Category Archives: Jornalistas

Trajano sobre fim da ESPN Brasil: “Em lágrimas, me calo”
   19 de janeiro de 2022   │     23:00  │  0

Trajano foi fundador da 'ESPN Brasil' em 1995 (Foto: Reprodução)

Trajano foi fundador da ‘ESPN Brasil’ em 1995 (Foto: Reprodução)

Foto: Lance!

Outras pessoas que trabalharam na ‘ESPN Brasil’, além de fãs, lamentaram e elogiaram o trabalho de Trajano, na postagem.

Chegou ao fim na última segunda-feira a marca ‘ESPN Brasil’ que tinha 27 anos de história. O canal agora passa a se chamar apenas ‘ESPN’. A Fox Sports, que pertence a Disney, virou ‘ESPN.

Nas redes sociais, o jornalista José Trajano, que participou da criação da ESPN Brasil e foi por muitos anos um dos seus maiores expoentes, postou um emotivo texto lamentando o fim da marca e recebeu apoio de seguidores e ex-colegas de emissora, como o jornalista Arnaldo Ribeiro.

“Quando o relógio passou da meia noite (de domingo para segunda), esta marca (ESPN Brasil) deixou de existir. 27 anos de muita história, luta, perseverança, lágrimas, vitórias, derrotas, camaradagem, sangue nos olhos, momentos inesquecíveis para quem começou ou se revelou ali. A história se faz. E eu, em lágrimas, me calo!”, postou o jornalista na noite de domingo.

“Sua obra está intacta. É histórica. E inspirou uma geração de jornalistas e de fãs”, disse Arnaldo Ribeiro, nos comentários.

Em entrevista ao site Chute ao Gol, Trajano contou que foi convidado por Julio Bartolo, no inicio dos anos 1990, para chefiar a ‘TVA Esportes’, empresa que fazia parte do Grupo Abril e que em 1995 virou a ESPN Brasil.

“Ele lembrou de mim, me convidou para assumir e eu aceitei. Mas na época era um problema para levar as pessoas para trabalhar lá. Você ligava para um cara e ele dizia ‘como é que é esse negócio aí?’. Era um problema pra convencer, ninguém queria largar o emprego para viver aquilo”,  disse, na ocasião.

Outras pessoas que trabalharam na ‘ESPN Brasil’, além de fãs, lamentaram e elogiaram o trabalho de Trajano nos comentários da postagem.

Blog com LANCE

Mauro Cezar aponta ‘diferença brutal’ entre Paulo Sousa e Renato Gaúcho no Flamengo
   17 de janeiro de 2022   │     17:00  │  1

Paulo Sousa substituiu Renato no comando do Flamengo (Foto: Felipe Patiño/CRF)

Paulo Sousa substituiu Renato no comando do Flamengo (Foto: Felipe Patiño/CRF)

Foto: Lance!

Para o jornalista, o português mostrou um lado mais ‘intelectual’ e soube se apresentar melhor e conquistar o carinho da torcida Rubro-Negra.

Mauro Cezar Pereira apontou uma ‘diferença brutal’ entre o atual comandante do Flamengo, Paulo Sousa, e o ex Renato Gaúcho, que foi demitido no fim de 2021. Para o jornalista, o português mostrou um lado mais ‘intelectual’ e soube se apresentar melhor e conquistar o carinho da torcida Rubro-Negra.

– A referência que o Flamengo tinha de técnico dando entrevista era o Renato Gaúcho. Do Renato para o Paulo Sousa, até do ponto de vista intelectual, quando o cara abre a boca, você percebe que a diferença é brutal, o Renato falava o que? Pergunta sobre tática: ‘isso eu falo com meus jogadores’. É só isso o que tem a dizer para os torcedores do time que você comanda? – analisou Mauro, durante live do ‘Uol Esportes’.

Mauro elogiou ainda a opinião nutrida por Paulo de que o jogador deve seguir fazendo um ‘treino invisível’ mesmo fora de seu horário de treinamento, para manter o comprometimento físico e mental com o clube.

– Outro ponto que eu achei muito importante, ele chamou de treino invisível, que ele quis dizer que quando sai do CT a sua rotina de trabalho não acabou, você é um atleta, tem que dormir bem, tem que se alimentar bem, tem que estar bem preparado, esse é o treino invisível ao qual ele se referiu. (…) Falou sobre variações táticas, sobre ocupação de espaço, sobre jogar pressionando o adversário, o que é algo que o torcedor do Flamengo gosta de ver – completou.
Mauro Cezar fez muitas críticas ao trabalho de Renato Gaúcho durante o ano de 2021. O jornalista chegou a dizer que o ex-treinador merecia a ‘coroa de pior treinador entre os principais elencos do futebol brasileiro.

