Category Archives: Eliminatórias

Argentina conta com vitória do Brasil para aumentar chances de estar na Copa
   9 de outubro de 2017   │     0:02  │  0

O jogo da Seleção Brasileira contra o Chile, pela última rodada das eliminatórias da Copa do Mundo, ganhou importância após o empate da Argentina, com a Venezuela, em Buenos Aires, por 0x0. É que, entre as hipóteses de classificação da Argentina para uma das quatro vagas diretas das eliminatórias sul-americanas para a Copa, está uma derrota chilena no jogo em São Paulo e um empate entre entre Peru e Colômbia, em Lima, isso desde que a Argentina vença o Equador em Quito e some 28 pontos.

O Brasil lidera as eliminatórias, com 38 pontos e já está classificado para o Mundial da Rússia, mas o Chile ainda luta pela vaga e está em 3º lugar, com 26 pontos. A Argentina é 6º, com 25 pontos. A classificação geral é esta: 1º, Brasil, 38 pontos; 2º, Uruguai, 28; 3º, Chile, 26; 4º, Colômbia, 26; 5º, Peru, 25; 6º, Argentina, 25; 7º, Paraguai, 24; 8º, Equador, 20; 9º, Bolívia 14; 10º, Venezuela, 9.

O regulamento das eliminatórias prevê que, em caso de empate nos pontos, serão utilizados os critérios seguintes de desempate, nesta ordem: saldo de gols; gols pró; confronto direto, sendo que gol fora de casa tem peso 2; e sistema de pontos por esportividade, que envolve pontuação negativa para cartões vermelhos e amarelos. Se  o empate persistir, haverá sorteio.

Com base nessa ordem, se perder para o Equador, a Argentina, com 25 pontos, só não será eliminada se o Peru perder para a Colômbia por diferença por diferença de gols maior do que a derrota dos portenhos em Quito e ainda se o Paraguai não vencer a Venezuela, em Assunção. Com esses resultados, o time de Messi conseguiria a vaga na repescagem, como quinto colocado nas eliminatórias sul-americanas, e enfrentaria a Nova Zelândia, representante da Oceania.

Em caso de empate no Equador, a Argentina somará 26 pontos e poderá ir à repescagem se o Peru perder para a Colômbia, o Chile for derrotado por dois ou mais gols pelo Brasil e o Paraguai não vencer a Venezuela em Assunção. Na rodada desta terça-feira, todos os jogos começarão às 20h30, pelo horário de Brasília, e são os seguintes: Brasil x Chile; Uruguai x Bolívia; Equador x Argentina e Paraguai x Venezuela.

Blog com Agência Brasil

Argentina volta a tropeçar no Peru em La Bombonera e se complica
   8 de outubro de 2017   │     0:02  │  0

Em 1969, a Argentina precisava de uma vitória em cima do Peru do técnico brasileiro Didi para ir à Copa do Mundo do ano seguinte. À época, resolveu levar o confronto para o mítico estádio de La Bombonera. Porém, um empate por 2 a 2 acabou com o sonho argentino em plena Buenos Aires. Desde então, os Hermanos nunca mais ficaram de fora de um Mundial.

A noite da última quinta-feira certamente trouxe lembranças ruins para os argentinos mais velhos. De novo a pressão da casa do Boca Juniors foi a aposta dos albicelestes diante da seleção que carrega um uniforme semelhante ao do River Plate. E, como em 69, a ideia não surtiu efeito. Messi e companhia não passaram de um empate por 0 a 0 na penúltima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia e tornaram a situação dos atuais vice-campeões do mundo em um drama inimaginável há pouco tempo.

Já são quatro jogos seguidos sem um triunfo, e a última chance de ir à Copa será disputada dia 10, próxima terça-feira, na altitude de 2.850 metros de Quito, contra o Equador. Em sexto lugar, com 25 pontos, a Argentina estaria fora do Mundial hoje

E quis o destino que Ricardo Gareca fosse um dos responsáveis por jogar mais lenha na fogueira argentina. Autor do gol no Monumental de Nuñez que colocou a Argentina na Copa do Mundo de 1986, de novo depois de um empate por 2 a 2 com o Peru no ano anterior, o ex-treinador do Palmeiras levou os peruanos à quinta colocação, posição que leva a equipe à repescagem, com os mesmos 25 pontos, mas com um saldo de gols melhor.

Invicta há cinco rodadas, a seleção do Peru terá contra a Colômbia, em Lima, também dia 10, o jogo mais importante de sua história recente. Um resultado positivo e Paolo Guerrero e seus companheiros estarão na Copa do Mundo, o que não acontece desde 1982.

