Category Archives: Goleiros

Ídolo do Sport, Magrão anuncia que deixa o clube pernambucano após 14 anos
   12 de julho de 2019   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Magrão, ex-Sport

 

Após 14 temporadas, Magrão, (foto acima/NE10-Uol), não é mais jogador do Sport. O goleiro de 42 anos divulgou um vídeo em suas redes sociais para anunciar a informação e confirmar o que já era esperado, após ele entrar na Justiça contra o time pernambucano. Em seu adeus, fez questão de enaltecer a torcida, mas não adiantou se irá se aposentar ou continuará a carreira.

“Venho comunicar a todos que tudo tem um início e um fim. Meu ciclo no Sport chega ao fim e é com muita alegria que eu vou ter isso pro resto da minha vida. Ter jogado no Sport Club do Recife, clube onde cheguei desacreditado, que as pessoas não me conheciam e, graças a Deus e à ajuda da minha família, com muito trabalho, pude mostrar o meu serviço e ter ajudado, junto com meus outros companheiros, a conquistar vários títulos”, disse o goleiro, em vídeo.

O goleiro também agradeceu o apoio da torcida e até a cidade do Recife. “Claro que tivemos muitas derrotas, mas muito mais vitórias durante esses 14 anos que eu tive no Sport. Então, sou muito grato a todos vocês, sou muito grato à torcida, sou muito grato à cidade, sou muito grato ao Estado, onde eu tenho um reconhecimento muito grande. Muito obrigado a todos vocês”, completou.

Magrão havia entrado na Justiça contra o Sport alegando atraso no pagamento de salários. Embora a diretoria tivesse negado a dívida, as partes fizeram um acordo e o goleiro receberá R$ 1,8 milhão em 44 parcelas de R$ 42 mil. Antes de defender o clube do Recife, passou pela Portuguesa, Ceará e Fortaleza.

ESTADÃO Conteúdo

Mardden quer o CRB mirando a Série A
   11 de julho de 2019   │     13:00  │  1

Resultado de imagem para Mardden, do CRB

 

Amanhã, o CRB enfrenta o Guarani às 19h15, no Estádio Rei Pelé, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, em que marca a volta da competição após a parada para Copa América.

O goleiro do Galo, Edson Mardden, está bastante motivado para a sequência da temporada e ressaltou que a parada para competição sul-americana foi essencial e que o grupo está bem preparado para voltar a campo.

“Tivemos uma evolução grande nestas últimas semanas. O grupo fez um trabalho intenso, corrigiu os erros do primeiro semestre e soube aproveitar da melhor forma possível o tempo que teve desde a parada para a Copa América. Estamos muito motivados com esse crescimento”.

Para o arqueiro, atenção é a palavra-chave para superar o Bugre e não ser surpreendido pela equipe paulista.

“O Guarani tem uma grande equipe e que vem em busca de pontos em nossa casa. Temos que ter o máximo de atenção para vencermos no Rei Pelé e para iniciarmos, novamente, uma boa sequência na Série B. Isso será muito importante neste retorno da competição”.

Edson Mardden é otimista:  “Acredito muito no trabalho que vem sendo realizado aqui no CRB este ano. Temos condições de crescer na tabela de classificação da Série B para brigarmos pelo acesso este ano. Queremos levar o CRB para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro este ano”.

Blog e Gazetaweb

Buffon escolhe camisa 77 em retorno à Juventus e fala como reserva: “Vim para contribuir”
   6 de julho de 2019   │     0:02  │  0

Resultado de imagem para Buffon com a camisa 77 de Juventus

 

A camisa 1 da Juventus continuará com Szczesny. O veterano e consagrado Gianluigi Buffon, (foto acima/Gazeta Esportiva), ídolo que acertou o seu retorno ao clube na última quinta-feira, escolheu a 77. E também recusou a braçadeira de capitão, oferecida por Chiellini. Atitudes que reforçam a vontade do goleiro de 41 anos em apenas agregar durante o seu contrato de uma temporada.

– Quero agradecer ao Szczesny e ao Chiellini, que me propuseram a camisa 1 e a braçadeira, mas eu não voltei para tirar algo de alguém ou pegar de volta. Eu só quero contribuir com o time. É direito do goleiro titular usar a camisa 1. E de capitão temos um grande jogador como Chiellini – disse Gigi, em evento na Juventus Store de Milão.

– Eu não estou aqui para botar mais alguns minutos no meu currículo, a Juve tem hierarquias muito claras: eu tenho que ter certeza de que estou pronto para ajudar quando a oportunidade surgir – completou.

Buffon justificou a escolha o número, num primeiro momento incomum para muitos:

– Pensei no 77 porque representa a minha história. Eu usei esse número no Parma e me deu sorte: eu realmente gosto. É uma grande satisfação, este clube não dá nada de graça e eu quero agradecer a todos por essa oportunidade, que me permite experimentar emoções novas e incríveis em primeira mão.

