Category Archives: Seleções

Interino confirma ausência de Messi na seleção argentina para encarar o Brasil
   29 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Messi na última copa

A Argentina não vai contar com Lionel Messi, (foto acima/Veja), para encarar o Brasil no amistoso que acontecerá no dia 16 de outubro, na cidade de Jeddah, na Arábia Saudita. O técnico-interino da equipe, Lionel Scaloni, confirmou que não vai chamar o astro do Barcelona para a partida.

“Ele não virá”, declarou Scaloni à Fox Sports da Argentina. “Falei com ele e seguimos pensando o mesmo: que o melhor agora é que não venha, que não esteja com a gente”, completou, confirmando que o craque também não estará disponível para encarar o Iraque, dia 11 de outubro, em Riad.

A última vez que Messi atuou pela seleção argentina foi ainda na Copa do Mundo, na eliminação diante da França, nas oitavas de final. De lá para cá, ele também não foi chamado para os amistosos contra Guatemala e Colômbia, neste mês, nos Estados Unidos.

Messi se mostrou bastante decepcionado com mais um fracasso da seleção argentina. Enquanto ele não retorna, Scaloni explicou que a meta da comissão técnica será dar mais experiência a jovens atletas, que ganharam espaço neste início de novo ciclo, visando a Copa de 2022, no Catar.

“Agora, estamos em uma etapa diferente, e estes garotos que estão aqui precisam seguir jogando, vestindo a camisa da seleção, para ver o que conseguem demonstrar”, considerou.

Scaloni também indicou que Messi voltará à seleção quando um novo técnico efetivo for contratado. “Depois, quando vier o treinador que tem que vir, ele decidirá se estes garotos que estão jogadando agora têm capacidade de seguir vestindo a camisa da Argentina ou se chamará jogadores que tanto nos deram”, projetou.

Blog com Jornal do Brasil

Alemanha renova parceria com Adidas e manda recado à Uefa para receber Euro-2024
   14 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para símbolo da seleção alemã

 

A Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão) anunciou a renovação de contrato com a Adidas até 2026. O acordo foi sacramentado no dia seguinte em que a seleção de futebol do país venceu o Peru por 2 a 1, de virada, em amistoso disputado em Dresden.

“Estamos muito felizes em podermos continuar com essa longa e boa parceria com a Adidas. A extensão antecipada do contrato é um voto de confiança com a seleção alemã”, afirmou o presidente da DFB, Reinhard Grindel.
O mandatário aproveitou ainda para reforçar o interesse do país em receber a Eurocopa de 2024. “Além disso, essa renovação de contrato é uma mensagem importante para a Uefa, que nós estamos bem economicamente a longo prazo e na expectativa de receber a Eurocopa de 2024.”

A parceria entre a Alemanha e a Adidas existe há mais de 60 anos. O contrato anterior terminaria em 2022. O novo acordo, no entanto, é uma forma de a entidade alemã demonstrar força política após os problemas enfrentados recentemente. A seleção alemã decepcionou na Copa do Mundo da Rússia, e foi eliminada na primeira fase. Na sequência, Mesut Özil se aposentou da seleção e acusou a DFB de racismo.

A Alemanha apresentou formalmente em abril a candidatura para receber a Eurocopa de 2024. O país concorre com a Turquia. O anfitrião será anunciado no dia 27 pelo comitê executivo da Uefa.

Ao lado da Adidas, a seleção alemã masculina se tornou tetracampeã do mundo, e conquistou três Eurocopas. A equipe feminina foi duas vezes campeã do mundo e ainda levantou oito taças do Campeonato Europeu.

Blog com Terra Esportes

Jogadores da Dinamarca recusam convocação e federação chama até atletas do futsal
   5 de setembro de 2018   │     0:02  │  0

Uma crise sem precedentes entre a Associação Dinamarquesa de Futebol (DBU) e os jogadores do país resultou em uma convocação inusitada da seleção nacional na manhã de ontem. Diante da recusa dos principais nomes do país em defender a equipe, a entidade divulgou a lista de 24 chamados com atletas de ligas inferiores e até alguns do futsal.

O entrevero começou no último dia 31 de julho. Dias após a campanha que terminou nas oitavas de final da Copa do Mundo, chegou ao fim o acordo coletivo dos atletas com a DBU que prevê, entre outros fatores, o pagamento dos direitos de imagem aos jogadores. Desde então, as duas partes falharam nas tentativas de firmar um novo contrato, o que resultou no boicote dos principais nomes do país.

O problema é que hoje a Dinamarca tem amistoso diante da Eslováquia, em Trnava. E, mais do que isso, estreia na nova Liga das Nações da Uefa contra País de Gales no domingo, em Arhus. Para evitar punições da entidade, que poderiam ir de multas à exclusão do torneio, a seleção realizou uma convocação emergencial, com nomes totalmente desconhecidos do torcedor.

A lista foi mantida em sigilo até o embarque para a Eslováquia, mas, chegando ao país, a DBU divulgou os nomes dos atletas. Como já vinha sendo especulado pela imprensa local, até nomes do futsal foram chamados, como o goleiro Christoffer Haagh, Christian Bommelund Christensen, Kevin Jorgensen e Louis Veis, todos do Jaegersborg Boldklub, time local da modalidade.

