Category Archives: Dirigentes

Polícia Civil abre inquérito para investigar Marco Polo Del Nero
   16 de dezembro de 2017   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para dEL nERO, HOJE

 

A Polícia Civil de São Paulo abriu inquérito para investigar o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, ( foto acima), a Federação Paulista de Futebol e empresas que forneceram serviços à FPF para apurar supostas irregularidades em convênio firmado com o governo do Estado de São Paulo.

Esta é a primeira vez que o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), acusado no exterior de cobrar propina pela venda de direitos comerciais de competições, é investigado pela polícia brasileira, que suspeita de crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e organização criminosa.

Antes de interrogar Del Nero, a Polícia Civil quer ouvir a Federação Paulista (hoje presidida por Reinaldo Carneiro Bastos, ex-vice de Del Nero), e os proprietários das empresas Sport Promotion, Equipe Sport Promotion, Luis Felipe Coelho Leal – ME, Halftime (ambas de Luis Felipe, filho de um dos donos das Sport Promotion), LaPerez Produções e Filmagens e SMB Execução de Eventos.

Em novembro, o UOL mostrou que a Federação Paulista de Futebol utilizou verbas da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) do Governo do Estado de São Paulo para realizar três campeonatos amadores.

A organização dos torneios foi terceirizada à Sport Promotion e à empresa do filho dos sócios da agência. Para ficar com o serviço, a Sport Promotion concorreu, em tomada de preços, com a empresa de fotografias de sua assessora de imprensa (a LaPerez). As empresas que concorreram com a microempresa Luis Felipe Coelho Leal também não são do ramo do serviço que elas ofereceram.

Na denúncia, a Polícia Civil escreveu que “há forte indícios de direcionamento e deliberada ordenada preterição de concorrentes nos certames licitatórios”, lembrando que a FPF pode optar por procedimento simplificado (tomar três orçamentos e escolher o mais barato), desde que observados “os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, economicidade e eficiência, como forma de garantir a seleção de proposta mais vantajosa sem praticar qualquer tipo de favorecimento, sob pena de nulidade”.

O DPPC argumenta que o inquérito serve para melhor elucidar os fatos, que “podem caracterizar, em tese, delitos previstos nas leis de licitações, a vantagem indevida na figura do crime de estelionato e mais as decorrentes modalidades previstas nas leis 9.613/1998 e 12.850/2013”. A primeira, dispõe sobre os crimes de lavagem ou ocultação de bens. A segunda, trata do crime de organização criminosa e, vale ressaltar, é posterior aos fatos investigados por enquanto.

A abertura do inquérito na Polícia Civil paulista pode ser a porta de entrada para que os sigilos fiscais de Del Nero sejam enfim quebrados no Brasil. Nos Estados Unidos, ele foi diversas vezes citado durante o julgamento de seu antecessor na CBF, José Maria Marin, acusado de cobrar propina para ceder os direitos comerciais de competições a intermediários, que os revendiam com alto lucro.

No Brasil, corrupção privada não é crime. Entretanto, nos últimos cinco anos, a Caixa Econômica Federal repassou R$ 50 milhões a título de patrocínio do Campeonato Brasileiro Feminino à Sport Promotion, que recebeu da CBF os direitos sobre a competição. Por se tratar de verba pública, os contratos estão sendo auditados pelo Tribunal de Contas de União (TCU), que desconfia que a Sport Promotion é usada como intermediária para que a CBF de Del Nero não coloque a mão diretamente em recursos públicos.

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO

Patrocinadora do Palmeiras, Leila Pereira sofre tentativa de agressão
   13 de dezembro de 2017   │     0:02  │  0

Resultado de imagem para Leila Pereira, do PalmeiraS

A empresária Leila é proprietária da Crefisa/FAM e grande patrocinadora do Verdão (Foto: Folha de São Paulo)

 

Proprietária da Crefisa/FAM, conselheira e patrocinadora do Palmeiras, Leila Pereira sofreu duas tentativas de agressão na Sociedade Harmonia de Tênis, clube localizado no Jardim América, em São Paulo. A informação foi divulgada pela Rádio Globo/SP.

