Category Archives: Libertadores

Levir vê jogo ‘físico’ e vibra com vantagem do Santos: “Agora é nossa vez”
   16 de setembro de 2017   │     0:01  │  0

O atacante Bruno Henrique marcou o gol do Santos na última quarta-feira, contra o Barcelona de Guaiaquil (Foto: AFP)

Os torcedores do Santos sofreram bastante na noite da última quarta-feira. Tomando pressão desde o início, o Peixe conseguiu segurar o ímpeto do Barcelona de Guaiaquil e saiu do Equador com um empate em 1 a 1, pela ida das quartas de final da Libertadores.

Para o técnico Levir Culpi, o resultado foi muito bom, já que o alvinegro chegou poucas vezes ao ataque nesta quarta e ainda contou com o brilho de Vanderlei, que fez três belas defesas e salvou a equipe santista.

“O que vimos foi um jogo extremamente físico, baseado nas bolas de linha de fundo e cruzamentos, principalmente do Barcelona. Não tivemos muitas oportunidades, mesmo assim tivemos duas ou três ótimas chances no primeiro tempo. Sofremos um gol de bola parada. Estou muito feliz com o empenho dos jogadores. Todos se entregaram e deram 100%. Se pensarmos no equilíbrio que é a Libertadores, a vantagem é muito boa”, explicou o comandante em entrevista coletiva após o duelo.

Com o empate, o Santos leva uma pequena vantagem para o confronto de volta, que acontece na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro. Uma vitória simples ou um empate em 0 a 0 garantem o alvinegro na semifinal. Caso a partida termine em 1 a 1, a decisão será nos pênaltis.

“Agora é nossa vez, vamos jogar em casa, com nossa torcida. Foi impressionante a presença do torcedor, o campo ficou muito bonito, mas agora é nossa vez. Vamos jogar em casa, com a torcida do lado e se tivermos a torcida podemos render ainda mais”, completou Levir.

Blog com Gazeta Press

Empolgado após clássico, Levir Culpi diz que o Santos pode vencer a Libertadores
   12 de setembro de 2017   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para levir culpi santos

Empolgado com a vitória do Santos sobre o Corinthians por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Levir Culpi, (foto acima), afirmou que o time tem condições de vencer a Copa Libertadores. Amanhã o time vai enfrentar o Barcelona, de Guayaquil, na primeira partida das quartas de final.

“Enfrentar o primeiro lugar, com ótima qualidade, e vencer… Para mim, dá a certeza que podemos vencer a Libertadores”, disse o treinador em entrevista coletiva de imprensa na Vila Belmiro.

O técnico baseia a sua avaliação não apenas na atuação tática da equipe, mas também no aspecto emocional. Levir Culpi afirma que o time viaja em alto astral para a Libertadores. “Quem diria que faríamos 2 a 0 no Corinthians? Temos tido uma regularidade, podemos ganhar qualquer jogo. Estamos vivos e motivados. Podemos até ser campeões invictos (da Libertadores). Seria maravilhoso. Podemos enfrentar qualquer time da América do Sul se administrarmos a questão física”, disse.

O Santos viajou na noite do último domingo para o Equador, logo após vencer o Corinthians. Para a partida, Levir Culpi não contará com o zagueiro Gustavo Henrique (dores no joelho), o atacante colombiano Copete (dores musculares na coxa), o meia argentino Emiliano Vecchio (preservado) e o atacante Nilmar (conjuntivite).

Blog com A TARDE

 

Libertadores terá duelo de brasileiros nas oitavas; confira
   19 de junho de 2017   │     0:01  │  0

A sorte foi lançada e os confrontos das oitavas de final da Libertadores estão definidos. A Conmebol desenhou os confrontos do mata-mata, colocando frente a frente logo de cara dois times brasileiros: Atlético-PR x Santos.

