Category Archives: Libertadores

Grêmio goleia o Cerro Porteño e assume a liderança do Grupo 1 da Libertadores
   3 de maio de 2018   │     0:01  │  0

 

A liderança do Grêmio na Libertadores chegou com um show de futebol na Arena. Com uma atuação de gala o Tricolor goleou o Cerro Porteño por 5 a 0 na quarta rodada da fase de grupos e aproveitou para assumir a liderança de sua chave na competição. Everton foi mais uma vez o destaque, com dois gols marcados. Jael, Cícero e Ramiro fecharam o placar elástico em Porto Alegre.

O Grêmio passa o Cerro Porteño e assume o primeiro lugar do Grupo 1 com oito pontos. O Ciclón estaciona nos sete, em segundo. As duas equipes voltam a campo pela Libertadores no dia 15. O Tricolor vai à Venezuela enfrentar o Monagas, às 21h30. Os paraguaios vão a Montevidéu enfrentar o Defensor, às 19h15. Pelo Brasileirão, os gaúchos enfrentam o Santos no domingo, às 19h, na Arena.

Blog com Globoesporte

Com apenas um ponto, Vasco vive crise na Libertadores: ‘Situação ficou muito difícil’, admite Zé
   25 de abril de 2018   │     0:04  │  0

Zé Ricardo teve noite para esquecer na partida contra o Racing
Zé Ricardo teve noite para esquecer na partida contra o Racing, precisando vencer hoje os argentinos no duelo de volta (Foto: Carlos Gregório Jr/vasco.com.br)

 

Não é a primeira vez que o Vasco chega ao fim dos três primeiros jogos da fase de grupos da Libertadores com apenas um ponto somado. Em 1998, ano em que terminou com o título da competição, a equipe treinada na época por Antônio Lopes também começou com um empate e duas derrotas. Ainda assim, a situação atual de olho em uma classificação é ainda mais difícil.

Isso porque na campanha de 20 anos atrás o Vasco terminou os três primeiros jogos da fase de grupos cinco pontos atrás de Grêmio e Chivas, do México. Esse ano, a diferença para o Racing, líder do grupo depois da goleada, é de seis pontos. A questão é tão crítica que se não vencer hoje o rival argentino, o Vasco já não poderá ultrapassá-lo, mesmo com dois jogos a disputar.

Além disso, pesa muito contra a campanha atual o saldo de gol negativo. Ele é de cinco, o que pode fazer a diferença para uma classificação. Em 1998, o Vasco conseguiu ir às oitavas justamente ao superar o América (MEX) no saldo de gols.

Abatido após a derrota, Zé Ricardo já admitiu que o cenário não é nada bom.

– Nossa situação ficou muito difícil. Temos ainda nove pontos a jogar, mas com seis pontos para o Racing. Realmente, vamos ter de jogar no limite – frisou.

Blog com EXTRA

Após empate do Fla em casa, Barbieri mira vitória na Colômbia
   23 de abril de 2018   │     0:02  │  0

Barbieri teve de se contentar com o empate em 1 a 1 com o Santa Fé, no Maracanã vazio (Foto: Mauro Pimentel/AFP)

O técnico Mauricio Barbieri não escondeu sua decepção com o resultado alcançado pelo Flamengo diante do Santa Fe. Na entrevista coletiva, o treinador interino disse que a equipe rubro-negra começou muito bem a partida, saiu na frente, mas se perdeu ao sofrer o gol de empate.

“O time sentiu o gol. E no segundo tempo ainda criamos chances, mas não fomos felizes”, disse Barbieri.

Segundo o treinador, o resultado não foi o esperado por todos no clube, mas o Flamengo já mostrou que tem condições de buscar fora o resultado que não alcançou no Maracanã. “Já provamos isso no Equador. Vamos buscar na Colômbia os pontos que deixamos em campo hoje”.

Barbieri disse que a ausência da torcida afetou o desempenho da equipe, que sentiu falta do empurrão vindo das arquibancadas, contudo, ele crê que o estádio vazio não pode ser usado como justificativa para o resultado decepcionante.

“Tivemos outras situações que colaboraram para esse resultado”, completou.

Barbieri também justificou a substituição de Henrique Dourado, logo no início do segundo tempo. O técnico disse que o Ceifador é um excelente jogador, mas estava encontrando dificuldades porque a bola não estava chegando e o atacante não tem mobilidade para participar mais do jogo.

O jogo de volta com o Santa Fé será realizado na próxima quarta-feira, 25/04, no El Campín, em Bogotá.

