Category Archives: Seleção do Brasil

Seleção de Tite continua sem convencer
   13 de outubro de 2019   │     21:00  │  0

O jejum de vitórias da Seleção Brasileira comandada por Tite, (foto acima/Pedro Martins/MoWA Press), aumentou. Na manhã deste domingo, o Brasil empatou com a Nigéria, por 1 a 1 e agora está há quatro jogos sem vencer, desde o título da Copa América. Aribo abriu o placar, enquanto Casemiro empatou no início do segundo tempo. Após uma primeira etapa passiva e irregular, a equipe de Tite esboça melhora, mas não consegue a virada.

O Brasil começou o primeiro tempo com dificuldades. Neymar deixou o gramado sentindo dores na coxa e deu lugar a Philippe Coutinho. A Nigéria teve as melhores chances e Osimhen obrigou Ederson a fazer bonita defesa. Lenta e passiva, a Seleção tocava a bola, mas, com pouca criatividade, não assustou a equipe africana.

No segundo tempo, Tite sacou Everton, um dos melhores da primeira etapa e colocou Richarlison. A Seleção voltou mais ligada e empatou a partida logo no início, com Casemiro, que pegou o rebote da cabeçada de Marquinhos, após cobrança de escanteio. O Brasil seguiu na pressão e quase virou com Gabriel Jesus.

O Brasil encontrou o caminho da ofensividade nas bolas áreas. Casemiro acertou o travessão, de cabeça, em um lance em que o goleiro Ozoho se machucou. A Seleção seguia melhor e com mais vontade. Em boa jogada de Gabriel Jesus, Richarlison quase virou.

A Seleção aumentou o ritmo e a entrada de Richarlison melhorou a equipe. Gabriel Barbosa também recebeu oportunidade, mas não teve muitas chances. Renan Lodi foi um dos melhores no segundo tempo e Philippe Coutinho quase virou, mas a zaga tirou em cima da linha. O jejum de vitórias, agora, é de quatro jogos.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 X 1 NIGÉRIA

Estádio: Estádio Nacional de Singapura
Data/hora: 13/10/2019 – 09h (de Brasília)
Árbitro: Jansen Foo (SIN) – Nota LANCE!: 5,5 (teve pequenas falhas, mas não comprometeu)
Assistentes: Abdul Hannan (SIN) e Ong Chai Lee (SIN)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: – Ndidi (42’/2T), Thiago Silva (49’/2T)
Cartão vermelho: –

GOLS: NIG: Aribo (35’/1T), Casemiro (2’/2T)

BRASIL: Ederson; Renan Lodi, Thiago Silva, Marqiunhos e Daniel Alves; Casemiro e Arthur (Fabinho 34’/2T); Everton (Richarlison 2’/2T), Neymar (Philippe Coutinho 12’/1T), Gabriel Jesus (Lucas Paquetá 43’/2T); Roberto Firmino (Gabriel Barbosa 17’/2T). Técnico: Tite

NIGÉRIA: Uzoho (Okoye 18’/2T); Awaziem, Ajayi, Troost-Ekong e Collins; Aribo e Ndidi; Chukwueze (Olayinka 44’/2T), Simon e Iwob (Azeez 38’/2T); Osimhen (Onuacho 29’/2T). Técnico: Gernot Rohr.

Blog e Terra Esportes

Tite altera o time do Brasil neste domingo?
     │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Tite, do Brasil

 

Neste domingo, às 9h (horário de Brasília), o Brasil realiza amistoso diante da Nigéria em Singapura, e uma das principais dúvidas é se Tite, (foto acima/Gazeta Press), utilizará Gabigol. Parte da torcida vê a entrada do atacante do Flamengo quase como uma “obrigação”, uma vez que ele vem desfalcando o Rubro-Negro para servir à Seleção, mas o comandante não enxerga da mesma maneira.

Ontem, durante entrevista coletiva, Tite preferiu adotar o mistério sobre a escalação do atacante, e disse que tudo dependerá das circunstâncias da partida.

“Não posso dizer. Seria leviano, demagogo de fazer média com torcedor. Vamos tentar olhar o jogo. O apelo, eu sei, da equipe do Flamengo. Outros atletas ainda poderiam ser convocados, não vou entrar no mérito. Rodrigo Caio retornando, ele retornando. Já traz valorização importante. Treinamento, conversas permitem evolução. Não quero ser falso simpático e depois a coisa não se apresentar”, disse.

Cleber Xavier, auxiliar técnico, também deu sua opinião sobre o assunto, ressaltando que o que importa é a presença dos jogadores no grupo.

