Category Archives: Libertadores

Com força da torcida no aeroporto, Flamengo embarca para a Colômbia com desfalques
   28 de junho de 2022   │     13:00  │  0

Arrascaeta agradece à torcida o apoio no aeroporto — Foto: Cahê Mota

Arrascaeta agradece à torcida o apoio no aeroporto — (Foto: Cahê Mota)

Time tem baixas por Covid-19: Diego Alves, Willian Arão, Matheus Cunha e Fabrício Bruno; quarteto passará por novo teste hoje. João Gomes, suspenso, é outro que não joga.

Pela primeira vez no ano o Flamengo deixou o Rio de Janeiro com apoio de sua torcida. Se antes da estreia na Libertadores, contra o Sporting Cristal, membros de organizadas aguardavam o time para protestar, ontem o clima foi diferente. Restando um dia para o jogo contra o Tolima, pelas oitavas de final, o ambiente é totalmente favorável.

Ontem, perto das 14h30, o ônibus rubro-negro chegou ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. Com bandeiras na mão e balões, os torcedores presentes cantavam: “Vamos, Flamengo. Vamos ser campeões”.

Diego Alves, Willian Arão, Matheus Cunha e Fabrício Bruno testaram positivo para Covid-19 e não viajaram. Hoje, passarão por novos testes. O Flamengo trabalha com a possibilidade de enviá-los para a Colômbia em um jatinho fretado caso os resultados deem negativos.

Flamengo e Tolima se enfrentam amanhã, às 21h30 (de Brasília), na Colômbia, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. A volta acontece no dia 6, no Maracanã, no mesmo horário.

Arivaldo Maia com Cahê Mota – Redação do ge –  Rio de Janeiro

 

 

Rival do Flamengo nesta quarta, Tolima perde a final do Campeonato Colombiano
     │     5:00  │  0

Caicedo disputa bola com Yerson Candelo em Tolima x Atlético Nacional — Foto: EFE

Caicedo disputa bola com Yerson Candelo em Tolima x Atlético Nacional — (Foto: EFE)

Equipe quase leva a partida para os pênaltis, mas sofre gol nos acréscimos e deixa escapar o título do Apertura.

Rival do Flamengo na partida desta quarta, pelo jogo de ida oitavas da Libertadores, o Tolima perdeu a final do Apertura do Campeonato Colombiano para o Atlético Nacional, no último domingo, no estádio Manuel Murillo Toro. Apesar de ter vencido o jogo por 2 a 1, a equipe já tinha sido superada por 3 a 1 no duelo de ida e acabou deixando escapar o troféu.

Com gol contra, Emanuel Oliveira abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo, e Caicedo ampliou aos 36. Na etapa final, o Tolima chegou a ficar com um jogador logo aos 11 minutos. No fim da partida, a equipe reduziu o ritmo para levar a partida para os pênaltis. No entanto, Jarlan Barrera marcou para o Nacional nos acréscimos e deu o título à equipe.

Tolima e Flamengo se enfrentam amanhã, às 21h30 (de Brasília), no estádio Manuel Murillo Toro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. O duelo de volta será no dia 6 de junho, no Maracanã, às 21h30 (de Brasília).

Arivaldo Maia com Redação do ge — Rio de Janeiro

Conmebol define arbitragem para os jogos de ida das oitavas da Copa Libertadores
   26 de junho de 2022   │     17:00  │  0

trofeu-libertadores-futebol-latino-lance-01-06(Foto: Divulgação/Conmebol)

Através de seu site oficial, a Conmebol já divulgou as comissões de arbitragem responsáveis pelas partidas de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Raphael Claus, Danilo Manis, Rodrigo Figueiredo, Wilton Pereira Sampaio, Bruno Pires e Bruno Boschilia, membros de arbitragem brasileiros escalados para a Copa do Mundo do Catar, são os representantes do país nesta sequência de jogos.

Fazendo o primeiro duelo fora de casa, o Atlético-MG enfrentará o Emelec-EQU na próxima terça-feira no Equador sob o apito do argentino Fernando Rapallini, que terá a assistência dos compatriotas Juan P. Belatti e Diego Bonfa. O árbitro de vídeo ficará por conta de Victor Carrilo, do Peru.

