Category Archives: Libertadores

Antes de jogo decisivo, Furacão debela crise com Paulo André
   26 de abril de 2017   │     0:01  │  0

Paulo André chegou a ser afastado pela diretoria (Marco Oliveira/CAP)

Enquanto conquistava a classificação para a final do Campeonato Paranaense 2017 em campo, diante do Londrina, o Atlético Paranaense tentava resolver fora de campo um foco de crise no dia do jogo decisivo diante do Flamengo, pela Libertadores da América. O zagueiro Paulo André teria se desentendido com a diretoria e chegou a se afastado dos treinamentos.

Entretanto, após uma conversa com o técnico Paulo Autuori, o próprio defensor já minimizou o episódio nas redes sociais e foi reintegrado ao elenco. Dessa forma, deve ficar normalmente à disposição para encarar os cariocas, logo mais, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Embora o motivo da pequena crise não tenha sido oficialmente revelado, cobranças do atleta sobre o grupo de jogadores após a derrota para o Flamengo, no Maracanã, teria gerado algum desconforto e irritado membros da diretoria. O caso seria diferente do ocorrido com o lateral Léo, esse afastado em definitivo por conta de ‘condutas antidesportivas’.

Blog com Gazeta Esportiva

Ricardo Oliveira confia em grande jogo do Peixe na Colômbia
   18 de abril de 2017   │     0:04  │  0

Ricardo Oliveira é o quinto maior artilheiro da história do Santos na Libertadores (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

 

Fora da disputa do Campeonato Paulista, o Santos se concentra apenas na Copa Libertadores, competição na qual terá um importante duelo contra o Santa Fé, fora de casa, amanhã, às 21h45 (de Brasília), pela terceira rodada do Grupo 2. Na liderança com quatro pontos, um a mais que o rival colombiano, o Peixe conta com o atacante Ricardo Oliveira, principal arma ofensiva, para voltar ao Brasil com mais três pontos na bagagem.

Levando em conta as participações de 2003 e 2017 na Libertadores com a camisa do Santos, Ricardo Oliveira soma 13 partidas e dez gols. O atacante está atrás apenas de Coutinho, Robinho, Neymar e Pelé na lista dos maiores goleadores santistas na competição continental. Justamente por isso a presença do artilheiro em campo é imprescindível.

“Estamos trabalhando firme, e estou esperançoso de que façamos um grande jogo. Sabemos da dificuldade que é jogar uma Libertadores, é uma competição totalmente diferente. Mas, como já disse, queremos somar pontos fora de casa. Tenho a esperança de voltar a balançar as redes e fazer um grande jogo. Uma boa partida não só individual, mas também coletiva, pois o nosso objetivo é coletivo. Isso passa pela entrega de cada jogador”, disse Ricardo Oliveira.

O atacante, que foi o autor de um dos dois gols da vitória sobre o The Strongest, adversário da última rodada da Libertadores, na Vila Belmiro, no entanto, sabe da dificuldade que o Santos terá na Colômbia para vencer os donos da casa.

“O Santa Fé tem um time forte, já o vimos jogar. Ainda vamos observar mais algumas coisas sobre eles, mas não tenho dúvidas de que teremos grandes dificuldades jogando em sua casa. Precisamos estudar e nos dedicar muito para neutralizar as jogadas deles. Mas estamos confiantes. Entrega e dedicação dentro de campo não faltarão. Vamos buscar a vitória, pois ela será um grande passo para garantir nossa classificação”, completou Ricardo Oliveira.

Blog com Gazeta Esportiva

Flamengo e Odebrecht avançam e jogo com Atlético-PR se aproxima do Maracanã
   27 de março de 2017   │     0:03  │  0

A direção do Flamengo trabalha duro para utilizar o Maracanã nos jogos da fase inicial da Libertadores (Foto: Folha de São Paulo)

A direção do Flamengo trabalha duro para utilizar o Maracanã nos jogos da fase inicial da Libertadores (Foto: Folha de São Paulo)

O impasse era grande. Uma diferença de algumas centenas de milhares de reais entre o que pedia a Odebrecht, que tem concessão do Maracanã, e o que pretende pagar o Flamengo pelo aluguel. Mas as duas partes se aproximaram de um acordo, que está prestes a ser anunciado, para que a partida diante do Atlético Paranaense, em 12 de abril, pela Copa Libertadores, aconteça no estádio.

As conversas tiveram muitas idas e vindas, mas avançaram nesta semana. Paralelamente o Flamengo segue preparando o estádio da Ilha do Governador, para que lá possa receber o time curitibano, caso necessário. Ainda faltam etapas como a instalação das torres de iluminação no estádio da Portuguesa, alugado pelos rubro-negros por três anos. Mas o risco de uma reviravolta, hoje, é pequeno.