Blog com Gazeta Esportiva

 

 

Chocolate na Argentina: Vasco é goleado e se complica de vez na Libertadores
   20 de abril de 2018   │     0:04  │  0

Zaracho comemora o terceiro gol do Racing
Zaracho comemora o terceiro gol do Racing na fácil vitória sobre o Vasco, em jogo da Libertadotres (Foto: AGUSTIN MARCARIAN / REUTERS)

 

No mais famoso tango argentino, Carlos Gardel começa o hino lamentando a apertada derrota de seu cavalo na corrida, apenas por uma cabeça. O Vasco teria tido sorte se tivesse deixado o El Cilindro na noite de ontem com sentimento semelhante. O que o time carioca viveu contra o Racing um verdadeiro atropelamento. A goleada de 4 a 0 deixou o time da Colina em situação complicada para o restante da Libertadores.

O resultado para ser esquecido de verdade, no fim das contas, ficou do tamanho certo: o Racing perdeu dois pênaltis, com Lisandro López, que na terceira tentativa, acertou a cobrança. O Vasco, por sua vez, antes de ser engolido, teve bons momentos no primeiro tempo, desperdiçou chances de gol e chegou a dar a impressão de que poderia fazer um papel melhor na Argentina.

– Libertadores é dessa maneira. Tentamos, não fizemos e eles conquistaram o marcador – resumiu o meia Wagner: – É complicado jogar fora. Temos de esquecer essa partida e tirar muitas lições para não acontecer mais. Agora é pensar na Chapecoense, no Brasileiro. Vamos vira a chave.

Nesta sexta-feira, o Vasco viajará para Chapecó, onde enfrentará os donos da casa no domingo. Na próxima quarta-feira, enfrentará novamente La Academia, só que em São Januário. Se não vencer, estará praticamente fora da Libertadores.

Espera-se que até lá Zé Ricardo consiga entender o ‘atropelamento’ de ontem, porque todas suas escolhas deram errado. O técnico tentou reforçar a marcação com a estreia de Bruno Silva, mas não conseguiu. Viu atônito à beira do gramado todos os ataques do Racing pela direita levarem perigo. Colocou Evander para ajudar Henrique no setor e o meia cometeu pênalti no primeiro tempo.

Depois do intervalo, deslocou Wagner para o setor. O meia também não deu conta do recado e fez pênalti que originou o quarto gol. No segundo tempo, Zé entregou os pontos, assistiu ao jogo como o turista que vê os shows de tango nas ruas de Buenos Aires: boquiaberto. Só mexeu duas vezes, a segunda por causa do cansaço de Bruno Silva.

Além de Lopéz, que fechou o placar em Avellaneda, Centurión, Martíneze Zaracho fizeram os gols do Racing.

Blog com EXTRA

 

Vinícius Jr brilha e garante virada do Flamengo sobre o Emelec
   16 de março de 2018   │     0:04  │  0

 

Com show de Vinícius Jr, (foto acima/centro), que entrou na metade do segundo tempo e marcou dois gols, o Flamengo derrotou o Emelec, de virada, por 2 a 1, em partida disputada na noite da última quarta-feira, no Estádio George Capwell, em Guayaquil, no Equador. O resultado fez o Rubro-Negro da Gávea assumir a liderança do Grupo 4 da Copa Libertadores, com quatro pontos ganhos, enquanto a equipe equatoriana segue com apenas um tento, na última posição da chave.

A vitória flamenguista foi merecida pelo fato de o time dirigido por Paulo Cesar Carpegiani ter se mostrado superior ao adversário na maior parte do tempo e não se abalado quando sofreu o primeiro gol. A entrada de Vinícius Jr, que mostrou talento e objetividade na marcação de ambos os gols, foi decisiva para que o time brasileiro alcançasse a primeira vitória na atual edição do torneio continental.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Santa Fé, no Maracanã. O Emelec, por sua vez, encara o River Plate, em Buenos Aires.

FICHA TÉCNICA
EMELEC-EQU 1 X2 FLAMENGO-BRA

Local: Estádio George Capwell, em Guayaquil (Equador)
Data: 14 de março de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Máreio Díaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Milciades Saldivar (Paraguai) e Rodney Aquino (Paraguai)
Cartões amarelos: Quiñonez, Montero, Arroyo, Mejia, Dreer(Eme); Lucas Paquetá, Renê, Everton(Fla)
Gols:
EMELEC: Angulo aos 19 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Vinicius Junior, aos 32 e 40 minutos do segundo tempo

EMELEC: Esteban Dreer, Paredes, Mejía, Guagua e Baguin; Arroyo Espinoza, Quiñonez (Soliz), Luna (Modaini), Burbano(Montero) e Preciado García; Angulo
Técnico: Alfredo Arias

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Juan, Rhodolfo e René; Jonas, Diego, Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro (Vinicius Junior) e Everton; Henrique Dourado
Técnico: Paulo César Carpegiani

Blog com Gazetaweb