Category Archives: Futebol Feminino

EUA são favoritos em Copa do Mundo feminina mais competitiva da história
   17 de maio de 2019   │     0:04  │  0

Macaque in the trees
Jogadoras da seleção de futebol feminino dos EUA (Foto: Kelley L Cox-USA TODAY Sports)

A seleção dos Estados Unidos pode ser a favorita para conquistar o título da Copa do Mundo de futebol feminino, mas graças ao desenvolvimento rápido do esporte em todo o mundo as norte-americanas enfrentarão concorrentes mais fortes do que nunca quando o torneio começar na França no dia 7 de junho.

Centenas de milhares de ingressos foram vendidos, e a Fifa está apostando que o futebol feminino dará um grande passo adiante capitalizando um torneio bem-sucedido.

A oitava edição da Copa do Mundo feminina será disputada por 24 times em nove cidades francesas, e as anfitriãs confrontarão a Coreia do Sul no jogo de abertura, no estádio Parc des Princes, em Paris.

As duas melhores seleções de cada um dos seis grupos avançarão para as oitavas de final, assim como os quatro melhores terceiros colocados.

As semifinais e a final acontecerão em Lyon, berço do poderoso Olympique de Lyon, historicamente o time mais exitoso do futebol feminino francês. A final será no dia 7 de julho.

Com uma torcida apaixonada ao seu lado e uma liga nacional forte, a França acredita na vitória, mas Inglaterra, Austrália, Alemanha e Japão também têm esperanças firmes de erguer o troféu.

Embora a França tenha rivais duras no Grupo A, no qual ainda enfrentará Noruega e Nigéria, buscará vitórias incontestáveis para ter a melhor chance de chegar com tranquilidade à segunda fase.

A ex-campeã Noruega não contará com Ada Hegerberg, vencedora da Bola de Ouro que pediu dispensa da seleção após o final da Euro 2017, citando desentendimentos sobre a maneira como o time é administrado.

A bicampeã Alemanha enfrentará China, Espanha e a estreante África do Sul no Grupo B, enquanto Austrália, Itália, Brasil e Jamaica se enfrentatão no Grupo C.

Apesar de sua tradição, o Brasil nunca venceu uma Copa do Mundo de futebol feminino ou uma medalha de ouro olímpica, e esta pode ser a última vez que terá a atacante Marta, que está com 33 anos, em um Mundial.

Não faltarão faíscas no Grupo D, onde uma seleção inglesa forte joga contra escocesas, argentinas e as japonesas campeãs de 2011, enquanto a campeã europeia Holanda encara Canadá, Camarões e Nova Zelândia no Grupo E.

Por Philip O’Connor

Alagoana Geyse é convocada para a Copa do Mundo
   16 de maio de 2019   │     15:00  │  0

A atacante Geyse foi convocada pelo técnico Vadão, da seleção brasileira feminina, para a Copa do Mundo. Marta também está na lista. Assim, duas alagoanas vão vestir a camisa verde e amarela no Mundial, que será disputado na França.

Geyse da Silva Ferreira, conhecida como Pretinha, passou pelas divisões de base da seleção e foi campeã sul-americana sub-20. Ela nasceu em Maragogi, Litoral Norte do estado, e despontou no futebol com a camisa do União Desportiva. Atualmente, a atacante defende o Benfica-POR.

A seleção brasileira estreia no dia 9 de junho contra a Jamaica. O jogo está marcado para as 10h30, no Estádio Grenoble. O Brasil divide o Grupo C com Austrália e Itália.

Blog com GloboEsporte/AL

Com lesão no joelho, Ludmila vira preocupação para a Copa do Mundo
   12 de abril de 2019   │     0:02  │  0

Com lesão no joelho, Ludmila vira preocupação para a Copa do Mundo (Foto: Divulgação)

No último domingo, durante a vitória do Atlético de Madrid sobre o Real Betis por 3 a 1, pela 26° rodada do Campeonato Espanhol de futebol feminino, a brasileira Ludmila, (foto acima/Divulgação), se machucou, e pode desfalcar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da categoria.

A lesão da jogadora foi diagnosticada como um traumatismo articular no joelho esquerdo, e o tempo de recuperação previsto é de três a oito semanas. Assim, Ludmila retornaria em cima da disputa do Mundial, que tem início marcado para o dia 7 de junho, na França.

