Category Archives: Jogadores

Arrascaeta deve ser titular do Flamengo na Taça Rio
   19 de fevereiro de 2019   │     0:04  │  0

Resultado de imagem para Arrascaeta, do Fla

Ao errar o passe que resultou na eliminação na Taça Guanabara para o Fluminense, nos acréscimos, Arrascaeta, (foto acima/Torcedores.com), carregou nas costas todo o peso do fracasso do time rubro-negro, mas fez justiça no placar, refletindo o fraco desempenho do Flamengo no jogo. A preocupação de Abel Braga, agora, é não deixar que o uruguaio fique abalado pelo erro — o meia é contratação mais cara na história do clube.

“Arrascaeta é um jogador de gabarito. Foi infeliz em um lance. Não é uma falha que tira o que tem ele de valor. Já ando pensando na frente. Agora precisa ser acarinhado. Quem sabe no próximo jogo (contra o Americano, pela Taça Rio) já comece de início”, disse o treinador.

A frustração de Arrascaeta ficou evidente logo após o gol da classificação tricolor, quando já não dava mais tempo de reagir, lamentando o erro por preciosismo no passe. Nas redes sociais, ele não escondeu a tristeza pela falha.

“Me toca viver um momento de tristeza e frustração, mas seguirei trabalhando forte para ajudar meus companheiros e retribuir todo o carinho a nossa torcida”, publicou o meia no Twitter, recebendo apoio da maior parte dos torcedores. “Força, tem muita historia pela frente ainda. Vai nos ajudar muito ainda. Não tema”, escreveu um dos internautas.

Cogitado para começar jogando na estreia da Taça Rio, a maior dúvida é a posição que Arrascaeta vai ocupar em campo. O mais provável é a saída de Willian Arão, que faria Diego jogar mais recuado, como segundo volante. Mas pode ser que o escolhido para deixar o time seja justamente Diego, que teve fraca atuação na derrota para o Fluminense.

Antes de decidir a escalação da próxima partida, Abel terá uma semana para testar as opções que tem à disposição. O duelo com o Americano será somente no domingo, dia 24, às 17h, no Maracanã.

Blog com O DIA

Zagueiro Vitão pode deixar o Palmeiras rumo ao Barcelona
     │     0:02  │  0

Resultado de imagem para Vitão, zagueiro da base do Palmeiras

 

O zagueiro Vitão, (foto acima/Torcedores.com), uma das maiores promessas das categorias de base do Palmeiras pode estar a caminho do Barcelona. A informação é do jornal espanhol Marca, que já noticiou a negociação do clube catalão pelo jovem defensor. A Gazeta Esportiva apurou que Alexandre Mattos está na Europa para tratar do negócio.

Além do dirigente palestrino, representantes do atleta já estão na Espanha. Vitão, que sequer estreou pela equipe profissional do Alviverde, tem contrato com o clube até dezembro de 2023 e 70% dos direitos econômicos vinculados ao clube de Palestra Itália.

O Marca destaca que a promessa palestrina seria uma aposta do Barça para o futuro. O zagueiro de 19 anos e 1,86m é capitão e titular absoluto da Seleção Brasileira Sub-20. A ideia é que ele entrasse na equipe B belgrana ou fosse emprestado a outro time para que, no futuro, pudesse integrar o plantel principal do Barcelona.

O atual elenco palestrino conta com Edu Dracena, Antônio Carlos, Juninho, Luan e Gustavo Gómez como opções para a zaga. Vitão, que esteve na disputa do Sul-Americano Sub-20 integra a lista ‘B’ de jovens das categorias de base do Palmeiras que podem atuar no Campeonato Paulista.

Blog com Gazeta Press

 

Estreia de Ganso no Fluminense será no Maracanã contra o Bangu, no dia 22
   15 de fevereiro de 2019   │     0:03  │  0

Paulo Henrique Ganso vai estrear pelo Fluminense no Maracanã
O habilidoso meia Paulo Henrique Ganso vai estrear pelo Fluminense no Maracanã (Foto: Mailson Santana / Fluminense)

 

A estreia de Paulo Henrique Ganso pelo Fluminense será em um dos maiores templos do futebol mundial, o Maracanã. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro informou que o jogo entre Bangu e Fluminense será no dia 22, às 21h, pela Taça Rio do Campeonato Carioca. A mudança aconteceu em razão do pedido da TV para mudança do horário e da solicitação do do Bangu para transferir o local.

Aliás, a apresentação oficial de Paulo Henrique Ganso como novo camisa 10 aconteceu justamente no Maracanã, no dia 5 de fevereiro. Principal contratação na temporada, o meia fechou por cinco anos com o Fluminense.

O jogador, de 29 anos, rescindiu o contrato com o Sevilla (ESP), após ser emprestado pelo clube ao Amiens, da França, desde agosto do ano passado. No Brasil, ele vestiu a camisa do Santos, onde começou nas categorias de base até ir para o profissional, e depois para o São Paulo.

