Category Archives: Estádios

Estádio do Napoli terá o nome de Maradona
   29 de novembro de 2020   │     15:00  │  0

O prefeito de Nápoles, Luigi De Magistris, disse que o estádio do Napoli, (foto acima/maltadaily) deve ser rebatizado para Diego Armando Maradona entre 10 e 15 dias. O local atualmente se chama San Paolo e mudará de nome em homenagem ao craque argentino que morreu na última quarta-feira, aos 60 anos.

“Entre 10 e 15 dias, em muito pouco tempo, encerraremos o processo formal. Levei alguns instantes para decidir isso, todos fomos inundados pelo mesmo sentimento. Daremos o nome do maior jogador de todos os tempos a esse estádio que faz parte da nossa vida e da nossa história”, disse o prefeito, em entrevista à emissora “La7”.

Maradona jogou na Napoli por sete anos, entre 1984 e 1991. Após chegar como a contratação mais cara da história, o camisa 10 correspondeu em campo e rapidamente se tornou ídolo da torcida, tanto pelo desempenho em campo quanto pela paixão e identificação. Os dois títulos italianos do clube foram com o argentino em campo, nas temporadas 1986/1987 e 1989/1990. Ainda conquistou uma Copa da Uefa (hoje chamada de Liga Europa), uma Copa da Itália e uma Supercopa da Itália.

“Maradona nos deu tudo: vitória e emancipação, mas Nápoles também lhe deu muito. Nápoles nunca o esquecerá porque é uma cidade com grande coração e, acima de tudo, nós não julgamos o homem Maradona, apenas o amamos”, disse De Magistris.

Após a morte de Maradona, dezenas de torcedores do Napoli se reuniram em frente ao ainda estádio San Paolo para fazer homenagens ao craque. O Napoli atuou na última quinta-feira, em jogo marcado por diversas homenagens ao ídolo. A equipe venceu o Rijeka, da Croácia, por 2 a 0, pela Liga Europa.

Blog e ESTADÃO Conteúdo

Série especial celebra os 50 anos do Estádio Rei Pelé
   6 de outubro de 2020   │     18:00  │  0

Pelé, entrevistado por Haroldo Miranda, marcou dois gols no jogo que inaugurou o gramado mais importante de Alagoas (Foto: Arquivo GA)

Os 50 anos do Estádio Rei Pelé serão comemorados com uma série de reportagens especiais, com depoimentos das pessoas que fizeram história no maior palco do futebol alagoano – dentro e fora das quatro linhas.

Desde ontem (5)  até o aniversário do Trapichão, no dia 25 de outubro, episódios inéditos da série “Estádio Rei Pelé – 50 anos” serão exibidos na TV Mar (25 e 525 da Net Claro), de segunda a sexta, sempre às 11h30, com reprise às 17h30. E também no portal Gazetaweb.com.

Além dos vídeos, aspectos relevantes e curiosos da história do Trapichão serão abordados em reportagens, com imagens e informações exclusivas, tornando a iniciativa um registro histórico que marca o meio século do templo sagrado do nosso futebol.

Fernando James, diretor comercial da Organização Arnon de Mello, ressalta que a primeira websérie da OAM chega conectada com o público. Para tornar a ideia uma realidade, ele evidencia o apoio de empresas como a Alagoas Ambiental, Hospital Veredas, Condominio Vista Lagoa, Uninassau, Hapvida e Naturalle.

“Reunimos figuras ilustres, como Márcio Canuto, repórter que atuou na inauguração do estádio, o repórter e historiador Lauthenay Perdigão, Dr. Vinícius Maia Nobre, engenheiro chefe da construção do Trapichão, Arivaldo Maia, narrador esportivo da inauguração, o repórter Walmari Vilela, ex-jogadores e figuras emblemáticas, como Zagallo e o Rei Pelé, que contarão sobre suas experiências e emoções em relação ao imponente estádio”, revela o diretor.

O Trapichão, como é carinhosamente chamado, foi inaugurado no dia 25 de outubro de 1970, com uma partida empolgante: Santos X Seleção Alagoas. O jogo simbólico tinha como propósito inaugurar o estádio na presença do grande homenageado: o Rei Pelé.

Pelé foi o responsável por descerrar a placa e declarar inaugurado o estádio e, lembra Walmari, concedeu uma entrevista à Arivaldo Maia, à época, dizendo que estava surpreso com a dimensão daquela obra.

Não perca nenhum lance:

A websérie “Estádio Rei Pelé – 50 anos” tem episódios de segunda a sexta, às 11h30 e às 17h30, na TV Mar (25 e 525 da Net Claro), durante o Canal Esportes, e no Portal Gazetaweb.com. Além dos episódios com depoimentos marcantes, reportagens serão publicadas diariamente, também no portal Gazetaweb, até o dia do aniversário do Trapichão, em 25 de outubro.

Blog com Gazetaweb

Casa do São Paulo, Morumbi completou 60 anos
   4 de outubro de 2020   │     11:30  │  0

Morumbi foi inaugurado com parte do anel superior ainda em obras (Foto: Divulgação/São Paulo)

Morumbi foi inaugurado com parte do anel superior ainda em obras (Foto: Divulgação/São Paulo)

 

Casa do São Paulo, o estádio do Morumbi completou 60 anos na última sexta-feira. Construído durante a década de 1950, o local foi inaugurado no dia 2 de outubro de 1960 em uma partida contra o Sporting, de Portugal. Na ocasião, mais 64 mil pessoas pagaram ingresso para acompanhar o triunfo do Tricolor, por 1 a 0, com gol do atacante Peixinho.

