Category Archives: CSA

Torcida azulina vai assistir o 1º jogo da decisão no CT do Mutange
   27 de abril de 2017   │     16:30  │  0

Como o torcedor do CSA não terá acesso ao Rei Pelé para assistir o confronto inicial na luta pelo título, a diretoria azulina organiza evento para a sua torcida assistir ao jogo no CT Gustavo Paiva.

O evento, com início às 13h, será limitado a duas mil pessoas, com os ingressos sendo vendidos a R$ 5 para sócios e R$ 10 para não sócios. Também haverá cobrança para o estacionamento: R$ 5 para moto e R$ 10 para carro.

Os bilhetes para a denominada Fan Fest do Maior podem ser encontrados em seis pontos de venda: Loja do Azulão no Maceió Shopping, sede da Mancha Azul (Centro), Technology (Cleto Marques Luz), Central do Sócio (Farol), MC Refeições (Mercado da Produção) e Rota do Surf (Benedito Bentes).

A bateria da torcida Mancha Azul e o Samba do Azulão vão animar o torcedor antes de a bola rolar, com a venda de bebida alcoólica autorizada pela organização do evento.

Blog com Francisco Cardoso/Gazetaweb

CSA poderá ter Thales e Soares no 1º jogo da decisão do Alagoano-2017
   25 de abril de 2017   │     21:07  │  0

No CSA, o ambiente é de concentração total e dedicação nos treinos para o primeiro clássico com o CRB. Depois da folga na segunda, o elenco se reapresentou na tarde de hoje. O técnico Oliveira Canindé foi liberado pela direção e só comanda os treinos nesta quarta. Outras boas novidades são as recuperações do zagueiro Thales e do atacante Luís Soares.

Thales torceu o tornozelo direito e deixou o jogo contra o ASA, no último domingo, ainda no primeiro tempo. Ele está tratando da lesão desde segunda e já não está mais mancando. Ao passar pela imprensa, falou que vai treinar na quinta-feira e ficará à disposição da comissão técnica para o jogo deste domingo. Soares sentiu a coxa esquerda no dia 9 de abril, contra o CRB, ainda no hexagonal. O atacante azulino treinou normalmente e pode voltar ao time contra o Galo.

Blog com GloboEsporte/AL

CRB e CSA param nas deficiências ofensivas e empatam sem gols
   27 de março de 2017   │     0:05  │  0

CRB e CSA fizeram um duelo de muito equilíbrio pelo Alagoano 2017 (Foto: Aílton Cruz)

CRB e CSA fizeram um clássico parelho na tarde de ontem. Já classificados para o hexagonal, os times não tinham muitas ambições na tabela, mas valia pela rivalidade. A fase ruim dos rivais deixaria o derrotado sob pressão. Chances foram criadas, principalmente no segundo tempo, mas os ataques não funcionaram e o empate sem gols prevaleceu. O jogo foi disputado com os portões do Rei Pelé fechados.  Foi o segundo do ano sem as torcidas.

A partir de quarta-feira, os times iniciam a disputa da segunda fase do Campeonato Alagoano. O Azulão pega o CEO, no Rei Pelé, às 21h45. Esse vai ser o último jogo de punição da justiça desportiva para o CSA. Portões fechados outra vez. O Azulão encerrou a fase de classificação em segundo no Grupo B, com 24 pontos e número de vitória inferior ao do ASA. O CRB foi o líder da chave A, com 19. Quinta, o Galo pega o Murici, também no Rei Pelé, às 20h30, sem a presença das torcidas.

PRIMEIRO TEMPO

O CSA teve uma ótima oportunidade logo no primeiro lance. Daniel Costa achou Jacó livre. O atacante carregou a bola e bateu pra fora. Ela ainda acertou a rede pelo lado de fora. A resposta do CRB veio aos dez minutos, com Maílson. O atacante se livrou de dois marcadores, entrou na área e finalizou no cantinho. Mota fez uma bela defesa. O Galo ficava mais com a bola. Chico caía pela direita, e Mailson pela esquerda. O CSA jogava mais fechado e tentava o contra-ataque. Num deles, Rayro foi lançado livre, mas o assistente marcou impedimento. Aos 34 minutos, Diego bateu falta pela direita, Mota errou o tempo de bola e ela acertou o travessão do CSA. No rebote, Elias perdeu chance dentro da área. Na reta final, duas oportunidades em cobranças de falta. Daniel Costa, para o CSA, e Diego, para o CRB. As duas para fora.

