Category Archives: Futebol

Fugindo do preconceito, mulheres criam espaços para discutir futebol
   19 de setembro de 2017   │     0:03  │  0

SÃO PAULO, SP, BRASIL, 30-08-2017: Nayara Perone, 30, camiseta corinthians preta; Roberta Nina, 34, camiseta azul Brasil; Renata Mendonça, 28, camiseta amarela Brasil; Angélica Souza, 33, camiseta palmeiras. Sem espaço nas rodinhas masculinas, mulheres passaram a criar seus próprios sites e páginas nas redes sociais para discutir futebol. Publicam notícias, entrevistas, textos de opinião e vídeos sobre o esporte: modalidades feminina e masculina, campeonatos nacionais e internacionais, futsal e campo, seleções e times amadores. O â€Dibradoras†é um deles. Já recebe mais de 40 mil visualizações por mês e organiza eventos esporádicos para reunir torcedoras. (Foto: Avener Prado/Folhapress, COTIDIANO) Código do Fotógrafo: 20516 ***EXCLUSIVO FOLHA***
O Dibradoras recebe mais de 40 mil visualizações por mês e organiza eventos para reunir torcedoras

“Se você gosta tanto de futebol, o que é impedimento?” “Qual era a escalação do seu time em 1956?” “Você só fala disso para arrumar namorado.” “Precisa vir com as pernas de fora no estádio?” “Com certeza é lésbica.”

Cansadas de ouvir comentários como esses nas rodinhas masculinas, mulheres que acompanham e entendem de futebol têm criado seus próprios espaços para discutir o esporte.

São cada vez mais comuns sites independentes e páginas nas redes sociais com artigos de opinião, crônicas, vídeos e entrevistas produzidos por e para torcedoras -advogadas, jornalistas, assistentes sociais, estudantes.

É o caso do Futebol por Elas, um dos maiores projetos do tipo. Em pouco menos de um ano, conquistou 168 mil seguidores no Facebook (um quarto deles homens) e uma média de 21 mil visitantes únicos por mês.

“É muito ruim ter de ouvir que você não é capaz de falar sobre um assunto porque você é mulher. Termos voz mostra que outras torcedoras também podem ter”, diz a gaúcha Kaliandra Dias, 23, uma das fundadoras.

De sua casa em Carazinho (a 300 km de Porto Alegre), ela é uma das que coordena as 35 colaboradoras voluntárias do site, à distância. Elas estão espalhadas por todas as regiões do Brasil, e muitas ainda são estudantes.

“Homens já nos mandaram e-mail perguntando se podiam participar para fazer ‘revisão’ porque ‘vai que passa algum erro'”, conta Kaliandra. “Mas a maioria dos comentários é positiva. Uma vez um cara disse que fizemos ele repensar sua opinião machista sobre mulheres que falam de futebol.”

O Futebol por Elas tem como carro-chefe as “crônicas com sentimento”, publicadas após jogos de campeonatos estaduais, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Libertadores e campeonatos europeus, sempre masculinos.

Além das discussões virtuais, passaram a ser mais frequentes encontros presenciais entre as amantes do esporte. Em junho deste ano, por exemplo, mais de 300 torcedoras se reuniram no Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, para o 1º Encontro Nacional de Mulheres de Arquibancada.

Na plateia, estava a jornalista Roberta Cardoso, 34, uma das quatro fundadoras de outro site, o Dibradoras. Há quase dois anos, elas contam a história de atletas, treinadoras, árbitras e dirigentes esportivas por meio de entrevistas em podcasts semanais.

Já participaram a treinadora da seleção brasileira, Emily Lima, a meio-campista Formiga e a atacante Cristiane. Para Roberta, muitas meninas começaram a acompanhar o feminino na Olimpíada de 2016, por causa do bom desempenho da seleção. “Muitas falaram: ‘Descobri porque não gostava de futebol, ninguém falava sobre isso comigo’.”

O nome do Dibradoras vem de experiências próprias. “Toda mulher que gosta de futebol já nasce uma ‘dibradora’, tendo que driblar o machismo e as dificuldades”, explica. “Costumamos dizer que seguiremos ‘dibrando’.”

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO

Juiz Sérgio Moro vai disfarçado em jogo do Atlético-PR contra o Fluminense
     │     0:02  │  0

Sérgio Moro em jogo do Atlético-PR contra o Fluminense. Por que negar esse direito?

A torcida do Fluminense ficou irritada com a derrota da sua equipe para o Atlético-PR na Arena da Baixada. A partida contou com a presença de uma figura conhecida. O juiz federal Sérgio Moro, responsável por alguns casos de primeira instância da Lava Jato foi clicado por um torcedor, enquanto acompanhava o Furacão, neste domingo.

