Category Archives: Fifa

Fifa estuda uso de árbitros robôs
   9 de julho de 2020   │     19:00  │  0

Depois de estrear o VAR na edição de 2018, a Fifa estuda outra novidade tecnológica para a próxima Copa do Mundo, em 2022, no Catar. Trata-se do uso de árbitros robôs – que podem inclusive substituir os bandeirinhas – para a marcação de impedimentos.

De acordo com o portal Daily Mail, o novo procedimento faria com que o árbitro assistente de vídeo não fosse mais responsável pela criação de linhas para avaliar um possível impedimento. Um sistema automático passaria a fazer a tarefa, soando um alarme para alertar uma posição irregular.

O sistema seria capaz de identificar qual parte do corpo do jogador está em posição de impedimento e levaria em conta até o tamanho dos pés de cada um. A preocupação sobre câmeras de televisão não terem um número suficiente de ângulos em determinados casos foi um dos motivos para a criação do mecanismo.

Johannes Holzmuller, diretor de tecnologia da Fifa, acredita que a medida pode economizar tempo durante as decisões do VAR e tornar o processo mais rápido. De acordo com a publicação, testes internos foram realizados no último Mundial de Clubes, conquistado pelo Liverpool, e mais experimentos estão previstos para o segundo semestre de 2020.

Blog com Globo Esporte

Fifa decide manter eliminatórias, apesar do Covid-19
   28 de junho de 2020   │     22:00  │  0

 

Maior entidade do futebol mundial, a Fifa manteve as datas das eliminatórias da Copa do Mundo para setembro na Conmebol e também na Uefa, mesmo diante do coronavírus. Atualmente, a América do Sul é considerado um dos continentes mais afetados pela pandemia.

A Federação ainda decidiu pelo adiamento, ainda sem data definida, do Mundial de Clubes de 2021, anteriormente marcado para o meio do ano que vem. Segundo o presidente Gianni Infantino, a medida foi tomada para que a Europa e a América do Sul tenham tempo para suas competições, Euro e Copa América. Com relação a edição desta temporada do torneio, ainda há uma decisão oficial por parte da entidade.

No aspecto financeiro, a Fifa anunciou um fundo de US$ 1,5 bilhão, com o intuito de que este valor seja repassado em empréstimos para ajudar as associações nacionais e clubes em dificuldades durante este momento peculiar. Uma parte do dinheiro será em repasses de doações para associações nacionais, que terão de investir metade no futebol feminino.

Na última quinta-feira, 25, aconteceu uma reunião com o conselho executivo da entidade, cujo o principal assunto foi a escolha de Austrália e Nova Zelândia como sedes da próxima Copa do Mundo feminina em 2023.

Blog com A TARDE

 

Comitê da Fifa pede que futebol volte só em setembro
   23 de junho de 2020   │     11:16  │  0

O presidente do Comitê Médico da Fifa, Michel D’Hooghe, pediu “paciência” para dirigentes e jogadores e disse que o futebol só deve retornar em setembro deste ano.

“Sou cético. Não devemos voltar a jogar antes do fim de agosto ou início de setembro. O futebol não é a coisa mais importante da vida”, disse o belga em entrevista à emissora britânica “Sky Sports”.

O médico afirmou que “ficaria contente de poder retomar as próximas temporadas sem outros problemas e seria ainda mais feliz de ver os campeonatos recomeçarem, mas é preciso evitar o retorno do vírus, o que não é impossível”.

“Precisamos ser prudentes porque essa é uma questão de vida ou morte. Essa é a situação mais dramática desde a Segunda Guerra Mundial e não podemos subestimar isso. Temos que ser realistas”, finalizou.

A fala ocorre em um momento de indefinição dos torneios europeus de futebol – tanto nacionais como internacionais. Enquanto alguns países como os Países Baixos e a França anunciaram o cancelamento dos campeonatos, Itália, Espanha, Inglaterra e Alemanha discutem quando será possível retomar as competições – mesmo com os portões fechados.

