Category Archives: CRB

CRB ainda tem jogador esperando regularização
   24 de janeiro de 2020   │     10:30  │  0

Carlos Jatobá aguarda regularização para estrear pelo CRB — Foto: Maxwell Oliveira/Ascom CRB

Carlos Jatobá aguarda regularização para estrear pelo CRB  (Foto: Maxwell Oliveira/Ascom CRB)

O técnico Marcelo Cabo está muito perto de ter todo elenco do CRB à disposição. De acordo com o supervisor do clube, Marcos Lima Verde, apenas o volante Carlos Jatobá ainda não teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Lima Verde comentou como está o processo de regularização de Carlos Jatobá.

– Já iniciamos o procedimento para regularização do Carlos Jatobá, do TMS, que é o documento de transferência internacional, e agora vamos aguardar em função da regularização do jogador no menor espaço de tempo possível.

Carlos Jatobá tem 24 anos e pertence ao Sporting-POR. Em 2019, o meio-campista defendeu as cores do Brasil de Pelotas. Atuou em 27 partidas e marcou um gol. Jatobá começou a carreira no JMalucelli, passou pelo Londrina e voltou para o JMalucelli antes de se transferir para o FC Dunav-BUL.

De lá, seguiu para o Sporting. Em seguida, foi emprestado para o Atlético-GO e depois para o Brasil de Pelotas, em 2019.

O Galo de Alagoas estreia no Estadual/2020 neste domingo, às 16 horas, quando vai enfrentar o Murici, no Rei Pelé.

Elenco do Galo

Goleiros: Edson Mardden, Victor Souza e Juninho;

Laterais: Igor, Léo Príncipe, Lucas Mendes e Hugo;

Zagueiros: Ewerton Páscoa, Xandão, Ricardo Thalheimer e Thalisson Kelven;

Volantes: Claudinei, Washington, Carlos Jatobá e Bruno Cosendey;

Meias: Rafael Longuine, Felipe Menezes e Dudu;

Atacantes: João Carlos, Léo Gamalho, Erik, Luidy, Maurinho e Bruno Lopes.

Blog com Globo Esporte/AL

CRB vai aproveitar cinco destaques da Copinha
   23 de janeiro de 2020   │     0:05  │  0

CRB eliminou o Fluminense na Copinha e chegou na terceira fase da competição — Foto: LUCIANO CLAUDINO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

CRB eliminou o Fluminense na Copinha e chegou na terceira fase da competição (Foto: LUCIANO CLAUDINO/ESTADÃO CONTEÚDO)

A Copa São Paulo de Futebol Júnior rendeu bons frutos ao CRB. O Galo foi bem e ainda teve jogadores que se destacaram na competição. O goleiro Pedro Henrique, o zagueiro Alan, o volante Adson, o meia Raua e o atacante Darlisson serão promovidos ao profissional do clube. Eles foram observados e aprovados pelo técnico Marcelo Cabo.

Os jovens serão integrados a equipe principal nesta quinta-feira, quando o CRB se reapresenta e começa a se preparar para a estreia do Campeonato Alagoano.

O CRB tem revelado bons nomes para o futebol brasileiro nos últimos anos. Luidy apareceu no Galo durante a Série B de 2016. Naquele ano, o jogador fez 55 jogos e marcou nove gols. Antes dele, Maxwell surgiu como promessa e atualmente defende o Cuiabá. O atacante tem contrato com o Kalmar FF, da Suécia.

O CRB chegou à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior após vencer o Fluminense nos pênaltis. A equipe foi eliminada pelo Taboão da Serra, por 1 a 0.

Blog com Globo Esporte/AL

CRB diminui média de idade do elenco
   21 de janeiro de 2020   │     5:00  │  0

Thalisson Kelven com a camisa do CRB — Foto: Ascom/CRB

Thalisson Kelven com a camisa do CRB  (Foto: Ascom/CRB)

O CRB baixou a média de idade do time em relação ao ano passado. O clube tem apostado em jogadores mais jovens. Um exemplo disso é o zagueiro Thalisson Kelven. Com 21 anos, ele é o mais novo entre os contratados.

Com o elenco que está sendo montado, a média de idade caiu para 26,4 anos. O jogador mais velho do grupo, por enquanto, é o atacante Léo Gamalho, com 33 anos.