Contra o San Lorenzo, o Flamengo teve descontados R$ 1.707.895,69 de “custo de infraestrutura do estádio”, que foi a recuperação do Maracanã, incluindo pagamento de contas atrasadas de energia elétrica. Houve ainda “custo operacional do jogo”, R$ 424.993,01. Para o jogo contra o Atlético Paranaense o item “custo de infraestrutura do estádio” não desaparecerá, mas deverá ser menor.

O gramado do Maracanã segue recebendo tratamento e em 15 dias deverá estar 100%. O campo de jogo não apresentava as condições ideais no duelo de estreia, quando o Flamengo enfrentou e venceu o San Lorenzo, devido ao pequeno prazo para sua recuperação após meses totalmente abandonado. Como o jogo será em três semanas, dias antes de a bola rolar o piso já estará adequado, de acordo com a previsão de quem cuida da grama.

Blog com Mauro Cezar Pereira/Espn/Brasil

Santos vende 9.340 ingressos para jogo contra o The Strongest, na Vila
   14 de março de 2017   │     0:02  │  0

O Santos faz seu segundo jogo na Libertadores no próximo dia 16, contra o The Strongest, na Vila Belmiro (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Santos encara o The Strongest nesta quinta-feira, às 21h45, na Vila Belmiro (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

 

O Santos terá casa cheia para o duelo contra o The Strongest, na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. O clube divulgou no final da tarde de ontem, primeiro dia de comercialização para torcedores comuns, que 9.340 ingressos já foram vendidos.

Com isso, restam menos de duas mil entradas para o duelo, pois a Vila Belmiro receberá público máximo de 11 mil pessoas nesta quinta. Já estão esgotados os setores de arquibancadas superiores de sócios (portões 1/2 e 17), o setor de cadeiras térrea lateral (portão 26), inclusive o setor destinado a Pessoas com Mobilidade Reduzida (PMR), o setor de cadeira numerada lateral (portão 25) e o setor de arquibancada do visitante (portão 21).

A venda oficial começou na última quarta-feira. Inicialmente, a comercialização foi apenas para sócios das categorias prioritárias (diamante, ouro e prata), pelo portal Sócio Rei (www.sociorei.com.br). Depois, os sócios da categoria oficial puderam comprar os ingressos na quinta-feira. A venda ainda continua nesta terça-feira, nas bilheterias da Vila Belmiro e demais pontos de venda, disponíveis no site (www.santosfc.com.br).

Blog com Gazeta Esportiva

Flamenguistas valorizam goleada, mas pedem “pés no chão”
   10 de março de 2017   │     0:02  │  0

Diego marcou um gol de falta e mostrou toda sua liderança dentro de campo nesta quarta (AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA)Diego marcou um gol de falta e mostrou toda sua liderança dentro de campo nesta quarta (AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA)

Autor do primeiro gol e um dos destaques do Flamengo na goleada sobre o San Lorenzo, o meia Diego disse ter consciência de que a sua experiência o transforma em um dos líderes da equipe, mas ressaltou que que o sucesso do time rubro-negro depende muito do grupo. Em entrevista à Fox Sports, o ex-santista explicou que vem procurando ajudar seus companheiros na busca para deixar o Flamengo cada vez mais forte e em condições de disputar todos os títulos da atual temporada. “Sei que estou aqui para ocupar uma posição importante, mas sou um jogador totalmente dependente da equipe”, explicou.

Quem também não escondia a satisfação no alegre vestiário rubro-negro após a estreia do time da Libertadores era Rômulo que marcou seu primeiro gol com a camisa do Flamengo. O volante contou que teve a felicidade de estar bem colocado na pequena área para aproveitar o desvio de Berrío e reconheceu que esperava um jogo difícil. “É sempre bom começar com o pé direito e iniciar bem a competição”.

O capitão Réver, sempre sereno, mesmo após uma goleada, afirmou que o grupo sabia das suas responsabilidades, “principalmente porque o time iria se deparar com uma uma grande e eufórica torcida”. O zagueiro disse ainda “que ninguém deve se iludir com o placar elástico, porque as partidas da Libertadores costumam ficar muito complicadas, e é preciso enfrentar as dificuldades com os pés no chão. A caminhada está apenas no início”, reforçou.

A má notícia ficou por conta do meia argentino Mancuello, que voltará a ser examinado nesta quinta-feira. O jogador levou a pior em um choque cabeça com cabeça com o volante Ruben Botta e apagou. Mancuello recobrou a consciência após atendimento médico e insistiu em voltar ao gramado, apesar dos apelos do médico Márcio Tannure, que queria tirá-lo de campo. O argentino ainda atuou mais 13 minutos, mas voltou a cair em campo e foi substituído por Berrío.

Blog com Gazeta Esportiva