“Importância ao nosso convívio. Weverton, Rodrigo Caio, Gabigol, retornaram. Santos sendo a novidade com o Taffarel com o momento maravilhoso que vive. E os mais novos que vieram, Marcinho, Renan (Lodi), Matheusinho. Dão retorno. O que a gente busca é esse convívio. Para que ano que vem, quando começarem as eliminatórias, a gente tenha esse cartel para poder definir os 23. Eles estão preparados para entrar”, afirmou.

Sem vencer desde a final da Copa América, quando bateu o Peru por 3 a 1, a Seleção Brasileira acumula, de lá para cá, dois empates e uma derrota, naquela que é a pior sequência sem triunfos desde que Tite assumiu a equipe. Neste domingo, portanto, tenta encerrar o jejum às 9h (horário de Brasília), diante da Nigéria, no Estádio Nacional de Singapura.

A verdade é que o torcedor já não observa Tite com bons olhos. Se não utilizar os jogadores, por exemplo, do Flamengo, por que convocar? O Brasil precisa vencer os nigerianos neste domingo. Outro resultado será ruim para os responsáveis pela nossa Comissão Técnica.

Blog e Terra Esportes

Tite evita criticar atuação apagada de Neymar contra Senegal
   11 de outubro de 2019   │     0:02  │  0

Neymar em ação pela Seleção.

Neymar ficou devendo (Foto: Feline Lim / Reuters)

Ao analisar a atuação da Seleção Brasileira no empate por 1 a 1 com o Senegal, ontem, em Cingapura, o técnico Tite admitiu que o Brasil ficou devendo um melhor futebol e até mesmo mais empenho para superar o rival africano. Já ao comentar individualmente o desempenho de alguns jogadores, o treinador apontou que o volante Arthur, do Barcelona, ficou “abaixo do seu padrão normal”, principalmente na questão física, e por isso acabou sendo sacado para a entrada do jovem gremista Matheus Henrique.

“Quando tu tem um jogador da função que a gente procura e o Arthur estava abaixo do seu padrão normal, do ritmo (de jogo), você bota um jogador da função. Esses amistosos servem para isso. Até para ver a reação dele. Aí eu procurei ajudar o time colocando o Matheus, apesar de este ser um jogo mais pesado (fisicamente)”, disse Tite ao justificar, em entrevista coletiva, a substituição no decorrer do amistoso na Ásia.

Outro jovem que entrou na equipe durante a partida foi o lateral Renan Lodi, colocado no lugar de Alex Sandro. Everton, que substituiu Firmino, e Richarlison, que foi a campo após o treinador sacar Coutinho, foram as outras modificações promovidas pelo comandante ao longo do confronto na Ásia.

“Da mesma forma (que testou Matheus Henrique) eu fiz com o Renan Lodi. Você só consegue estabelecer esse feeling, esse ‘cheiro’, essa percepção, colocando para jogar. Temos o segundo grupo de sub-23 da seleção. Bastante jogadores sub-23 na seleção. Outros que estão jogando e também são jovens e estão buscando essa rodagem, essa organização que procuro dar em termos táticos”, completou.

Tite, entretanto, evitou criticar a atuação apagada de Neymar no duelo em que o astro completou a sua 100ª partida com a camisa da seleção brasileira. O técnico minimizou o fato de que o atacante exibiu um desempenho abaixo do que se espera dele ao ponderar que o jogador ainda está se adaptando ao novo esquema tático que vem sendo colocado em prática na seleção.

“Ele (Neymar) está retomando seu padrão normal, agora estamos também buscando nova função num 4-4-2. Ele, assim como toda equipe, num 4-4-2, está buscando ajustes”, disse o treinador, que reconheceu que a seleção precisa voltar a vencer a partir deste domingo, quando encara a Nigéria, às 9 horas (de Brasília), em novo amistoso em Cingapura.

“Sim, precisa de resultados associados à criação e finalização, solidez defensiva e resultado. Quando falta um desses três fatores, a crítica vem e eu tenho que ter a maturidade de saber absorver”, ressaltou Tite. “A gente pode render melhor e a gente tem de render melhor”, completou.

Blog com Terra Esportes

 

Neymar vai completar 100 jogos pelo Brasil
   9 de outubro de 2019   │     15:00  │  0

Resultado de imagem para NEYMAR NA SELEÇÃO

 

Desde que despontou com destaque na Seleção Brasileira em 2010, o atacante Neymar, (foto acima/Globo Esporte), não teve um ano tão improdutivo na equipe como agora, em 2019. Como ainda há quatro amistosos do Brasil até o fim do ano, tem a chance de se recuperar. Essa retomada pode vir já nesta quinta (10), quando ele completará 100 jogos com a camisa da Seleção principal – o adversário será Senegal, no Estádio Nacional de Cingapura, na Ásia.

