Category Archives: Rei do Futebol

Ainda internado, Pelé dá ‘soco no ar’ para celebrar melhora: ‘A cada dia melhor’
   19 de setembro de 2021   │     21:00  │  0

Crédito: Reprodução/ Instagram

Rei Pelé – (Foto: Estadão Conteúdo)

Pelé segue se recuperando do procedimento cirúrgico pelo qual precisou passar para a retirada de um tumor no cólon. O Rei do Futebol está internado no hospital Albert Einstein e tem usado as redes sociais para se comunicar com os fãs e relatas seu estado de saúde.

Neste domingo, Pelé publicou uma foto em que aparece em uma cadeira de rodas, mas com disposição, fazendo a tradicional comemoração do ‘soco no ar’: “Como podem ver, estou dando socos no ar em comemoração a cada dia melhor”, escreveu em sua página no Instagram. O ídolo santista também garantiu que está se recuperando à base de muito bom humor.

“O bom humor é o melhor remédio e isso eu tenho de sobra. Não poderia ser diferente. É tanto carinho que tenho recebido, que estou com o coração cheio de gratidão. Obrigado a toda equipe incrível do Hospital Albert Einstein”, publicou o Rei.

Nos últimos dias, a filha de Pelé, Kely Nascimento, tem divulgado imagens do pai fazendo exercícios de fisioterapia e sempre animado para poder deixar a internação e voltar para casa.

Aos 80 anos, o tricampeão mundial pela seleção brasileira não tem feito muitas aparições públicas e prefere se resguardar para proteger a saúde, principalmente em meio à pandemia do novo coronavírus.

Pelé foi internado no fim de agosto para fazer exames de rotina, porém após a detecção do tumor no cólon, permaneceu no hospital até a retirada do tumor. Precisou retornar à UTI na madrugada de sexta-feira após algumas dificuldades respiratórias, mas depois de ter o quadro estabilizado pôde seguir em terapia semi-intensiva.

Blog com informções do ESTADÃO Conteúdo

Pelé já deixou a UTI do Albert Einstein em breve
   14 de setembro de 2021   │     18:20  │  0

Pelé foi internado para a retirada de um tumorPelé foi internado para a retirada de um tumor (Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos)

O estado de saúde de Pelé segue estável e a expectativa é de que o ex-jogador do Santos e da seleção brasileira seja transferido da UTI para o quarto do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. As informações são da TV GLOBO.

Internado desde o fim de agosto, Pelé foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor no intestino no dia 4 deste mês. Na última sexta-feira, em sua conta no Instagram, o ex-jogador falou da recuperação. Ele agradeceu pelas mensagens de carinho e afirmou que tem passado os dias conversando e descansando.

Blog com EXTRA

 

Triste adeus de Pelé à seleção brasileira completa 50 anos
   19 de julho de 2021   │     12:00  │  0

Pelé durante a Copa de 1958 com a seleção brasileira – (Foto: Reprodução)

Rei do futebol mudou o esporte no mundo inteiro

“O clima na arquibancada era de extrema tristeza. Muitas pessoas chorando. Ninguém aceitando aquela despedida. Parecia um velório num campo de futebol. Ver o Brasil sem Pelé era como deixar o torcedor órfão.” O desabafo vem acompanhado de um tom de nostalgia. Mesmo passados 50 anos do último jogo de Pelé pela seleção brasileira, o sentimento de luto segue vivo na memória de Mauro Prais, que naquele 18 de julho de 1971, ainda adolescente, assistiu à última atuação do Rei do Futebol da arquibancada do Maracanã. O País parou para ver e lamentar.

Hoje, com 64 anos, e morando nos Estados Unidos, Prais é engenheiro eletricista e também pesquisador da história do Vasco. Fã de Roberto Dinamite, ele coloca Pelé, ainda hoje, na condição de ídolo incomparável junto à seleção brasileira. “O Pelé conseguia unir as quatro grandes torcidas do Rio. Você sabia que o seu time iria perder para o Santos, mas todos compareciam ao Maracanã para ver o Pelé em campo.” Isso acontecia não somente no Rio. O Santos desfilava seu talento pelo Brasil sob o comando do camisa 10.

A partida que marcou o fim do ciclo do Rei terminou em empate de 2 a 2 com a Iugoslávia. Apesar de Pelé ter passado em branco (Rivellino e Gerson marcaram para o Brasil), Prais lembra que o camisa 10 fez de tudo para presentear a torcida com um gol na despedida. “A gente percebia que os companheiros jogavam em função do Pelé para que ele pudesse marcar. E esse era também o desejo dos torcedores. No fundo, todos tinham uma esperança de que Pelé pudesse voltar atrás em sua decisão de não jogar mais pela seleção”, contou Prais ao Estadão.

Das arquibancadas para o gramado, o jogo também mexeu com a emoção de quem esteve no Maracanã pelo dever do ofício. Então repórter de campo, Washington Rodrigues, o Apolinho, classificou a partida como uma das mais complicadas de seu vasto currículo de transmissões.

