Category Archives: Ex-jogadores

Maradona diz que teria mais Bolas de Ouro que Cristiano e Messi
   15 de dezembro de 2017   │     13:01  │  0

Maradona se colocou acima de Messi e Cristiano Ronaldo
Maradona se colocou acima de Messi e Cristiano Ronaldo (Foto: Rupak De Chowdhuri / Reuters)

 

Diego Maradona é um admirador de Cristiano Ronaldo. Após o craque do Real Madrid receber a quinta Bola de Ouro e se igualar a Lionel Messi, do Barcelona, em número de prêmios, o ex-jogador argentino fez elogios ao português em entrevista ao jornal espanhol “AS”. Capa da edição desta sexta-feira, Maradona, porém, não se fez de modesto e afirmou que jogava mais que os dois craques.

“Cristiano Ronaldo é maravilhoso. Outra das coisas que reconheço no Ronaldo é o fato de quando a equipe precisa dele, ele está lá. Tem essa qualidade, claramente. E depois de Cruyff, não houve muitos jogadores que tivessem essa qualidade. É muito difícil atribuir a Bola de Ouro a um só jogador. Porque dar a Ronaldo ou a Messi já é… aborrecido. Mas eu teria mais Bolas de Ouro que CR7 e Messi”, garantiu.

Maradona ainda analisou o atual momento o futebol e disse que Zidane precisa apenas de um atleta para fazer o Real Madrid deslanchar novamente: Mbappé.

“Para mim, é a revelação do futebol. Acho que pode superar muitos craques. Quando encontrei Florentino Pérez na Fifa, eu lhe disse para o contratar. Ah, se disse! Mas ele respondeu que tinha o Cristiano Ronaldo e o outro…”, afirmou Maradona.

A publicação perguntou se “esse outro” seria Gareth Bale. Maradona não deu uma resposta definitiva, mas mandou o time espanhol vender o galês.

“Precisam vendê-lo ou oferecê-lo. Deve haver algum truque e ele vai acabar por ir para o Milan ou para o Inter. Mas me parece que Florentino tem mesmo que comprar Mbappé”, afirmou.

Blog com EXTRA

Ex-Boca Juniors, Osvaldo diz: ‘Eu comecei a odiar o futebol. Prefiro churrasco e cerveja’
   21 de novembro de 2017   │     0:01  │  0

Pablo Osvaldo (de faixa na cabeça) nos tempos de Boca Juniors

O ex-atacante Pablo Osvaldo (de faixa na cabeça) nos tempos em que jogava no Boca Juniors (Foto: Reprodução / Instagram)

Aposentado dos gramados, o atacante Pablo Osvaldo revelou o motivo pelo qual decidiu largar o futebol tão cedo. Em entrevista ao jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, o argentino explicou que não gostava mais de futebol e que preferia beber cerveja a treinar.

“Eu comecei a odiar o que sempre amei. Futebol merece respeito. E eu prefiro churrasco e cerveja ao dinheiro”, afirmou.

Osvaldo passou pelo Boca Juniors, Inter de Milão, Roma, Juventus e pela seleção italiana, porque tem dupla cidadania. Em 2016, o atacante retornou à Argentina e vestiu a camisa do Boca Juniors, mas teve uma briga com o técnico Guillermo Barros Schelotto e foi flagrado fumando no vestiário. Logo depois, decidiu se aposentar.

“Eu decidi sair do Boca, tinha muita fofoca lá. Eu não conseguia sair, tinha medo das pessoas. Eu não conseguia mais jogar. Tive ofertas da China e de clubes da Liga dos Campeões, mas estava desinteressado”, disse, antes de narrar uma de suas histórias malucas.

“Quer rir? Em dezembro de 2016, Sampaoli me contatou, ele estava no Sevilla. Ele me disse ‘Dani, não estou pedindo muito, você pode fazer o que quiser dentro e fora de campo, mas eu preciso de um atacante. Mas eu disse a ele: ‘Chefe, tem o festival de rock de Cosquin’. Ele disse ‘Vai lá, claro, você não pode perder’. Dois malucos!”, completou.

Osvaldo também relembrou um episódio que viveu no Inter de Milão, quanto saiu no tapa com o técnico Roberto Mancini, atualmente comandante do Zenit.

“Eu dei um soco nele depois do clássico contra a Juventus. ‘Você quer brigar?’. E ele disse ‘Não fale isso na frente de todo mundo’. Depois eu fui à sala dele chorando, estava envergonhado. Ele é um ótimo técnico com grande caráter”, contou.

Blog com EXTRA

Pirlo confirma despedida do futebol e recebe homenagens
   8 de novembro de 2017   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Pirlo, da Itália

O ídolo italiano Andrea Pirlo, 38 anos, (foto acima) confirmou com uma postagem nas redes sociais que se aposentou dos gramados na derrota de sua atual equipe, o New York City, ocorrida no último domingo (5).

“Último jogo na MLS. Como meu tempo no NYFC chegou ao fim, eu quero deixar algumas palavras. Eu quero agradecer a todos pelo carinho e apoio que eles me mostraram nesta cidade incrível. […] Não foi apenas minha aventura em NY que chegou ao fim, mas minha jornada como jogador de futebol também”, escreveu na última segunda-feira (6) em uma longa postagem.