A média de idade do time deste ano está bem menor que a de 2019 e 2018. Ano passado, era de 28 anos e, em 2018, 28,4 anos.

Mesmo jovem, por outro lado, Thalisson tem experiência em grandes competições. O jogador disputou a Série A em 2017, a Série B em 2018 e, ano passado, fez parte do grupo que conquistou o acesso à Primeira Divisão com o Coritiba.

– Esse rodagem faz com que a gente ganhasse experiência, então me sinto preparado pra vestir a camisa do CRB com toda a responsabilidade. Eu sou um zagueiro técnico, mas sei a hora de dar chutão pra afastar o perigo, de ser firme. Errar o mínimo possível e sair com qualidade lá de trás – comentou Thalisson.

O zagueiro começou na base do Coritiba. Fez grande parte da sua carreira no futebol, até agora, no time paranaense. Em 2018, jogou 37 partidas e marcou três gols pelo Coxa. Ano passado, teve uma breve passagem pelo Guarani, e não chegou a entrar em campo. Voltou para seu clube de origem e fez apenas um jogo. É a primeira vez que Thalisson sai de Sul e Sudeste.

– Quando meu empresário falou do CRB, na hora eu aceitei. Eu queria vir pra um clube nordestino, sei da paixão do povo nordestino e eu queria abrir esse leque, queria jogar em um clube do Nordeste. O CRB é time grande, com expectativa alta. Eu vim bem ambientado, tenho amigos que jogaram aqui e me falaram da cidade, que é maravilhosa, que o time é bem estruturado – disse Thalisson.

Thalisson é o mais jovem dos zagueiros do elenco. Ele se junta a Xandão, de 29 anos, Éwerton Páscoa, de 30, e Ricardo Thalheimer, de 27 anos.

Blog com Globo Esporte/AL

Marcelo Cabo sai em defesa dos batedores de falta
   19 de janeiro de 2020   │     10:30  │  1

Resultado de imagem para gols de faLTA

O argentino Messi, do Barcelona, é um dos mais completos batedores de falta na atualidade (Foto: Torcedores.com)

Os gols de falta têm se tornado cada vez mais raros no futebol moderno. A dificuldade é tão grande que até mesmo a seleção brasileira passou mais de cinco anos no jejum desse tipo de gol. Mas, enfim, o que está acontecendo com os batedores? Tá faltando qualidade?

Técnico do CRB, Marcelo Cabo falou abertamente sobre o tema nesta semana. Durante entrevista coletiva no Ninho do Galo, o treinador disse que o tema é tão relevante que chegou a ser assunto debatido nos mais modernos cursos da Confederação Brasileira de Futebol.

Hoje falam muito que não existem mais bons cobradores de falta. Existem sim! Mas o futebol mudou.

– A média de altura dos jogadores subiu bastante da década de 1970, 1980 pra cá. Antigamente, você tinha jogadores de linha de 1,60m, 1,70m, o maior era 1,80m. Hoje, a média de altura dos nossos zagueiros é de 1,90m. A altura da barreira saiu de 1,70m para 1,90. Os nossos goleiros naquela época tinham entre 1,70m e 1,80m. Hoje, os nossos goleiros têm entre 1,85m e 1,95m. Então aumentou a barreira, aumentou a envergadura dos nossos goleiros… Hoje, o goleiro dá duas passadas lateral e chega na bola.

Para o técnico do CRB, além da questão física dos atletas, existem outros fatores que dificultam a vida dos batedores.

– Não é que não existem bons cobradores. É que o estudo, a performance… Eu treino a minha barreira defensiva. Hoje também é muito globalizado. Hoje você pega o adversário e o meu preparador de goleiros estuda os batedores do adversário todinhos. Nas décadas de 1970, 1980 e 1990, você não tinha essa oportunidade. Você estudava o Zico, o Mendonça, o Ailton Lira, um Pita, um Zenon… Mas e os outros bons cobradores? Você não tinha porque não tinha imagens deles – frisou o treinador.

– Então o futebol também evoluiu nesse aspecto. Não é a falta de qualidade dos jogadores, mas a tecnologia e o próprio perfil de cada atleta melhoraram muito para bloquear essa situação que era usual dos adversários fazerem gols.

Blog com Globo Esporte/AL