Category Archives: Libertadores

Ceni ainda não sabe se terá Gabigol contra o Racing
   30 de novembro de 2020   │     22:00  │  0

Rodrigo Caio e Gabigol: atletas que tiveram problemas com lesões recentemente — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Rodrigo Caio e Gabigol: atletas que tiveram problemas com lesões recentemente — (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

A divulgação do risco de Gabigol desfalcar o Flamengo, amanhã, na partida contra o Racing, pela Libertadores, jogou combustível na discussão sobre o trabalho de recuperação dos atletas no clube. De acordo com o comunicado, o camisa 9 tem um desequilíbrio muscular. Afinal, houve algum erro?

Na sexta, o assunto “departamento médico” já estava em alta. O gerente de saúde e alto rendimento do Flamengo, o médico Márcio Tannure, deu entrevista, respondeu sobre o alto número de lesões este ano, e defendeu o trabalho desenvolvido pelo clube e tão elogiado na temporada passada.

A reação de muitos torcedores nas redes sociais foi de contrariedade. Dentro do clube, também houve pessoas que não se convenceram com as explicações. O próprio Tannure disse na entrevista que recentemente fez mudanças no departamento médico porque “não estava satisfeito”.

Gabigol é um dos casos de jogador que teve problemas em série após a volta das competições. No fim de setembro, no Equador, uma lesão na coxa direita. Depois, a mais séria: em um lance sozinho, teve um entorse no tornozelo e ficou em tratamento por mais de um mês. Por fim, novamente a coxa direita, na partida contra o São Paulo, no Maracanã.

Após o retorno das competições, Gabigol esteve em 19 dos 37 jogos disputados pelo Flamengo. O trabalho do artilheiro não se restringe ao Ninho. Desde 2019 ele faz atividades de prevenção em sua casa. Recentemente ele trocou seu fisioterapeuta particular, que foi indicado por Tannure.

A escalação de Gabigol contra o Racing está em dúvida por causa dos testes isocinéticos feitos. Eles mostraram o desequilíbrio muscular.

Para a partida desta terça-feira, contra o Racing, o Flamengo vive a expectativa de ter o retorno de dois jogadores que estavam no departamento médico: Pedro e Rodrigo Caio.

O zagueiro, assim como Gabigol, teve problemas para voltar. Quando estava na Seleção, acusou dores no joelho. Quando estava na reta final de recondicionamento para ser novamente relacionado, teve uma lesão na panturrilha.

Blog com ge.globo

Conmebol confirma final da Libertadores no Maracanã
   25 de novembro de 2020   │     19:00  │  0

Maracanã será palco da final da Libertadores de 2020 (Foto: Divulgação)

Maracanã será palco da final da Libertadores de 2020 (Foto: Divulgação)

 

A Conmebol oficializou na noite da última segunda-feira a data da realização da final da Copa Libertadores no estádio do Maracanã. O jogo único será realizado no dia 30 de janeiro.

O anúncio também foi feito por Alejandro Dominguez, presidente da entidade que comanda o futebol sul-americano. A divulgação ocorreu na data que completa um ano do título do Flamengo contra o River Plate, em 2019.

Dúvidas surgiram sobre uma possível mudança da sede da final por conta da pandemia de Covid-19, principalmente pelo grande número de casos no Brasil em relação aos países do continente. Entretanto, a Conmebol optou por manter o lendário estádio como sede da decisão.

No início do mês, a Conmebol também oficializou a sede da final da Copa Sul-Americana. O jogo, que será realizada no dia 23 de janeiro de 2021, será sediada em Córdoba, na Argentina.

Blog com LANCE

Palmeiras prepara ataque inédito para a Libertadores
     │     13:00  │  0

Ainda repleto de desfalques, o Palmeiras terá duas ausências importantes no ataque para o duelo da noite de hoje, contra o Delfin pelas oitavas de final da Libertadores. Luiz Adriano, lesionado, e Willian, seguindo o protocolo de covid-19, não ficarão à disposição de Abel Ferreira.

Os atacantes são as principais referências ofensivas da equipe e os principais artilheiros do Verdão no ano. Luiz Adriano tem 15 gols, contra 14 de Willian; o terceiro da lista, Raphael Veiga com 13, também está fora pelo covid-19.

Sem os veteranos, o Palmeiras só deverá ter três atacantes de origem para enfrentar os equatorianos: Rony, Gabriel Silva e Marcelinho. Os dois primeiros se recuperaram do coronavírus e voltaram aos treinamentos no domingo. Qualquer formação envolvendo as peças seria inédita.

Gabriel Veron, Aníbal, Breno Lopes e Marino seguem fora pelo covid-19. Wesley está lesionado e não volta nesta temporada.

Com a escassez de opções, Abel deve optar entre duas possibilidades: escalar uma dupla de atacantes, como fez contra o Goiás, mas agora sem uma referência mais fixa; ou usar Rony como um “falso 9”, jogando à frente de cinco meias. O volante Danilo, que vinha se destacando, também está recuperado da covid-19 e pode voltar ao time, assim como Zé Rafael, que ficou fora no sábado por suspensão.

O Palmeiras visita o Delfín-EQU nesta quarta-feira, às 19h15 (Brasília), pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. A volta acontece no dia 2, às 19h15 no Allianz Parque.

