Category Archives: Copa do Nordeste

CRB vence o Confiança e agora é 3º no Grupo A
   23 de março de 2019   │     19:58  │  0

O CRB soube administrar o jogo desta tarde em Aracajú, para acabar vencendo o Confiança por 2 x 0 no duelo realizado no Batistão.

Maílson abriu o placar aos 39 e Victor Rangel ampliou aos 41 da fase inicial.

Com a vitória o Regatas subiu para o 3º lugar na tabela da Copa do Nordeste.

A  delegação retorna ainda hoje para Maceió, iniciando os preparativos para o jogo de volta com o Jacyobá na próxima quarta-feira, valendo pelas semifinais do Alagoano/2019

Aguarde mais detalhes.

Arivaldo Maia

Em Aracajú, CRB tem apenas uma dúvida no ataque
     │     15:34  │  0

O CRB luta para se manter no G-4 do Nordestão. Tem cinco pontos no Grupo A e mais dois jogos na fase de classificação. O primeiro está marcado para o início da noite de hoje, contra o Confiança, às 18h, em Aracaju.

O Galo também tenta quebrar uma escrita incômoda. Ainda não venceu na competição. Tem cinco empates e uma derrota. O adversário tem oito pontos, mas, como o Grupo B é bem mais complicado, está em sétimo lugar.

A baixa é o lateral-direito Júnior, suspenso. E a posição é justamente a mais carente do elenco regatiano. Por isso, o treinador deve improvisar o volante Claudinei no setor.

O atacante Victor Rangel está recuperado de lesão na panturrilha e foi relacionado. Pode até entrar no lugar de Guilherme e formar a dupla de frente com William Barbio. Zé Carlos também corre por fora. O técnico só vai divulgar a escalação uma hora antes da partida.

Com isso, o provável time do Galo deve ter: Edson; Claudinei, Wellington Carvalho, Guilherme Mattis e Igor; Mateus Silva, Lucas, Ferrugem e Felipe Menezes; William Barbio e Zé Carlos (Guilherme).

CONFIANÇA

O Confiança não vive boa fase. Vai completar um mês neste sábado que não vence e tenta ainda um lugar no G-4 do Nordestão. Nesse período, perdeu três jogos e empatou três.

Contra o CRB, não tem escolha: precisa vencer em casa para se aproximar do pelotão de frente. A único baixa é o meia Rafael Villa, suspenso.

A provável formação tem: Jean; Ângelo, Vinicius Simon, Anderson e Radar; Jardel, Júnior Timbó e Flávio; Betinho, Jussimar e Gustavinho.

Arbitragem

Antônio Dib Moraes de Sousa, do Piauí, apita o jogo, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Mauro Cezar Evangelista de Sousa, também do Piauí.

Blog com matéria produzida pelo GloboEsporte/AL

Faz tempo que o CRB não perde para o Náutico
   13 de março de 2019   │     21:30  │  0

O histórico dos últimos dez confrontos entre CRB e Náutico mostra vantagem do time regatiano: foram quatro vitórias dos alagoanos, três empates e três triunfos dos pernambucanos. A maioria dos jogos foi pela Série B do Brasileiro. O detalhe é que o Galo não perde para o Timbu há sete jogos.

A última vitória do time de Pernambuco sobre o Galo foi pela Série B de 2006. Nos Aflitos, os donos da casa venceram por 3 a 2. De lá pra cá são quatro vitórias regatianas e três empates.

O último duelo entre CRB e Náutico foi pela Série B de 2017, a partida terminou 2 a 2, no Estádio Rei Pelé. João Paulo e Neto Baiano fizeram para o Galo. Sueliton e Bruno Mota marcaram para o Timbu.

Amahã, CRB e Náutico se enfrentam pela 6ª rodada da Copa do Nordeste. O jogo começa às 21h30 no Estádio Rei Pelé. O Galo é o quarto colocado do Grupo A, com cinco pontos. O Timbu é o sexto da chave B, com oito.

