Category Archives: Lutas

O russo Fedor vence Rampage e se aposenta
   31 de dezembro de 2019   │     0:01  │  0

O útlimo card do Bellator de 2019 foi marcado por grandes combates e um encontro de lendas na Saitama Arena.

Aterrisando pela primeira vez no Japão, o Bellator preparou um duelo que mexeu com o espírito de nostalgia dos fãs de MMA no mundo todo. Com o duelo entre Fedor Emelianenko e Quinton ‘Rampage’ Jackson, a Saitama Arena reviveu os tempos de Pride.

A luta principal não decepcionou, com os dois veteranos indo para decidir, Fedor que estava mais rápido conseguiu um clássico nocaute no americano no primeiro round.

Após o duelo, Fedor Emelianenko anunciou a sua aposentadoria do MMA. Aos 43 anos, o russo deixa o esporte com 39 vitórias, seis derrotas e uma luta sem resultado.

Fedor também foi campeão dos pesos-pesados do Pride e ficou 10 anos invicto, para muitos é o maior peso-pesado da história e até mesmo o maior lutador de todos os tempos do MMA.

Blog com FOX Sports

De volta ao octógono, pai Minotouro conta com a ‘torcida’ dos dois caçulas
   13 de agosto de 2018   │     0:01  │  0

Rogerio Minotouro com os caçulas Romero, à esquerda, e RogerRogerio Minotouro com os caçulas Romero, à esquerda, e Roger (Foto: Marcelo Theobald / Agência O Globo)

Se seus dois filhos mais novos estivessem na arena, certamente, Rogerio Minotouro entraria, no Ibirapuera, em São Paulo, no dia 22 de setembro, sob o som de uma das músicas da ‘Galinha Pintadinha’. Afinal, tais canções, muitas vezes, têm o ‘poder’ de acalmar Romero, que nasceu em junho, e Roger, de 1 ano e meio.

— Sim, só a Galinha Pintadinha salva — respondeu, rindo, o lutador, de 42 anos, após posar para uma sessão de fotos com os caçulas para esta reportagem.

Brincadeiras à parte, o pai-coruja garante que os dois não costumam muito abrir o berreiro:

— Só têm duas situações em que eles choram: fralda suja e vontade de mamar. Só que, antes de mamar, você tem que olhar a fralda. Se eles sujarem a fralda quando estão mamando, é preciso uma nova rodada de paciência (risos). De resto, eles são tranquilões.

E a ‘torcida’, mesmo que a distância, de seus dois caçulas (ele também é pai de Valentina, de oito anos, de outro relacionamento) é uma motivação a mais para o meio-pesado, que soma 22 vitórias (7 por nocaute) em 30 lutas. No UFC São Paulo, será a primeira vez que o baiano de Vitória da Conquista irá ao octógono depois que Roger e Romero nasceram, já que sua última luta foi em novembro de 2016.

— Com um filho, é uma grande motivação, você quer dar o melhor, tem que manter o sonho, ser exemplo. Você tem que ter resultados bons, para fechar melhores contratos e proporcionar o melhor para eles — comentou.

Apesar da força e habilidade que precisa demonstrar nos treinos e lutas, o irmão gêmeo de Minotauro tem se saído muito bem nas tarefas do dia a dia que a paternidade pede. Quem garante é a esposa, Aline Nogueira.

— O Rogerio sempre me ajudou. Tanto com o Roger quanto com o Romero, trocar fraldas ele sempre adorou. Além dessa especialidade, ele faz os dois dormirem como nem eu faço (risos).

Minotouro diz estar mais amadurecido e ter mudado o ritmo de vida e prefere ficar mais em casa.

No Ibirapuera, o pai de Valentina, Roger e Romero vai enfrentar um lutador 10 anos mais novo, Sam Alvey. O americano vem de duas vitórias, ambas em 2018: contra o compatriota Gian Villante e o polonês Marcin Prachino.

— Foi muito rápido, estava um tempo parado, me chamaram há 15 dias para esta luta. Tenho pouco tempo para treinar – observa o irmão gêmeo de Minotauro, uma das maiores lendas do MMA.

Para o combate, o baiano tem que vencer outra adversária: a balança.

— Tenho que perder 10, 11 quilos. Agora é fazer bastante dieta, é puxado, passo fome um pouquinho (risos).