Blog com Terra Esportes

 

 

Fla empata com o Racing e volta com vantagem
     │     11:30  │  0

O atacante Bruno Henrique foi o destaque do Flamengo no El Cilindro, contra o Racing (Foto: AFP)

O atacante Bruno Henrique foi o destaque do Flamengo no El Cilindro, contra o Racing (Foto: AFP)

 

Racing e Flamengo protagonizaram uma partida tensa, cheia de possibilidades de um placar mais elástico, mas o empate da noite de ontem em 1 a 1 no Estádio El Cilindro, em Buenos Aires, deixou tudo em aberto para a volta das oitavas da Libertadores. Fertoli inaugurou o placar para os mandantes, Gabriel Barbosa respondeu aos 14 minutos do primeiro tempo. E parou por aí, mas não por falta de tentativa. Os mandantes tiveram dois gols anulados e o Fla um, todos acertadamente.

Com o resultado, o time de Rogério Ceni recebe o Racing na próxima terça-feira, no Maracanã, com uma pequena vantagem: o empate de 0 a 0 garante o Rubro-Negro nas quartas de final da Copa por conta do gol marcado fora de casa. Quem vencer, avança, por sua vez, enquanto um novo empate em 1 a 1 levará a decisão por pênaltis. Qualquer outro empate serve ao time argentino.

Racing explora fragilidade do Fla, que responde com Gabigol

Animado por contar com Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa iniciando uma partida juntos após três meses, o Flamengo se viu com um problema ainda no aquecimento: Isla, com dores na coxa direita, não foi a campo e Rogério Ceni optou por improvisar Renê na lateral-direita. Como era de se esperar, a troca fez o time perder ofensividade por aquele lado. Everton Ribeiro, que costuma fazer boa dupla com o chileno, não teve o apoio de Renê.

O maior problema do Rubro-Negro, contudo, foi o mesmo das últimas partidas; a insegurança e as falhas defensivas. Ciente disso, o Racing começou exercendo forte pressão na saída de bola, especialmente em cima de Léo Pereira e Thuler. O início foi problemático para o Flamengo, que viu Fertoli abrir o placar aos 12.

O meia Fabrício Domínguez, aposta certeira de Beccacece para o jogo, deixou Filipe Luís e Gerson para trás e, no vacilo geral da zaga, o camisa 7 do Racing apareceu livre na pequena área para fazer 1 a 0. Diego Alves também vacilou, deixando o espaço entre o seu corpo e a primeira trave, onde a bola passou.

A resposta do Flamengo foi imediata, em lance que fez o torcedor rubro-negro lembrar dos grandes momentos vividos na última temporada. Bruno Henrique arrancou pela esquerda, deixou o marcador para trás e cruzou para Gabigol na área. O camisa 9 não teve dificuldades para empurrar a bola para as redes: 1 a 1 aos 14 minutos. O Racing não conseguiu manter a pressão por todo o tempo, mas seguiu encontrando espaços e foi para o intervalo com mais finalizações (7 a 3), mas, em chutes certos, houve igualdade. Por um lado, Lisandro López fez Diego Alves ir ao chão em cabeçada, enquanto Bruno Henrique acertou a trave.

Impedimentos mantém o placar inalterado

O início da segunda etapa foi como o da primeira: Racing marcando o rival em seu campo de ataque. Contudo, o time de Beccacece “trocou de lado”, percebendo a dificuldade de Renê em fechar a linha de fundo com o pé direito. Aos cinco minutos, em dois cruzamentos de Mena, Lisandro López já havia tido um gol anulado (corretamente por impedimento) e perdido outra chance clara. Nos dois lances, Léo Pereira e Thuler não conseguiram interceptar os passes.

Pelo Flamengo, quem levou perigo à meta de Arias foi Vitinho, que entrou no lugar de Gabigol aos 11. Contudo, o camisa 11 estava impedido nos dois lances: no primeiro, serviu Arrascaeta que chegou a balançar a rede; no segundo, o goleiro argentino fez boa defesa e espalmou para escanteio, mas já não valia.

A partir dos 25, o Racing aparentou sentir o cansaço. O Flamengo, com maior participação de Everton Ribeiro, Arrascaeta e Vitinho, passou a dominar as ações ofensivas, mas seguiu vacilando lá atrás. O time argentino chegou a marcar o segundo gol, mas impedimento foi assinalado pelo juiz corretamente.

Com a expulsão de Thuler, após revisão no vídeo, Rogério Ceni entendeu que o empate em 1 a 1 estava de bom tamanho, e o Flamengo valorizou o resultado – e o tempo, com três trocas – a partir dos 35, e o Racing não foi capaz criar mais.

Blog com LANCE

Flamengo treina com força máxima no CT do Boca
   24 de novembro de 2020   │     11:30  │  0

Racing x Flamengo duelam nesta terça-feira (24), na Argentina, pela Libertadores
Racing x Flamengo duelam nesta terça-feira (24), na Argentina, pela Libertadores (Foto: Getty Images)

 

O técnico Rogério Ceni comandou ontem o último treino do Flamengo para o jogo da noite de hoje com o Racing, pela Libertadores.

A equipe utilizou o campo anexo do CT do Boca Juniors, em Buenos Aires, para fazer o apronto. E na atividade, a portas fechadas, todos os jogadores que voltaram de lesão atuaram sem problemas.

O atacante Gabigol e o lateral-esquerdo Filipe Luis treinaram normalmente e estão à disposição para iniciar a partida desta terça-feira. O camisa nove sentiu cansaço muscular no jogo com o São Paulo, na estreia de Ceni. Já o lateral foi baixa na goleada para o Atlético-MG, ainda com Dome.

Ambos não atuaram nos últimos jogos. Pedro, Rodrigo Caio e Thiago Maia são os desfalques por lesão e sequer viajaram.

O Flamengo deve enfrentar o Racing com: Diego Alves; Isla, Thuler, Léo Pereira, Filipe Luis; Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.

Blog e EXTRA