Category Archives: Jogos Olímpicos

Presidente do COI: ‘Vacina não será obrigatória na Olimpíada
   19 de novembro de 2020   │     20:00  │  0

Thomas Bach é o atual presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) (Foto: Denis Balibouse/EFE)

A vacinação contra a Covid-19 não vai ser obrigatória para os atletas que participarem dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. O recado foi dado nesta terça-feira, 17, pelo alemão Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), durante uma visita ao estádio Olímpico de Tóquio, local das cerimônias de abertura e encerramento do evento e de provas de atletismo. “Exigir a vacinação seria ir longe demais”, disse Bach, reiterando o compromisso do COI de garantir as melhores condições para os atletas. Apesar de afirmar que a vacina não será obrigatória, por se tratar de “uma questão de saúde individual”, o dirigente comentou que a entidade vai incentivar os esportistas a se vacinarem.

Bach terminou na terça-feira, 17, uma visita de dois dias à capital japonesa, que teve como principal objetivo reforçar a confiança dos atletas, dos japoneses e dos patrocinadores quanto à realização dos Jogos Olímpicos Tóquio-2020, que agora serão de 23 de julho a 8 de agosto de 2021. O aumento das infecções em grande parte do mundo e a renovação das medidas de confinamento, especialmente na Europa, voltaram a levantar questões sobre a realização dos Jogos no próximo ano, caso a pandemia não esteja controlada.

Na última semana, uma pesquisa local mostrou que a maioria da população japonesa acha que o ideal seria adiar os Jogos ao menos em um ano – ou até cancelar a edição. Um pequeno grupo de manifestantes chegou a protestar em frente ao edifício que Bach dava uma coletiva de imprensa em Tóquio. E, de acordo com os meios de comunicação locais, mais de 60% dos patrocinadores japoneses ainda não se comprometeram a prolongar os contratos para mais um ano.

Blog com ESTADÃO Conteúdo

Tóquio inaugura Centro Aquático de R$ 3 bilhões
   30 de outubro de 2020   │     12:00  │  0

Centro Aquático de Tóquio irá receber as provas de natação e saltos ornamentais na Olimpíada (Foto: Divulgação/Tokyo 2020/Uta Mukuo)

Sete meses depois da data oficial e US$ 523 milhões (cerca de R$ 3 bilhões), a cidade de Tóquio inaugurou neste sábado, 24, o Centro Aquático que irá abrigar as provas de natação e saltos ornamentais durante os Jogos Olímpicos, que serão disputados no ano que vem.

As instalações já estavam prontas desde o primeiro semestre e a inauguração marcada para acontecer em 22 de março, mas o evento foi cancelado por causa da pandemia do novo coronavírus. Dois dias depois, a Olimpíada foi adiada para julho de 2021.

A cerimônia inaugural, que procurou manter um tom de esperança, contou com a presença de centenas de oficiais e da governadora de Tóquio, Yuriko Koike, que fez questão de destacar que o Centro Aquático, apesar de seu alto custo, irá beneficiar tanto os atletas olímpicos quanto os moradores da capital japonesa.

O Centro Aquático tem capacidade para receber 15 mil pessoas. No entanto, os organizadores dos Jogos de Tóquio ainda não decidiram se as competições terão ou não a presença de público.

Blog com Esportes Band

Jogos de Tóquio já são os mais caros da história
   8 de setembro de 2020   │     17:00  │  0

Orçamento inicial para os Jogos era de US$ 7,3 bilhões (cerca de R$ 40,2 bilhões) (Foto: Divulgação/COI)

Os Jogos Olímpicos de Tóquio já são os mais caros da história do evento, de acordo com um estudo da Universidade de Oxford. Segundo o economista Bent Flyvbjerg, que conduziu a pesquisa, os custos já excederam a previsão inicial em 200%.

Em 2013, quando Tóquio foi escolhida como cidade-sede, os organizadores divulgaram um orçamento de US$ 7,3 bilhões (cerca de R$ 40,2 bilhões). Com o adiamento dos Jogos para julho de 2021, por causa da pandemia de covid-19, o custo já saltou para US$ 15,84 bilhões (cerca de R$ 83,8 bilhões).

Esse valor alçou a Olimpíada no Japão ao primeiro lugar do ranking de mais cara, superando os US$ 14,95 bilhões (R$ 79,1 bilhões) de Londres-2012, até então a mais cara da história.

