Category Archives: Ex-jogadores

Ronaldinho Gaúcho pagou uma fortuna para deixar o Presídio
   10 de abril de 2020   │     0:05  │  0

Ronaldinho Gaúcho deixou a Agrupación Especializada, onde estava preso há 32 dias no Paraguai, após o juiz Gustavo Amarilla aceitar o quarto pedido de revisão de medidas da defesa do ex-jogador.

O duas vezes melhor do mundo e seu irmão Roberto Assis, porém, seguirão sob custódia policial na capital Assunção e estão proibidos de deixar o país.

Os advogados do ex-jogador de GrêmioPSGBarcelona, Milan, FlamengoAtlético-MG e seleção brasileira apresentaram o Hotel Palmaroga, no centro histórico da capital, como o local da prisão domiciliar.

Além disso, Sergio Queiroz e Adolfo Marin mostraram um depósito de fiança no valor de 1,6 milhão de dólares (R$ 8,37 milhões na cotação atual) através de uma conta pessoal de Ronaldinho (800 mil dólares de cada um).

Os promotores do Ministério Público presentes à sessão aceitaram as condições mostradas pelos defensores, e o juiz de urgências, Gustavo Amarilla, deu decisão favorável ao pentacampeão mundial.

O único pedido da Fiscalía, no entanto, foi que Ronaldinho e Roberto tenham custódia policial permanente no hotel – eles estarão em quartos separados.

Os irmãos Assis estão no Paraguai desde 4 de março, quando participariam de eventos promovidos pela empresária Dalia López. Eles apresentaram documentos (certidão e passaporte) falsos na chegada ao país e foram presos em 6 de março.

A defesa já havia tentando em outras três oportunidades a prisão domiciliar e/ou a liberdade de ambos, mas os pedidos foram rejeitados.

Blog com ESPN

Casillas quer comandar o futebol da Espanha
   5 de abril de 2020   │     22:30  │  0

Campeão do mundo em 2010, goleiro sabe que apenas nome não será suficiente para ganhar a eleição

Casillas e sua mulher, Sara Carbonero, ao deixar hospital após ser operado do coração no ano passado (Foto: Rafael Marchante/Reuters)

O espanhol Iker Casillas, ex-goleiro e capitão do Real Madrid e da seleção de seu país, que está atualmente no Porto, revelou nesta quinta-feira, 2, em uma “live” nas redes sociais com o italiano Fabio Cannavaro, que tem “ideias novas” para o futebol na Espanha. O campeão da Copa do Mundo em 2010 tem a intenção de se candidatar ao cargo de presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF, na sigla em espanhol) nas próximas eleições.

“Tudo é muito complexo, mas, sim, se pode ajudar no futebol. Tenho ideias novas. Vamos ver”, disse Casillas, respondendo a uma brincadeira de Cannavaro em referência ao seu espírito de competitividade, sempre querendo lutar pelo melhor.

“O nome não ganha as eleições neste caso. São eleições complexas, mas falaremos com todos quanto tenhamos oportunidade. Sairemos atrás de votos e veremos o que vai acontecer”, prosseguiu o goleiro, falando de como será sua campanha para conversar com os presidentes dos clubes espanhóis, que têm o direito de voto. As eleições, no entanto, ainda não têm data para serem realizadas.

Cannavaro, atualmente no cargo de técnico do Guangzhou Evergrande, da China, defendeu a candidatura de Casillas e disse brincando que quer ser treinador do Real Madrid, clube que defendeu ao lado do goleiro espanhol.

“Você vai ser presidente da RFEF e eu creio que vou treinar o Real Madrid”, afirmou, entre risos, o campeão mundial em 2006, que não poupou elogios ao francês Zinedine Zidane, atual técnico do clube da capital espanhola. “Tenho de felicitar Zizou. A forma como equilibrou o clube, a torcida… É um craque. Fez isso de forma espetacular”, completou o italiano.

