Category Archives: Seleção do Brasil

O jogo que fez o Mundo se apaixonar pelo Brasil
   13 de abril de 2020   │     8:20  │  0

New York Times, principal jornal do mundo, fez uma lista de seis jogos que contam a história do futebol e, entre eles, selecionou a partida “que fez o mundo se apaixonar pelo Brasil”: a final da Copa do Mundo de 1970.

Segundo a publicação, “o melhor jogo daquela Copa do Mundo foi a semifinal – um jogo histórico entre Itália e Alemanha Ocidental -, mas nada se compara a final em termos de impacto”.

“Em cores vívidas pela primeira vez – amarelo brilhante da camisa do Brasil, verde do gramado e o azul safira da Itália – o mundo se apaixonou pelo Brasil”, diz a publicação.

“Àquela altura, o Brasil, obviamente, já era um potência tendo vencido a Copa do Mundo em 1958 e 1962; Pelé já era uma superestrela global. Mas 1970 foi o seu auge e de sua equipe, o momento em que ambos transcenderam para algo como a estética ideal de como o futebol deveria ser jogado, visto e sentido”, finaliza.

Blog com ESPN

Seleção-Sub-23 terá jogo mais duro do Pré-Olímpico
   8 de fevereiro de 2020   │     17:00  │  0

André Jardine, técnico da seleção sub-23, durante empate entre Brasil e Uruguai — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

André Jardine, técnico da seleção sub-23, durante empate entre Brasil e Uruguai  (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Melhor ataque, com média de quase três gols por partida, 100% de aproveitamento e classificação antecipada para o quadrangular final. O Brasil sobrou na primeira fase do Pré-Olímpico. Porém, em vez de ganhar entrosamento, fazer ajustes e evoluir com o passar do tempo, a seleção sub-23 caiu justamente no momento decisivo do torneio e agora chega à última rodada repleta de incertezas.

Para piorar, a adversária será a Argentina, campeã do Pré-Olímpico e já classificada para Tóquio, que apresenta o melhor futebol da competição. Além de ter vencido os seis jogos que disputou, a seleção alviceleste tem a melhor defesa, o melhor ataque e jogará sem qualquer pressão, tendo como objetivo principal a eliminação brasileira.

Se desde o começo da competição a defesa foi um problema canarinho, agora até o ataque levanta dúvidas. No empate em 1 a 1 com o Uruguai, na última quinta-feira, o Brasil teve o seu menor volume de chances criadas no torneio, e o técnico André Jardine deixou aberta a possibilidade de mexer do meio para a frente.

O treinador também apontou a ansiedade e o desgaste emocional depois de quase 40 dias de concentração como fatores que têm atrapalhado a Seleção. É impossível mensurar o quanto isso tem influenciado nos erros de passe e nos gols perdidos, mas certamente a questão emocional não é o único problema do Brasil.

Apesar de tudo, sobram talentos individuais à esta seleção sub-23, que já mostrou saber jogar coletivamente. É hora dos garotos provarem que também conseguem jogar sob pressão. Nada melhor do que um Brasil x Argentina. O duelo será no próximo domingo, às 22h30.

Blog e Globo Esporte

Brasil já tem vaga no quadrangular final do Pré-Olímpico
   30 de janeiro de 2020   │     0:03  │  0

Paulinho, Matheus Cunha e Reinier comemoram um dos gols do Brasil contra a Bolívia

Paulinho, Matheus Cunha e Reinier comemoram um dos gols do Brasil contra a Bolívia (Foto: Ernesto Guzmán Jr./EFE)

Com uma rodada de antecedência, a seleção brasileira sub-23 garantiu sua vaga no quadrangular final do Torneio Pré-Olímpico, cumprindo a primeira missão rumo a classificação para as Olimpíadas de Tóquio-2020.

Na última terça-feira, o Brasil venceu a Bolívia por 5 a 3 em Armenia, na Colômbia, e chegou aos nove pontos no grupo, com 100% de aproveitamento. O próximo adversário será o Paraguai, amanhã, na última rodada da fase de grupos, quando o técnico André Jardine deverá poupar alguns tituares, visando à fase decisiva da competição, que dá duas vagas para Tóquio. Antony, Matheus Cunha, Guga, Reinier e Pepê marcaram os gols brasileiros.

O Brasil abriu o placar logo aos dois minutos de jogo, com Antony completando uma boa jogada de Paulinho pela esquerda. Aos cinco, o primeiro susto da defesa brasileira: Vaca recebeu um presente de Caio Henrique na área e chutou na trave do goleiro Ivan. Contra uma Bolívia completamente desorganizada, o Brasil ampliou aos 15, com gol de Matheus Cunha, ligeiramente impedido – não há VAR no Pré-Olímpico. Em noite de muitos erros defensivos, o Brasil permitiu à Bolívia descontar aos 19: Abrego recebeu no meio da zaga e chutou na saída de Ivan, aos 19. Guga fez o terceiro do Brasil aos 38, após bom passe de Matheus Henrique.