Nem mesmo o técnico Age Hareide estará no banco. A DBU explicou que liberou o treinador do compromisso por não querer lhe impor uma seleção que não seria escolhida por ele. Seu auxiliar, o ex-atacante Jon Dahl Tomasson, também foi liberado. O ex-jogador da seleção John Jensen assumiu interinamente.

“É crucial para o futuro do futebol dinamarquês que possamos juntar equipes para as próximas duas partidas da seleção, por isso, estamos satisfeitos por estes 24 jogadores terem aceitado defender a Dinamarca, evitando a possibilidade de milhões em multas e longas suspensões do futebol internacional. Isso teria gerado imensas consequências para o futebol na Dinamarca”, explicou o diretor da DBU Kim Hallberg.

Entre os desfalques dinamarqueses para os próximos compromissos, estão nomes de destaque como o goleiro Kasper Schmeichel, o zagueiro Kjaer e o meia Eriksen. Ao invés deles, vestirão a camisa da seleção atletas da terceira divisão, de ligas amadoras e até do futsal nacional.

Blog com Jornal do Brasil/Estadão Conteúdo

Brasil x Alemanha: Müller, Özil e Can estão fora de amistoso
   27 de março de 2018   │     0:04  │  0

Mesut Ozil, da Alemanha, durante amistoso contra a Espanha, realizado em Duesseldorf - 23/03/2018

Özil foi dispensado de jogo de hoje com o Brasil (Patrik Stollarz/AFP)

O atacante alemão Thomas Müller. os meias Mesut Özil e Emre Can não disputarão o amistoso de hoje o Brasil em Berlim, logo mais às 15h45 (de Brasília), em Berlim, segundo informou a Associação Alemã de Futebol (DfB). Müller e Özil estiveram no empate de 1 a 1 em amistoso com a Espanha na última sexta-feira. O volante o volante Sami Khedira sentiu dores durante o amistoso e também pode ficar fora da partida com o Brasil.

Can, de 24 anos, foi cortado da partida contra a Espanha com uma lesão nas costas e retornou a Liverpool, depois da constatação de que não se recuperaria a tempo para jogar contra o Brasil.

Khedira, capitão da partida, deixou o gramado aos 8 minutos do segundo tempo, com problemas musculares. A federação alemã também confirmou a ausência de Müller, autor do gol de empate, sem divulgar os motivos da dispensa.

O meia Sebastian Rudy, liberado do amistoso com a Espanha para acompanhar o nascimento do filho, já se apresentou ao técnico Joachim Löw.

BRASIL

Confira a provável escalação do Brasil: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Fernandinho, Paulinho, Willian e Coutinho; Gabriel Jesus

Desfalques: Neymar (fratura no quinto metatarso do pé direito), Filipe Luís (fratura na fíbula da perna esquerda) e Alex Sandro (lesão muscular na coxa direita)

Arbitragem: Jonas Eriksson (SUE), auxiliado por Mathias Klasenius e Daniel Wärnmark (ambos da Suécia)

Blog com VEJA e Globoesporte

Rússia é convocada para amistoso contra a seleção sem brasileiros
   13 de março de 2018   │     0:03  │  0

Kokorin foi um dos convocados para encarar seleção brasileira
Kokorin foi um dos convocados para encarar seleção brasileira, antes da Copa do Mundo (Foto: Reuters/Maxim Shemetov)

 

A Rússia não terá nenhum atleta brasileiro naturalizado em seu elenco para o amistoso do dia 23 de março contra a seleção no estádio Lujniki, em Moscou.

A ausência do lateral Mário Fernandes já era sabida, uma vez que está com uma lesão muscular e ficará mais cinco semanas afastado dos gramados. Ele, entretanto, parece ser nome certo da Copa.

A expectativa era pela presença do goleiro Guilherme Marinato, que esteve presente na Copa das Confederações. O jogador do Lokomotiv Moscou, líder do Campeonato Russo, foi deixado fora de uma relação que conta com quatro goleiros.
Desde o torneio do ano passado, o brasileiro não foi mais convocado. O técnico Stanislav Cherchesov chamou 28 atletas. Depois do duelo com o Brasil, a Rússia vai enfrentar a França, no dia 27 em São Petersburgo.

Os nomes mais destacados da lista são o goleiro Igor Akinfeev e os atacantes Smolov e Kokorin.Os dois disputam a artilharia do Campeonato Russo. Smolov aparece na ponta da tabela, com 12 gols. Kokorin é o terceiro com 10.

O técnico Tite também já fez sua convocaçã, com Willian José ganhando uma chance no lugar do lesionado Neymar.

Confira a lista dos convocados pela Rússia:

Goleiros: Igor Akinfeev, Vladimir Gabulov, Andrei Lunev e Alexander Selikhov.

Defensores: Vladimir Granat, Fedor Kudriashov, Iuri Zhirkov, Igor Smolnikov, Vladislav Ignatiev, Dmitri Kombarov, Ilia Kutepov, Roman Neustetter, Konstantin Raush e Andrei Semenov.

Meias: Denis Glushakov, Roman Zobnin, Alexander Samedov, Alexander Golovin, Alan Dzagoev, Alexander Erokhin, Daler Kuzyaev, Anton Miranchuk, Denis Cheryshev e Anton Shvet.

Atacantes: Anton Zabolotni, Alexander Kokorin, Alexei Miranchuk e Fedor Smolov.

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO