Category Archives: Estádios

Estádio Rei Pelé tem prazo para apresentar laudos
   16 de fevereiro de 2019   │     0:03  │  1

Uma reunião realizada no Tribunal de Justiça de Alagoas definiu que o Governo do Estado tem um prazo de 180 dias para apresentar o laudo estrutural do Estádio Rei Pelé. Dentre as exigências, estão a obrigatoriedade de instalação de hidrantes, liberação das saídas de emergências, sinalização e ajustes nos desníveis da estrutura da maior arena esportiva de Alagoas.

Participaram do encontro representantes do Ministério Público, das Secretarias de Segurança e Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), além do Corpo de Bombeiros e da Federação Alagoana de Futebol (FAF). A primeira providência a ser tomada, até o dia 28 deste mês, é colocar para funcionar todas as saídas de emergência do estádio.

A partir de março, a Selaj, os clubes e a FAF terão que disponibilizar brigadistas treinados, para se posicionarem nas saídas e auxiliarem o público em situações de pânico. Outro tópico citado na audiência foi a sinalização do Rei Pelé. Ela tem que ser instalada até 30 de maio. Já os ajustes nos desníveis da estrutura terão que ser feitos até o dia 30 de agosto.

A Secretária de Esporte, Lazer e Juventude justificou o atraso para execução dos serviços e tranquilizou o torcedor que frequenta o estádio.

– Estamos na fase final desse processo. Não contratamos antes porque estávamos aguardando iniciar o exercício orçamentário e financeiro do Estado. Todos os laudos emitidos pelos órgãos competentes para atestar que o estádio pode receber jogos oficiais, logo receber também seu conjunto de torcedores, já foram emitidos e estão vigentes.

Blog e GloboEsporte

Fim do mistério: 73 peças perdidas da Calçada da Fama são recuperadas e voltarão ao estádio
     │     0:01  │  0

   Peças da Calçada da Fama do Maracanã que estavam guardadas em salas — Foto: Reprodução/TV Peças da Calçada da Fama do Maracanã, divulgadas como desaparecidas, foram encontrados em salas do Maracanãzinho (Foto: Reprodução/TV0)

 

O mistério chegou ao fim. Sumidos desde a reforma do Maracanã, 73 itens da Calçada da Fama do estádio voltarão, enfim, a ser exibidos para os torcedores e visitantes do estádio. Para encontrá-los, nem foi preciso ir muito longe: todos já estavam dentro do complexo esportivo, espalhados por salas administrativas do Maracanãzinho. O mais difícil foi ter acesso ao acervo.

Após mais de dois anos de espera, a concessionária que administra o Maracanã conseguiu, em janeiro, com apoio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do estado, abrir as salas do ginásio para, enfim, procurar as peças. O material estava lá, espalhado em seis salas do segundo andar, guardadas sem o cuidado necessário: havia peças em sacos de lixo, algumas alocadas até em banheiros, e moldes de gesso embalados sem segurança.

– Essa não é a condição recomendável. Qualquer choque, qualquer impacto poderia ter se perdido alguma peça, poderia ter se quebrado. Por não estarem bem embaladas e por não estarem bem organizadas, talvez ficasse mais difícil identificá-las – afirmou a museóloga Daniele Torres, responsável pelo trabalho de garimpar as peças do acervo do estádio em meio a materiais diversos armazenados nas salas.

Atualmente, duas novas peças, as primeiras produzidas pela Concessionária Maracanã, se juntam a esse material: as marcas dos pés da craque Marta e das mãos do goleiro Julio César. Outras duas estão em processo de finalização, do atacante Tulio e do ídolo mundial Ronaldinho Gaúcho.

Nova Calçada da Fama será inaugurada até abril

Agora, com as antigas peças recuperadas, começa uma corrida contra o tempo para que elas voltem ao devido lugar. Para marcar o retorno das homenagens, o Maracanã prepara uma nova Calçada da Fama, maior e com nova apresentação visual, que será inaugurada até abril.

Nesta primeira etapa, 48 jogadores homenageados no passado estarão novamente em exposição. Outras 21 peças ainda precisam de restauração, e serão incorporadas à visitação até a Copa América, que será realizada no Brasil e que terá a final no Maracanã, dia 7 de julho.

Apenas quatro peças estão em condições mais difíceis, e deverão ser reproduzidas até o fim do ano – o estádio possui moldes das marcas originais. O orçamento previsto para o trabalho de recuperação das peças e remodelação da Calçada da Fama é de aproximadamente R$ 200 mil, valor que será pago pela Concessionária Maracanã.