O fato ocorreu na quarta-feira da semana passada. Conforme averiguado pela reportagem, um homem ofendeu verbalmente Leila quando a empresária chegava ao local para um evento. Em seguida, o mesmo indivíduo precisou ser contido antes que agredisse fisicamente a conselheira alviverde.

Na saída do evento, quando Leila caminhava em direção à secretaria do local, o mesmo homem tentou acertá-la com uma raquete de tênis, mas foi novamente contido. Leila Pereira saiu ilesa e o caso foi registrado no 15º Distrito Policial, onde a empresária abriu um Boletim de Ocorrência.

Leila Pereira é usuária assídua das redes sociais, onde costuma divulgar sua rotina diária. No Instagram, por exemplo, a conselheira tem mais de 154 mil seguidores.

Blog com Gazeta Press

Raí é o novo executivo de futebol do São Paulo e já traça planejamento para 2018
   9 de dezembro de 2017   │     0:03  │  0

Raí já teve reuniões com a comissão técnica do clube (Foto: SPFC)

30 anos após chegar ao São Paulo como jogador, Raí retorna ao Tricolor para assumir o cargo de executivo de futebol do clube. Desta forma, o ídolo será o principal responsável por todo o departamento e tem como primeiro desafio dar andamento ao planejamento para a próxima temporada, traçado ao lado da comissão técnica liderada por Dorival Júnior.

O ex-atleta já realizou as primeiras reuniões de trabalho com a diretoria para definir a ordem de prioridades. Em 2018, o Tricolor disputará o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil, a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.

“Estou muito motivado, porque é um momento bom na minha vida pessoal. E, obviamente, na reflexão sobre a decisão final, priorizei como primeira atividade o São Paulo. Farei isso com o foco total. A minha história no clube, no futebol e as minhas experiências me credenciam para fazer um grande trabalho no São Paulo. Estou tranquilo e confiante”, revelou Raí, que no primeiro semestre deste ano completou o Mestrado Executivo da Uefa para Jogadores Internacionais – o curso durou dois anos, foi apresentado em Londres e teve sete etapas em sete cidades diferentes: Nyon, Paris, Munique, Londres, Amsterdã, Barcelona e Nova York.

Com a nomeação para o cargo no futebol, Raí deixará o Conselho de Administração – órgão criado para auxiliar o presidente na tomada de decisões estratégicas. O novo membro do órgão será indicado posteriormente para a função pelo presidente.

“Trata-se de uma figura maiúscula da história do São Paulo, que chega à nova função respaldado não só por sua ligação com o clube como também por uma bem-sucedida carreira como empreendedor e gestor, por seu conhecimento do futebol dentro e fora de campo e por sua mentalidade moderna, vencedora e ambiciosa. Tenho certeza de que ele desenvolverá um grande trabalho” afirmou o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Blog com Gazeta Press

Eurico vê ‘sabotagem’ da oposição e celebra ano do Vasco: ‘Recuperação evidente’
   8 de dezembro de 2017   │     0:04  │  0

Resultado de imagem para Caricatura de Eurico Miranda

 

O presidente Eurico Miranda, (foto acima), divulgou carta aberta à torcida do Vasco fazendo um balanço da temporada cruzmaltina. Apesar de celebrar a recuperação da equipe ao longo do ano e a vaga na Libertadores do ano que vem, o dirigente foi incisivo ao criticar a oposição do clube e garantiu que sua administração está sendo alvo de “sabotagem”.

“Tivemos que enfrentar a sabotagem frequente do grupo que comandou a administração passada e agora tenta voltar ao poder. Eu tinha a certeza do trabalho desenvolvido e que a recuperação esportiva do Vasco daria um passo importante neste ano de 2017. A base do futebol caminhava bem e o time profissional estava sendo ajustado para brigar por uma vaga na Libertadores, mesmo com a capacidade de investimento limitada e as dificuldades da crise econômica que atinge o Brasil e, em especial, o estado do Rio”, disse.

Eurico atacou a oposição de Julio Brant, que tenta assumir a presidência do clube, e seu antecessor no cargo, Roberto Dinamite. Mais uma vez, o dirigente vascaíno colocou a administração do ex-atacante e ídolo do clube como principal responsável pela crise enfrentada pelo Vasco nos últimos anos.