– Jogo muito difícil. Pegar brasileiro é muito difícil. Mas estamos aí. Não dá para escolher resultado. Sorteio é sorteio. É um jogo complicado. Sabemos que o Atlético-PR tem uma equipe forte. Se quisermos adversário fácil, vamos disputar o campeonato metropolitano – disse à Fox Sports o presidente do Santos, Modesto Roma.

Quem passar entre Furacão e Peixe pode enfrentar o Palmeiras. O Verdão terá o Barcelona (EQU) como adversário nas oitavas e está ao lado dos dois no chaveamento.

O Botafogo, que está na disputa desde a fase preliminar, pega o Nacional (URU). Se avançar, pode enfrentar o Grêmio, que terá o Godoy Cruz, da Argentina, como oponente nas oitavas.

– Estou muito confiante. O jogo é em Montevidéu, é nível do mar, estou confiante que o Botafogo vá superar mais esse grande adversário – disse à Fox Sports o presidente do Bota, Carlos Eduardo Pereira.

O Atlético-MG, por outro lado, ficou afastado dos brasileiros no chaveamento. O Galo vai à Bolívia enfrentar o Jorge Wilstermann. Caso ocorra uma final brasileira, ela terá que envolver necessariamente o Atlético-MG.

Segundo a Conmebol, a disputa das oitavas irá começar na primeira semana de julho.

OITAVAS DE FINAL DA LIBERTADORES

LADO A
Guarani (PAR) x River Plate (ARG)
Jorge Wilstermann (BOL) x Atlético-MG
The Strongest (BOL) x Lanús (ARG)
Emelec (ECU) x San Lorenzo (ARG)
——-
LADO B
Atlético-PR x Santos
Barcelona (EQU) x Palmeiras
Nacional (URU) x Botafogo
Godoy Cruz (ARG) x Grêmio

Blog com Terra Esportes

Torcida do Flamengo lamenta desclassificação na Libertadores
   19 de maio de 2017   │     0:02  │  0

Flamengo deu adeus à Libertadores perdendo na Argentina para o Sam Lorenzo (Foto: Juan Mabromata/AFP)

O sonho de voltar a conquistar a Libertadores acabou para o Flamengo. A equipe rubro-negra foi eliminada da competição ao ser derrotada pelo San Lorenzo, de virada, por 2 a 1, em partida disputada na noite da última quarta-feira, no estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires. Com isso, sobra ao time de Zé Ricardo a Copa Sul-Americana.

O time carioca encerrou a fase de grupos da Libertadores na terceira posição com nove pontos ganhos, sendo superado pelo próprio San Lorenzo e pelo Atlético-PR, que ficaram com as duas vagas do Grupo 4. O Flamengo saiu na frente com Rodinei, mas a equipe do Papa Francisco virou o marcador com gols de Angeleri e Belluschi.

O resultado acabou fazendo justiça ao melhor desempenho do San Lorenzo, que partiu para buscar a vitória desde os primeiros minutos. O Flamengo conseguiu sair na frente, mas recuou para defender o resultado e acabou sofrendo grande pressão durante todo o segundo tempo. Os argentino não desistiram e acabaram sendo premiados pelo esforço.

Blog com Gazeta Press

 

Zé Ricardo valoriza vitória do Fla em meio a série decisiva
   5 de maio de 2017   │     0:04  │  0

Zé Ricardo tem nove rodadas para fazer o Flamengo ultrapassar o Palmeiras (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)Zé Ricardo confia na rápida recuperação física do Flamengo para o jogo final do Carioca-2017 (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Zé Ricardo fez questão de elogiar o atacante Guerrero e o meia Everton pelo nível mostrado nessa quarta. E destacou a participação dos laterais Rodinei e Trauco, que foram fundamentais para a conquista do resultado.
“Quando penso que minha avaliação de admiração por esses jogadores chega ao limite, eles mostram que tenho que admirá-los mais ainda”, concluiu.

Destaque da equipe na vitória, com um gol e 14 finalizações durante a partida, o atacante Paolo Guerrero explicou que estava tentando marcar desde o primeiro tempo, mas reconheceu que o goleiro chileno estava atrapalhando seus planos. E recordou seu gol, que só saiu na etapa final. “Graças a Deus, eu chutei cruzado e não deu para ele pegar”.