Na década de sua inauguração, o estádio do Morumbi era o maior estádio particular do planeta. Afinal, a concepção da casa são-paulina foi pensada para receber 150 mil pessoas. Atualmente, por conta das reformas e dos exigentes padrões de segurança, a capacidade é de pouco mais de 66 mil espectadores. Mesmo assim, ainda é o maior estádio particular do Brasil.

Por lá, o São Paulo conquistou alguns de seus maiores títulos como a Copa Libertadores de 1992 e 2005, as edições de 2006 e 2007 do Campeonato Brasileiro e o Paulistão de 1998, em cima do rival Corinthians.

Embora o estádio seja a casa do Tricolor, seus rivais também conquistaram títulos expressivos jogando no Morumbi. O Corinthians, por exemplo, faturou o bicampeonato Brasileiro em 1998 e 1999 jogando lá. O Paulistão de 1977, considerado por muitos o maior título do Timão, foi decidido no Morumbi e o clube do Parque São Jorge ficou com a taça.

O maior público do estádio, inclusive, aconteceu nas finais de 1977, quando Corinthians e Ponte Preta. No dia 9 de outubro daquele ano, 146.072 pessoas acompanharam a vitória da Macaca, por 2 a 1, no Morumbi.

Blog com LANCE

Nota do Blog: O Timaço, hoje na 98.3, transmitiu, ao vivo, direto do Morumbi, a histórica final em 1977, o 3º duelo entre Corinthians e Ponte Preta na decisão do título paulista. Eu narrei o jogo e acabei fazendo parte da revista comemorativa do Corinthians. Algumas ‘frases de efeito’ que utilizei durante a transmissão, uma delas dizendo que o Brasil inteiro torcia pelo Timão naquele momento, para acabar com o sofrimento da sua torcida, mereceram destaque na edição especial que o clube divulgou no dia seguinte, graças ao jornalista Bernardino Souto Maior, correspondente na época de uma grande jornal brasileiro. Ele, em Maceió, ouvindo o Timaço, destacou minhas frases em matéria divulgada na mesma noite, e que acabaram na revista comemorativa do time paulista.

Na primeira partida, o Corinthians havia vencido por 1 a 0 com gol do atacante Palhinha. Mas na segunda partida, a Macaca  venceu por 2 a 1 num Morumbi com mais de 142.000 mil pessoas, forçando assim, uma partida extraordinária.

E nesta partida que eu narrei com muita emoção, numa jogada emocionante de aproximadamente sete segundos, o volante Basílio consegue fazer o gol do título do Corinthians, terminando assim, o jejum de 22 anos, 8 meses e 7 dias sem conquistar um Campeonato Paulista, tornando-se assim, uma das conquistas inesquecíveis para sua torcida.

Arivaldo Maia e Wikipédia

Decreto autoriza presença de público no futebol do Rio
   26 de setembro de 2020   │     14:00  │  0

O governador em exercício Cláudio Castro já autorizou a presença de até 30% de público nos estádios de futebol do estado do Rio de Janeiro. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial, ao qual O GLOBO teve acesso antes de se tornar público, e vale somente para os municípios que estejam na bandeira amarela ou verde, ou seja, regiões que apresentam risco baixo para coronavírus.

A publicação indica ainda que para cada estádio deverá ser apresentado um protocolo adequado e validado pelas entidades sanitárias e de segurança locais. O plano deve ser apresentado até 72 horas antes da data de realização da partida e seguir as diretrizes descritas do “Plano de Retorno dos Torcedores aos Estádios de Futebol”, elaborado pela CBF.

Entre as recomendações previstas no protocolo, está o distanciamento dos torcedores. Eles deverão respeitar o espaço mínimo de dois metros tanto em cadeiras quanto nas arquibancadas, com exceção dos grupos familiares. O uso de máscara de proteção facial também será obrigatório.

Já os responsáveis pelos estádios precisam garantir o fornecimento de álcool em gel para os torcedores, e realizar a medição de temperatura no momento do acesso, impedindo a entrada de torcedores com sintomas da Covid-19.

As lojas, lanchonetes e bares dos estádios poderão ser abertos de acordo com as orientações sanitárias locais.

O descumprimento das regras acima pode acarretar aos responsáveis pela realização das partidas advertência e multa de R$ 5 mil, e até a proibição de realização de jogos no local por 15 dias.

Blog com O GLOBO

Flu x Coritiba sai do Maracanã para troca do gramado
   24 de setembro de 2020   │     19:45  │  0

O confronto entre Fluminense e Coritiba, pela 12ª rodada do Brasileirão, não será mais no Maracanã. O confronto da próxima segunda-feira, às 20h, foi transferido para o Nilton Santos, diante da justificativa tricolor de dar mais tempo para a troca do gramado do estádio.

A previsão inicial era que o Maracanã tivesse uma folga de 11 dias, contando a partir do último dia 17, quando o Fluminense venceu o Atlético-GO, pela quarta fase da Copa do Brasil.

Mas o clima chuvoso no Rio de Janeiro prejudicou o ritmo do replantio da grama. Por isso, foi preciso buscar uma alternativa. O Nilton Santos, pelo menos, tem operação mais barata que o Maracanã.

Com o ajuste na tabela do Flu, o primeiro jogo do novo gramado deve ser Flamengo x Independiente Del Valle, dia 30, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores.

Blog com EXTRA