Category Archives: Seleção do Brasil

Tite exalta criatividade do Brasil e prevê ‘dor de cabeça’ em próxima convocação
   12 de setembro de 2021   │     9:00  │  0

Tite durante partida da seleção brasileira contra o Peru – (Foto ESTADÃO CONTEÚDO)

O treinador Tite ficou satisfeito com o rendimento da seleção brasileira na vitória por 2 a 0 sobre o Peru, na noite da última quinta-feira, 9, na Arena Pernambuco, em partida realizada pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo. Em entrevista coletiva, o comandante da Amarelinha exaltou, principalmente, a criatividade do time. “Estamos num processo de construção. De oportunidade de atletas jovens, de formação de sistema diferente, de usar atacantes que atacam o espaço, outros que são mais construtores. Encontrando essas opções mais criativas, principalmente do meio para frente, é ajustar esse processo todo e mantendo essa solidez defensiva para que a equipe possa evoluir”, avaliou o técnico, ao discorrer sobre os ajustes que precisa fazer para que a seleção chegue à Copa do Catar em sua plenitude.

Nestas rodadas de setembro das Eliminatórias, Everton Ribeiro certamente é o que sai com mais moral. O jogador do Flamengo aproveitou a chance que lhe foi dada e ganhou pontos com Tite ao marcar gols contra Chile e Peru. A próxima convocação será dia 17 deste mês, provavelmente com os atletas que jogam na Inglaterra e haviam sido impedidos de atuar em setembro, mas também com jogadores de clubes brasileiros. “Vou repetir pra imprensa o que eu falei pra eles: joga muito no seu clube, desempenhe em alto nível. Concorrência em alto nível eleva o jogador. Teremos dificuldade de convocação. Vou repetir uma máxima de um diretor meu no Caxias. Jogador bom, qualquer escolha tua tu vai acertar”, comentou o treinador. “Será dor de cabeça, muita. Faz parte do nosso trabalho. Não uso mais termo merecimento, porque pode ser pra mim mas pra ti pode ter uma visão diferente. Dentro de uma ideia de futebol, dor de cabeça boa para adotar esse critério, com uma ideia do futebol e com atletas que fazem parte (do planejamento)”, acrescentou.

Blog com JOVEM PAN

Confira o quadro de medalhas dos narradores na Olimpíada
   5 de agosto de 2021   │     20:00  │  0

Cleber Machado, Galvão Buenos e Luis Roberto

Cleber Machado, Galvão Buenos e Luis Roberto

(Foto: João Miguel Júnior/Globo)

Milton Leite, do SporTV, é quem deu mais sorte para o Brasil nos Jogos até o momento.

Cleber Machado, por exemplo, não está bem com o público. Na noite de segunda-feira, ele estava no comando da transmissão da derrota de Ana Patricia e Rebeca, do vôlei de praia, e também do quarto lugar de Isaquias Queiroz e Jacky Godmann no C2 1000m. Porém, ele conseguiu ‘calar’ os críticos ao narrar o bicampeonato olímpico de Martine Grael e Kahena Kunze na classe 49erFX da vela. Na noite de terça-feira, ele ‘conquistou’ mais uma medalha ao narrar o ouro de Ana Marcela Cunha na maratona aquática.

A liderança do quadro de medalhas dos narradores, considerando o número de pódios transmitidos, é de Milton Leite, do SporTV. Principal voz da natação e do atletismo do canal pago, ele já tem cinco conquistas (uma prata e quatro bronzes).

Galvão Bueno, que está divertindo os internautas com o seu lado torcedor, aparece na 2ª colocação. O principal narrador da Globo transmitiu quatro conquistas (um ouro, uma prata e dois bronzes). Ele já tem mais uma conquista garantida, já que vai fazer a final do futebol masculino no próximo sábado entre Brasil e Espanha.

O terceiro lugar do pódio da TV tem um empate entre Álvaro José, do BandSports, e Luis Roberto, da TV Globo. Os dois foram a voz da emoção da conquista de quatro bronzes em Tóquio até agora.