Até o momento, o novo coronavírus já infectou mais de três milhões de pessoas no mundo e matou 215 mil, segundo dados do Centro Universitário Johns Hopkins.

Blog com Agência ANSA

Jogadores podem atuar por três times na mesma temporada
   15 de junho de 2020   │     15:00  │  0

Fifa já  divulgou um documento com novas recomendações e diretrizes, ampliando questões regulatórias no futebol em resposta aos efeitos da pandemia do novo coronavírus. Uma das novidades é a permissão para jogadores atuarem em três clubes diferentes na mesma temporada.

A administração da Fifa realizou reuniões recentemente com representantes de clubes, associações e federações e definiu algumas alterações, principalmente sobre questões de contratos e inscrições. Todas as mudanças passam a valer imediatamente.

Segundo a entidade, “para evitar preocupações com jogadores desempregados”, os atletas podem se registrar e atuar em até três clubes diferentes na mesma temporada, sendo elegíveis, porém, a jogar partidas oficiais por apenas dois desses times.

Nova determinação da Fifa. (Foto: Divulgação)

Nova determinação da Fifa. (Foto: Divulgação)

ORIENTAÇÃO!
Em relação a casos de jogadores cujos contratos terminam nas próximas semanas, antes do fim de campeonatos nacionais e torneios continentais, a Fifa diz que orientou as federações a prolongarem os vínculos respeitando a legislação de cada país.

Outra novidade é a autorização, sob algumas condições, da abertura das próximas janelas de transferências mesmo com torneios ainda inacabados nesta temporada. A ideia é dar flexibilidade para as federações de cada país planejarem os seus calendários.

Segundo o documento, a Fifa permite a abertura, mas orienta que os países não abram suas janelas enquanto os campeonatos desta temporada não forem finalizados. O mercado deve coincidir com os jogos pelo período de, no máximo, quatro semanas.

JANELA!
A entidade máxima do futebol também destacou que o primeiro período de mercado aberto da temporada 2020/21 – a tradicional janela de verão na Europa – não poderá exceder três meses. Normalmente, a janela de transferências europeia no verão não começa até que a temporada seja concluída.

Nas novas janelas, abertas ainda com as competições da temporada 2019/2020 acontecendo, a Fifa vai permitir trocas de jogadores entre os clubes, bem como a possibilidade de times assinarem com atletas sem contratos. No entanto, os atletas em questão só poderão jogar torneios nacionais na temporada 2020/2021.

Blog com Futebol Interior

Fifa confirma candidaturas para Copa do Mundo Feminina
   14 de junho de 2020   │     10:00  │  0

Dois dias depois do anúncio da desistência do Brasil, a Fifa confirmou que três candidaturas – Colômbia, Japão e uma parceria entre Austrália e Nova Zelândia – seguem na briga para ser sede da próxima edição do Mundial Feminino, que acontecerá em 2023. Elas serão colocadas em votação na reunião por videoconferência que será realizada no próximo dia 25.

Um ano depois da realização histórica do Mundial Feminino na França, o Conselho da Fifa vai decidir qual será a sede da nona edição do torneio em 2023, quando esperamos que seja ainda maior e melhor. A qualidade das candidaturas é uma mostra do momento maravilhoso que o futebol feminino está vivendo e estamos procurando levá-lo a um nível mais alto”, disse a senegalesa Fatma Samoura, secretaria-geral da entidade.

Fora da disputa por não ter recebido as garantias do governo federal, uma das exigências da Fifa, a CBF anunciou que passará a apoiar a candidatura da Colômbia.

“A CBF decidiu retirar a candidatura brasileira e apoiar a Colômbia na disputa para a sede da Copa do Mundo Feminina 2023. Desta forma, a Conmebol se apresenta com uma candidatura única, aumentando as chances sul-americanas na votação, além de reforçar a unidade que marca a atual gestão da entidade”, disse.

Blog com R7