Blog com matéria do GloboEsporte/AL

Chega de empates: 0 x 0 repetido preocupa torcidas
   8 de março de 2019   │     17:51  │  2

A defesa azulina soGerson x Mailson

As defesas foram mais eficientes do que os ataques no clássico da noite passada (Foto: AILTON CRUZ)

Parece filme repetido, mas não é. CSA e CRB chegaram ao quarto clássico regional terminado em 0 a 0. O duelo muito disputado, mas com poucas oportunidades foi disputado na noite passada no Estádio Rei Pelé, pela quinta rodada da Copa do Nordeste.

Apesar do resultado, ambos os times terminam a rodada no G4. O CSA acabou na quarta colocação do Grupo B, com nove pontos, dois do líder Ceará. O Azulão ainda está invicto. Com cinco, o CRB, que ainda não venceu, mas também não perdeu no torneio, é o quarto. O Fortaleza, em primeiro, tem oito.

TRUNCADO!
Um primeiro tempo de muita vontade, mas pouca técnica. O CRB não conseguiu encaixar o tão desejado contra-ataque para superar o rival, que chegou a ser superior, mas fez muito pouco para tirar o zero do marcador. A melhor chance do Azulão foi em uma cobrança de falta com Matheus Sávio. A bola tirou tinta do travessão de Edson Mardden.

O CSA ainda chegou com Patrick Fabiano. Apodi arrancou pelo lado de campo e cruzou para o atacante, que dividiu com Wellington Carvalho e mandou pela linha de fundo. Já o CRB sequer ameaçou o goleiro João Carlos. O Galo se limitou a segurar o arquirrival com a clara intenção de não sofrer gols.

FICOU NO ZERO!
O segundo tempo não foi diferente. A partida continuou muito truncada, com muitas faltas. Foram três cartões amarelos para o lado do CSA e seis para o CRB. Com isso, o duelo ficou lento, com chances cada vez mais escassas.

A emoção ficou por conta do fim. Aos 49 minutos, Rafinha cruzou, Apodi apareceu no meio de três jogadores do CRB e cabeceou para um milagre do goleiro Edson Mardden, que acabou salvando o Galo de não sair derrotado no clássico.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada da Copa do Nordeste, o CSA enfrenta o Santa Cruz no domingo, às 18h, no Arruda, em Recife (PE). No dia 14 de março (quinta-feira), às 21h30, o CRB pega o Náutico no Rei Pelé, em Maceió (AL).

Blog e Futebol Interior

Marcelo Cabo acha que o CSA merecia vencer o clássico
     │     9:08  │  3

CSA e CRB mais uma vez não mexeram no placar. Na noite passada as equipe se enfrentaram pela Copa do Nordeste. Os times não tiveram grandes oportunidades na partida, mas o técnico Marcelo Cabo destacou a atuação azulina e disse que sua equipe merecia os três pontos. Também reclamou do árbitro e disse ainda que viu dois pênaltis não marcados.

– Para abrilhantar nossa atuação, nossa equipe merecia só o gol. Por tudo que nós fizemos no jogo, merecíamos sair com a vitória. Buscamos essa vitória do primeiro ao último minuto… Eu gostei muito da transição defensiva do meu time na perda da bola… Mas vamos celebrar esse ponto e nos preparar para domingo enfrentar o Santa Cruz.

Expulso no segundo tempo, Marcelo Cabo comentou também a atuação do árbitro Mayron Frederico dos Reis, do Maranhão. Na opinião do treinador, o juiz não poderia comandar um clássico.

– Primeiro, eu vou fazer uma colocação que o meu jogador me procurou e falou. Primeiro, ele ameaçou o Castán, isso não é um comportamento de um árbitro CBF. Ele não pode ameaçar o meu atleta. Outro detalhe sobre a arbitragem: eu já revi os lances e, na minha opinião, foram dois pênaltis: um no Manga e outro no Robinho. Então, pra ter um árbitro de fora que ainda não tá com a qualificação para apitar um clássico desse, vamos prestigiar os árbitros de Alagoas. Por que não botamos os árbitros locais? – reclamou Cabo.

Com a expulsão, Cabo não vai ficar no banco de reservas na partida contra o Santa Cruz, domingo, às 18h, no Arruda. O CSA fechou a quinta rodada do Nordestão em quatro lugar do Grupo B, com nove pontos.

Blog com GloboEsporte/AL