“Eu gostaria de agradecer a minha família e aos meus filhos pelo apoio e o amor que eles deram para mim, a cada time que eu tive a honra de jogar, cada colega que eu tive o prazer de jogar ao lado, todas as pessoas que fizeram a minha carreira ser incrível e, por último, mas não menos importante, todos os fãs que o mundo me deu e me apoiaram. Vocês sempre estarão em meu coração”, concluiu.

Assim que confirmou sua aposentadoria, inúmeros jogadores, técnicos e fãs usaram as redes sociais para homenagear o craque italiano. Um dos primeiros a se manifestar foi o goleiro da Juventus, Gianluigi Buffon, que afirmou que “quem jogou com Andrea entendeu o significado da palavra ‘único'”. “Campeão que alternou classe, elegância e humildade”, escreveu no Twitter.

O Milan lembrou de todas as conquistas do jogador pelo clube em suas 10 temporadas.

A Uefa, em sua página em italiano no Twitter, postou um vídeo que relembrava a carreira do astro italiano. Já a Fifa, através da conta da Copa do Mundo, também homenageou o jogador escrevendo “classe, elegante e para sempre um vencedor da Copa do Mundo. Seu talento no campo será muito sentido. Feliz aposentadoria”. – Carreira: Pirlo começou sua carreira em 1995, no pequeno Brescia, de onde saiu três anos depois para a Inter de Milão. Porém, com direito a dois empréstimos, ele foi vendido para o rival Milan e começou a criar uma carreira de sucesso no futebol.

Pelo rossonero, ele conquistou dois títulos do Campeonato Italiano (2003/2004 e 2014/2015), uma Copa da Itália (2002/2003), uma Supercopa (2004) e duas Liga dos Campeões da Europa (2002/2003 e 2006/2007).

Em 2011, ele trocou o time de Milão pela Juventus e conquistou mais quatro títulos do Campeonato Italiano em sequência (de 2011 a 2015). Há três anos, ele trocou Turim por Nova York, onde não conseguiu conquistar nenhum título. Entre os anos de 2002 e 2015, Pirlo também foi um gênio na seleção italiana, conquistando o Mundial de 2006.

Com 22 anos de carreira profissional, Pirlo chegou a quase 800 jogos e se tornou um dos maiores da história do futebol italiano.

Blog com Agência ANSA

Ex-jogador da Seleção é autuado por participar de rinha de galos
   14 de outubro de 2017   │     0:03  │  0

O meia Fábio Rochemback defendeu o Grêmio em 2009, além de outros clubes do Brasil e Exterior (Foto Divulgação)

Fábio Rochemback, que jogou na seleção brasilera e no Barcelona no começo dos anos 2000, achou uma forma curiosa de aproveitar sua aposentadoria. O ex-jogador foi autuado em flagrante por participar de uma rinha de galo em Palmeira das Missões, no interior do Rio Grande do Sul.

De acordo com o Ministério Público, Rochemback concordou em assinar um termo circunstanciado e responderá por crime ambiental. O ex-voltante foi flagrado em uma operação conjunta das policias militar e civil em uma fazenda na zona rural de Palmeira das Missões. No local, foram apreendidos 89 galos, R$ 100 mil em dinheiro e uma espingarda.

A pena prevê detenção de três meses a um ano e multa. Rochemback responderá em liberdade. Ele será autuado no artigo 29, do decreto 6514/08 que prevê: praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Não é a primeira vez que ele estaria envolvido em atividades ilegais envolvendo animais. Em 2011, a polícia encontrou galos de rinha na fazenda do jogador.

Revelado pelo Internacional, Fábio Rochemback foi negociado com o Barcelona por 12 milhões de euros, um valor considerado muito alto em 2001. Além do time espanhol, ele ainda passou pelo Sporting, de Portugal, Middlesbrough, da Inglaterra, e Grêmio, seu último clube no Brasil, em 2009. Ele encerrou a carreira em 2013 no futebol chinês.

Blog com O DIA

 

 

Maradona é absolvido em caso de difamação na Itália
   18 de setembro de 2017   │     0:01  │  0

Imagem relacionada

O Tribunal de Justiça de Cassino, na Itália, absolveu o ex-jogador argentino Diego Maradona, (foto acima), no processo em que era acusado de difamar a Equitalia, empresa pública que lida com a coleta de impostos em atraso no país.

O craque foi considerado inocente “porque o fato não constitui crime”. A mesma alegação serviu para o seu advogado de defesa, Angelo Pisani, que também constava no processo por haver difundido as supostas difamações.

Em 2012, Maradona foi processado por difamar a Equitalia e o então presidente do órgão Attilio Befera. Na ocasião, o jogador disse, por diversas vezes, em entrevistas que era “vítima de perseguição por parte da Equitalia”, que o acusa de usar “documentação falsa e procedimentos irregulares”, se referindo ao caso em que é acusado de sonegação de impostos.

As autoridades fiscais italianas cobram cerca de 40 milhões de euros de Maradona, devido à falta de pagamento de Imposto de Renda durante a época em que atuava no Napoli, entre 1984 e 1991. Por sua vez, o argentino sempre alegou que nunca foi informado do pedido de pagamento de tais impostos, e que seria um erro da Equitalia. Já a empresa, informou que Maradona fez uma campanha para denegrir sua imagem.

Blog e Agência ANSA