Blog com GloboEsporte

Prefeitura concede Pacaembu por R$ 111 milhões e 35 anos
   10 de fevereiro de 2019   │     0:01  │  0

Prefeitura acertou a concessão do Pacaembu à iniciativa privada (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A Prefeitura de São Paulo concedeu o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu à iniciativa privada. O consórcio Patrimônio SP, composto pelo fundo de investimentos Savona e pela empresa Progen será responsável do local pelos próximos 35 anos.

O consórcio desembolsou R$ 111,2 milhões pela concessão, valor bem mais alto que os R$ 37 milhões pedidos inicialmente pela Prefeitura. A W Torre, que construiu e administra o Allianz Parque também estava na briga.

Atualmente, quem mais utiliza o Pacaembu é o Santos. O presidente José Carlos Peres já declarou que quer mandar mais da metade dos jogos do Peixe no Estádio Municipal. Dessa forma, o Alvinegro da Vila Belmiro pode se aproximar do novo administrador para conseguir levar suas partidas à capital paulista.

Os outros três grandes, São Paulo, Palmeiras e Corinthians mandam suas partidas no Pacaembu de forma pontual, quando não conseguem ter os seus respectivos estádios à disposição.

Blog com Gazeta Esportiva

 

Grupo de trabalho aponta melhorias para o Rei Pelé
   30 de dezembro de 2018   │     9:57  │  2

,

Resultado de imagem para Estádio Rei Pelé

Depois de um vistoria no Estádio Rei Pelé, (foto acima/Portal da Copa), um grupo de trabalho fechou o relatório de melhores para o Trapichão. As ações precisam atender as diretrizes estabelecidas pelo regulamento do Campeonato Brasileiro, além das exigências da Confederação Brasileira de Futebol.

Entre as melhorias apontadas e já divulgadas amplamente no relatório, estão mudanças e adequações nos vestiários dos jogadores, da arbitragem, climatização, sistema elétrico e de iluminação e o plano de prevenção do Combate a Incêndio e Pânico.

O aumento da capacidade do estádio também foi colocado em pauta. A ideia, como já amplamente noticiado, é a retirada das cadeiras mantendo apenas os setores especiais. Os gradis instalados nas arquibancada também serão retirados.

O grupo de trabalho é formado por representantes do Governo do Estado, da Federação Alagoana de Futebol e dos clubes. Integrantes de outras entidades ligadas ao esporte também participaram da visita.

Vale destacar que em 2019, o Estádio Rei Pelé vai receber jogos do Campeonato Brasileiro da Série A.

Blog e Globoesporte/AL

Definido: Rei Pelé vai receber melhorias para o Brasileiro 2019
   14 de dezembro de 2018   │     10:52  │  2

O Estádio Rei Pelé recebeu na última quinta-feira, a visita de um grupo de trabalho que tem o objetivo de apresentar sugestões de melhorias na maior praça esportiva de Alagoas para receber os jogos do Brasileiro de 2019.

Dentre as melhorias, estão previstas a manutenção do gramado, ajustes no acesso de portadores de necessidades especiais ao estádio e também aos elevadores, pintura e sinalização dos estacionamentos e também um novo placar eletrônico, uma das exigências da CBF.

O grupo de trabalho é formado por representantes do Governo do Estado, da Federação Alagoana de Futebol e dos clubes. Integrantes de outras entidades ligadas ao esporte também participaram da visita.

As necessidades de melhorias no Rei Pelé serão apresentadas num relatório que deve ser entregue ao Governo do Estado até o dia 31 deste mês. As ações no Trapichão precisam atender as diretrizes estabelecidas pelo regulamento do Campeonato Brasileiro, além das exigências da Confederação Brasileira de Futebol.

Problemas em 2018O Estádio Rei Pelé recebeu críticas durante a temporada 2018, principalmente no que diz respeito à situação do gramado, que já foi considerado um dos melhores do país. Além do estado do gramado, neste ano houve falta d’água e defeito em ar-condicionado, durante um clássico entre CRB e CSA, pela Série B do Brasileiro.

Outro problema enfrentado foi na parte elétrica da casamata [área destinada para as equipes técnicas de transmissão dos jogos, levando dois profissionais da imprensa a sofrerem choques.

Blog com Globoesporte/AL