Natural de Maringá, no interior do Paraná, Moro estava utilizando um disfarce com óculos escuros e um boné vermelho. A preferência do juiz pelo Atlético-PR não era conhecida pelo público.

Além da primeira instância da Lava Jato, Sérgio Moro é responsável por julgar um representante da sua equipe. O presidente licenciado do Atlético, Mario Celso Petraglia, responde a uma ação em que é acusado de lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio e que está na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, exatamente a do juiz da Lava Jato.

Blog com O DIA

 

Bola dividida: entenda a batalha das TVs pelo Brasileirão
   18 de setembro de 2017   │     0:02  │  0

Brasileirão na TV fechada vai ainda dar muita confusão.Brasileirão na TV fechada vai ainda dar muita confusão.

As transmissões por televisão dos jogos do Brasileirão da Série A terão importante mudança daqui a dois anos (leia mais aqui para entender). A partir de 2019, o SporTV vai ter concorrência na exibição de partidas na TV fechada, com a entrada do Esporte Interativo no mercado.

Com base no Brasileirão deste ano, o SporTV tem sob contrato hoje 14 clubes da Série A e o Esporte Interativo, apenas seis. Mas acredita que terá entre nove e dez na elite em 2019 (hoje na Série B, o Internacional tem acordo com a emissora), o que vai lhe possibilitar transmitir, em média, dois jogos por rodada, dentro da meta da empresa.

Pela legislação, um canal só poderá exibir uma partida se tiver contrato com os dois clubes envolvidos nela. É o que diz o artigo 42 da Lei Pelé. Em dez jogos da rodada inicial, caso o rateio valesse desde já, quatro não poderiam ter transmissão de canais fechados, pois um clube acertou com uma emissora a partir de 2019 e outro seguiu caminho oposto.

A restrição só vale para a TV por assinatura. Assim, o telespectador terá sempre a opção do pay-per-view e, conforme a situação, a TV aberta – nessa plataforma, a Globo tem uma quantidade de jogos que pode exibir até para a cidade onde ocorrem.

Pega-se como exemplo a primeira rodada do Brasileirão 2017 para simular o impacto dessa divisão na compra de direitos de transmissão na telinha (canal fechado, é bom reforçar).

O SporTV teria o direito de passar cinco duelos da primeira rodada deste ano (tem acerto com as 10 agremiações envolvidas nas cinco partidas) e o Esporte Interativo, um.

Blog com Gazeta do Povo

CRB não quer perder chance de encostar no G4; CSA joga Série C para decidir título em Maceió; Brasil empata em Barranquilla
   5 de setembro de 2017   │     19:54  │  0

O CRB vai realizar um treino no Rei Pelé nesta quarta-feira.

Dado Cavalcante terá todos os jogadores para montar o time que vai enfrentar o Oeste/SP, na noite do próximo sábado.

No CSA a ordem é vencer em Cuiabá para somar pontos e, se chegar na decisão do título, fazer o jogo final em Maceió.

Por outro lado, nas eliminatórias, o Brasil empatou em 1 x 1 com os colombianos.

O Brasil está mais do que garantido na primeira posição das Eliminatórias Sul-Americana para a Copa do Mundo de 2018. Nesta terça-feira, o time de Tite foi até Barranquilla e empatou por 1 a 1 com a Colômbia no estádio Roberto Meléndez. A Seleção Brasileira não pode mais ser ultrapassada.

William marcou o gol brasileiro. Falcao García empatou. Com o resultado, o Brasil chegou aos 37 pontos, no topo da classificação. A Colômbia segue em segundo lugar, agora com 26 pontos.

O Blog destaca na sua edição desta quarta o noticiário completo de CRB, CSA e demais clubes.

 

 

CSA precisa apenas de um empate para encaminhar vaga na Copa do Nordeste
   21 de agosto de 2017   │     21:29  │  1

O CSA vai enfrentar o Parnahyba/PI nesta terça-feira no jogo de volta da pré-Copa do Nordeste.

O time será o principal, mas sem Rafinha, dispensado para visitar seu pai que vive um momento difícil com uma grave enfermidade.

O time já está definido e os dirigentes esperam um grande público no Rei Pelé.

Sem empatar o clube alagoano garante vaga na competição de 2018, além de receber uma boa cota garantida pela Confederação Brasileira de Futebol.

Na edição desta terça o Blog destaca tudo sobre o CSA, CRB e demais clubes.

Tem também muitas informações do futebol brasileiro e internacional.

Confira!

Arivaldo Maia