O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio, no entanto, divulgou cifras diferentes do estudo. De acordo com os organizadores, foram gastos US$ 12,6 bilhões (mais de R$ 66,6 bilhões). O Comitê Olímpico Internacional preferiu não comentar a pesquisa, que será publicada no próximo dia 15, afirmando que não teve acesso aos dados.

“As Olimpíadas oferecem o maior nível de risco que uma cidade pode assumir”, disse Flyvbjerg à agência de notícias Associated Press (AP). “A tendência não pode continuar. Nenhuma cidade vai querer fazer isso porque é muito caro, colocando-se em uma dívida que a maioria das cidades não pode pagar. ”

“Infelizmente, os oficiais e anfitriões das Olimpíadas costumam se enganar sobre os custos e estouros dos Jogos. Portanto, não podemos contar com os organizadores, o COI e os governos para nos fornecerem informações confiáveis sobre os custos reais, dos Jogos Olímpicos ”, acrescentou o economista.

Blog com Band Esportes

Comitê Olímpico vai levar 200 atletas para treinar em Portugal
   24 de junho de 2020   │     22:20  │  0

Diante das dificuldades de treinar aqui no Brasil por causa da pandemia, o Comitê Olímpico Brasileiro deve levar mais de 200 atletas para treinar em Portugal. Enquanto isso, eles usam a criatividade para manter o condicionamento físico.

Os ginastas estão se adaptando: Diego Hypólito treina na sala. Arthur Nory sobe escadas de um jeito diferente. Já Arthur Zanetti instalou argolas na garagem. Luisa Marques, do nado artístico, usa a piscina da casa de veraneio. O ciclista olímpico Renato Rezende construiu uma pista de terra ao lado de casa.

Dá até para se divertir um pouco, como o jogador de basquete Marcelo Huertas, que fez treino de força com ajuda dos filhos. A atleta de tênis de mesa Bruna Takahashi está com vaga garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio, transferidos para 2021. O treino em casa é bem mais limitado, mas pelo menos ela está conseguindo manter a boa forma.

É preciso muita criatividade para treinar em casa, já que os centros esportivos estão de portas fechadas como o Clube Pinheiros, em São Paulo, usado por mais de 200 atletas de alto rendimento. Mas eles estão há mais de três meses sem pisar no local, o que já afeta o desempenho dos esportistas.

Uma pesquisa do Comitê Olímpico Internacional, com quatro mil atletas do mundo inteiro, aponta que 56% deles acham difícil treinar com um bom resultado durante a pandemia. Metade não consegue se manter motivado. 32% relatam problemas de saúde mental, como ansiedade, e 30% estão com dificuldade de manter a dieta.

A partir de julho, o Comitê Olímpico Brasileiro vai levar 200 atletas para treinar temporariamente em Portugal, onde o risco de contágio da Covid-19 já caiu bastante.

Blog com Esportes Band

Olimpíada de Tóquio tem nova data
   1 de abril de 2020   │     0:02  │  0

Os organizadores dos Jogos de Tóquio 2020 confirmaram a edição adiada vai começar em 23 de julho de 2021, quase um ano depois da data inicialmente anunciada.

Assim anunciou em entrevista coletiva o presidente do comitê organizador, Yoshiro Mori, pouco após conversar por telefone com o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

A nova data foi proposta pelos organizadores tendo em conta que se queria conceder “suficiente tempo para os preparativos” dos atletas e das outras partes implicadas, assim como se considerava preferível que os Jogos tivessem lugar em um período de férias, segundo Mori.

“Devido à situação do coronavírus, também acreditávamos que era melhor que os Jogos fossem no verão (do hemisfério norte)”, acrescentou o dirigente.

A próxima Olimpíada ia começar em 24 de julho deste ano, mas no último dia 24 de março foi anunciado o adiamento por causa da pandemia do coronavírus, o que obrigou o cancelamento de grande parte dos eventos classificatórios, da suspensão dos treinos dos atletas e da restrição dos deslocamentos internacionais.

De acordo com Yoshiro Mori, as provas olímpicas vão começar agora em 23 de julho e terminarão em 8 de agosto de 2021. Os Jogos Paralímpicos, por sua parte, terão início em 24 de agosto e se encerram em 5 de setembro.

Com relação às datas previstas para 2020, há o adiantamento de um dia para que a cerimônia de abertura coincida com uma sexta-feira.

Blog com ESPN