Ao lado de Firmino e provavelmente de Gabriel Jesus e Philippe Coutinho, Neymar deve ter todas as condições de aumentar sua artilharia na Seleção – muito tímida em 2019, com apenas um gol, em que pese ele ter atuado em apenas três jogos.

O jogador criado no Santos, decolou no Barcelona e hoje tenta recuperar o prestígio no PSG, para onde foi transferido em 2017 com toda pompa e não rendeu o esperado. Pela Seleção, marcou 61 vezes e está próximo de deixar Zico (66) e Ronaldo Fenômeno (67) para trás, o que o tornaria o segundo maior artilheiro da história da Seleção, atrás apenas de Pelé, autor de 95 gols.

Em seus dez anos de Seleção, Neymar só trabalhou com técnicos gaúchos, Mano Menezes, Luiz Felipe Scolari, Dunga e Tite, e se saiu muito bem com os dois primeiros. Nos cinco anos iniciais na equipe, o atacante rendeu muito mais, fazendo 42 gols. Seu rendimento cairia nitidamente a partir de 2015. Isso é comprovado pela quantidade de gols marcados nos cinco últimos anos pela Seleção – somente 19 gols.

Essa ‘baixa’ tem a ver também com seguintes lesões que o afastaram por vários jogos nessa segunda metade de sua trajetória pela Seleção.

Blog com Terra Esportes

Tite pede calma com Vinicius Junior após estreia pela seleção brasileira
   12 de setembro de 2019   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para Vinicius Júnior, ontem, contra o Peru

 

Vinicius Junior, (foto acima/Terra), enfim, fez a sua estreia pela Seleção Brasileira. Depois de ser cortado de dois amistosos em março por conta de uma lesão no tornozelo direito e não ter voltado a tempo da Copa América, o atacante do Real Madrid foi convocado para os jogos contra Colômbia e Peru, nos Estados Unidos. E ele entrou em campo na madrugada desta quarta-feira, aos 27 minutos da segunda etapa da partida vencida pelos peruanos por 1 a 0.

Apesar de ter entrado com muita vontade e buscando o jogo, Vinicius pouco conseguiu fazer, de fato, em campo. Tentou uma arrancada e algumas tabelas, mas não foi efetivo. Na sua melhor oportunidade em campo, o atacante recebeu uma bola pelo lado esquerdo da área, mas pegou mal e acabou desperdiçando a chance de empatar o jogo. Após a partida, o jogador lamentou o resultado, mas exaltou a oportunidade.

“Um dia especial para mim, para toda a minha família, todo mundo que gosta de mim, do meu futebol. Fico triste pelo resultado, mas feliz pela minha estreia. Que seja um longo caminho com a amarelinha. Tentei fazer as coisas que tinha treinado, mas infelizmente não saiu como queria, mas eu fico feliz de ter estreado e vou voltar feliz para casa. Agora que a gente possa seguir trabalhando no clube para, em breve, poder voltar para a Seleção. Tenho aprendido bastante no Real e aqui”, disse o atacante de 19 anos, antes de completar sobre a oportunidade de jogar ao lado de Neymar, que também entrou durante o segundo tempo.

“Era outro sonho que eu tinha, jogar com o Neymar, que é meu ídolo e eu fico feliz de ter jogado. Não tem coisa melhor que isso, não tem nada que pague isso. Só desfrutar desse momento. Feliz de poder estar aqui com grandes jogadores e passar esses 10 dias aqui. Passou rápido, todo mundo muito feliz, muito contente. Fico feliz de ter estreado e ao lado do meu ídolo”, finalizou Vinicius Jr.

Perguntado sobre a estreia do jovem atacante, o técnico Tite pediu pés no chão com o jogador. E também ressaltou que ele ainda vai crescer.

“Calma (risos). Botei um garoto de 19 anos para ganhar no lance individual e jogar na profundidade. Ele puxou uma tabela, acho que foi com o Neymar. É um jogador que precisa de espaço para essa bola lançada. Mas vai amadurecendo, é garoto”, disse Tite em entrevista coletiva após a partida.

Depois do título da Copa América, em julho, e destes dois primeiros amistosos, o técnico Tite tem mais quatro amistosos programados até março, quando começam as eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar, em 2022. Para o treinador, este período deve servir para dar mais oportunidade a outros jogadores, como aconteceu com Vinicius Jr.

Blog com O DIA