Category Archives: Série A

Luan treina mas não é liberado para enfrentar o Vasco
   11 de novembro de 2018   │     0:04  │  0

Resultado de imagem para Grêmio x Vasco

 

A novidade do Grêmio no treino da última sexta-feira, no CT Luiz Carvalho, foi a presença do meia Luan que trabalhou com bola. Durante a atividade em campo reduzido o atleta mostrou estar recuperado da lesão muscular. Mas, ainda não será desta vez que o torcedor gremista reencontrará Luan em campo. Fora do rachão da manhã de ontem, no CT Luiz Carvalho, o meia-atacante não foi relacionado para a partida contra o Vasco, hoje, pela 33ª rodada do Brasileirão. Assim, junta-se a Marcelo Grohe, Kannemann, Leonardo e Ramiro como desfalques para o técnico Renato Gaúcho.

Por conta de problemas musculares, Kannemann e Ramiro não treinaram com os demais jogadores. Eles são dúvidas para o confronto deste domingo. O lateral-direito Leonardo Gomes deixou mais cedo o exercício e pode não atuar diante dos cariocas.

Dessa forma, o Grêmio deve atuar com a seguinte formação: Paulo Victor; Leonardo Gomes (Leo Moura); Geromel, Paulo Miranda e Cortez; Maicon, Michel, Alisson (Ramiro), Cícero (Jean Pyerre) e Everton; Jael.

O Vasco deverá entrar em campo com: Martín Silva; Luiz Gustavo, Werley, Henríquez e Ramon; Willian Maranhão, Andrey, Yago Pikachu, Marrony, Thiago Galhardo; Maxi López.

Como chegam
– Será o primeiro jogo após a oficialização da Conmebol sobre o caso Gallardo. Portanto, sem mais esperanças de disputar a final da Libertadores, o Grêmio foca apenas em alcançar o G-4 do Brasileirão (hoje, o Tricolor é 5º, com 55 pontos). Para esta partida, o técnico Renato Portaluppi ganha o retorno do capitão Maicon.

– A luta do Vasco é se distanciar do Z-4. O técnico Alberto Valentim não poderá contar com o experiente zagueiro Leandro Castan, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Neste ano, a equipe venceu apenas um jogo fora do Rio de Janeiro no Campeonato Brasileiro.

Blog e Gazeta Esportiva

Com quatro remanescentes, Flamengo tenta evitar novo fim de linha contra o Botafogo em 2018
   9 de novembro de 2018   │     0:04  │  0

Imagem relacionada

 

Apenas Pará, Réver, Arão e Paquetá foram titulares na eliminação do Carioca no duelo contra o Botafogo, que resultou em demissões. Amanhã, no Engenhão, o Flamengo vai tentar vencer para evitar novos problemas em fim de temporada.

Um Flamengo remodelado dos pés a cabeça para evitar um filme repetido contra um rival que já causou danos em 2018.

A seis pontos do Palmeiras, o time de Dorival Júnior praticamente não tem mais direito ao erro para seguir sonhando com o título do Brasileirão: sábado, às 19h (de Brasília), no Nilton Santos, o adversário será o Botafogo, algoz rubro-negro no Campeonato Carioca.

Para que o responsável pela primeira frustração no ano não seja também o da última, um Flamengo bem diferente entrará em campo pela 33ª rodada. Se o revés por 1 a 0 com gol de Luiz Fernando foi determinante para trocas no comando, com as demissões de Paulo César Carpegiani e Rodrigo Caetano, a equipe se reinventou com o tempo.

Tropeços do Fla em momentos decisivos na temporada:

0 x 1 Botafogo – Maracanã – Carioca
0 x 1 Cruzeiro – Maracanã – Libertadores
0 x 0 Corinthians – Maracanã – Copa do Brasil
1 x 2 Corinthians – Arena – Copa do Brasil
0 x 1 São Paulo – Maracanã – Brasileirão
1 x 1 Palmeiras – Maracanã – Brasileirão
2 x 2 São Paulo – Morumbi – Brasileirão

Primeiro, vale lembrar que o treinador nem é mais o que substituiu o Carpegiani na ocasião: Dorival Junior herdou a vaga de Maurício Barbieri há seis partidas e ainda não perdeu. Invencibilidade com uma escalação que será repetida pela sexta vez e tem apenas quatro remanescentes da derrota de 28 de março.

À risca, somente Réver e Lucas Paquetá seguiram intocáveis neste período. Titulares no clássico de sábado, Pará e Willian Arão recuperaram a posição após longas passagens pelo banco de reservas para Rodinei e Diego.

A tendência é que o Flamengo entre em campo no Nilton Santos com César, Pará, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuellar e Willian Arão; Everton Ribeiro, Lucas Paquetá e Vitinho; Uribe.

Há pouco mais de sete meses, a escalação tinha Diego Alves, Pará, Rhodolfo, Réver e Everton; Jonas, Willian Arão, Diego e Lucas Paquetá; Vinícius Júnior e Henrique Dourado.

