Category Archives: Dirigentes

Conselho do Santos aprova impeachment de Peres; sócios irão decidir
   17 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Presidente do Santos fica a uma votação de ser impedido (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

 

O Conselho Deliberativo do Santos aprovou dois pedidos de impeachment contra o presidente José Carlos Peres, encabeçados por Alexandre Santos e Silva e Esmeraldo Tarquínio Neto. O mandatário irá recorrer na Justiça.

O primeiro pedido teve 165 votos a favor, 74 contra, um branco e dois nulos. Dois votos não foram computados. O segundo teve 164 votos a favor, 72 contra, dois nulos e um branco. Em ambos, 2/3 do Conselho aprovou, o suficiente de acordo com o Estatuto Social.

A primeira votação foi polêmica porque membros do Comitê de Inquérito e Sindicância participaram. O advogado de Peres solicitou recontagem dos votos, o processo foi paralisado e, na sequência, o presidente do Conselho, Marcelo Teixeira, confirmou o “sim” pelo impeachment.

A decisão final será dos associados em assembleia geral que deve ocorrer no dia 29 de setembro, na Vila Belmiro. O vice-presidente Orlando Rollo assumiria no caso do “sim” da maioria simples dos torcedores filiados – metade mais um. Por enquanto, Peres continua no poder.

Associados com um ano de filiação e adimplentes terão direito ao voto na assembleia. Torcedores afirmam que já foram procurados para vender o “sim” ou o “não” ao impeachment em troca de renegociação de dívidas com o clube. Até o momento, porém, nenhum movimento suspeito foi identificado no departamento social do Santos.

Blog com Gazeta Press

 

Prefeitura de Santos cobra dos pais de Neymar R$ 4 milhões em impostos
   11 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Empresa que cuida da carreira de Neymar é acusada de não pagar impostos em Santos
Empresa que cuida da carreira de Neymar é acusada de não pagar impostos em Santos (Foto: Regis Duvignau/Reuters)

 

A empresa NR Sport e Marketing, que tem como sócios os pais do atacante Neymar, Nadine Gonçalves e Neymar da Silva Santos, está sendo acusada pela Prefeitura de Santos de não pagar R$ 4 milhões por impostos sobre serviços (ISS) realizados na cidade. A empresa é responsável pelos negócios do atleta.

De acordo com o órgão municipal, a NR Sport se enquadra em dois itens do ISS: “agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos e contratos quaisquer” e “assessoria ou consultoria de qualquer natureza”. Nesses casos, a alíquota cobrada é de 3% dos valores totais movimentados.

Por conta disso, a Procuradoria-Geral de Santos inscreveu a empresa na dívida ativa municipal, cadastro que reúne casos de débito com o governo. O valor atualizado até setembro é de R$ 3.923.527,25 em impostos, R$ 391.940,06 de honorários e R$ 523.060 de custas processuais. Na soma, mais de R$ 4,3 milhões.

A maior parte do que o camisa 10 do Paris Saint-Germain arrecada com sua imagem vai para a NR Sport, que administra todos os acordos de publicidade do jogador. Por contrato, a empresa da família fica com 85% dos lucros. Com 13 patrocinadores pessoais, ele faturou em torno de R$ 100 milhões com publicidade na última temporada.

A inclusão na dívida ativa prevê restrição de crédito e inclusão em órgãos de devedores, como SPC ou Serasa.

Também em 2018, a prefeitura de São Vicente, cidade vizinha a Santos, foi outra a acusar os pais de Neymar de não pagar o ISS, nesse caso por meio da N&N Consultoria Esportiva e Empresarial, que antes funcionava no local.

O município exige R$ 1,9 milhão na Justiça pela transferência do atleta para o Barcelona, em 2013, mas a família do jogador contesta a cobrança.

Por conta disso, a empresa também está registrada na dívida ativa municipal de São Vicente até que o valor seja pago ou o imbróglio resolvido nos tribunais.

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO

Conselho do Vasco remarca votação de empréstimo para próximo dia 17
   10 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Alexandre Campello e Roberto Monteiro, presidentes do Vasco e do Deliberativo, respectivamente. Veja galeria L!

Alexandre Campello e Roberto Monteiro, dirigentes do Vasco (Foto: Paulo Fernandes)

Presidente do Conselho Deliberativo do Vasco, Roberto Monteiro remarcou a reunião que irá votar se é aprovado ou não o pedido de empréstimo de R$ 38 milhões feito por Alexandre Campello, presidente do clube. O encontro acontecerá às 20h do próximo dia 17, na sede náutica cruz-maltina, na Lagoa, Zona Sul do Rio de Janeiro.

A reunião havia sido marcada para quinta-feira passada, às 20h, mas a data acabou recebendo críticas de conselheiros por conta de ter sido véspera de feriado e no mesmo momento que o Vasco entrou em campo diante do América-MG, pelo Campeonato Brasileiro – a equipe acabou sendo derrotada por 2 a 1.

No mês passado, o Conselho Deliberativo do Vasco havia se reunido para este assunto, mas por um voto acabou sendo adiada a aprovação ou não do empréstimo. Nos bastidores, a expectativa, agora, é pela aprovação do empréstimo sem maiores problemas. Um exemplo é o grupo “Casaca”, que votara pelo adiamento na primeira tentativa de empréstimo, que agora deve votar pela aprovação em sua totalidade.