SEGUNDO TEMPO

Canindé abriu mais o CSA. O time voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Com dores no ombro, o zagueiro Douglas Marques foi substituído por Thales. O volante Marcos Antônio também saiu para a entrada de Thiago Potiguar. Aos seis, Everton Heleno fez ótima jogada individual, entrou na área e bateu cruzado, assustando o goleiro do CRB.

Aos 13 minutos, Chico bateu escanteio pela direita, Boaventura cabeceou com firmeza e Mota espalmou. Ótima chance para o Galo. Aos 28, Jacó recebeu livre, mas a assistente Brigida Cirilo marcou impedimento. Atacante chegou a balançar a rede, mas não valeu a jogada. A bandeira errou. Aos 30, Thiago Potiguar entrou livre, mas chutou fraco e Juliano fez a defesa. No contra-ataque, Marcos Martins recebeu livre, na cara de Mota, e perdeu o gol para o CRB. Grande defesa do goleiro do CSA. No fim, Mota fez milagre. Clebinho bateu fraco, de dentro da árrea, o goleiro defendeu com o pé e, no rebote, Danilo Pires encheu o pé. O camisa 1 do Azulão pegou também e garantiu o empate sem gols.

Texto: Globoesporte.com/al

Mesmo com portões fechados o clássico mobiliza torcidas através do Rádio e da TV
   26 de março de 2017   │     0:05  │  0

Vencer o CSA e, acima de tudo, resgatar a confiança do torcedor regatiano. Essas são as principais missões do técnico Léo Condé na tarde de  hoje , a partir das 16h, no Estádio Rei Pelé, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Alagoano. A eliminação precoce da Copa do Nordeste ainda machuca a torcida e vencer o rival vai significar a retomada da tranquilidade no clube.

Como estratégia, o treinador voltou a usar o critério de realizar os treinamentos com os portões do Ninho do Galo fechados. Embora Condé não adiante nada, o resultado negativo contra o Itabaiana pode acarretar em mudanças na equipe principal. Em baixa, os setores de meio-campo e ataque são os mais prováveis a passar por alterações. Os  retornos  do meia Sérgio Mota e do atacante Neto Baiano deverão acontecer.

A única baixa no elenco é o volante Jorginho, expulso contra o Santa Rita. Nenhum atleta está entregue ao departamento médico. A provável escalação do CRB será formada com: Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Gabriel e Diego; Adriano, Yuri, Danilo Pires e Chico (Sérgio Mota); Maílson e Neto Baiano.

Na manhã de ontem a equipe fez o último treino antes do compromisso que marca o encerramento da primeira etapa do estadual. Logo após a atividade na Barra de São Miguel, o grupo entrou em regime de concentração.

CSA: CANINDÉ NEGA SAÍDA E FAZ MISTÉRIO SOBRE O TIME

Na Paraíba, as especulações dão conta de um possível interesse do Campinense no treinador. Após o treino de sexta-feira, o técnico Oliveira Canindé conversou com a imprensa. E a primeira pergunta não poderia ser diferente. Ele tratou logo de negar e declarou que jamais deixaria o clube em um momento como esse, prestes a disputar o clássico.

– É só especulação. Embora tenha amigos em Campina Grande e na Paraíba, não conversei com ninguém. Não tem nada a ver. O meu compromisso é com o CSA. Tem o jogo  da tarde de hoje  contra o CRB. Mesmo se aparecesse alguma coisa, não conversaria. Seria muito sujo da minha parte, em um momento como esse, partir para uma outra. A não ser que venha da diretoria, aí é outra conversa. Mas, da minha parte, em hipótese alguma isso poderia acontecer – declarou Canindé.

