Category Archives: Esportes

Judoca Rafaela Silva é flagrada em antidoping
   20 de setembro de 2019   │     23:08  │  0

Macaque in the trees

A judoca brasileira Rafaela Silva, 27, (foto acima/Divulgação), foi flagrada em um exame antidoping. Ainda não há confirmação sobre a competição em que foi realizado o teste e qual foi a substância detectada.

Recentemente, Rafaela Silva foi medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no início de agosto, e de bronze no Mundial realizado no Japão, no fim do mesmo mês. Ainda não é possível saber se esses resultados serão invalidados.

Uma das principais judocas da história do país, ela foi campeã olímpica na Rio-2016 e também conquistou o campeonato mundial realizado na cidade em 2013.

Blog com FolhaPress

TV deixa de ser absoluta e transmissão dos jogos de futebol passa por ‘revolução’
   16 de maio de 2019   │     0:03  │  0

Em vez de somente contar com a televisão, o torcedor agora tem uma série de novos dispositivos para continuar ligado no futebol. Se por um lado a Série A vive um impasse sobre direitos de transmissão e teve no último domingo, por exemplo, uma partida (Atlético-MG x Palmeiras) sem exibição de nenhum canal, outros campeonatos menos badalados ganharam espaço em plataformas até então inéditas.

A Série C do Brasileiro assinou neste ano um contrato de quatro temporadas com a DAZN. A empresa inglesa vai exibir 86 partidas da competição pela internet. Nas duas primeiras rodadas, foram oito jogos transmitidos via Youtube e Facebook. O destaque foram os 500 mil acessos registrados no empate por 2 a 2 entre Santa Cruz e Treze-PB.

“Estamos diante de um mercado de transmissão esportiva em evolução para o digital, no qual as emissoras estão repensando os formatos”, disse à reportagem do Estado o vice-presidente da DAZN Brasil, Bruno Rocha. “A Série C foi a oportunidade perfeita para os nossos planos para o DAZN se estabelecer dentro do futebol brasileiro e expandir a sua presença”, completou.

As transmissões são feitas com tecnologia simples, na maioria das vezes com uma única câmera para gerar imagens ou até por um celular apoiado em um tripé e com conexão 3G.

Segundo o diretor do MyCujoo para o Brasil e América Latina, Terence Gargantini, apenas na primeira rodada da Série D a plataforma transmitiu 30 jogos e teve 400 mil acessos. “Nós não queremos disputar com os grandes canais. Temos nosso próprio segmento: os jogos que não passariam na TV. A internet nos ajuda a estar em vários lugares ao mesmo tempo”, comentou.

A CBF terá mais de 600 jogos distribuídos em diferentes dispositivos e coordena com as respectivas equipes dos parceiros a padronização das exibições. O intuito é fixar em grande parte dessas transmissões os mesmos conceitos, como ângulos de câmera, padronização gráfica das informações presentes na tela e da linguagem das equipes de transmissão.

IMPACTO – Para especialistas ouvidos pela reportagem, as mudanças no mercado de transmissão estão apenas no começo. “Existe um desafio de atender a audiência das novas gerações. A pessoa olha a TV, mas está com o celular e o tablet nas mãos. Não se consome esporte da mesma forma que anos atrás”, afirmou o diretor de negócios da consultoria Golden Goal, Danyel Braga, especialista em marketing esportivo.

Já para o advogado especialista em direito desportivo André Sica, do escritório CSMV, a mudança nas transmissões no Brasil poderiam ser ainda maiores caso a Lei Pelé não fosse tão restritiva. O texto determina que para uma partida ser exibida é necessário os dois times estarem sob o mesmo contrato de transmissão. “Isso atrapalha fundamentalmente a abertura do mercado para novos concorrentes e novos veículos. As legislações mais modernas preveem que o mandante é o detentor do espetáculo e pode negociar.”

Blog com ISTOÉ

Após saída da Globo, apresentadora dispara: ‘Não tenho fama de barraqueira à toa’
   8 de abril de 2019   │     0:03  │  0

Cris Dias

Cris Dias, (foto acima/TV Globo), abriu o jogo sobre sua saída da Rede Globo após 13 anos. Em entrevista ao portal “UOL”, a apresentadora revelou como recebeu a decisão da emissora e falou sobre a experiência vivida durante este período.

“A saída foi de boa. Disseram que não havia interesse na renovação. Mas saio com o sentimento de gratidão. Foi um aprendizado, fiz contatos, consolidei o meu nome no esporte”, disse a jornalista.

Sobre a polêmica em que se envolveu com William Waack, enquanto apresentava o Jornal da Globo durante as Olimpíadas de 2016, Cris disse não se arrepender de ter rebatido o companheiro e que foi uma atitude necessária.