Ainda na terça-feira, o Athletico-PR recebe o Libertad-PAR na Arena da Baixada. A arbitragem do jogo terá o trio venezuelano Alexis Herrera, no apito, Carlos Lopez e Lubin Torrealba, como bandeiras. Jhon Perdomo, da Colômbia, será o VAR.

No confronto entre Corinthians e Boca Juniors-ARG, também na terça-feira, o trio será chinelo. Roberto Tobar apitará, enquanto Christian Schiemann e Cláudio Rios auxiliam. Juan Soto, da Venezuela, comanda o VAR. Já na partida entre Cerro Porteño-PAR e Palmeiras, que ocorre na quarta-feira, o árbitro será Wilmar Roldan e seus assistentes serão Alexander Guzmán e Wilmar Navarro, todos da Colômbia. O árbitro de vídeo fica por conta do argentino Mauro Vigliano.

Também na quarta, o Flamengo enfrenta o Tolima-COL, na Colômbia. No apito fica o venezuelano Jesus Valenzuela e nas bandeiras, Jorge Urrego e Túlio Moreno, ambos também da Venezuela. O VAR será comandado pelo uruguaio Andrés Cunha. Por sua vez, no confronto de quinta-feira, entre Fortaleza e Estudiantes-ARG, no Ceará, o trio de arbitragem será uruguaio. Andrés Matonte fica no apito, enquanto Nicolas Taran e Martin Soppi ficam como auxiliares. Nicolas Gallo, da Colômbia, comandará o VAR.

Brasileiros no apito

O trio formado pelo árbitro Raphael Claus e pelos bandeiras Danilo Manis e Rodrigo Figueiredo serão os responsáveis pelo confronto argentino entre Vélez Sarsfield e River Plate, na quarta-feira. O outro trio brasileiro, que conta com Wilton Pereira Sampaio, no apito, e Bruno Pires e Bruno Boschilia, na assistência, farão o outro jogo sem a presença de equipes do Brasil – Talleres e Colón, ambos da Argentina, também na quarta-feira.

Arivaldo Maia com Gazeta Esportiva

O que o Flamengo pode esperar do Tolima nas oitavas da Libertadores
   31 de maio de 2022   │     21:00  │  0

Guia Da Fase De Grupos Da Copa Libertadores Da América - Graphic Design Clipart #4149237

Depois de ficar marcado como o clube que eliminou o Corinthians, de Ronaldo, na fase de pré-Libertadores de 2011, o Tolima mostrou que a fama voltou dez anos depois, ao bater o Atlético-MG, em pleno Mineirão, por 2 a 1, nesta semana, e encerrar a maior série invicta da história da competição. O time mineiro não perdia há 18 jogos. Mas conseguiu ir à Colômbia e reverter uma maldição de 1996.

O Tolima não perdia nem tomava gols de times brasileiros desde então atuando em seus domínios, no estádio Manuel Murillo Toro. Foi derrotado por 2 a 0 pelo time de Antonio Mohamed, mas terminou a fase de grupos com os mesmos 11 pontos do campeão brasileiro. Nos oito jogos diante de equipes brasileiras na Colômbia, o Tolima venceu cinco, empatou dois e perdeu um, contra o RB Bragantino, pela Copa Sulamericana de 2021.

Desde a eliminação do Corinthians, o Tolima sumiu do mapa sul-americano e só conquistou seu segundo campeonato colombiano em 2018. O tri veio no ano passado, com a base do time que o Flamengo vai enfrentar nas oitavas de final, e que impôs dificuldades ao Altético-MG. Os dois últimos títulos nacionais do Tolima se deram após a equipe aderir ao formato de clube-empresa, passando a ser denominada como Tolima Fútbol Club S.A. nos negócios.