Blog com Terra Epoetes

‘Rodízio’ deixa Seleção oscilante, mas Tite vê caminhos para engrenar
   19 de junho de 2021   │     10:00  │  0

'A gente quer o título, mas oportunizar aos atletas', diz Tite (CARL DE SOUZA / AFP)

‘A gente quer o título, mas oportunizar aos atletas’, diz Tite (CARL DE SOUZA / AFP)

Foto: Lance!

Goleada por 4 a 0 do Brasil sobre o Peru no Nilton Santos indica solidez defensiva e novo caminho para articular. Contudo, engrenagem na transição tem falhas.

Com seis novidades para a partida no Estádio Nilton Santos, na última quinta-feira, a dificuldade de “encaixe” foi nítida mesmo com a vitória parcial no primeiro tempo.

– Nós sentamos com o Juninho (Paulista) e trouxemos uma situação consensual, que são mudanças tentando manter a estrutura da equipe. Até o primeiro tempo, ela mudou demais e no que ela mudou demais ela perdeu um pouco a sincronia – disse o técnico Tite, frisando:

– A gente quer sim o título, fazer uma grande campanha e ter um bom desempenho, mas paralelamente a isso, oportunizar aos atletas para jogar e mostrar dentro do campo, que fala, a bola fala. – completou.

A formação do primeiro tempo “sacrificou” diretamente o setor ofensivo. A transição lenta no meio afetou Everton “Cebolinha”, que se restringiu a apareceu na jogada do gol de Alex Sandro e se atrapalhou em outras raras tentativas de investidas. Já Gabigol também foi pouco acionado e o entrosamento de uma esperada linha de frente não aconteceu como esperado.

Em compensação, a solidez defensiva prossegue. Ederson honrou a segurança na meta sempre que foi exigido. Thiago Silva, de volta à Seleção após um hiato devido à lesão na Liga dos Campeões, formou dupla segura com Éder Militão, e Alex Sandro, depois de surgir bem para marcar seu gol, segurou as pontas nas vezes nas quais Cueva e Carrillo tentavam atacar.

Lançado como titular pela primeira vez, Fabinho teve um início promissor, foi bem na marcação e se desdobrou em alguns momentos devido às investidas peruanas no primeiro tempo peruano. E, aos poucos, diante da prostração peruana na etapa final do adversário, pôde se sobressair.

Entre as trocas promovidas por Tite no intervalo, Everton Ribeiro foi quem fincou de vez seus pés como um dos cotados a ser articuladores da Seleção.

– A entrada do Everton Ribeiro trouxe uma situação melhor. Talvez se tivesse o Everton com Neymar e Gabigol poderia ser melhor, o Cebolinha podia render melhor – conjecturou.

Everton Ribeiro mostrou condições para dividir o papel de articulador com Neymar. Além disto, a Seleção Brasileira foi, gradativamente, abrindo brechas diante de um adversário frágil e em processo de renovação. As chances demoraram na etapa final, mas começaram a aparecer em profusão até a goleada se concretizar.

Na contagem regressiva para o Mundial do Qatar, as palavras do técnico Tite já sinalizam o momento da Seleção Brasileira.

– Não há conclusões, mas indícios e sinais sim. Procuramos disputa e quem entrar tem de fazer o melhor, em uma disputa limpa – disse.

A “rodagem” aconteceu (e a Copa América dá a “casca” necessária aos canarinhos). Mas a sensação é que há muito a disputar internamente antes de Tite bater o martelo sobre as vagas.

Blog com Lance!

Tite cita reunião com CBF e não garante Brasil na Copa América
   5 de junho de 2021   │     22:00  │  0

O treinador da seleção brasileira, Tite, confirmou que os jogadores e a sua comissão técnica se reuniram com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CFB), Rogério Caboclo, para conversar sobre a participação ou não do país na próxima edição da Copa América.

Na coletiva de imprensa realizada em Porto Alegre, Tite escondeu a posição da comissão e dos atletas, mas contou que a opinião do grupo será exposta em um “momento oportuno”.