Blog com Gazeta Press

 

Brasil para no goleiro e fica no 0 a 0 com a Bolívia na altitude de La Paz
   6 de outubro de 2017   │     0:04  │  0

Neymar fez um bom jogo e esteve perto de marcar para o Brasil (Foto: Globoesporte)

A Seleção Brasileira não passou de um empate sem gols com a Bolívia, que contou com grande atuação do goleiro Lampe, ontem, na atitude de 13.640m de La Paz. Foi o penúltimo compromisso da equipe dirigida por Tite, já classificada para o Mundial da Rússia, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Também com a melhor campanha das Eliminatórias assegurada, o Brasil alcançou os 38 pontos ganhos na tabela. A Bolívia, que não tem mais chances de ir à Copa do Mundo, com 14 pontos, está na penúltima posição.

Invicta em jogos oficiais sob o comando de Tite, a Seleção Brasileira acumulou o seu segundo empate consecutivo nas Eliminatórias – ficou no 1 a 1 com a Colômbia na rodada passada, em Barranquilla.

Na terça-feira, no Palestra Itália, o Brasil encerrará a sua campanha diante do Chile, que ainda almeja uma vaga no Mundial. A Bolívia enfrentará o Uruguai no mesmo dia, no Centenário de Montevidéu.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA 0 X 0 BRASIL

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (Bolívia)
Data: 5 de outubro de 2017, quinta-feira
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rappalini (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfá e Gabriel Chade (ambos da Argentina)
Cartão amarelo: Valverde (Bolívia)

BOLÍVIA: Lampe; Bejarano, Valverde, Raldes e Gutiérrez; Justiniano (Castro), Morales, Arce (Saucedo), Fierro (Álvarez) e Machado; Marcelo Moreno
Técnico: Ángel Guillermo Hoyos

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva (Marquinhos), Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Paulinho (Fernandinho), Philippe Coutinho (Willian), Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus
Técnico: Tite

Blog com Gazeta Press

Seleção argentina está mal porque virou ‘grupo de amigos’, diz Kempes
   15 de setembro de 2017   │     0:04  │  0

Mario Kempes atualmente trabalha como comentarista esportivo da ESPN
Mario Kempes atualmente trabalha como comentarista esportivo da ESPN (Foto: Divulgação)

A situação delicada da Argentina nas eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018, não surpreende um dos maiores jogadores da história do país.

Campeão mundial e artilheiro da Copa de 1978, Mario Kempes, 63, vê a quinta posição no qualificatório para 2018 –posição que lhe daria apenas vaga na repescagem mundial– como resultado de um time que virou um “grupo de amigos” e não uma das equipes mais respeitadas do futebol internacional.

“Os jogadores estão há tanto tempo que faz com que essa seleção seja um grupo de amigos e não a equipe nacional. É um grande grupo de amigos, e isso não é bom. Assim não se consegue nada”, disse à Folha o ex-atacante, atualmente comentarista dos canais ESPN, na sede da empresa antes do duelo contra os uruguaios.

“É preciso sangue novo e novos jogadores, não importando que seja o melhor. Espero que [o atual técnico, Jorge] Sampaoli acerte isso e mostre que para estar na seleção é preciso mostrar sempre.”

Na quinta-feira (31), a Argentina empatou em 0 a 0 com o Uruguai, em Montevidéu, e foi a 23 pontos nas eliminatórias, 13 a menos do que o líder Brasil.

Colômbia, Uruguai e Chile, pela ordem, estão à frente dos bicampeões mundiais (1978 e 1986).

Kempes exime Sampaoli de culpa e diz que seu trabalho ainda vai demorar um tempo para se ajustar. Ele, porém, não poupou críticas aos antecessores.

Afirmou que, com Edgardo Bauza, a Argentina viveu um período aflitivo, no qual a única tática era entregar a bola a Messi. “Era passar para ele e esperar que produzisse alguma coisa.”

Apesar da desconfiança, Kempes afirma que espera uma classificação da equipe para o Mundial da Rússia.

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO

 

Guerrero, do Flamengo, é destaque em treino da seleção peruana com quatro gols
   2 de setembro de 2017   │     23:16  │  0

Guerrero no treino da seleção peruana (Foto: GUADALUPE PARDO / REUTERS

O Peru joga todas as suas fichas na partida contra o Equador, nesta terça-feira, pelas Eliminatórias, para seguir sonhando com a vaga na Copa do Mundo da Rússia. E a equipe do técnico Gareca terá o retorno do artilheiro Paolo Guerrero, do Flamengo. Ele cumpriu suspensão na vitória por 2 a 1 sobre a Bolívia, na última quinta-feira.

No último treino, Guerrero animou os peruanos. Segundo a imprensa local, foi o destaque do jogo-treino contra a seleção peruana sub-18 ao anotar quatro gols. Lembrando que o jogador do Flamengo briga pela artilharia da competição. Guerrero tem cinco gols contra nove do artilheiro Cavani, do Uruguai.

Chamou a atenção o fato de Guerrero treinar com uma proteção na mão direita. Mas, nada que possa preocupar a torcida do Flamengo.

Blog com EXTRA