Category Archives: Jogadores

Em alta no Atlético-MG, Elias não descarta um retorno ao Flamengo no futuro
   23 de outubro de 2018   │     0:01  │  0

Elias será titular do Galo contra o Fluminense
O volante Elias ainda deseja defender o Flamengo (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG / Divulgação)

 

O volante Elias, de 33 anos, é um dos pilares do Atlético-MG na boa campanha que o time faz no Campeonato Brasileiro. Após um período na reserva, o veterano voltou a jogar bem e hoje é titular absoluto da equipe que, pode-se dizer, ainda tem chances matemáticas de título. Mesmo com a mudança recente de treinador (Levir Culpi assumiu no lugar de Thiago Larghi), Elias segue firme no time alvinegro de Minas.

— Fiquei um período fora onde pude repensar um pouco, treinar mais… até porque queria que, na oportunidade que tivesse, eu pudesse abraçar como venho abraçando. Fico feliz com o momento e a gente não pode nunca abrir mão de seleção brasileira — disse Elias, que trabalhou com Tite no Corinthians.

O jogador ainda não descarta o Atlético na briga pelo título, mas admite que a situação ficou bem difícil:

— A torcida do Galo pode esperar muita luta. Matematicamente ainda temos chance. Mas sabemos que a cada ponto perdido, vamos ficando mais distantes (dos líderes). É conquistar o maior número de pontos agora e tentar colocar o Atlético-MG na melhor situação possível.

No Brasil, Elias viveu um dos seus melhores momentos no Flamengo. Foi um dos destaques do time no título da Copa do Brasil 2013 e vê um retorno com bons olhos.

— Tenho um carinho especial pelo Flamengo. Um sentimento diferente. Me acolheram muito bem. Sempre que vou ao Rio, a torcida pede para que eu volte. Só que o tempo vai encurtando, né? Eu sempre falo que para jogar nessas equipes assim, você tem que estar bem condicionado, bem preparado para enfrentar bem o desafio, porque a pressão é grande… De qualquer forma, me sinto bem preparado. E se tiver que voltar um dia, bem, eu voltarei — disse Elias, que tem contrato até janeiro de 2020.

Por fim, ele relembrou o dia em que a torcida rubro-negra o fez chorar. Foi na partida contra o Goiás, pela semifinal da Copa do Brasil. O pequeno Davi, filho do jogador que estava internado com pneumonia, foi homenageado.

— É um momento marcante da minha vida. Um dia ele vai saber. Eles mostraram que o Brasil ainda tem jeito — concluiu.

Blog com EXTRA

Jornal espanhol critica atuação de Coutinho contra a Argentina: ‘Não é e nem será um Iniesta’
   18 de outubro de 2018   │     0:02  │  0

O brasileiro Coutinho em ação contra os hermanos (Foto: AFP)

 

Apesar de estar completa, a seleção brasileira teve muitas dificuldades para vencer a seleção da Argentina por 1 a 0, pelo Superclássico das Américas. E, é claro, a imprensa europeia não deixou barato. O meia Philippe Coutinho, do Barcelona, foi um dos jogadores mais criticados.

“Foi uma partida em que Coutinho demonstrou que não é um meio-campista. É mais um atacante, apesar de ter sido comparado a Iniesta quando foi contratado pelo Barcelona. Não é e nem será Iniesta. É outra coisa. Um grande jogador, mas outra coisa… E contra a Argentina jogou muito mal. Muito, muito mal…”, diz o “Marca”.

Neymar também foi criticado. O jornal “Olé” reclamou do ‘cai cai’ do atacante e afirmou que o “Neymar Challenge” está de volta.

A seleção venceu a Argentina com gol de Miranda, de cabeça, nos acréscimos.

Blog com EXTRA

Melhor do mundo, Modric diz: ‘Cristiano Ronaldo está em outro nível de futebol’
   17 de outubro de 2018   │     0:02  │  0

Resultado de imagem para Modric, do Real Madrid

Reservado, discreto e humilde, o croata Luka Modric, um dos maiores destaques do atual elenco do Real Madrid, (foto acima/Goal.com), eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, disse, em entrevista à revista France Football, que o português “Cristiano Ronaldo está em outro nível de futebol”.

Desta forma, o meia croata vê com normalidade o fato de o atacante português da Juventus ter maior exposição na mídia e ser, na prática, ainda considerado pela maioria das pessoas como o maior jogador da atualidade. “Sou uma pessoa mais tímida e reservada e não aprecio essa superexposição de mídia. Francamente, não me interessa muito ir além nessa área. O mundo ao meu redor me convém como é. Ronaldo está em outro nível de futebol e, finalmente, é normal que seja também do ponto de vista da mídia. Eu prefiro simplicidade”, ressaltou o craque croata, em um dos trechos da entrevista revelada nesta segunda-feira pela publicação francesa.

Um dos indicados para receber a Bola de Ouro, tradicional prêmio da revista France Football, Modric prefere não se colocar como grande favorito para a cerimônia de 3 de dezembro. “Para dizer a verdade, não gosto de falar desta maneira e de proclamar: ‘Sim, sou eu quem merece a Bola de Ouro!’ O importante para mim é estar no campo, como estou há meses. Este ano de 2018 foi sem dúvida o melhor da minha carreira e meu único objetivo é continuar neste ritmo, neste momento. Você não vai me fazer dizer: ‘Eu tenho que vencer!’ Esta missão é a para os especialistas que votam. Está nas mãos deles”, enfatizou.