“Nós temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, em uma sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual era a nossa opinião. Na sequência, pedimos aos atletas para trabalharem e ficarem focados exclusivamente na preparação para o jogo contra o Equador. Na sequência, pediram uma conversa com o presidente e foi muito clara, direta. A partir daí, o posicionamento dos jogadores também ficou claro. Temos uma posição, mas não vamos externar agora. Gostaríamos de externar em um momento oportuno a ele”, declarou Tite.

O treinador da seleção brasileira, Tite, confirmou nesta quinta-feira (3) que os jogadores e a sua comissão técnica se reuniram com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CFB), Rogério Caboclo, para conversar sobre a participação ou não do país na próxima edição da Copa América.

Na coletiva de imprensa realizada em Porto Alegre, Tite escondeu a posição da comissão e dos atletas, mas contou que a opinião do grupo será exposta em um “momento oportuno”.

“Nós temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, em uma sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual era a nossa opinião. Na sequência, pedimos aos atletas para trabalharem e ficarem focados exclusivamente na preparação para o jogo contra o Equador. Na sequência, pediram uma conversa com o presidente e foi muito clara, direta. A partir daí, o posicionamento dos jogadores também ficou claro. Temos uma posição, mas não vamos externar agora. Gostaríamos de externar em um momento oportuno a ele”, declarou Tite.

O comandante do Brasil ainda garantiu que vai revelar seu posicionamento sobre o tema somente depois dos jogos contra Equador e Paraguai.

Blog com ANSA

Jogadores da seleção brasileira se reúnem com Tite e presidente da CBF e discutem participação na Copa América
     │     13:00  │  0

Tite concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira — Foto: Reprodução/CBF

Tite concedeu entrevista coletiva  no Beira-Rio – (Foto: Reprodução/CBF)

Tite confirma discussões em entrevista coletiva, mas evita dar detalhes.

Jogadores da seleção brasileira se reuniram com Tite, a comissão técnica dele e também com a diretoria da CBF e discutiram participar ou não da Copa América, que será disputada no Brasil.
Segundo a “Rádio Gaúcha”, os atletas que atuam na Europa pediram para não jogarem a competição.

No começo da semana, após desistência de Colômbia e Argentina, que seriam as sedes iniciais do torneio, a Conmebol anunciou que a competição será disputada no Brasil.
Em entrevista coletiva na noite desta quinta-feira, Tite confirmou as conversas internas na Seleção, mas evitou falar sobre o desejo dos atletas.

– Temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual a nossa opinião. Depois, pedimos aos atletas para focarem apenas no jogo contra o Equador. Na sequência, solicitaram uma conversa direta ao presidente. Foi uma conversa muito clara, direta. A partir daí, a posição dos atletas também ficou clara. Temos uma posição, mas não vamos externar isso agora. Temos uma prioridade agora de jogar bem e ganhar o jogo contra o Equador. Entendemos que depois dessa Data Fifa as situações vão ficar claras.

– Depois desses dois jogos, vou externar a minha posição – completou.

O volante Casemiro, capitão da Seleção, não foi para a entrevista coletiva, como estava previsto. Desde o anúncio de que a Copa América será disputada no Brasil, nenhum jogador concedeu entrevista coletiva.

Os repórteres insistiram nas perguntas sobre o tema, mas Tite seguiu se esquivando:

– Não estou abrindo mão das respostas e estou colocando os fatos, com discernimento e sensatez que tenho. É muito importante a Copa América. Mas mais importante é o nosso jogo. É jogarmos bem, porque vamos ser cobrados, inclusive com o nosso torcedor. Ele cobra nossa posição. Temos posição clara. Mas deixa a nossa cabeça voltada para o jogo da Eliminatória. Entendo todos vocês e também entendo que é importante essa posição e não estou me eximindo.

O Brasil enfrenta o Equador nesta sexta-feira, às 21h30, no Beira-Rio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Em treinamento no Beira-Rio, Tite confirmou a escalação da Seleção que já havia esboçado na véspera, com: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Richarlison, Neymar e Gabriel Barbosa.

O Brasi é líder das Eliminatórias, com 100% de aproveitamento em quatro rodadas.

Blog e Bruno Cassucci — Porto Alegre – ge.globo