Category Archives: Fifa

Infantino quer Copa do Mundo com 48 equipes no Catar
   14 de dezembro de 2018   │     22:09  │  0

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse hoje que a maioria das federações nacionais de futebol é a favor da expansão da Copa do Mundo de 2022 no Catar para 48 equipes.

O dirigente afirmou que uma decisão será tomada até março, embora ainda não esteja claro se um torneio ampliado seria viável, já que seria “difícil” de o Catar sediar o evento sozinho.

O Catar está envolvido em uma dura disputa com os vizinhos do Golfo Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Barein, o que dificulta a possibilidade de compartilhar partidas em um torneio ampliado.

Blog com Band Esportes

 

Membro do Comitê de Ética da Fifa, malaio é detido por suspeita de corrupção
   28 de novembro de 2018   │     0:04  │  0

Imagem relacionada

Um membro do Comitê de Ética da Fifa foi preso nas últimas horas sob suspeita de corrupção na Malásia. Sundra Rajoo estava em Zurique, na Suíça para reuniões na entidade máxima do futebol, onde ele ocupa um cargo equivalente ao de um juiz. Mas, ao desembarcar em seu país, foi detido.

No ano passado, depois de afastar antigos juízes e investigadores, o presidente da Fifa, o suíço Gianni Infantino, escolheu uma nova equipe de especialistas “independentes”. Rajoo era um deles e era um dos dois juízes da câmara adjudicatória do Comité de Ética da Fifa.

Desde que ele assumiu o importante cargo na Fifa, seu comitê anunciou decisões de afastamento definitivo de cartolas acusados de corrupção, entre eles o ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. A defesa do brasileiro, ao receber a notícia, se mobilizou para avaliar o que fazer diante da suspeita em relação ao juiz.

Processualmente, o caso foi repleto de polêmicas e mesmo o uso supostamente indevido de documentos da Justiça dos Estados Unidos – Del Nero foi indiciado em Nova York por corrupção. Mas os investigadores da Fifa jamais produziram evidências sobre o brasileiro.

Vários outros dirigentes também foram punidos por Rajoo, que havia sido proposto ao cargo pelas associações asiáticas de futebol.

Na Malásia, porém, o juiz conseguiu ser solto e espera pela avaliação do caso em liberdade. Ele apresentou imunidade diplomática. Mas foi obrigado a renunciar de seu cargo no Centro Internacional de Arbitragem. A Fifa, por enquanto, não se pronunciou se Rajoo continuará como seu juiz.

Essa é a segunda notícia constrangedora na semana para a entidade. Na última terça-feira, a Corte do Brooklyn, em Nova York, considerou que a Fifa não tinha direito a receber US$ 28 milhões (mais de R$ 106 milhões) que reclamava dos cartolas que fraudaram o futebol. Para a Justiça norte-americana, os cálculos feitos em Zurique era “frívolos” e concedeu uma compensação de apenas US$ 108 mil (pouco menos de R$ 409 mil).

Blog com Jornal do Brasil

Procurador federal suíço justifica reuniões com Infantino
   27 de novembro de 2018   │     0:01  │  0

Infantino e Lauber teriam se reunido depois de vínculos privilegiados entre o poder judicial da Suíça e a Fifa (Foto: Ludovic Marin/AFP)

Pressionado desde as revelações do Football Leaks, o procurador federal suíço Michael Lauber justificou a legitimidade de suas reuniões com o presidente da Fifa Gianni Infantino.

“Este tipo de reuniões é algo normal e habitual, especialmente nos casos complexos”, defendeu-se Lauber, que supervisiona desde setembro de 2015 as numerosas investigações que se iniciaram após a revelação de um amplo escândalo de corrupção na Fifa.

Lauber convocou uma coletiva de imprensa para responder às críticas recebidas, após o descobrimento de vínculos privilegiados entre o poder judicial da Suíça e a entidade máxima do futebol, que foram revelados pelo Football Leaks, que também confirmou duas reuniões secretas e informais entre Lauber e Infantino em 2016, pouco depois do italiano ser eleito presidente da Fifa.