Já o lateral Rodinei, que entrou no intervalo e abriu o caminho da vitória, disse que precisa agradecer ao técnico Zé Ricardo pela oportunidade e brincou com o fato de ter marcado o gol com o pé esquerdo, lance raro em sua carreira. “Pé esquerdo não é o meu bom, ajuda para pisar na embreagem e hoje contribuiu para essa festa linda”, comentou, aos risos, o provável titular contra o San Lorenzo, na Argentina, pois Pará vai cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Zé Ricardo fez questão de elogiar o atacante Guerrero e o meia Everton pelo nível mostrado nessa quarta. E destacou a participação dos laterais Rodinei e Trauco, que foram fundamentais para a conquista do resultado.
“Quando penso que minha avaliação de admiração por esses jogadores chega ao limite, eles mostram que tenho que admirá-los mais ainda”, concluiu.

Destaque da equipe na vitória, com um gol e 14 finalizações durante a partida, o atacante Paolo Guerrero explicou que estava tentando marcar desde o primeiro tempo, mas reconheceu que o goleiro chileno estava atrapalhando seus planos. E recordou seu gol, que só saiu na etapa final. “Graças a Deus, eu chutei cruzado e não deu para ele pegar”.

Já o lateral Rodinei, que entrou no intervalo e abriu o caminho da vitória, disse que precisa agradecer ao técnico Zé Ricardo pela oportunidade e brincou com o fato de ter marcado o gol com o pé esquerdo, lance raro em sua carreira. “Pé esquerdo não é o meu bom, ajuda para pisar na embreagem e hoje contribuiu para essa festa linda”, comentou, aos risos, o provável titular contra o San Lorenzo, na Argentina, pois Pará vai cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Muito satisfeito com a vitória sobre a Universidad Católica por 3 a 1, o técnico Zé Ricardo admitiu, em entrevista coletiva logo após o duelo no Maracanã, que se sente muito feliz com a classificação encaminhada para a próxima etapa da Copa Libertadores da América, mas alertou que Flamengo não pode esquecer que vai encarar um adversário muito difícil na Argentina, já que o San Lorenzo reagiu na competição e vai brigar pela vaga na última rodada.

O treinador rubro-negro aprovou o desempenho do grupo, lembrou que a equipe vem disputando vários jogos decisivos em sequência e, mesmo assim, tem obtido bons resultados.

“A Católica criou grandes dificuldades com sua equipe muito técnica, mas o Flamengo deu um passo muito importante com a vitória no jogo do Maracanã. Nosso time mostrou um poder de superação muito grande, principalmente após o gol de empate”, avaliou o comandante.

Zé Ricardo fez questão de elogiar o atacante Guerrero e o meia Everton pelo nível mostrado. E destacou a participação dos laterais Rodinei e Trauco, que foram fundamentais para a conquista do resultado.
“Quando penso que minha avaliação de admiração por esses jogadores chega ao limite, eles mostram que tenho que admirá-los mais ainda”, concluiu.

Destaque da equipe na vitória, com um gol e 14 finalizações durante a partida, o atacante Paolo Guerrero explicou que estava tentando marcar desde o primeiro tempo, mas reconheceu que o goleiro chileno estava atrapalhando seus planos. E recordou seu gol, que só saiu na etapa final. “Graças a Deus, eu chutei cruzado e não deu para ele pegar”.

Já o lateral Rodinei, que entrou no intervalo e abriu o caminho da vitória, disse que precisa agradecer ao técnico Zé Ricardo pela oportunidade e brincou com o fato de ter marcado o gol com o pé esquerdo, lance raro em sua carreira. “Pé esquerdo não é o meu bom, ajuda para pisar na embreagem e hoje contribuiu para essa festa linda”, comentou, aos risos, o provável titular contra o San Lorenzo, na Argentina, pois Pará vai cumprir suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Blog com Gazeta Esportiva