Será o quarto encontro entre CSA e CRB. Cada um tem uma vitória, além de um empate. Mesmo com as duas equipes classificadas e sem torcedores, o técnico descarta que seja clima de amistoso e que o lado derrotado vai sofrer com o resultado.

– Só por ser um clássico já é de grande responsabilidade para nós. É onde acontece o resultado negativo que gera uma crise, pressão, desconfiança. Tudo isso em cima de um resultado ruim. Embora os dois clubes estão classificados, não é bem um amistoso por ser clássico. Vamos fazer o nosso melhor jogo. Apesar de ser com portões fechados, nós trabalhamos para uma torcida que exige e cobra.

O prazo para inscrever jogadores no Campeonato Alagoano acaba na próxima terça-feira. Canindé fala que quer os reforços que precisa, mas que se não chegarem, o atual elenco azulino vai em busca de conquistar os objetivos.

– A gente tem conversado muito com a diretoria sobre algumas possibilidades. Não definimos nada, temos trocado ideias e na expectativa de que algo possa acontecer nesse sentido, mas não tem nada definido. Gostaria de ter, mas é bom a gente conversar primeiro, resolver, trazer para assinar e ter mais tranquilidade. Independentemente de ter ou não esses reforços, não faltará disposição com o que temos para buscar o que queremos – disse.

Oliveira Canindé vai para o seu décimo clássico contra o CRB. São três vitórias, três empates e três derrotas. Apesar de ter enfrentado o rival três vezes nesta temporada, ele fala que isso não facilita para nenhum time, que o clássico é onde a partida sai do roteiro.

– Clássico é clássico. Acho que uma das situações mais difíceis de se trabalhar é a emocional. Às vezes, você espera uma coisa e acontece outra, o atleta não está muito bem e você tem que procurar outro caminho. Em cima disso, você precisa ter elenco e qualidade. Temos conversado bastante com grupo e tentando tirar o máximo que eles podem oferecer. Com a dedicação, aplicação, a vontade de vencermos mais uma vez, está o segredo para conseguirmos mais um grande resultado.

O torcedor, que está impedido de entrar no Rei Pelé,  vai acompanhar o clássico ouvindo Rogério Costa, o locutor que  o povo gosta, no Timaço da Rádio Gazeta.  O nosso maior espetáculo esportivo, marcado para começar  às 16 horas, também será transmitido pela TV Gazeta.

Textos: Wyderlan  Araújo  e Globoesporte.com/al

Neto Baiano no CRB, Luís Soares no CSA: prováveis times para o clássico
   25 de março de 2017   │     0:05  │  1

Canindé avisou logo que não divulga o time. Condé tem a mesma opinião. Os técnicos de CSA e CRB escondem o jogo para o clássico de amanhã , pelo estadual. Mas também não têm muito para onde correr. Eles tiveram pouco para trabalhar e não vão fazer mudanças radicais da noite para o dia.

O Galo deve ter o retorno do atacante Neto Baiano, que perdeu a posição para Elias, mas está bem cotado para voltar. Ele não marca desde janeiro, contra o CSE, e deve ganhar mais uma oportunidade de Condé. A provável escalação do CRB tem: Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura , Gabriel e Diego; Adriano, Yuri, Danilo Pires e Chico; Mailson e Neto Baiano.

O Azulão também deve ser montado em cima do time que jogou com o ABC na última quarta, em Natal. Para o duelo deste  domingo, a tendência é que Alex Henrique saída do time para a entrada de Luís Soares. O meia-atacante ficou em Natal para resolver problemas particulares e não treinou nesta sexta. O CSA deve atuar com: Mota; Celsinho, Thales, Douglas Marques e Rayro; Dawhan, Marcos Antônio, Everton Heleno e Daniel Costa; Luís Soares e Jacó. 

Denis Ribeiro Serafim comanda o clássico, auxiliado por Esdras Mariano de Lima e Brígida Cirilo Ferreira. O jogo está marcado para às 16 horas, e terá os portões fechados. Classificados para o hexagonal do Alagoano, os times não têm grandes ambições na rodada, mas o duelo é um campeonato à parte, vale muito pela rivalidade.

Texto: Wyderlan Araújo com Globoesporte.com/al