“Levantei a bandeira do empoderamento feminino. Foi sem querer, mas valeu, é sempre bom levantar essa bandeira. Quis interromper meu comentário e eu reagi. Não tenho fama de barraqueira à toa”, comentou a apresentadora, que afirmou ter levado uma relação tranquila com o colega após o ocorrido. “Muita gente não entendia a nossa parceria. Ele tem um humor ácido, mas a gente se dava muito bem. No dia em que isso aconteceu, a gente tinha ido ver o jogo de basquete da Argentina contra os Estados Unidos. Eu gostava de sacanear ele: ‘você pilota avião e não sabe mexer em um telão’. No fundo, era um encontro de gerações e a gente se completava. Ele ficava com os papéis e eu com o tablet e o telão do estúdio.”

Com a saída de Cris Dias do “Bom Dia Brasil”, quem assumirá a parte de esportes no telejornal será Carol Barcellos. No entanto, o quadro deixará de ser diário e passará a ir ao ar às segundas e quintas.

Blog com O DIA

Brasil recebe pela primeira vez Copa Libertadores de futebol em cadeiras de rodas
   12 de novembro de 2017   │     0:03  │  0

A equipe Rio de Janeiro Power Soccer (RJPS), que acaba de conquistar o bicampeonato Brasileiro de Power Soocer, será uma das representantes brasileiras na Taça Libertadores
A equipe Rio de Janeiro Power Soccer (RJPS), que acaba de conquistar o bicampeonato Brasileiro de Power Soocer, será uma das representantes brasileiras na Taça Libertadores

 

O Brasil será sede, pela primeira vez, da Copa Libertadores e da Copa Sulamericana 2017 de futebol em cadeira de rodas motorizadas. Os jogos acontecerão na Arena 3, do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca.

A taça Libertadores será disputada nos dias 16 e 17 de novembro, das 10h30 às 17h30, por seis times: dois do Brasil, dois da Argentina e dois do Uruguai. Entre os representantes brasileiros está o Rio de Janeiro Power Soccer (RJPS), que acaba de conquistar o bicampeonato Brasileiro de Power Soocer, realizado em outubro.

Já a Copa Sulamericana acontece no dia 18 de novembro, das 10h às 15h, e será disputada pelas seleções do Brasil, Argentina e Uruguai, também na Arena 3.

“É um ganho enorme poder sediar, no Parque Olímpico, os dois eventos mais importantes da modalidade na América do Sul. Nossa equipe está muito empolgada com a conquista do bicampeonato brasileiro e tem tudo para fazer uma excelente participação na Libertadores. Além disso, temos cinco atletas na seleção brasileira que irão disputar a Copa Sulamericana e tentarão o título inédito para o Brasil”, diz Bruno Fernandes, presidente do RJPS – maior time brasileiro da modalidade e o primeiro a ter uma equipe exclusivamente infantil no Brasil.

Sobre o esporte

O Power Soccer é a única modalidade paradesportiva que permite a participação de pessoas com deficiência motora severa, como tetraplegia, paralisia cerebral, distrofia muscular, entre outros, a partir dos 6 anos de idade e de qualquer gênero, no mesmo time.

Criado na França e no Canadá, no final dos anos 70, a modalidade ganhou força e o mundo. Atualmente, é praticada em quase 30 países e já é reconhecida pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC). A expectativa é que se torne uma modalidade paralímpica nos Jogos de 2024.

Blog com Jornal do Brasil

COI revoga parcialmente punições impostas ao Brasil
   3 de novembro de 2017   │     0:03  │  0

O Comitê Olímpico Internacional (COI) já anunciou a revogação provisória e parcial da suspensão imposta ao Comitê Olímpico do Brasil (COB) após o escândalo envolvendo o ex-presidente da entidade Carlos Arthur Nuzman.

Com a decisão, o COB, atualmente presidido por Paulo Wanderley, continuará sem o direito de receber recursos repassados anualmente a título de patrocínio. Segundo representantes do COI, ainda não há previsão de quando a suspensão será totalmente retirada. No entanto, os representantes brasileiros poderão participar das assembleias da Associação de Comitês Olímpicos Nacionais (ANOC) e da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), que acontecerão em Praga, na República Tcheca.

Segundo os dirigentes do COI, a entidade brasileira foi “plenamente cooperante e voluntária” com as investigações e tomou “de forma imediata” as medidas necessárias para responder as “preocupações” do Comitê Internacional.

Entre as iniciativas, está a aceitação da renúncia de Nuzman, a escolha de um novo presidente, além da revisão das contas do período entre 2008 e 2010, “para garantir que o COB não fosse acusado na investigação aberta no Brasil.

No último dia 6 de outubro, o Comitê anunciou a punição depois de Nuzman ser preso no desdobramento da Operação Unfair Play, que investiga a compra de votos na eleição que escolheu o Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

O ex-presidente do COB é réu por corrupção passiva, associação criminosa, lavagem de dinheiro e ocultação de divisas.

Blog com Agência ANSA