Blog com EXTRA

Velozes e artilheiros: Bruno Henrique e Yony González aceleram Fla-Flu da semifinal
   14 de fevereiro de 2019   │     0:04  │  0

Eles estrearam marcando dois gols; espantaram logo a desconfiança das torcidas; têm a velocidade como ponto forte; também já atacaram de garçom de companheiros; viraram os artilheiros de Flamengo e Fluminense no Campeonato Carioca e rapidamente se tornaram peças-chave das equipes de Abel Braga e Fernando Diniz. Com Bruno Henrique e Yony González é assim, jogo rápido… E objetivo.

A ponto de fazerem frente a astros, como os rubro-negros Gabigol e Arrascaeta, e destaques individuais, como os tricolores Luciano e Everaldo. Juntos, os atacantes já marcaram sete gols no Carioca (veja no vídeo abaixo). Se fora de campo a tragédia na base rubro-negra ofuscou a semifinal da Taça Guanabara, dentro das quatro linhas Bruno Henrique e Yony González prometem acelerar o primeiro Fla-Flu de 2019: nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã.

Mesmo contratado por R$ 23 milhões, Bruno Henrique não chegou ao Flamengo com o mesmo peso de ouro de Arrascaeta, que custou R$ 63,7 milhões, e de Gabigol, que tem o maior salário do elenco, de R$ 1,25 milhão por mês. Mas, diferente dos outros dois, ele já conquistou a titularidade no Rubro-Negro. E olha que foi o último a chegar.

Com mais um gol e uma assistência (para Arrascaeta) nos últimos dois jogos, caiu nas graças dos rubro-negros e de Abel Braga, que o colocou de titular no lugar de Vitinho. E já parece ter a confiança do técnico. Contra a Cabofriense, no último jogo, o comandante preferiu improvisá-lo na direita do que sacá-lo para a entrada de Arrascaeta, que joga mais pelo lado esquerdo.

O “Ligeirinho” da Colômbia
Se tinha o cartaz de um bom enfrentamento diante do Athletico-PR na final da Sul-Americana, inclusive marcando um gol, Yony González chegou com a desconfiança de conseguir se adaptar ao Fluminense, um clube no qual recentemente estrangeiros fracassaram. Não demorou para o atacante colombiano, de 24 anos, começar a escrever a sua história, de forma positiva.

Yony deu uma mostra das características que lhe renderam em seu país o apelido de “Speedy González”, ratinho personagem de desenho da “Warner Bros.”, batizado no Brasil de “Ligeirinho” e usado pelo Fluminense no anúncio de sua contratação nas redes sociais. Sua velocidade é visível mesmo tendo se reinventado sob o comando de Fernando Diniz.

Sem Pedro, em recuperação de lesão, o técnico escalou o gringo como centroavante, posição que desempenhou por vezes no Junior Barranquilla, da Colômbia. Mesmo atuando em uma faixa menor de campo, o terço final do gramado, mostrou ser rápido e forte e ter explosão, drible e faro de gol no enfrentamento com os zagueiros.

Ao cair para o lado, em situações de jogo, a velocidade apareceu. E deixou a questão: certamente será um diferencial ao ser deslocado, no retorno do camisa 9, para nova posição. Em cinco jogos, entre Carioca e Copa do Brasil, alcançou o posto de artilheiro do time ao lado de Luciano, com quatro gols. Acertou ainda duas vezes a trave e soma também uma assistência (para Luciano).

Os dois novos jogadores serão atraçãos no Fla-Flu deste noite, às 20h30 (horário de Brasília), no Maracanã.

Blog e GloboEsporte

Ricardo Oliveira passa Pelé e se torna o 6º maior artilheiro brasileiro na história da Libertadores
     │     0:02  │  0

Ricardo Oliveira tem 7 gols em apenas 4 jogos (Foto: Alessandra Torres/Eleven)

Seria clichê demais dizer que, aos 38 anos de idade, o atacante Ricardo Oliveira, (foto acima/Lance), parece melhorar com o tempo, assim como o vinho. O início de temporada espetacular do centroavante, no entanto, impede que saiamos do lugar-comum: sim, o artilheiro do Galo está ainda melhor. Com os dois gols marcados sobre o Danubio, do Uruguai, na vitória do Atlético por 3 a 2, o atacante chegou a impressionante marca de 9 gols em apenas cinco partidas disputadas na temporada, uma média de quase dois por jogo.

Fundamental para a classificação da sua equipe para a próxima fase da Libertadores – já havia marcado duas vezes também no duelo de ida que terminou empatado em 2 a 2 -, o camisa 9 se tornou ainda o 6º maior artilheiro brasileiro da história da disputa continental. Com os dois tentos sobre os uruguaios, Ricardo superou Pelé e Robinho no ranking e empatou com Tita e Marcelinho Carioca.

Essa é a 5ª edição da Libertadores em que Ricardo Oliveira atua. Na primeira, em 2003, com a camisa do Santos, o goleador marcou 9 vezes em 11 jogos. Pelo São Paulo, em 2006 e em 2010, foram apenas dois gols – um em cada ano – em seis partidas. Em 2017, de volta ao Peixe, balançou as redes três vezes em oito atuações. Agora, pelo Galo, já são quatro em apenas dois confrontos.

Blog com Terra Esportes