“Muitos afirmam que em clube uma administração sempre deixa dívidas para a outra. É verdade. Porque quem assume o bônus tem a obrigação de assumir o ônus. Mas o que foi deixado foi terra arrasada. Só a cegueira de quem tem posição política contrária a qualquer iniciativa nossa não admite que o cenário deixado fazia o Vasco caminhar para a insolvência”, recordou.

Apesar de exaltar o trabalho de sua diretoria e “a recuperação esportiva evidente” do clube, Eurico admitiu que a situação financeira é preocupante. E, mais uma vez, culpou a administração de Dinamite por isso. Segundo o presidente, seu antecessor é o responsável por acordos pouco lucrativos de transmissão de TV e por assumir dívidas nas negociações de alguns jogadores, citando especialmente Eder Luis e Carlos Tenório.

“Os vascaínos sabem que faremos tudo para preparar o Vasco para os desafios do próximo ano, mesmo com as limitações financeiras ainda existentes. Terminaremos este ano numa situação muito melhor do que a encontrada em 2014, mas denunciaremos todas as situações que continuam sendo forjadas para prejudicar a montagem da estratégia de um ano que pode representar um novo salto no momento do Vasco”, prometeu Eurico.

Blog com A TARDE

Santos pede, e FPF estuda gravar diálogo entre árbitros no Paulistão
   7 de dezembro de 2017   │     0:02  │  0

Presidente do Santos quer ter acesso ao que os árbitros conversam durante as partidas (Pedro Ernesto)

Presidente do Santos quer ter acesso ao que os árbitros conversam durante as partidas (Foto: Lance)

 

Modesto Roma Júnior disputa a reeleição no sábado e ainda não está confirmado como presidente do Santos no próximo Campeonato Paulista, mas já fez um pedido que pode influenciar a postura dos árbitros no torneio. O dirigente solicitou à Federação Paulista de Futebol (FPF) que os clubes tenham acesso aos diálogos entre o quadro de arbitragem durante os jogos.

O pedido foi feito durante um Congresso Técnico para a competição e o diretor de arbitragem da FPF, Dionísio Roberto Domingues, procura formas de viabilizar o desejo de Modesto, já que, atualmente, as conversas nem são gravadas. Mas o presidente do Santos já fala do caso como uma certeza.

– No Campeonato Paulista, tomamos uma medida, com a ajuda da Federação, de que aquele ‘radinho’ dos árbitros será gravado e os presidentes dos clubes poderão ouvir depois. Isso já é importante. Um dia, teremos total transparência na arbitragem – disse Modesto Roma, nessa terça-feria, em sua participação no Congresso Brasileiro de Direito Desportivo, realizado pela FPF na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, na Universidade de São Paulo.

A FPF tenta descobrir se há equipamentos à disposição no mercado para que esse diálogo seja gravado. Mas os dirigentes da Federação ainda discutem qual seria a utilidade da proposta e como seria usado esse áudio, se serviria apenas como uma curiosidade ou se poderia gerar alguma punição aos árbitros. O caso, por enquanto, é tratado como apenas uma possibilidade a ser avaliada até o começo do Paulistão.

Mas há pressão para que a ideia seja confirmada. Quando Modesto fez a sugestão, outros seis clubes mostraram apoio. O pedido é para que somente os presidentes das equipes tenham acesso às gravações, fazendo a solicitação sempre que precisarem.

Modesto é conhecido por reclamar da arbitragem e até já foi punido por suas declarações. Em 2016, cumpriu suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por sugerir que o árbitro Rodrigo Raposo esteve mal-intencionado na derrota por 2 a 1 para o Inter. Neste ano, pegou gancho por acusar o repórter da TV Globo, Eric faria, de interferir em decisão da arbitragem na vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo que eliminou o Peixe da Copa do Brasil.

Modesto Roma Júnior assumiu a presidência do Santos em 2015 e tenta se reeleger para o mandato que vai de 2018 a 2020. Disputa a eleição contra Andres Rueda, José Carlos Peres e Nabil Khaznadar.

Blog com Terra Esportes