Blog com Globo Esporte

Gatito fala de chances contra o Brasil
   27 de junho de 2019   │     13:00  │  0

Gatito Fernández é o titular da seleção de Eduardo Berrizzo (Foto: DOUGLAS MAGNO / AFP)

Se tem um personagem que o Brasil deseja que não brilhe pelas quartas de final da Copa América, esta pessoa atende por Gatito Fernández, (foto acima/AFP). O goleiro paraguaio será o principal responsável por tentar parar o ataque da Seleção Brasileira, logo mais às 21h30 (de Brasília) na Arena do Grêmio.

Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o arqueiro do Botafogo não escondeu que considera o anfitrião Brasil favorito, mas apontou: é “obrigação” tentar surpreender.

– Claro que o Brasil é o favorito, jogam em casa. Mas, se estamos aqui, é a obrigação nossa tentar. Temos qualidade e um país inteiro torcendo por nós. Vamos entrar pensando na classificação.

O Paraguai, contudo, não fez uma boa fase de grupos. Pelo contrário, terminou com apenas dois pontos. A classificação às quartas, por exemplo, só veio graças ao empate (1 a 1) entre Equador e Japão, em duelo que só ocorreu um dia depois da derrota da seleção paraguaia para a colombiana (1 a 0).

E uma curiosa revelada. Gatito disse que, quando estava concentrado no hotel, sequer assistiu ao empate do dia seguinte:

– Para falar a verdade, nem vi a partida (entre Equador e Japão). Preferi assim. Aí, quando percebi um barulho na concentração, liguei a TV e foi uma grande felicidade para mim.

NÍVEL BOTAFOGO

O Paraguai se classificou como um dos dois melhores terceiros colocados. Ao ser questionado sobre o nível das atuações nesta Copa América, o goleiro afirmou que está no “nível Botafogo”, que o faz ser inquestionável com a camisa da Estrela Solitária.

– Acredito que sim. E dá para dizer também que temos muitos jovens na seleção. Aqui também posso usar um pouco de minha experiência para contribuir – comentou Gatito, eleito, em votação popular, o melhor em campo nas três partidas do Paraguai até aqui:

– Fico feliz pelo reconhecimento, mas a preocupação maior é com o coletivo. Não fico pensando em prêmios individuais, isso acaba acontecendo naturalmente com o trabalho. O foco é na equipe como um todo.

Blog com Terra Esportes

Goleiro do Fluminense é suspenso, suspeito de usar cocaína
   25 de junho de 2019   │     22:30  │  0

O goleiro Rodolfo, do Fluminense, (foto acima/Flu), foi flagrado em exame anti-doping – há a suspeita de uso de cocaína. O teste foi feito pela equipe de controle de dopagem da Conmebol no jogo do Tricolor contra o Atlético Nacional, no Maracanã, em 23 de maio, pela Sul-Americana. Na ocasião, o goleiro ficou no banco por ser reserva de Agenor.

Após a publicação da reportagem, o Fluminense divulgou a seguinte nota, em que informa que Rodolfo abre mão do exame de contraprova – o que indica que ele assume a culpa:

“O Fluminense Football Club informa que o goleiro Rodolfo Alves de Melo foi flagrado no exame antidoping após a partida Fluminense x Atlético Nacional (COL), pela Sul-Americana, realizada em 23 de maio de 2019 no Maracanã. O clube e o atleta já realizaram uma reunião e uma petição foi apresentada à Conmebol, onde o jogador abriu mão da contraprova se colocando suspenso voluntariamente, para se dedicar exclusivamente à sua defesa. O Fluminense já colocou seu Departamento Jurídico à disposição do jogador que, por norma legal, teve o contrato de trabalho suspenso. A instituição dará todo o suporte necessário ao atleta.”

O protocolo do Código Mundial Antidopagem de 2015 estabelece que o atleta é suspenso preventivamente. Ele também é comunicado primeiramente e tem prazo de até cinco dias para solicitar o exame da contraprova. Caso não o faça, aceita o resultado do teste inicial.

Rodolfo teve no passado recente um problema por uso de cocaína. Em 2012, ele foi flagrado quando atuava pelo Athletico-PR e foi suspenso por dois anos.

Desde que foi contratado pelo Fluminense, em fevereiro de 2018, não se furtou de falar do caso. Em recente entrevista, disse estar livre do uso da droga desde 2014, quando teve a pena reduzida e voltou a jogar futebol.

Rodolfo começou a temporada como titular de Fernando Diniz. Porém, perdeu a posição para Agenor na vitória por 4 a 1 sobre o Cruzeiro, em 18 de maio, pelo Brasileirão.

Blog com GloboEsporte