A partir de então a equipe é comandada pelo ex-goleiro Hernán Torres desde 2020. Ele já havia iniciado a carreira no clube entre 2007 e 2011. Nascido na cidade de Ibagué, Torres atuou atuou por oito anos com a camisa “vinotinta y oro”. Taticamente, o Tolima aposta em jogadas pelos lados e é um time vertical. O principal jogador é Jeison Steven Lucumí. Destaque também para os meia-atacantes Cataño, Plata, Ibargüen, Orozco e Miranda. E dos atacantes grandalhões Rangel e Caicedo, que abusam da força física para fazer o pivô e aproveitar as jogadas aéreas e pelos lados. A defesa, por outro lado, é vulnerável. O goleiro era do elenco da LDU que venceu o Fluminense na final de 2008, Alexander Dominguéz.

Logística é problema e estádio tem maldição

O Flamengo, que no último domingo venceu o Fla-Flu de virada, por 2 x 1, terá que estudar a melhor logística para jogar fora de casa. É possível voar até Ibagué, mas a equipe pode enfrentar quatro horas de ônibus e estradas de serra. A alternativa é fazer o voo fretado até a capital Bogotá, e encarar a rodovia. Em 2011, o Cruzeiro conseguiu fretar voo até Ibagué.

Com o nome do escritor e político colombiano Manuel Murillo Toro, que foi presidente da Colômbia em dois mandatos, nas décadas de 60 e 70, o estádio do Tolima tem capacidade para cerca de 30 mil torcedores. Foi lá que Ronaldo fez sua última partida pelo Corinthians na eliminação em 2011. O resultado ajudou a criar o mito da maldição de Ibagué, cidade do Tolima.

O ponto positivo para o Flamengo é o Maracanã. Em oito jogos disputados no Brasil, o Tolima perdeu sete e empatou um, tendo marcado apenas dois gols. Ao todo, o Tolima disputou 18 jogos contra brasileiros em sua história, com seis vitórias, três empates e nove derrotas. O 2 a 0 sobre o Corinthians é o mais lembrado. Com Tite no comando, Ronaldo comandava uma equipe de jogadores experientes como Paulinho, Danilo e Fábio Santos. Foi a primeira vez que um clube do Brasil caiu na fase inicial da Libertadores.

Arivaldo Maia com Redação do jornal EXTRA

Oitavas de final da Libertadores: veja os confrontos e o chaveamento até a final
   27 de maio de 2022   │     21:39  │  0

Confronto das oitavas de final da Libertadores 2022 — Foto: Conmebol

Confronto das oitavas de final da Libertadores 2022 — (Foto: Conmebol)

Confira as partidas da próxima fase, que terá seis clubes brasileiros.

A Conmebol definiu em sorteio nesta sexta-feira os confrontos das oitavas de final da Libertadores 2022. O Corinthians voltará a enfrentar o Boca Juniors, assim como ocorreu na fase de grupos.

Veja os confrontos (times da direita decidem em casa):

Athletico-PR x Libertad
Fortaleza x Estudiantes

Emelec x Atlético-MG
Cerro Porteño x Palmeiras

Tolima x Flamengo
Corinthians x Boca Juniors

Vélez Sarsfield x River Plate
Talleres x Colón

Os jogos das oitavas serão nas semanas de 29 de junho e 6 de julho. A decisão, em 29 de outubro, será em jogo único na cidade de Guayaquil, no Equador. Seis clubes brasileiros estão entre os 16 participantes das oitavas.

Das últimas cinco edições de Libertadores, quatro brasileiros venceram a competição: Grêmio (2017), Flamengo (2019), Palmeiras (2020 e 2021). Em 2018, o River Plate, da Argentina, foi o campeão. As duas últimas finais envolveram apenas clubes brasileiros: Palmeiras 1 x 0 Santos, em 2020, e Palmeiras 2 x 1 Flamengo, em 2021.

PREMIAÇÃO

A Conmebol aumentou os valores desta Libertadores. O campeão levará, ao todo, somando todas as fases, pouco mais de 23 milhões de dólares (cerca de R$ 113 milhões na cotação atual). Só pelo título, a quantia aumentou de 15 milhões para 16 milhões de dólares (R$ 77 milhões).

Cada clube recebe três milhões de dólares pela fase de grupos, 1,05 milhão pelas oitavas de final, 1,5 milhão pelas quartas e 2 pela semifinal. O vice-campeão fica com 6 milhões de dólares.

Arivaldo Maia com Redação do ge — Assunção, Paraguai