Blog com Esportes Band

Paulo César Caju pede apoio para os ex-jogadores
     │     21:00  │  0

 

Marco Antonio (Foto Divulgação)

Rio de Janeiro, RJ, 1 (AFI) – Imagens de Marco Antônio, ex-lateral esquerdo do Fluminense e Seleção Brasileira nos anos 70, virilizaram nas redes sociais no começo da semana. Mas de maneira negativa, com o ex-craque cambaleando na porta de um bar em São João de Miriti, no Rio.

HISTÓRIA DOS CRAQUES
O seu ex-companheiro, Paulo Cezar Caju, saiu em defesa e pediu mais respeito para os craques do passado. Foi o que manifestou em sua coluna na revista VEJA.

Os dois brilharam no futebol carioca nos anos 70. Caju começou menino no Botafogo, passando depois pelos grandes do Rio como Fluminense, Flamengo e Vasco. O seu melhor contrato aconteceu após a Copa da Alemanha, em 1974, quando assinou com o Olyimpíque de Marselha.

Era um meia-ponta esquerda, de muita habilidade e que foi tricampeão do mundo no México, em 1970, como reserva de Rivelino. Ele era favorito a ser titular, mas acabou sacado pelo técnico Zagalo alguns jogos antes da Copa.

MARCO ANTÔNIO, DUAS COPAS
O mesmo aconteceu com o lateral-esquerdo Marco Antônio, de muita habilidade. Ele acabou perdendo a vaga na seleção do Tri para Everaldo, apenas um bom marcador.

Marco Antônio era nascido em Santos, onde defendeu a Portuguesa Santista até 1968. depois se transferiu para o Fluminense, onde atuou até 1976. Passou depois pelo Vasco e Bangu.

Também foi preterido na Seleção Brasileira de 1974 na Alemanha, perdendo a vaga para Marinho Chagas, do Botafogo-RJ. Curiosamente também foi reserva na Copa do Mundo da Argentina, em 1978, perdendo o lugar para Rodrigues Neto e Edinho.

DEPOIMENTO E REALIDADE

É um depoimento corajoso, porém, triste. É algo da cultura nacional, como o povo não valoriza nosso passado e nossos ídolos.

No futebol, todos passam a normais mais rápido. Os próprios jogadores têm muita culpa nisso, muito pela conduta quando estão no auge e se acham semi Deuses, em pensar sempre no ‘EU’.

Blog com Futebol Interior

Ronaldinho Gaúcho não tem data para sair da prisão
   4 de abril de 2020   │     22:25  │  0

Ronaldinho Gaúcho deve permanecer preso na Agrupación Especializada, em Assunção, pelo menos até o domingo de Páscoa, em 12 de abril.

As investigações do Ministério Público do Paraguai estão em ritmo lento por causa da quarentena imposta pelo governo para toda a população devido ao coronavírus, e todos os serviços estatais estão trabalhando de forma limitada.

Com isso, a perícia dos celulares do pentacampeão mundial e de seu irmão Roberto Assis também atrasou.

ESPN apurou que os telefones já estão em posse da defesa dos ex-jogadores, detidos desde o dia 6 de abril por terem entrado no Paraguai com documentos falsos.

Uma hipótese para a devolução dos aparelhos é o MP ter feito um espelhamento dos arquivos, fazendo cópia dos HDs. Outra possibilidade é a de a Fiscalía ter devolvido parte dos celulares, tendo em posse ainda outros dispositivos dos irmãos Assis.

Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis após prestarem depoimento no MP do Paraguai© Getty Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis após prestarem depoimento no MP do Paraguai
O laudo pericial, por enquanto, não está concluído.

Ronaldinho já teve três pedidos negados para deixar a Agrupación Especializada, prisão de alta segurança onde divide com Assis um quarto do pavilhão que funciona como regime semiaberto.

