Category Archives: Futebol

Bola dividida: entenda a batalha das TVs pelo Brasileirão
   18 de setembro de 2017   │     0:02  │  0

Brasileirão na TV fechada vai ainda dar muita confusão.Brasileirão na TV fechada vai ainda dar muita confusão.

As transmissões por televisão dos jogos do Brasileirão da Série A terão importante mudança daqui a dois anos (leia mais aqui para entender). A partir de 2019, o SporTV vai ter concorrência na exibição de partidas na TV fechada, com a entrada do Esporte Interativo no mercado.

Com base no Brasileirão deste ano, o SporTV tem sob contrato hoje 14 clubes da Série A e o Esporte Interativo, apenas seis. Mas acredita que terá entre nove e dez na elite em 2019 (hoje na Série B, o Internacional tem acordo com a emissora), o que vai lhe possibilitar transmitir, em média, dois jogos por rodada, dentro da meta da empresa.

Pela legislação, um canal só poderá exibir uma partida se tiver contrato com os dois clubes envolvidos nela. É o que diz o artigo 42 da Lei Pelé. Em dez jogos da rodada inicial, caso o rateio valesse desde já, quatro não poderiam ter transmissão de canais fechados, pois um clube acertou com uma emissora a partir de 2019 e outro seguiu caminho oposto.

A restrição só vale para a TV por assinatura. Assim, o telespectador terá sempre a opção do pay-per-view e, conforme a situação, a TV aberta – nessa plataforma, a Globo tem uma quantidade de jogos que pode exibir até para a cidade onde ocorrem.

Pega-se como exemplo a primeira rodada do Brasileirão 2017 para simular o impacto dessa divisão na compra de direitos de transmissão na telinha (canal fechado, é bom reforçar).

O SporTV teria o direito de passar cinco duelos da primeira rodada deste ano (tem acerto com as 10 agremiações envolvidas nas cinco partidas) e o Esporte Interativo, um.

Blog com Gazeta do Povo

CRB não quer perder chance de encostar no G4; CSA joga Série C para decidir título em Maceió; Brasil empata em Barranquilla
   5 de setembro de 2017   │     19:54  │  0

O CRB vai realizar um treino no Rei Pelé nesta quarta-feira.

Dado Cavalcante terá todos os jogadores para montar o time que vai enfrentar o Oeste/SP, na noite do próximo sábado.

No CSA a ordem é vencer em Cuiabá para somar pontos e, se chegar na decisão do título, fazer o jogo final em Maceió.

Por outro lado, nas eliminatórias, o Brasil empatou em 1 x 1 com os colombianos.

O Brasil está mais do que garantido na primeira posição das Eliminatórias Sul-Americana para a Copa do Mundo de 2018. Nesta terça-feira, o time de Tite foi até Barranquilla e empatou por 1 a 1 com a Colômbia no estádio Roberto Meléndez. A Seleção Brasileira não pode mais ser ultrapassada.

William marcou o gol brasileiro. Falcao García empatou. Com o resultado, o Brasil chegou aos 37 pontos, no topo da classificação. A Colômbia segue em segundo lugar, agora com 26 pontos.

O Blog destaca na sua edição desta quarta o noticiário completo de CRB, CSA e demais clubes.

 

 

CSA precisa apenas de um empate para encaminhar vaga na Copa do Nordeste
   21 de agosto de 2017   │     21:29  │  1

O CSA vai enfrentar o Parnahyba/PI nesta terça-feira no jogo de volta da pré-Copa do Nordeste.

O time será o principal, mas sem Rafinha, dispensado para visitar seu pai que vive um momento difícil com uma grave enfermidade.

O time já está definido e os dirigentes esperam um grande público no Rei Pelé.

Sem empatar o clube alagoano garante vaga na competição de 2018, além de receber uma boa cota garantida pela Confederação Brasileira de Futebol.

Na edição desta terça o Blog destaca tudo sobre o CSA, CRB e demais clubes.

Tem também muitas informações do futebol brasileiro e internacional.

Confira!

