Category Archives: Seleções

Brasil x Alemanha: Müller, Özil e Can estão fora de amistoso
   27 de março de 2018   │     0:04  │  0

Mesut Ozil, da Alemanha, durante amistoso contra a Espanha, realizado em Duesseldorf - 23/03/2018

Özil foi dispensado de jogo de hoje com o Brasil (Patrik Stollarz/AFP)

O atacante alemão Thomas Müller. os meias Mesut Özil e Emre Can não disputarão o amistoso de hoje o Brasil em Berlim, logo mais às 15h45 (de Brasília), em Berlim, segundo informou a Associação Alemã de Futebol (DfB). Müller e Özil estiveram no empate de 1 a 1 em amistoso com a Espanha na última sexta-feira. O volante o volante Sami Khedira sentiu dores durante o amistoso e também pode ficar fora da partida com o Brasil.

Can, de 24 anos, foi cortado da partida contra a Espanha com uma lesão nas costas e retornou a Liverpool, depois da constatação de que não se recuperaria a tempo para jogar contra o Brasil.

Khedira, capitão da partida, deixou o gramado aos 8 minutos do segundo tempo, com problemas musculares. A federação alemã também confirmou a ausência de Müller, autor do gol de empate, sem divulgar os motivos da dispensa.

O meia Sebastian Rudy, liberado do amistoso com a Espanha para acompanhar o nascimento do filho, já se apresentou ao técnico Joachim Löw.

BRASIL

Confira a provável escalação do Brasil: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Fernandinho, Paulinho, Willian e Coutinho; Gabriel Jesus

Desfalques: Neymar (fratura no quinto metatarso do pé direito), Filipe Luís (fratura na fíbula da perna esquerda) e Alex Sandro (lesão muscular na coxa direita)

Arbitragem: Jonas Eriksson (SUE), auxiliado por Mathias Klasenius e Daniel Wärnmark (ambos da Suécia)

Blog com VEJA e Globoesporte

Rússia é convocada para amistoso contra a seleção sem brasileiros
   13 de março de 2018   │     0:03  │  0

Kokorin foi um dos convocados para encarar seleção brasileira
Kokorin foi um dos convocados para encarar seleção brasileira, antes da Copa do Mundo (Foto: Reuters/Maxim Shemetov)

 

A Rússia não terá nenhum atleta brasileiro naturalizado em seu elenco para o amistoso do dia 23 de março contra a seleção no estádio Lujniki, em Moscou.

A ausência do lateral Mário Fernandes já era sabida, uma vez que está com uma lesão muscular e ficará mais cinco semanas afastado dos gramados. Ele, entretanto, parece ser nome certo da Copa.

A expectativa era pela presença do goleiro Guilherme Marinato, que esteve presente na Copa das Confederações. O jogador do Lokomotiv Moscou, líder do Campeonato Russo, foi deixado fora de uma relação que conta com quatro goleiros.
Desde o torneio do ano passado, o brasileiro não foi mais convocado. O técnico Stanislav Cherchesov chamou 28 atletas. Depois do duelo com o Brasil, a Rússia vai enfrentar a França, no dia 27 em São Petersburgo.

Os nomes mais destacados da lista são o goleiro Igor Akinfeev e os atacantes Smolov e Kokorin.Os dois disputam a artilharia do Campeonato Russo. Smolov aparece na ponta da tabela, com 12 gols. Kokorin é o terceiro com 10.

O técnico Tite também já fez sua convocaçã, com Willian José ganhando uma chance no lugar do lesionado Neymar.

Confira a lista dos convocados pela Rússia:

Goleiros: Igor Akinfeev, Vladimir Gabulov, Andrei Lunev e Alexander Selikhov.

Defensores: Vladimir Granat, Fedor Kudriashov, Iuri Zhirkov, Igor Smolnikov, Vladislav Ignatiev, Dmitri Kombarov, Ilia Kutepov, Roman Neustetter, Konstantin Raush e Andrei Semenov.

Meias: Denis Glushakov, Roman Zobnin, Alexander Samedov, Alexander Golovin, Alan Dzagoev, Alexander Erokhin, Daler Kuzyaev, Anton Miranchuk, Denis Cheryshev e Anton Shvet.