Por isso, já foi possível ver o duas vezes melhor do mundo jogando futsal, futevôlei e até participando de churrasco com os outros detidos.

O decreto do governo do Paraguai quanto à quarentena vai até 12 de abril, domingo de Páscoa, e a expectativa do Ministério Público é de que a partir de segunda-
feira 13 os serviços comecem a ser reestabelecidos.

Blog com ESPN

Nadinho lembra do Bahia calando o Santos no Maraca
   31 de março de 2020   │     21:00  │  0

O Bahia foi ao Maracanã e calou o Santos de Pelé. É bem verdade que, naquele terceiro jogo da final da Taça Brasil de 1959, o Rei do futebol não esteve em campo. Ainda assim, ao voltar para Salvador com o primeiro título brasileiro da história, o Esquadrão de Aço foi recebido por uma festa apoteótica, em uma carreata que recebeu os jogadores no aeroporto e os acompanhou até a Praça Municipal, segundo o historiador Antônio Matos, autor do livro ‘Heróis de 59’. E hoje, 29 de março de 2020, completam-se 60 anos da histórica conquista do Tricolor.

Pelé não esteve presente no último jogo, mas apareceu nos outros dois. Na primeira partida, na Vila Belmiro, surpresa: triunfo do Bahia por 3 a 2. Ao chegar na Fonte Nova para a consagração do título, no entanto, o Esquadrão viu o Rei desfilar sua arte em campo, com dois gols, e perdeu por 2 a 0. Na época, o regulamento da Taça Brasil previa um terceiro jogo, que o final todos já conhecem: 3 a 1 para o Bahia, campeão de 1959.

Sessenta anos depois (a partida decisiva só ocorreu em 1960), apenas dois heróis que estiveram em campo naquela conquista permanecem vivos. O goleiro Nadinho, de 89 anos, e o zagueiro Henricão, 86. Além deles, Benedito Borges, vice-presidente do Bahia à época, de 97 anos. Apesar de pouco ou nada falarem nos dias atuais, e de estarem no grupo de risco da pandemia do coronavírus, deixaram o legado de suas histórias aos seus filhos, esposas e netos, que falaram com o ATARDE. As entrevistas foram feitas por telefone, devido às recomendações de isolamento da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O “excepcional” Nadinho

Nadinho atualmente vive em Itapuã, com sua esposa, Tereza. Como não gosta de telefone, foi rápido quando perguntado sobre a sensação de conquistar o título. “Para mim, que já era veterano no futebol, foi coisa normal”, e depois não quis mais falar.

Sua esposa, no entanto, lembrou do quão importante seu marido foi para o Bahia. “Eu, pessoalmente, acho que ele ajudou muito o Bahia na época. Ele não bebia, não perdia noite, às vezes não precisava se concentrar, porque era muito bem comportado. Muito atencioso ao time, jogava mais pelo amor. Às vezes ele diz que não, porque a cabeça não tá funcionando como antes”, conta ela.

Na Taça Brasil de 59, o “goleiro excepcional”, na visão de Antônio Matos, sofreu 18 gols em 15 partidas disputadas. Uma média de 1,2 gol por jogo, número excelente para a época, já que a média de gols da Taça Brasil foi de 2,86. A do Brasileirão de 2019, por exemplo, foi de 2,31.

Hoje, Nadinho vive com o salário da aposentadoria de professor de educação física, e conta com a ajuda financeira dos filhos. Com a crise da Covid-19, Nadinho e a esposa estão em isolamento. “O sentimento, agora, é de muita tristeza, ansiedade, mas de esperança ao mesmo tempo”, garante Tereza.

A esposa de Nadinho argumenta que o Bahia não oferece ajuda e não entra em contato com eles. Ela fala que o Tricolor parece ter “se esquecido de Nadinho”.

O clube, entretanto, desmente a informação, dizendo, inclusive, que o convidou para um evento em sua homenagem, mas ele não compareceu.

Blog com A TARDE