Ainda de acordo com a Football Leaks, Infantino manteve também uma relação estreita com um procurador de Alto-Valais, Rinaldo Arnold, a quem ofereceu ingressos para partidas de futebol.

Blog com Gazeta Press

Fifa anuncia começo da intervenção na Associação Uruguaia de Futebol
   27 de setembro de 2018   │     0:02  │  0

A Fifa já confirmou o início da intervenção que administrará a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) até fevereiro de 2019. A função desse comitê provisório será o de gerir a entidade, revisar e ajustar seus estatutos de acordo com a Fifa e organizar eleições para renovar a diretoria.

O diretor de federações das Américas da Fifa, Jair Bertoni, fez uma declaração pública na última terça-feira em Montevidéu e não permitiu que os jornalistas fizessem perguntas. Ele disse que a gestão provisória pretende dar mais transparência operacional e comercial à AUF e permitir “a inclusão de todos os protagonistas do futebol no Uruguai”.

O comitê interventor será presidido pelo senador uruguaio Pedro Bordaberry e contará também com o deputado Armando Castaigndebat e com o ex-jogador e atual integrante da comissão técnica do país, Andrés Scotti.

A diretoria provisória poderá contar com outros integrantes, de acordo com Bertoni. Além disso, haverá ainda um comitê consultivo formado por três pessoas que irá também assessorar o comitê interventor.

A crise na AUF começou no final de julho, quando o presidente Wilmar Valdez renunciou ao cargo. Sua saída teria sido motivada pela existência de áudios que supostamente envolviam o nome do mandatário em um processo fraudulento licitatório para compra de câmeras de identificação para o estádio Centenário.

Durante o anúncio das informações, Bertoni cometeu por duas vezes a gafe de chamar a AUF de UF. A Fifa há quatro anos pede que a entidade uruguaia atualize seus estatutos. A intervenção chega em um momento que os clubes, jogadores e árbitros do país estão enfrentando uma luta pelo poder dentro da associação. A luta conta ainda com aliados e oposicionistas da empresa Tenfield, de propriedade do empresário Francisco Casal, e dona dos direitos de televisão do futebol uruguaio desde 1998.

Até agora os clubes é quem sempre tomaram as decisões da AUF e que nos últimos anos beneficiaram a Tenfield. O novo estatuto deverá também dar voz aos jogadores e árbitros, além dos clubes de menor expressão, que em sua maioria não estão filiados à AUF e sim à Organização de Futebol do Interior (OFI), que não tem direito a voto.

Não é a primeira vez que a Fifa intervém em uma federação latino-americana. Há dois anos, a entidade máxima do futebol formou um comitê para administrar a Associação de Futebol Argentina devido ao caos institucional no qual a entidade local se envolveu após a morte de seu então presidente Julio Grondona.

ESTADÃO conteúdo

Janela de transferências quebra recorde na Europa, diz Fifa
   17 de setembro de 2018   │     0:03  │  0

O valor total das transações na última janela de transferências dos cinco principais campeonatos da Europa alcançou novo recorde de 4 bilhões e 210 milhões de dólares, revelou nesta quarta-feira um estudo da Fifa.

A quantia total investida nas ligas de Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e França teve aumento de 6.6% em 2018, superando os 3 bilhões e 950 milhões de dólares do ano passado. Em 2016, o montante foi de 2 bilhões e 790 milhões de dólares.

A Itália teve aumento de 74,7% e a Espanha ampliou o investimento em 42,2%, enquanto a Premier League foi a que mais gastou com 1 bilhão e 144 milhões de dólares pagos.

O valor global de transações em todo mundo alcançou os 5 bilhões e 440 milhões de dólares, entre o dias 1º de junho e 1º de setembro de 2018. No período, 182 das 211 federações que formam a Fifa estavam com a janela de transferências aberta.

Os resultados procedem do Sistema Internacional de Transferências (ITMS) da Fifa, que registra todas as transações.

Blog com Jornal do Brasil