contra o Ituano
   24 de outubro de 2021   │     21:00  │  0

Torcedores de uma organizada do Paysandu invadiram o gramado da Curuzu, em Belém, paralisando a partida contra o Ituano, ontem, pelo quadrangular da Série C do Brasileiro. O time paulista vencia por 3 a 0. Após um período de interrupção, o jogo foi reiniciado e terminou 4 a 1.

A confusão aconteceu aos 13 minutos do segundo tempo. As pessoas não chegaram a entrar em confronto com os jogadores, sendo contidas imediatamente pelo policiamento presente no estádio. Os atletas dos dois times correram para os vestiários.

Nas arquibancadas, ainda foi possível ver um princípio de incêndio no papel picado espalhado pela torcida. Bombeiros usaram extintores para apagar o fogo. Ainda foi possível observar objetos sendo jogadores no vidro, uma tentativa de quebrar a proteção. Confrontos aconteceram fora do estádio.

O Paysandu precisava da vitória para continuar com chances de acesso à Série B. O Ituano lidera o Grupo C e está muito próximo de garantir uma vaga na Segunda Divisão em 2022.

Blog com Redação do GE – Belém do Pará

Série C tem técnico mais longevo do Brasil, “intrusos” no Grupo A e clubes tradicionais
   30 de maio de 2021   │     10:00  │  1

 

Mirassol, campeão da Série D do Campeonato Brasileiro — Foto: Célio Messias/CBF

Mirassol, campeão da Série D do Campeonato Brasileiro –  (Foto: Célio Messias/CBF)

A bola já rola para a 32ª edição da Série C do Campeonato Brasileiro. A competição conta com 20 times – divididos em grupos regionalizados – e garante quatro vagas na Série B, além de rebaixar outras quatro equipes. Na disputa, estão clubes tradicionais como Santa Cruz, Figueirense e Paraná.

Em 2019, o Nordeste chegou a ter dez representantes na competição. Só que os acessos de Náutico, Sampaio Corrêa e Confiança reduziram a presença da região. No ano passado, Remo, Paysandu, Manaus e Vila Nova proporcionaram as participações do Norte e do Centro-Oeste, mas Remo e Vila Nova conseguiram o retorno à Série B.

Recordistas

Novidade no Grupo A, o Tombense vai para a sétima edição seguida de Série C. Porém, a maior sequência em vigência é a do Botafogo-PB, que disputa a competição desde 2014. O Belo também é o segundo clube com mais participações na Terceirona (18), só atrás do Confiança (20).

CAMPEÕES

Quatro participantes da atual edição já venceram a Série C: Criciúma (2006), Ituano (2003), Oeste (2012) e Santa Cruz (2013). Atual campeão, o Vila Nova é o clube com mais troféus da divisão (também ganhou em 1996 e 2015).

Desde 2009, com a criação da Série D, quatro equipes sobem para a Série B e outras quatro descem para a Série D. Durante este período, três edições não tiveram clubes que subiram após caírem da Segundona: 2009, 2013 e 2018.

LONGEVIDADE

 

Vinicius Bergantin, técnico do Ituano — Foto: Miguel Schincariol/Ituano FC

Vinicius Bergantin, técnico do Ituano – (Foto: Miguel Schincariol/Ituano FC)

Após o desligamento de Renato Gaúcho no Grêmio, o técnico com trabalho mais longevo no futebol brasileiro (dentre os que ocupam as divisões nacionais) é Vinícius Bergantin, que assumiu o Ituano em junho de 2017. Ex-zagueiro, ele atuou durante oito anos no Hannover, da Alemanha, e começou a carreira como técnico na base do time paulista. Na Série C do ano passado, o Ituano ficou a uma vitória do acesso.

TRADIÇÃO EM JOGO

A Série C de 2021 conta com vários clubes que tiveram passagem recentes na elite do futebol brasileiro. Além de Santa Cruz (2016) e Criciúma (2014), que voltam a disputar a Terceirona, o Figueirense foi rebaixado e joga a divisão depois de 21 anos. Já o Paraná foi rebaixado pela primeira vez na história. Fundado em 1989, o Tricolor da Vila havia disputado a Série C em 1990, na estreia do clube em competições nacionais.

Regulamento da Série C

  • Primeira fase: dois grupos de 10 clubes cada. Após 18 rodadas, com os times se enfrentando em ida e volta, os quatro melhores de cada chave avançam para a próxima fase, enquanto os dois piores são rebaixados para a Série D.
  • Quadrangulares do acesso: os oito clubes classificados são separados em dois quadrangulares. As equipes se enfrentam em seis rodadas, também em ida e volta. Os dois melhores de cada quadrangular sobem para a Série B. Os líderes de cada grupo fazem a decisão em 180 minutos
  • Blog com ge.globo – Recife

 

Série C do Brasileirão de 2021 também terá limite para troca de técnicos
   27 de março de 2021   │     15:20  │  0

Mudança no formato de disputa da Série C

Na noite de ontem a Confederação Brasileira de Futebol divulgou a tabela da Série C do Campeonato Brasileiro de 2021. Horas antes, representantes dos 20 clubes participantes participaram do conselho técnico da competição, onde foram debatidas normas para a disputa da terceira divisão nacional. Na reunião, foi aprovada a limitação de troca de técnicos.

A regra vem sendo proposta pela CBF há três anos, mas apenas agora foi adotada. Nesta semana, as Séries A e B também optaram pela medida pela primeira vez.

Assim como nas duas primeiras divisões do futebol brasileiro, cada equipe da Série C só poderá ter dois treinadores durante a competição. Os clubes vão começar o torneio com um técnico inscrito e, caso este seja demitido, poderá inscrever apenas mais um. Em caso de uma segunda demissão, o substituto tem que estar trabalhando no clube há pelo menos seis meses.

Se o treinador pedir demissão, no entanto, o time não sofrerá limitação para inscrever um novo. O comandante que pedir demissão, por sua vez, só poderá ser inscrito por mais uma equipe na competição.

Com exceção da nova regra, o regulamento da Série C permanece o mesmo. Na primeira fase, os clubes serão divididos em dois grupos com dez cada, onde se enfrentarão dentro do próprio grupo em turno e returno. Depois, os quatro melhores classificados de cada se classificam para dois quadrangulares, onde se enfrentam novamente em ida e volta. Por fim, os dois primeiros colocados de cada chave garantem o acesso para a Série B, e os líderes disputam a final, também em ida e volta.

A Série C do Campeonato Brasileiro tem início previsto para o dia 29 de maio. A primeira fase será realizada até o dia 26 de setembro, enquanto quadrangular  será disputado entre 2 de outubro e 7 de novembro. Já as finais vão acontecer em 14 e 21 de novembro.

Blo e Terra Esportes