Entretanto, o que pode atrapalhar os planos pela aprovação deste empréstimo do Vasco é justamente o quórum. Roberto Monteiro destacou no edital de convocação que se baseou nos artigos 81, inciso II, e 82 do estatuto do clube – eles afirmam que para abertura de créditos precisa de quórum de ao menos 151 conselheiros e aprovação com 2/3 dos votos – e não maioria.

O empréstimo de R$ 38 milhões é junto ao Banco Daycoval, com taxa de juros de 0,96% e como garantia foram oferecidos os direitos de transmissão dos jogos do Vasco junto ao Grupo Globo, de 2019 a 2023. Após a primeira votação, na saída da sede náutica do clube, o presidente Alexandre Campello e o presidente do Conselho de Beneméritos Eurico Miranda afirmaram ter tido fraude na apuração do resultado da votação. A atual gestão enxerga como fundamental a aprovação do empréstimo para o equilíbrio financeiro do Vasco até o fim do ano.

Blog com Terra Esportes

Raí critica arbitragem e cobra CBF por “erros absurdos” contra o São Paulo
   8 de setembro de 2018   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para RAI, ONTEM, NO iNDEPENDÊNCIA

 

Raí, (foto acima/SPFC), executivo do Tricolor, fez críticas ao árbitro Anderson Daronco e à CBF após a derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte, resultado que derrubou o clube da liderança do Campeonato Brasileiro. O dirigente entende que o São Paulo tem sido prejudicado pelas decisões dos juízes no torneio.

– Você faz todo um trabalho, investimento, lota estádio, tem de exaltar o que o time fez… E a torcida pode ficar revoltada com erros claríssimos. O pênalti na cara do juiz, depois a expulsão do Diego Souza que todo mundo viu, e a CBF vem e defende que o juiz está certo. Quero ver o que vão falar desta vez. Na cara do juiz novamente. As imagens mostram. São pontos que podem definir um campeonato – afirmou.

O principal motivo da bronca é um lance aos três minutos do segundo tempo. Nenê cobrou falta pela esquerda, Hudson desviou de cabeça, e a bola bateu no braço de Leonardo Silva. O jogo seguiu e os paulistas reclamaram bastante.

– Estou orgulhoso do time pelo que fez, não só pela raça, mas pela maneira que jogou, o empenho, taticamente, a pressão. Isso nos deixa confiantes, mas fica difícil, nos deixa revoltados e preocupados para a sequência do campeonato – disse Raí.

O São Paulo tem novo duelo na noite de hoje, logo mais às 19 horas, no Morumbi, diante do Esporte Clube Bahia.

Blog e Globo Esporte

Fla tem série de reuniões atrás de respostas para queda
   4 de setembro de 2018   │     0:04  │  0

Diretoria do Fla busca respostas após derrota para o Ceará (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Diretoria do Fla busca respostas após derrota para o Ceará (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Candidato de Eduardo Bandeira de Mello à sucessão presidencial, o vice-presidente de futebol do Flamengo Ricardo Lomba prometeu, após a derrota contra o Ceará, providências para afastar novos resultados surpreendentes como o do último domingo no Maracanã.

Embora exista rotina de reuniões no departamento, os encontros neste início da semana são diferentes. O objetivo é identificar os motivos para queda acentuada de rendimento da equipe após a Copa do Mundo. Nesta terça-feira, antes de embarcar para Porto Alegre, onde enfrenta o segundo colocado Internacional, no Beira-Rio, o vice de futebol se reúne diretamente com os atletas.

Em consulta ao departamento jurídico, o Flamengo ainda avalia se escala Réver, sob pena de pagar R$ 1 milhão pelo estipulado em contrato. Lomba afirma que a decisão será tomada após o treino desta terça-feira. O dia será marcado por novas reuniões no CT do Rubro-Negro.

– Fizemos algumas reuniões. Houve a nossa conversa (Lomba, com o diretor geral Bruno Spindel e o diretor de futebol Carlos Noval), depois eles ainda conversaram com os jogadores, mas eu não participei. Hoje pela manhã temos outra reunião. Quero ver a percepção dos atletas. Vamos nos reunir para ver onde vamos chegar. A reunião é para entender o que está acontecendo e tomar providências – afirmou o vice de futebol do Flamengo.

O grupo de Lomba promove encontro de apoio ao candidato nesta noite num hotel na Zona Sul carioca. No futebol, a cinco pontos do líder São Paulo, e nas semifinais da Copa do Brasil, a missão é clara: espantar a má fase e fazer jus ao investimento alto e constante em atletas.

Questionado se a estratégia de não revezar mais vezes os jogadores em três competições pode pesar no rendimento, Lomba se baseia nas análises internas do departamento de futebol para defender a estratégia.

– Foi a estratégia utilizada e adotada em função de exames feitos. Não posso creditar a queda a isso exceto se considerar o estresse mental. Que aí não é so cansaço físico. Tem a pressão de ganhar os jogos, ganhar o tempo todo. Estamos buscando também essa resposta no departamento de psicologia. Queremos entender o problema para resolver. Cobrando todos envolvidos no processo para encontrar respostas. Não podemos repetir um resultado como esse (derrota para o Ceará) – reiterou Ricardo Lomba.

Blog com Globoesporte