“Foi difícil de trabalhar, a imprensa inteira querendo falar com Pelé. Muitos ficaram com a voz embargada. Nós, jornalistas, nos emocionamos e o Pelé também. E quando a torcida começou a gritar ‘fica, fica, fica’, foi uma coisa de louco. O Pelé não era do Santos, o Pelé era do Brasil”, disse o jornalista

Presente também quando Pelé marcou o milésimo gol, em novembro de 1969, Apolinho comparou o clima daquela partida com a despedida diante da Iugoslávia. “O jogo do milésimo gol foi uma festa, homenagens, euforia. Contra os iugoslavos, não. Acho que foi o maior velório a céu aberto do mundo. Para onde você olhava, tinha gente chorando na arquibancada. E o Maracanã recebeu umas 150 mil pessoas para o jogo.”

O encerramento do primeiro tempo marcou o fim da era Pelé. Ali ele se despediu, cumprimentou os companheiros e adversários e deu uma volta olímpica com as crianças. “Foi um jogo de 45 minutos. A própria Iugoslávia perdeu o sentido de competição com a saída do Pelé de cena”, completou Apolinho, que acompanhou de perto a carreira do Rei no Santos e Brasil.

Em seus últimos momentos à serviço da seleção brasileira, Pelé justificou o que dele se esperava. Procurou jogo, finalizou com perigo, fez tabela com Gerson e Rivellino e, por várias vezes, tramou jogadas ofensivas com os atacantes Zequinha e Vaguinho. Pelé tinha 30 anos e havia acabado de ganhar a Copa do Mundo de 1970, no México.

Para o ex-lateral Zé Maria, então com 22 anos, aquele jogo ainda deixa marcas em sua memória. “Foi um dia que eu não gostaria de ter vivido. Ele estava inteiro e poderia continuar conosco. Ele não era o capitão, mas era um líder do time. Ao mesmo tempo em que nos motivava e passava confiança, também cobrava da gente em campo. Dizia sempre que precisávamos correr pelos mais velhos e que um dia nós iríamos substituir aquela geração consagrada”.

Considerado pelo próprio Pelé como o camisa 10 que mais se aproximou ao seu estilo no Brasil, Zico viveu naquele mesmo dia, e também no mesmo gramado, um momento importante de sua carreira Com 18 anos, ele atuou pela seleção carioca de juvenis contra o Vasco, campeão da categoria naquele ano, e fez o gol da vitória de 1 a 0.

 

Blog com Estadão Conteúdo

 

Foto da bicicleta de Pelé em jogo no Maracanã será leiloada; lance mínimo é de US$ 1 milhão. Entenda!
   28 de junho de 2021   │     13:00  │  0

Crédito: Alberto Ferreira

Foto da bicicleta de Pelé em jogo no Maracanã será leiloada; lance mínimo é de US$ 1 milhão. Entenda! (Foto: Alberto Ferreira)

A ‘Bicicleta de Pelé’, de Alberto Ferreira, é eternizada em tecnologia NFT. Objetivo é que maior parte da renda do leilão dê auxílio a pessoas carentes na cidade natal do fotógrafo.

Mesmo longe dos gramados, Pelé pode se tornar símbolo de um novo recorde. O registro em tecnologia NFT do momento no qual o fotógrafo Alberto Ferreira capturou a “Bicicleta de Pelé” na goleada por 5 a 0 do Brasil sobre a Bélgica, em 1965, entrará em breve em leilão, com lance mínimo estimado em US$ 1 milhão.

– Meu pai foi o fotógrafo mais premiado do Brasil. O registro desta bicicleta era um orgulho para ele e já fazia parte do mercado de arte há muitos anos, mas com a novidade da tecnologia NFT (tokens não fungíveis), uma empresa chamada AZ Token’s entrou em contato comigo e dei permissão para este tipo de tecnologia, dos tokens, utilizá-la. Ora, já foi vendida anteriormente uma imagem de Cristiano Ronaldo a US$ 290 mil. Quanto valeria uma imagem do Pelé? Duas casas de leilão me procuraram para fazer o acordo. O lance mínimo é de US$ 1 milhão, mas acreditamos que podemos alcançar um valor mais alto – afirmou Carlos Ferreira, filho de Alberto Ferreira, que já tem um investimento em vista
– A maior parte do valor arrecado irá para a Fundação Alberto Ferreira, que fica em Alagoa Grande, cidade natal do meu pai. A ideia é permitir que as crianças do brejo paraibano tenham futuro de acordo com suas habilidades e potenciais. O mais importante é reverter para o bem isso tudo, e deixar registrado o trabalho do meu pai – complementou.

Em 2 de junho de 1965, a Seleção Brasileira encarou a Bélgica no Maracanã. Munido de sua câmera Leika, Alberto Ferreira ficou atrás de uma das metas e foi tirando as fotos. Até Pelé saltar e a imagem de sua tentativa de bicicleta entrar para a posteridade.