Arivaldo Maia

 

Zico vibra com Geuvânio, Everton Ribeiro e Diego juntos no Fla: “Trio maravilhoso”
   14 de julho de 2017   │     0:01  │  0

  Zico esteve em Taubaté nessa terça-feira, 11, para prestigiar as finais da Copa Zico (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)

O ‘Galinho de Quintino’ esteve em Taubaté/SP nesta semana, para prestigiar as finais da Copa Zico (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)

O bom momento do Flamengo tem agradado Zico, ídolo do clube. O Galinho minimiza a distância para o líder Corinthians com o fato da competição ainda estar no primeiro turno. Outro motivo para crer na possíbilidade do título é a forma como aconteceu a última conquista do Fla no Brasileirão.

– É só lembrar que quando o Flamengo foi campeão em 2009, o Palmeiras também estava nove pontos à frente. Acho que no meio do returno é que começa a definir. Hoje, você vai falar que estão na briga o Flamengo, o Corinthians, o Grêmio, o Palmeiras… O Campeonato Brasileiro é muito difícil. Assim como você pode pegar um período de três vitórias, você pode pegar um período de três derrotas também pelo equilíbrio dos jogos e das equipes – comentou.

Considerado principal meia da história do Flamengo, Zico também acredita que a chegada de Geuvânio é um trunfo extra na briga pelo título.

– A qualidade do Éverton Ribeiro, se o Geuvânio tiver oportunidade e junto com o Diego, acho que pode formar um trio maravilhoso. Isso dá tranquilidade até para os outros jogadores. Você tendo esses jogadores, que normalmente a responsabilidade de criação está em cima deles, favorece todo mundo. O Flamengo vem mantendo um espírito muito bom de competitividade e, por isso, os resultados aparecerem. É um campeonato longo, ainda está muito cedo. Não pode deixar quem está na frente distanciar muito, porque depois fica difícil pegar – ressaltou.

Blog com Globoesporte

Vandalismo e ameaças: a rotina no futebol carioca em 2017
   12 de julho de 2017   │     0:02  │  0

A cena de crianças perdidas em meio à multidão e atordoadas com os efeitos de gás de pimenta não deveria combinar com estádios de futebol. Mas o que se viu no sábado (8) em São Januário é a realidade. Os distúrbios ocorridos ali, após a partida entre Flamengo e Vasco, provocaram a morte do ajudante de eletricista Davi Rocha, de 27 anos, e refletem a rotina da violência no futebol. No Rio, isso parece mais evidente, pelo menos em 2017.

Em 12 de fevereiro, no entorno do Engenhão, o confronto entre torcidas foi fatal para Diego Silva dos Santos, de 28 anos, atingido por um espeto de churrasco pouco antes do clássico entre Flamengo e Botafogo.

Os dois exemplos mostram que o esporte mais popular do País tem se tornado um programa cada vez mais perigoso para torcedores e profissionais escalados para trabalhar nos jogos e mesmo nas atividades diárias dos clubes.

Os incidentes dentro e fora do campo do Vasco na última rodada do Campeonato Brasileiro também tiveram a imprensa como alvo. Há o relato de pelo menos três jornalistas agredidos durante o tumulto. Um cinegrafista da Band correu sério risco de morte quando um ‘torcedor’ do Vasco tentou atacá-lo com um vergalhão.

Essas ações surgem no rastro da incitação de dirigentes que fazem uso de bravatas para rebater eventuais críticas e preparam o terreno para confrontos que podem se transformar em tragédias.

Há outras situações que expõem profissionais que trabalham no futebol do Rio. Uma delas é acompanhar as atividades do Fluminense, no centro de treinamento da Cidade de Deus, na zona oeste. Como a área é dominada por uma facção do tráfico, as abordagens aos jornalistas têm sido frequentes nas ruas de acesso ao local. Por isso, uma emissora de TV só manda sua equipe para lá em carro blindado. Outra, com mais recursos, leva os jornalistas para o CT com uma escolta que segue o carro de reportagem.

Ameaças à integridade física de repórteres que cobrem futebol no Rio também aumentam esse clima de belicismo. Em algumas vezes, isso se agrava por causa de comentários de dirigentes de clubes em redes sociais. Sem aceitar as críticas, eles apontam o dedo para o jornalista e espalham a condenação virtual para milhares de seguidores. O resultado, no caso, é imprevisível.

Blog com Terra Esportes