Blog com EXTRA

Fedor lembra os velhos tempos, atropela Frank Mir e avança no GP do Bellator
   1 de maio de 2018   │     0:01  │  0

Fedor atropela Mir e avança do GP de pesados do Bellator (Foto: Divulgação / BellatorMMA)

A lenda está de volta! Fedor Emelianenko mostrou porque ainda é considerado por muitos como o maior peso pesado de todos os tempos. A atuação diante de Frank Mir, na luta principal do Bellator 198, realizado no sábado (28), lembrou o ‘Último Imperador’ dos velhos tempos, que reinava absoluto no Pride. O russo sofreu um knockdown logo no início da disputa, se recuperou e nocauteou o ex-campeão do UFC aos 48 segundos do primeiro round. O triunfo garantiu Fedor na semifinal do torneio de pesados do show. Ele enfrenta Chael Sonnen em busca de uma vaga final do GP.

A expectativa para a luta principal do Bellator 198 era grande com duas lendas dos pesos pesados em ação. De um lado Fedor Emelianenko, ex-campeão do Pride e considerado como o maior pesado da história, do outro, Frank Mir, ex-campeão do UFC e futuro Hall da Fama do Ultimate. E, mesmo distantes dos melhores momentos de suas carreiras, os atletas não decepcionaram o público presente em Rosemont (EUA) e tiveram uma atuação digna de lembrar o auge de suas trajetórias.

A luta começou com Mir tomando a iniciativa. Ele chutou a perna de Fedor e na sequência conectou um soco no rosto. O russo perdeu o equilíbrio e chegou a dobrar o joelho. Emelianenko, porém, conseguiu travar a disputa no clinch, evitar de ser castigado e ainda conseguiu uma linda queda. Por sua vez, Frank não quis se arriscar de costas no solo e rapidamente se levantou.

No recomeço da disputa em pé veio o golpe que encerrou a disputa. Fedor, lembrando o velho poder de recuperação e a precisão para nocautear, encerrou a disputa de forma contundente. Ele aproveitou que o rival caminhou para frente soltando socos, se esquivou dos ataques e com um uppercut de esquerda no contragolpe mandou Mir ao chão. Ele ainda acertou mais três socos no solo até o árbitro encerrar a disputa e decretar o nocaute técnico a 48 segundos de luta.

Blog com  Super Lutas

Ronda Rousey assina oficialmente com o WWE e ‘surpreende’ dirigente no ringue
   27 de março de 2018   │     0:02  │  0

Rouda Rpusey assinou com o WWE no ringue do evento
Rouda Rpusey assinou com o WWE no ringue do evento (Foto: Divulgação / WWE)

 

A ex-campeã do UFC Ronda Rousey assinou oficialmente com o World Wrestling Entertainment, mundialmente conhecido como WWE, na noite do último domingo, dentro do ringue utilizado pelas lutas. Os dois diretores da companhia, Triple H e Stephanie McMahon, apareceram para explicar que a medalhista olímpica de judô não irá fazer combates por um título.

A notícia não agradou a norte-americana, agora será nova estrela do wrestler, que fechou a cara e “explodiu” contra McMahon.

Na mesma hora, Triple H, que é ex-lutador e hoje é diretor de operações do WWE, afastou a sua mulher de Ronda Rousey. Na hora que voltou para falar com a ex-campeã do UFC, o dirigente foi “surpreendido” e jogado para fora do ringue por Rousey. Nesse momento, Stephanie McMahon voltou e eu uma bofetada na ex-campeã do UFC, que não teve tempo de reagir.

A briga faz parte do show que o WWE promove ao seu público.

Blog com EXTRA

 

José Aldo estreia evento de kickboxing no Rio de Janeiro no próximo dia 10
   5 de março de 2018   │     0:02  │  0

 

Longe dos octógonos desde dezembro, quando perdeu a revanche para o americano Max Holloway no UFC 218, o brasileiro e ex-campeão mundial José Aldo, (foto acima), segue exercitando sua veia empreendedora. O lutador, que já possui negócios nos mercados fitness e gastronômico, se aventura agora na área de eventos. No próximo dia 10, ele promove, no Rio de Janeiro, a 1ª edição do Skaus Combat, competição de kickboxing que promete ser a principal do país, com transmissão ao vivo do canal Combate.

“Vai ser um evento inovador para o kickboxing brasileiro, esperamos que seja um marco no esporte. Nossa estrutura vai ser impecável, oferecendo a melhor experiência possível para o público e os atletas”, explica Aldo, que é sócio do evento ao lado do lutador de kickboxing Emerson Falcão.

O Skaus Combat será relizado na Arena Upper, no Flamengo, às 20h, e contará com nove lutas no total, sendo a principal a final do GP masculino até 60kg. Na disputa estão os atletas Wellington Lopes, Matheus Naccache, Francisco Júnior e Maurício Ferreira, que se enfrentam mais cedo nas semifinais. Os combates que definirão os finalistas serão sorteados durante a pesagem, que acontece na véspera, também na Arena Upper, às 10h.

Blog com EXTRA