Category Archives: Mundo

Saída do Reino Unido da UE pode afetar futebol e F1
   27 de junho de 2016   │     0:02  │  0

Além das mudanças sociais, econômicas e políticas, a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) poderá impor alterações também no meio esportivo, principalmente no futebol e na Fórmula 1. “Atualmente, um italiano pode jogar em qualquer equipe europeia sem nenhum problema, mas esse direito na Inglaterra não existirá mais”, disse o advogado Pierfilippo Capello, filho do treinador Fabio Capello e especialista em direito esportivo.

De acordo com ele, o primeiro ponto a ser analisado é o artigo da legislação da Fifa sobre a transferência de atletas de 16 a 18 anos de idade sem contratos profissionais, largamente usada por clubes ingleses para adquirir jogadores no exterior. Pierfilippo Capello também alertou para as dificuldades que funcionários de clubes e do meio esportivo poderão encontrar com as mudanças na legislação do Reino Unido na UE, além dos investimentos e da livre circulação de capitais entre os clubes.

“Hoje em dia, grandes capitais chegam à Inglaterra provenientes de fora da Europa. Refiro-me aos proprietários de grandes clubes. Surgirão problemas quando se discutirá o capital para a compra e venda de jogadores”, comentou o especialista. “Mas acredito que o sistema se adaptará facilmente a esta nova situação”, acrescentou.

Já o chefão da Fórmula 1, o britânico Bernie Ecclestone, que defendia a saída do país da UE, afirmou que a categoria de automobilismo perderá no próximo ano “uma ou duas corridas na Europa”. “Não posso dizer quais provas sairão do calendário, mas as novas incorporações não serão europeias”, disse o empresário, que no início da semana voltou a ameaçar que a temporada de 2017 passará a ter 18 corridas, e não mais 21.

 

Blog com Agência ANSA

Brasil fica em oitavo no ranking de potências esportivas mundiais
   30 de novembro de 2014   │     0:02  │  0

O Brasil, que sediará os Jogos Olímpicos de 2016, manteve a oitava posição no Índice Global de Nações Esportivas 2014, promovido pela Sportcal – consultoria britânica de inteligência em esportes. O Índice mede o sucesso das nações em atrair grandes eventos. Em primeiro no ranking ficou a Rùssia, sede da próxima Copa do Mundo, seguida do Canadá, Reino Unido, China, Estados Unidos, Alemanha e Itália.

Para a elaboração do índice, foram analisados 680 grandes eventos em 90 diferentes modalidades esportivas, realizados ou a realizar, no período de 12 anos (2009 a 2020). Com base em uma série de indicadores, como impacto econômico, financeiro, esportivo e midiático, cada evento esportivo recebeu uma nota. A pontuação final de cada país é calculada com base na somatória das notas dos eventos que a nação sediou ou sediará. De acordo com o relatório, “o desenvolvimento de estratégias para sediar grandes eventos desempenha papel importante no processo de construção e consolidação da imagem esportiva global de uma nação”.

O Índice destaca o desempenho dos Estados Unidos, que subiu da nona posição, em 2012, para a quinta posição em 2014, atribuindo sua evolução “à capacidade do país em vencer disputas com outras nações e atrair grandes eventos”. Os países escandinavos (Dinamarca, Suécia, Noruega e Finlândia) também melhoraram suas colocações. A Dinamarca, por exemplo, saiu de 20º para 15º lugar, resultado atribuído à atração do Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo e à Copa do Mundo de Vela, agendados para 2018.

O Índice também lista as cidades mais bem-sucedidas na atração de grandes eventos esportivos. O Rio de Janeiro ficou em terceiro lugar, atrás de Londres (Reino Unido) e de Moscou (Rússia). Pequim (China), Tóquio (Japão), Paris (França), Copenhague (Dinamarca), Vancouver (Canadá), Doha (Catar) e Kazan (Rússia) completam a lista das dez mais bem colocadas.

 

Blog com Agência Brasil

Filho de Ronaldo evita seguir os passos do pai e se entrega a carreira de DJ
   19 de agosto de 2014   │     0:03  │  0

Com fama e muita grana, Ronaldo DJ tem muitas 'admiradoras' na fila em busca de uma união precoce

Com fama e muita grana, Ronald DJ tem muitas ‘admiradoras’ na fila em busca de uma união precoce

Quem não se lembra daquele garotinho, de cabelo encaracolado e sempre sorrindo? Pois é, ele cresceu, mas o sorriso continua o mesmo.

Ronald, filho do craque Ronaldo “O Fenômeno”, hoje está com 13 anos e não parece querer seguir os passos de seu pai.

Por meio de sua conta oficial no Instagram, o jovem garoto apresenta o seu trabalho de DJ. Seu próprio nome artístico já o diz, “RonalDJ”

Para a história! Brasil bate a Sérvia e conquista o Mundial de Handebol
   23 de dezembro de 2013   │     0:08  │  0

Brasil surpreende o Mundo com título conquistado com o Handebol

Brasil conquista com sobras o Mundial de Handebol

A história do esporte brasileiro ganhou um capítulo novo na tarde de ontem. Mais uma vez, os gols foram responsáveis por trazer alegria ao povo. Desta vez, contudo, feitos com a mão. A Seleção Brasileira feminina de handebol conseguiu uma incrível vitória sobre a Sérvia, na decisão do Mundial Feminino, por 22-20 e faturou o caneco inédito para o esporte nacional.

Diante de 19.500 barulhentos sérvios, as brasileiras dirigidas pelo dinamarquês Morten Soubak tiraram força para conseguir calar a Arena Belgrado. Triunfo que se deve, em muito, ao nórdico que dirige o time desde julho de  2009.

Se o povo brasileiro é conhecido por sua animação e por seu “calor humano”,  Soubak trouxe à Seleção um viés nórdico que foi fundamental para a vitória no dia de ontem. Os sérvios pularam, gritaram e vaiaram… Mas em nenhum momento conseguiram abalar a frieza desta Seleção.

O handebol se junta ao basquete como únicos esportes coletivos femininos do país a terem conquistado um título mundial. A conquista do basquete ocorreu em 1994, em um time que era comandado por Hortência e Magic Paula. Que agora dão  lugar para nomes como Alê e “Magic Duda Amorim” – esta última eleita a jogadora  mais valiosa do campeonato.

Blog com LANCENET

 

Brasil bate a Sérvia e conquista o Mundial de Handebol
   22 de dezembro de 2013   │     17:31  │  0

A história do esporte brasileiro ganhou um capítulo novo na tarde de hoje. Mais uma vez, os gols foram responsáveis por trazer alegria ao povo. Desta vez, contudo, feitos com a mão.

A Seleção Brasileira feminina de handebol conseguiu uma incrível vitória sobre a Sérvia, na decisão do Mundial Feminino, por 22-20 e faturou o caneco inédito para o esporte nacional.

Diante de 19.500 barulhentos sérvios, as brasileiras dirigidas pelo dinamarquês  Morten Soubak tiraram força para conseguir calar a Arena Belgrado.

Leia mais detalhes na edição de amanhã do seu blog preferido.