Sábado, às 19h (de Brasília), no Nilton Santos, o reencontro mais uma vez tem contornos de decisão. Será o quinto encontro entre os clubes na temporada: o Rubro-Negro venceu outros dois no Carioca e no primeiro turno, enquanto o Glorioso levou a melhor no mais importante.

O Flamengo, terceiro colocado, com 60 pontos, não tem outra alternativa que não a vitória para seguir no rastro de Inter (61) e Palmeiras (66). O Botafogo joga por um alívio na luta contra o rebaixamento. Quem vai refugar desta vez? Se o torcedor considerar o investimento, longe, bem longe, o Flamengo é favorito. Mas, por tradição nem sempre é assim. restas esperar.

Blog e Globoiesporte

 

Tudo favorece o Palmeiras e chance de título no Brasileiro é de 88%
   6 de novembro de 2018   │     0:04  │  0

Palmeiras soma 17 partidas sem perder no Campeonato Brasileiro
Palmeiras soma 17 partidas sem perder no Campeonato Brasileiro (Foto: PAULO WHITAKER / REUTERS)

 

Há um cheirinho de porco no ar. Com os resultados desta 32ª rodada, o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari reabriu uma clareira de cinco pontos sobre o segundo lugar, o Internacional, e seis sobre o Flamengo. Essa vantagem compensa, de certa forma, a eliminação alviverde para o Boca Juniors na Libertadores da América e praticamente dá o Campeonato Brasileiro por encaminhado, se não encerrado. De acordo com o matemático Tristão Garcia, as chances do Alviverde batem os 88%. Os gaúchos somam 6% e os cariocas, 5%.

De posse da matemática mais básica, aquela que não vê as curvas de aproveitamento de pontos, o otimista poderá dizer que absolutamente tudo é possível: oras, se o Palmeiras perder todas as seis rodadas que lhe restam, até o Grêmio, quinto colocado com 11 pontos atrás, pode ser campeão.

Mas não é assim. O Palmeiras não perde pelo Brasileiro desde a 15ª rodada, em um longínquo 27 de julho no qual o Fluminense o derrotou por 1 a 0, gol de Gilberto. Naquela madrugada, o técnico Roger Machado foi demitido, abrindo caminho para Scolari, que deixara o Guangzhou Evergrande, da China. Desde então, são escandalosas 17 rodadas sem perder no torneio nacional.

Para dizer com firmeza a colorados e rubro-negros que seus clubes ainda têm chances de título, é preciso desconhecer a tabela palmeirense. Daqui até o fim, os líderes enfrentarão clubes que não passam qualquer segurança a respeito de resultados positivos.

Blog com EXTRA

Com pênalti inexistente, Inter arranca virada contra o Furacão e assume vice-liderança
     │     0:02  │  0

O Colorado gaúcho conseguiu a tão desejada vitória com um pênalti que realmente não existiu (Foto: Reprodução/Twitter oficial/SCI)

A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro esteve perto de ser perfeita para o Palmeiras. Mas escapou. Ao encerramento das ações do último domingo pela competição nacional, o Internacional, rival direto do Verdão na briga pelo título, contou com um pênalti marcado equivocadamente nos minutos finais para vencer o Atlético-PR em pleno Beira-Rio, pelo placar de 2 a 1, ficando cinco pontos atrás dos comandados de Felipão ao final da rodada.

Os gols do jogo foram marcados por Camacho, ex-Corinthians, para os visitantes, além de Rodrigo Moledo e D’Alessandro (pênalti), em favor dos donos da casa.

Com o resultado, o Colorado alcançou a segunda colocação na tabela de classificação da Série A, ficando com 61 pontos e encerrando a rodada à frente do Flamengo, que tem 60. O time paranaense, por outro lado, estacionou nos 43 pontos na disputa.

O técnico Tiago Nunes, do Furacão, que foi expulso na reta final do jogo, escalou somente reservas para o confronto no Beira-Rio, devido às semifinais da Copa Sul-Americana. O Furacão quase conseguiu segurar o empate fora de casa, perdendo, também, a oportunidade de adentrar o G6 da tabela.

Agora, pela 33ª rodada do Brasileirão, o Internacional vai até a Arena Castelão para encarar o difícil Ceará, às 17h00 (horário de Brasília) do próximo domingo. Por outro lado, o Atlético-PR, que joga contra o Fluminense no meio de semana pela Sul-Americana, receberá o Cruzeiro em seus domínios, às 19h00 do sábado.

Blog e Gazeta Esportiva

Sport vence o Ceará e rebaixa o Paraná
   5 de novembro de 2018   │     22:49  │  0

A vitória de 1 a 0 do Sport sobre o Ceará definiu o primeiro rebaixado da Série A do Brasileiro. Com os pontos conquistados na noite desta segunda, o Paraná Clube fica distante 18 pontos do Rubro-Negro pernambucano, primeiro time logo acima do Z-4, com 36 pontos, e não tem mais chances de alcançar.

O Brasileirão tem ainda seis rodadas para o fim, e o Tricolor pode chegar a 18 pontos. Mas, mesmo que vença todas as partidas daqui em diante, não alcança o Sport no número de vitórias. O Tricolor tem apenas três, podendo chegar a nove, enquanto o Sport acumula 10.

Blog com Globoesporte