Atacantes: Anton Zabolotni, Alexander Kokorin, Alexei Miranchuk e Fedor Smolov.

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO

Itália não vai participar da Copa da Rússia
   13 de novembro de 2017   │     22:20  │  0

Desde 1958, a seleção da Itália não ficava de fora da disputa de uma Copa do Mundo. Nesta segunda-feira, a Azzurra só empatou com a Suécia pelo placar de 0 a 0 e, por ter perdido pelo marcador mínimo na partida de ida das repescagens europeias para o Mundial da Rússia, se viu sem vaga para o principal torneio de futebol do mundo depois de 60 anos.

Graças ao placar do primeiro confronto, os comandados de Giampiero Ventura precisavam devolver o placar para levar a repescagem à prorrogação e, caso vencessem por dois ou mais gols de diferença, garantiriam vaga direta para a Copa.

Essa é apenas a terceira vez que os italianos ficam de fora do torneio. Com o brasileiro Jorginho em campo, o resultado adverso da Itália fez com que o goleiro ídolo da seleção, Gianluigi Buffon, não chegasse ao seu sexto Mundial.

Pelo lado da Suécia, a equipe nórdica, que não chegava à disputa de um Mundial desde 2006, carimbou seu passaporte para a Rússia sem seu principal jogador: Zlatan Ibrahimovic, com uma lesão no joelho e aposentado da seleção desde a Eurocopa de 2016, não esteve em campo.

Blog com Globoesporte

Brasil mantém liderança em ranking da Fifa; Itália é 10ª
   6 de maio de 2017   │     0:02  │  0

Depois de assumir a liderança do ranking da Fifa no mês passado após sete anos, a seleção brasileira manteve a primeira colocação na lista da entidade divulgada na última quinta-feira (4).

O time comandado por Tite alcançou 1672,69 pontos e aumentou a distância entre a segunda colocada Argentina, que continua com 1603. Na terceira posição aparece a Alemanha, seguida por Chile e Colômbia – reforçando a força sul-americana na classificação.

Entre as seleções europeias presentes no top 10 estão França, Bélgica, Portugal, Suíça e Espanha. A seleção italiana também se manteve na mesma colocação do mês anterior, ocupando a 12ª posição.

Com apenas sete jogos disputados em abril, a primeira mudança no ranking aconteceu com a subida de uma posição da Bolívia para o 73º lugar. A próxima classificação será publicada em junho.

Confira as 10 melhores seleções de acordo com a Fifa:

1. Brasil

2. Argentina

3. Alemanha

4. Chile

5. Colômbia

6. França

7. Bélgica

8. Portugal

9. Suíça

10. Espanha

Blog com Agência ANSA

Sem pestanejar, técnico da Alemanha reconhece: “O 7 a 1 foi definitivamente superado”
   14 de novembro de 2016   │     13:22  │  0

Joachim Löw coletiva Alemanha na Itália (Foto: Stefano Rellandini / Reuters)Joachim Löw está com a Alemanha na Itália para amistoso nesta terça-feira (Foto: Stefano Rellandini / Reuters)

A seleção campeã do mundo está na Itália para uma turnê de seis dias de jogos e compromissos oficiais, que incluiu uma partida das eliminatórias para a Copa de 2018 contra a seleção de São Marino (terminada em goleada por 8 a 0), um encontro com o Papa em Roma e o amistoso contra a Itália.

Apesar da agenda lotada de compromissos, o treinador Joachim Löw não perdeu nem um minuto da vitória do Brasil por 3 a 0 sobre a Argentina no Mineirão. Dois anos e meio depois do 7 a 1 naquele mesmo estádio, o treinador alemão analisa o atual momento da seleção de Tite.

– Creio que o Brasil está numa fase de profunda renovação. Vi o jogo contra a Argentina e posso dizer que o Brasil me impressionou. Me impressionou muito pela maneira como entrou em campo contra uma seleção com o talento da Argentina. Vejo que o time do Brasil também integrou novos jovens que estão crescendo e, pelo que eu tenho acompanhado do Brasil, eu posso dizer que o 7 a 1 foi definitivamente superado – disse Low, em respsota à reportagem do GloboEsporte.com em Milão.

Blog com GloboEsporte.com