Técnico e dono de um estilo refinado, Modric defende que o melhor futebol é aquele que é disputado com habilidade e técnica. “Há equipes que provam que você pode, ao mesmo tempo, ganhar e dar um bom show. Existem diferentes maneiras de entender o futebol, mas acho que é possível combinar os dois. Mesmo hoje, como a aptidão dos jogadores é maior do que nunca, ainda há espaço para talento e técnica. Para a busca do belo. E sempre será assim porque o futebol é um jogo que é jogado com a cabeça. Você pode colocar toda a força física que quiser, existe algo chamado inteligência do futebol, a inteligência do jogo, que sempre será essencial. O físico nunca suplantará a inteligência”, disse o croata.

Como exemplo de bom futebol, Modric aproveita para apontar grandes nomes do passado com quem gostaria de ter atuado no mesmo time. “Primeiro gostaria de jogar ao lado de Boban, meu ídolo da seleção croata. Então, com Zidane, que tive a sorte de ter como treinador. E com quem vivemos os momentos mais belos da história do Real Madrid. E o terceiro é Ronaldo Nazário”, revelou, ao se referir ao ex-atacante brasileiro.

Quanto ao futuro, Modric aponta o francês Kylian Mbappé como um dos nomes de destaque. “Mbappé é um talento extraordinário, uma promessa maravilhosa para o futuro, mas já mostrou um ótimo nível. Ele é realmente muito especial. Lembro-me que o meu colega de equipe Daniel Subasic disse um dia: ‘Há um jovem jogador em Mônaco, você verá, ele é incrível e um dia ele será um dos melhores do mundo’. Ele já estava falando comigo sobre Mbappé quando ainda não era conhecido.”

ESTADÃO conteúdo

Primeiro brasileiro a jogar com Messi no Barcelona anuncia aposentadoria aos 37 anos
     │     0:01  │  0

Tiago Calvano atuou por três temporadas no Minnesota United, da MLS — Foto: Divulgação/Minnesota United

Tiago Calvano atuou por três temporadas no Minnesota United, da MLS (Foto: Divulgação/Minnesota United)

Ao longo da carreira, Lionel Messi atuou ao lado de diversos brasileiros: Ronaldinho Gaúcho, Neymar, Daniel Alves… Mas o primeiro brasileiro a jogar ao lado do craque argentino não é lá um nome conhecido por aqui. Ele se chama Tiago Calvano, que construiu a carreira em seis países no exterior e que agora, aos 37 anos de idade, anuncia a aposentadoria dos gramados.

Tiago Calvano e Messi estrearam juntos com a camisa do time principal do Barcelona em um confronto amistoso diante do Porto, em Portugal, que marcou a inauguração do Estádio do Dragão, no dia 16 de novembro de 2003. Com 16 anos na época, o argentino entrou em campos aos 29 minutos do segundo tempo na derrota por 2 a 0 – Calvano entrou aos 36 minutos da etapa final.

Após atuar nesta temporada pelo Penn FC, dos Estados Unidos, o zagueiro brasileiro confirmou a aposentadoria nesta segunda-feira e comunicou a decisão pelas redes sociais.
– Literalmente pendurei as chuteiras. Depois de longos 18 anos como profissional tomei essa difícil decisão. Por mais que meu corpo pedisse, pois as dores eram muitas, nunca é fácil abrir mão de algo que você ama – disse.

Nascido no Rio de Janeiro, Tiago Calvano começou a carreira nas categorias de base do Botafogo em 1997. Em janeiro de 2003, assinou com o tradicional Perugia, da Itália, ao lado de nomes como Fábio Grosso (campeão mundial pela Itália em 2006), Zé Maria (ex-jogador da seleção brasileira) e Sebastiano Rossi (ex-goleiro ídolo do Milan).

Naquele mesmo ano, se transferiu para o Barcelona, onde permaneceu até 2005. Atuou grande parte do tempo ao lado de Messi no time B, acompanhou o crescimento do astro argentino, e acabou deixando o clube após realizar apenas quatro jogos amistosos pela equipe de cima.

Blog com Globoesporte

Miranda confia em cuidado com o corpo e se vê jogando no Catar em 2022
   16 de outubro de 2018   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Miranda, zagueiro da seleção do brasil

O zagueiro Miranda, foto acima/iG Esporte), é de longe o atleta mais velho da lista de convocados do técnico Tite para as partidas contra Arábia Saudita, na semana passada, e hoje, diante dos argentinos. Aos 34 anos, porém, o defensor acredita ser possível estar em alto nível na próxima Copa do Mundo, em 2022, no Catar, na base dos cuidados com o corpo.

“Trabalho com nutricionista, fisiologista, hoje um jogador pode chegar em alto nível aos 38, 39 anos, pela evolução do futebol em todas as áreas. Esse é meu objetivo, jogar em alto nível enquanto estiver jogando”, disse o atleta da Inter de Milão.

Como o próximo Mundial será realizado apenas no final do ano, Miranda chegará à disputa com 38 anos. Além dele, Thiago Silva é outro que terá perto de 40 anos à altura do certame. O restante dos convocados recentes por Tite são, no mínimo, quatro anos mais novos.

“É importante essa chegada de novos jogadores, essa mescla de alguns remanescentes. Serve como aprendizado. Então acho que tendo em vista todos esses argumentos, no final o Tite vai decidir e esperamos que seja por quem estiver melhor, independentemente da idade”, observou, elogioso a Marquinhos, seu provável companheiro na terça-feira, em Jidá.

“O Marquinhos tem um talento muito grande, apesar de ser jovem. Joga competições e jogos importantes, é muito experiente. Nossa dupla (dá certo) porque conversamos bastante e nos entendemos em campo, ele lidera a defesa também, apesar da juventude, nosso entrosamento é muito bom e esperamos que continue assim”, concluiu.

Blog com Gazeta Esportiva