Blog com LANCE

Mauro Cezar Pereira pede cautela com investidor: ‘Se colocar o Botafogo numa estabilidade, já será muito bom’
   8 de janeiro de 2022   │     17:51  │  0

John Textor é dono de parte do Crystal Palace – (Foto: Divulgação)

Alvinegro foi comprado por empresário americano.

Recentemente, o Botafogo se tornou uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol) e os torcedores estão cada vez mais empolgados. Entretanto, para o jornalista Mauro Cezar Pereira é preciso cautela em relação a venda do clube.

Em conversa com um colega que cobre o Crystal Palace, outro clube que John Textor também é dono, Mauro afirma que a torcida não deve esperar grandes times, mas sim um investimento que faça o clube se manter estável.

“O caso do Cruzeiro serve de alerta para o torcedor botafoguense, especialmente aquele que está superempolgado achando que o John Textor vai montar timaços em um dois ou anos. O perfil dele não é esse.

Conversei com um jornalista que cobre o Crystal Palace, e a visão que os ingleses tem é: esse cara vai ampliar nosso estádio, aumentar nossa capacidade de arrecadação, eventualmente investir um pouco no time e vamos nos estabilizar como um time de primeira divisão, como tem sido nos últimos anos, com colocações muito parecidas com a do Botafogo, fora o ano do rebaixamento.

Embora o Botafogo seja muito maior no futebol brasileiro do que é o Crystal Palace na Inglaterra, os dois vivem momentos de certa semelhança no desempenho da principal competição de seus países”, afirmou Mauro, antes de completar:

“Como Textor verá o Botafogo? Tem botafoguense que acha que vai montar time para ganhar o Brasileirão, Libertadores, mas até agora não podemos ter certeza disso. Se esse cara colocar o Botafogo numa situação de estabilidade, reduzindo as dívidas e sem risco de rebaixamento nos próximos anos, já será muito bom para o Botafogo. E talvez mais adiante pode montar um time para brigar mais em cima, mas esse processo não é tão rápido. Por mais que o contrato tenha amarras, não dá para ter certeza de que as coisas vão caminhar maravilhosamente bem. É recomendável cautela. Esperança é muito importante ter, mas haverá uma visão mais profissional, nada paternalista, que vai tentar colocar as coisas nos devidos lugares. E isso leva tempo”, finalizou.

Blog com [email protected]

Apresentador chama Botafogo de ‘Botinha’ ao vivo, é cobrado nas redes sociais e se desculpa: ‘É carinho’
   7 de janeiro de 2022   │     19:00  │  0

Apresentador Tiago Medeiros – (Foto: Reprodução/GE-PE)

Fala gerou revolta nas redes sociais.

Uma fala do apresentador Tiago Medeiros causou certa revolta nos torcedores do Botafogo nesta quarta-feira (5). Durante a edição do programa “Globo Esporte”, o jornalista se referiu ao clube carioca como “Botinha” em duas oportunidades e foi cobrado nas redes sociais. Após a repercussão, Tiago se desculpou.

Não demorou para Tiago Medeiros se retratar na web e explicar a nomenclatura utilizada durante a edição desta quarta-feira do “Globo Esporte”.

Um poucos mais tarde, com o aumento da repercussão do caso, o apresentador do grupo Globo enviou uma mensagem de desculpas ao perfil “Museu do Fogão”, que comentou sobre o assunto nas redes sociais.

Blog com O DIA

 

Mauro Cezar questiona venda do Cruzeiro e relembra apoio de Ronaldo a Aécio Neves: ‘De onde vem certeza?’
   21 de dezembro de 2021   │     19:00  │  0

Mauro Cezar sorrindo

Mauro Cezar questiona negócio do Cruzeiro com Ronaldo Fenômeno –  (Foto: ESPN Brasil)

Clube mineiro teve 90% de suas ações compradas pelo Fenômeno.

Mauro Cezar se mostrou receoso em relação a venda do Cruzeiro ao atacante Ronaldo Fenômeno. Em sua conta no Twitter, o jornalista questionou se a negociação será, de fato, boa para o clube e relembrou o apoio do craque a Aécio Neves (PSDB) durante as eleições presidenciais de 2014.

“Ronaldo dá início a uma compra do endividado Cruzeiro. Imediatamente torcedores, de vários clubes, e profissionais da imprensa celebram como algo positivo. De onde vem tamanha certeza?”, escreveu o jornalista.

Na época, Aécio chegou ao segundo turno das eleições contra a então presidente Dilma Rousseff (PT), que buscava a reeleição. A disputa foi apertada, mas a petista levou a melhor com 51,64%, contra 48,36% do ex-governador de Minas Gerais.

Muitos torcedores contestaram a opinião do jornalista Mauro Cezar.

Blog e O DIA