O Brasil chegou ao quarto gol aos 15 minutos do segundo tempo: em contra-ataque rápido, contra uma defesa desprotegida, a bola passou por Antony e Paulinho até chegar a Reinier, que chutou cruzado da esquerda. Mas um jogo que deveria ser tranquilo deixou um sinal de alerta ligado no Brasil. A frágil e desorganizada seleção boliviana conseguiu, sem muita pressão, fazer dois gols graças a erros de passe e posicionamento da defesa brasileira, com Abrego, aos 25, e Reyes, aos 33. Nos acréscimos, Pepê fechou a vitória brasileira com um chute cruzado, sem chance para Cordano.

Blog com Globo Esporte

Brasil enfrenta hoje a Bolívia no Pré-Olímpico
   28 de janeiro de 2020   │     0:04  │  0

Treino regenerativo da Seleção Olímpica em Armênia na ColômbiaTreino regenerativo da Seleção Olímpica em Armênia na Colômbia (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O Brasil joga hoje pelo Pré-Olímpico, logo mais às 22h30, no estádio Centenário Armenia, na Colômbia, quando vai enfrentar a Bolívia.

Uma vitória garantirá o Brasil na liderança do Grupo B e no caminho pela classificação para o quadrangular final.

Ontem, os titulares na vitória contra o Uruguai treinaram normalmente, e os goleiros foram para a academia pela manhã e finalizaram o dia participando de atividade técnico-tática no campo do próprio hotel onde a delegação está hospedada.

Autor do primeiro gol na vitória por 3 a 1 no Uruguai, o meio campo Pedrinho comentou a importância do trabalho para o grupo e da folga na rodada do Pré-Olímpico. A comissão técnica teve uns dias a mais de preparação.

– O descanso nos ajuda a recuperar a parte física. É importante para a gente estar 100% logo mais e dar o nosso melhor. Essa competição é curta e não temos muito tempo entre os jogos, então temos que aproveitar os intervalos na melhor forma – opinou o camisa 10.

A partida terá a transmissão ao vivo do canal SporTV.

Blog com CBF

Brasil é líder isolado de seu grupo no Pré-Olímpico
   24 de janeiro de 2020   │     0:04  │  0

Resultado de imagem para Brasil vence o Uruguai

Matheus Cunha, Paulinho e Pedrinho comemoram o segundo gol da vitória do Brasil sobre o Uruguai (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

A seleção brasileira sub-23 conquistou a sua segunda vitória em duas partidas disputadas no Pré-Olímpico da Colômbia. Com gols de Pedrinho, Matheus Cunha e Pepê, o Brasil derrotou o Uruguai por 3 a 1 e se isolou na liderança do Grupo B da competição.

Com seis pontos, o time brasileiro está três à frente de Paraguai e Uruguai. No primeiro jogo da rodada da última quarta, na cidade de Pereira, os paraguaios derrotaram a Bolívia por 2 a 0.

O clássico sul-americano foi o tempo todo aberto, com as duas equipes encontrando alguma facilidade para chegar à área adversária. Quem deu a primeira cartada foi o Uruguai, aos três minutos. Rossi recebeu lançamento no lado direito do ataque e rolou para o meio da área, onde Ramírez estava completamente livre. O atacante, porém, enrolou-se com a bola e chutou para fora uma chance incrível.

Diferentemente dos uruguaios, o Brasil aproveitou bem a sua primeira oportunidade, que surgiu aos 14 minutos. Um cruzamento preciso de Antony foi transformado por Pedrinho no primeiro gol da equipe comandada por André Jardine. E a vantagem deu confiança ao time brasileiro, que aumentou sua vantagem aos 30 minutos em uma cobrança de pênalti de Matheus Cunha.

Assim como havia ocorrido no início da primeira etapa, o Uruguai perdeu um gol feito no começo da segunda. Aos dois, o goleiro Ivan fez uma belíssima defesa em cabeçada de Ramírez e, no rebote, Bueno tinha o gol aberto à sua frente, mas de alguma maneira chutou para fora.

O confronto ficou ainda mais aberto, com os uruguaios no ataque e os brasileiros no contra-ataque. E foi dessa maneira que o Brasil chegou ao terceiro gol, aos 32 minutos, em uma jogada de autoria de dois destaques do Grêmio. Pepê recebeu lançamento de Matheus Henrique, avançou em velocidade e marcou com um lindo toque por cima do goleiro Arruabarrena.

Dois minutos depois, o Uruguai diminuiu sua desvantagem com um gol de cabeça de Bueno, aproveitando uma saída ruim de Ivan. Nada, porém, que colocasse em perigo a vitória do Brasil, que vai folgar na próxima rodada do Grupo B, marcada para sábado. A equipe de André Jardine disputará sua terceira partida na Colômbia na próxima terça-feira, contra a Bolívia.

Blog com Terra Esportes