– Meu pai sempre teve muito orgulho desta fotografia. No ano seguinte, quando veio a Copa de 1966, ele começou a estampá-la em algumas camisas e levou na bagagem para a Inglaterra. E as pessoas trocavam por algum objeto ligado ao país de origem delas. Foi assim que a foto começou a rodar o mundo – recordou Carlos Ferreira.

Em seguida, o filho de Alberto Ferreira contou outra peculiaridade que foi vista como essencial para a foto ser registrada.

– Sempre me diziam que, diferentemente dos outros, que se ajeitavam para fotografar, o meu pai assistia à partida com o olho dentro do visor da Leika M3 – revelou.

Há uma curiosidade em torno desta foto em torno do desfecho da jogada.

– É uma foto que teve impacto, foi utilizado de diversas formas, mas o Pelé não fez o gol! E olha que a Seleção fez um grande jogo naquele dia. Foi uma goleada por 5 a 0, com o Pelé fazendo três gols (Flávio e Rinaldo completaram o triunfo) – disse.

– Sempre me diziam que, diferentemente dos outros, que se ajeitavam para fotografar, o meu pai assistia à partida com o olho dentro do visor da Leika M3 – revelou.

Há uma curiosidade em torno desta foto em torno do desfecho da jogada.

– É uma foto que teve impacto, foi utilizado de diversas formas, mas o Pelé não fez o gol! E olha que a Seleção fez um grande jogo naquele dia. Foi uma goleada por 5 a 0, com o Pelé fazendo três gols (Flávio e Rinaldo completaram o triunfo) – disse.

– Ah, ele estava na excursão do Santos na qual a equipe parou uma guerra. Muitos jornalistas também foram. O convívio que meu pai teve durante o período no qual Pelé jogou rendeu outros registros hoje impensáveis: Pelé jogando fliperama, tomando café sozinho em Paris sem ser incomodado. Viraram relíquias essas fotos – disse.

Carlos Ferreira se mostra tranquilo quanto à autorização da comercialização da imagem da bicicleta em tecnologia NFT.

– Vai fazer parte da minha família para sempre. A ideia é que o nome de Alberto Ferreira seja associado a um legado para as pessoas de Alagoa Grande – declarou.

Blog com ISTOÉ/LANCE

Saudável, Pelé está feliz pela lucidez aos 80 anos
   23 de outubro de 2020   │     6:30  │  0

Pelé, (foto acima/BrunoPress), completa hoje seus 80 anos, para sua felicidade e de mundo do futebol, onde é o Rei Eterno. Ontem, disse a seus fãs que está feliz e saudável, e satisfeito de alcançar a marca com lucidez.

Pelé está passando a maior parte do tempo em casa no Guarujá (SP) para se proteger da pandemia do novo coronavírus (covid-19), mas gravou uma mensagem antes de seu aniversário, dizendo não olha para trás, mas adiante.

“Pelos 80 anos, em primeiro lugar, tenho que agradecer a Deus pela saúde de chegar até aqui com essa idade e lúcido. Muitas vezes não muito inteligente, mas lúcido”, disse Pelé, rindo, em vídeo enviado à imprensa por ocasião de seu aniversário.

“Em todos os lugares do mundo em que chego sou bem recebido, as portas sempre estão abertas no mundo todo. Espero que, quando chegar ao céu, Deus me receba da mesma maneira que todos me recebem hoje graças ao nosso querido futebol”, declarou.

Durante a maior parte de sua carreira pela seleção brasileira e Santos, além do Cosmos, de Nova York, e também durante muitos anos depois, o homem batizado como Édson Arantes de Nascimento é considerado como o maior jogador de futebol de todos os tempos.

Com o Santos, ele conquistou a Copa Libertadores e a Copa Intercontinental duas vezes, além de 10 campeonatos paulistas e seis títulos brasileiros.

Ele continua sendo o único jogador que venceu a Copa do Mundo três vezes, e também fez fama marcando mais de mil gols como profissional.

Onde quer que vá, Pelé ainda é festejado como o Rei do Futebol, apelido dado pelo dramaturgo Nelson Rodrigues quando tinha apenas 17 anos.

Mas, seu aniversário emblemático chega hoje após um período difícil. Pelé foi hospitalizado diversas vezes nos últimos anos e anda com dificuldade devido a um problema no quadril.

Nada disso, porém, o impediu de lançar uma música com a dupla vencedora do Grammy Rodrigo Y Gabriela. O novo single chama-se “Acredita No Véio”.

A canção foi escrita por Pelé com o músico de jazz brasileiro Ruriá Duprat em 2005, mas recebeu um novo toque musical depois que o dueto mexicano Rodrigo Y Gabriela entrou a bordo.

Este ano marcou ainda o aniversário de 50 anos do terceiro triunfo de Pelé na Copa do Mundo, conquistado no México em 1970, atuando naquele que muitos especialistas consideram o maior time de futebol de todos os tempos.

Blog e Agência Brasil