Por meio de sua conta oficial no Twitter, a atacante agradeceu o apoio dos torcedores, e garantiu que vai trabalhar para retornar logo aos gramados.

“Oi, galera. Agradeço a todos que se solidarizaram, mas fiquem tranquilos porque estou bem. Sobre minha lesão, ela ocorreu no joelho esquerdo e infelizmente não tenho muitas informações sobre meu quadro, mas com foco espero me recuperar o quanto antes”, escreveu.

Blog com Diário do Pará

Flamengo goleia o Vitória-PE por 10 a 0 no Campeonato Brasileiro feminino
   25 de março de 2019   │     0:02  │  0

Flamengo feminino tem bom começo no Brasileirão
Flamengo feminino tem bom começo no Brasileirão (Foto: Divulgação/Flamengo)

 

No dia em que fez seu centésimo jogo no futebol feminino, o Flamengo teve uma atuação de gala no Estádio de Los Larios, em Xerém. No último sábado  as rubro-negras golearam o lanterna Vitória de Santo Antão-PE por 10 a 0 pela segunda rodada do Brasileiro. Os gols foram marcados pelas atacantes Raiza (3), Dany Helena (2), Flávia (2), Rafaela Barros (2) e Pâmela.

Rafaela abriu o placar no primeiro ataque do Fla. Apesar do início fulminante, as rubro-negras só voltaram a marcar na segunda etapa, quando anotaram os outros nove da goleada. Com os três gols de sábado, Raíza chegou aos cinco e assumiu a artilharia da competição.

A equipe comandada por Ricardo Abrantes entrou em campo com Kaká; Fernanda, Daiana, Andressa e Rayanne; Ju, Bia e Gaby; Raíza, Flávia e Rafaela Barros.

Com o resultado, o Flamengo, que disputa a competição em parceria com a Marinha, chegou aos seis pontos no Campeonato Brasileiro. O próximo jogo da equipe será na quarta-feira, às 19h, contra o São José-SP, no Estádio Martins Pereira.

Blog com EXTRA

Com o Flamengo na disputa, Brasileiro feminino terá transmissões em redes sociais
   17 de março de 2019   │     0:02  │  0

A meia Juliana está na lista de destaques da equipe do Flamengo -
A meia Juliana está na lista de destaques da equipe do Flamengo (Foto: Marcos Ramos)

 

Desde 2015, Juliana defende o Flamengo no Campeonato Brasileiro feminino de futebol. Hoje, a meio-campo de 27 anos estará em mais uma estreia do torneio (que começou ontem), contra o Iranduba, na Arena Amazônia, em Manaus.

A CBF fechou parceria com o Twitter, que irá transmitir os jogos na sua plataforma; há negociação em curso de transmissão das partidas numa emissora de TV aberta , apoio logístico total da entidade e cotas para todos os clubes. O número de atletas profissionalizadas também cresceu de 30 para 200, com expectativa de 600 até o fim da temporada.

O momento atual, ela acredita, é para ser agarrado com unhas e dentes. É o ano em que a Copa do Mundo da categoria será transmitida na TV aberta pela primeira vez. O Brasil tem a grande estrela do evento, a seis vezes melhor do mundo Marta. E a CBF e a Conmebol vincularam a participação dos times masculinos em suas competições à formação de equipes femininas profissionais e de base:

Segundo a CBF, “este ano promete pela grande visibilidade que o futebol feminino vai ter. É muito importante para a gente que as pessoas possam ver os jogos, ver as mulheres jogando”.

Além da maior projeção da competição, os clubes tradicionais, obrigados a investir na categoria pelas entidades, percebem novas oportunidades de negócios e investimentos.

Premiações ainda são baixas

A vida das mulheres no futebol no Brasil está longe de ser a dos sonhos. Os valores de salários e premiações, se comparados com o universo masculino, são ínfimos.

No Brasileiro de 2018, o time masculino do Palmeiras, por exemplo, recebeu R$ 18 milhões. O Corinthians, campeão feminino, ficou com R$ 120 mil. Menos de 1% do prêmio pago aos homens. Na Libertadores, a diferença se mantém. Ano passado, foram R$ 35 milhões para os campeões e R$ 206 mil para as campeãs.

Blog com EXTRA